12.03
2011

Margem sul do Rio Tâmisa e Ripley’s Believe It or Not!

Dia 25 de dezembro, tá ai um dia em que Londres praticamente para! A maioria das atrações turísticas estavam fechadas.. então, o que fazer nesse dia? Seguindo a cultura inglesa, tivemos o nosso almoço de Natal e depois saimos caminhar pela margem sul do rio Tâmisa.

No caminho, acabamos passando pela Southwark Cathedral, onde antigamente era um convento e acabou se transformando em uma catedral, ficou conhecida por ser a catedral gótica mais antiga da cidade. Foi constrída entre 1220 e 1440.  Na catedral é possível ver uma estátua e vitrais em homenagem a Shakespeare e também tem uma estátua homenageando Nelson Mandela. John Harvard, o fundador da Universidade de Harvard foi batizado nessa catedral e acabou ganhando uma capela em sua homenagem.

Tower Bridge

Atravessamos a Southwark Bridge e no meio dela conseguimos tirar umas fotos legais da Tower Bridge.

Chegando na Piccadilly Circus, encontramos aberto o museu das bizarrices conhecido como Ripley Believe It or Not! e revolvemos conhecer. Tem mais de 30 museus como este em todo o mundo e em Londres, foi inagurado em agosto de 2008. A idéia deste tipo de museu foi de Robert Ripley, que ao longo de suas viagens por mais de 200 países, colecionou uma série de objetos curiosos.

O museu tem 4 andares que estão distribuidos em 20 galerias os itens mais inusitados, que são: um carro, um mini cooper coberto por cristais Swarovski, no valor de £ 500.000, um retrato da princesa Diana  feita com fibras, uma cópia da última Ceia pintada em um grão de arroz e um pedaço de rocha lunar.

Mini Cooper de cristais Swarovski

com patas a mais

Feito com balas

Princesa Diana

E ainda tem mais esquisitices como: um homem mumificado, um bezerro de duas cabeças, uma peça avaliada em 3.000 libras, do Muro de Berlim e uma maquete da Tower Bridge feita com 400 mil palitos de fósforo. Também tem um aquário com algumas bizarices do mundo aquático e objetos como a calça de jeans maior do mundo.

Tower Bridge feita com palitos de fósforo

Homemm mumificado

Homem unicórnio

Olha quem a gente encontrou por lá!

Calça jeans gigaaante

parece de verdade, né?

Umas das coisas que mais achei legal lá é o Ripley’s Marvelous Mirror Maze (Labirinto de espelhos). O desafio do labiritinto de espelhos é conseguir sair de lá. O lugar é escuro e há uma série de colunas e arcos com espelhos que refletem centenas de vezes a nossa própria imagem para todas as direções.

Labirinto de Espelhos

O piso também é iluminado, aumentando ainda a dificuldade e dá a ilusão de que os corredores continuam, quando a verdade a gente pode estar em um beco sem saída. O labirinto não muuuito grande, até achar a saída demorei uns 10 minutos!!

Spinning Tunnel

Spinning Tunnel

Spinning Tunnel

Ainda fomos no Spinning Tunnel, que fica completamente parado, somente as luzes que giram e dão a impressão de a gente está sempre em movimento.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Atrações turísticas, Inglaterra, Londres
Booking.com
Deixe o seu comentário...