22.07
2011

Cultura Islandesa

Muitas pessoas pensam que a Islândia faz parte da América do Norte, porém na verdade o país pertence a Europa. Os lugares mais próximos são, a Groelândia que fica a 287 km e as ilhas Faroé a 420 km. E a Escócia fica um pouco mais longe,  aproximadamente 800 km.

Monte Esja, em Reykjavik

Além dos cavalos islandeses, as sagas islandesas medievais são muito tradicionais também são o orgulho do país!! As sagas são narrações épicas que contam a história do país desde a época do povoamento da ilha, sendo as mais famosas as Sagas de Njál,  dos Groenlandeses e a de Erik, o Vermelho.

As comidas na islândia são um tanto quanto estranhas, eles tem o costume de comer muitos frutos do mar, como peixes e carne de baleia. O prato nacional é 0 Þorramatur que é consumido principalmente no mês do porri (periodo entre janeiro e fevereiro).

O islandes é a única língua ainda existente que utiliza a letra rúnica Þ… e uma das poucas que também utiliza a letra ð. Os sons são completamente diferente do que imaginamos, como por exemplo a letra Þ, tem som de “th”.

As bebidas que se destacam por lá além do Brennivín que é uma bebida alcoolica feita com polpa de batata fermentada e cominho, são bastante populares a cerveja Güll e o iogurte Skyr!!!

E a maior curiosidade de todas fica por conta dos sobrenomes no país… Em vez de utilizar sobrenomes como no restante do mundo,  os islandeses utilizam patronímicos.. e isso quer dizer que, por exemplo, se alguém se chamar Ólafur Jónsson, significa: “Ólafur, filho de Jón” ou no caso de mulheres, por exemplo: Katrín Karlsdóttir, significa: “Katrín, filha de Karl”. Assim, as listas telefónicas no país estão em ordem alfabética  de acordo com o primeiro nome.. e como muitas vezes o primeiro nome é o mesmo e até mesmo o sobrenome pode ser igual, o jeito que eles encontraram foi escrever ao lado a profissão. Então, por exemplo: Ólafur Jónsson, padeiro… Ólafur Jónsson.. açogueiro!!! E pra não perder o costume, isso só poderia ser na Islândia mesmo!! =)

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Islândia, Reykjavík
Booking.com
  1. Raquel 28/09/2015 | 21:02

    Os homens de lá são loiros e ruivos? AS pessoas de lá são simpáticas? Lá é inverno sempre ou tem uma variada? eles comem arroz e feijão lá?

  2. Raquel 28/09/2015 | 21:02

    eles sabem falar inglês? dá pra viver lá somente falando inglês?

    • Contando as Horas 30/09/2015 | 00:52

      Oi, Raquel

      Tem de tudo, mas eles são principalmente loiros. No geral eu achei eles bem simpáticos sim, sempre tem um ou outro mais fechado, mas não tenho do que me queixar. Geralmente costuma ser sempre frio, mesmo no verão. E sim, falam super bem inglês.

Deixe o seu comentário...