16.10
2011

Eixo Histórico: do Louvre a La Défense (com uma paradinha na Île de la Cité e na Île St Louis)!!

No domingo, resolvi acordar cedo e aproveitar o maravilhoso dia de sol e calor (tá, o calor não tava tão agradável assim) e fiz o trajeto chamado de Eixo Histórico ou Axe Historique!! O Eixo Histórico passa por quase todos os mais importantes monumentos e ruas da cidade. O Eixo “começa” no Museu do Louvre, passa pela Champs Élysées, pelo Arco do Triunfo e “termina” no Grande Arco, no bairro de La Défense.

Mapinha do Eixo Histórico

O hotel que eu me hospedei foi o mesmo da primeira vez em que estive em Paris e ele fica bem pertinho da Notre-Dame, na região de Saint Germain des Prés.. então, facilitou muito o trajeto. 

Mas antes de tudo, fui conhecer a Île Saint Louis. Essa ilha, junto com a Île de la Cité são as duas ilhas naturais que ficam bem no meio do rio Sena.

A Île St Louis é super pequena, bem fácil de percorrer e além das lojinhas com as mais variadas opções de comidas, é possível ver a Igreja St Louis en L’Île e provar um sorvete na tradicional Sorveteria Berthillon.

A tradicional Sorveteria Berthillon

A Île St Louis é ligada por uma ponte com a Île de la Cité, e a principal atração dessa ilha é a Catedral de Notre-Dame. Como eu já tinha visitado a Catedral da outra vez, apenas observei a movimentação exterior.

Catedral de Notre-Dame vista da Île St Louis

Catedral de Notre-Dame

E posso dizer, Paris está completamente lo-ta-da!!! Não dava pra caminhar direito na região, tinha muuuuitos turistas e muitos policiais, alguns inclusive com umas metralhadoras (é isso mesmo?), assustadoras!!!

Pont Neuf

Número de arcos em cada lado são desiguais

Nessa ilha tbm fica a Pont Neuf, a primeira ponte construída na cidade de Paris!! É impossível não perceber a sua existência, pois além dela ter vários arcos (em números desiguais pra cada margem do rio, sendo 7 de um lado e 5 de outro) em toda sua extensão estão vários “rostos” esculpidos.

Detalhe dos rostos esculpidos

Em toda a sua extensão, muitos rostos esculpidos

Dessa vez eu resolvi ver esses rostos esculpidos beeem de perto e caminhei nas margens do rio Sena.

Chegando no Louvre

A próxima parada foi o Museu do Louvre, agora siiim, finalmente cheguei no “início” do trajeto do Eixo Histórico. Como era o primeiro domingo do mês de outubro, neeeem passou pela minha cabeça entrar no Museu novamente.

Museu do Louvre

Todo o primeiro domingo de cada mês a entrada no museu é gratuita, então dá pra imaginar o tamanho da fila, enooooorme!!

Louvre

Nessa região, parado de frente para o Arc de Triomphe du Carrousel se tem uma das melhores vistas da cidade, na minha opinião. Além de ver a Torre Eiffel, os Jardins des Tuileries!

Arco do Triunfo do Carrousel

Foi construído para comemorar as vitórias do exército de Napoleão Bonaparte

Na outra vez que estive em Paris era auge do inverno e com certeza dessa vez o jardim estava bem mais bonito e deu pra aproveitar mais e conhecer cada cantinho. São várias estátuas, fontes, e muuuuitas flores. E tinha muitas pessoas aproveitando o sol pra pegar um bronze tbm!!

Jardins des Tuileries, lindíssimo no verão!

Dá até pra ver a Torre

Antes de chegar na Champs Élysées, tem uma outra paradinha obrigatória, o Obelisco de Luxor, que fica bem no meio da Praça de la Concorde.

Obelisco de Luxor

E bem pertinho fica uma das pontes mais bonitas da cidade, a Ponte Alexandre III, cheia de ninfas, querubins, cavalos e sem contar nas luminárias, que são perfeitas!! Essa ponte também fica de frente para o Grand e Petit Palais.

Ponte Alexandre III

Da Place de la Concorde até o Arco do Triunfo, a caminhada segue pela Champs Élysées, que dispensa qualquer apresentação. Em toda a sua extensão estão várias lojas, restaurantes, bares e casas de shows.

Arco do Triunfo

Na outra extremidade da avenida fica o Arco do Triunfo e ali, seguindo pro lado direito, peguei o metro até o bairro de La Défense.

Para ter acesso ao Arco do Triunfo, a passagem é subterrânea

Para chegar lá é bem simples, o trajeto é direto e demora uns 15 minutos mais ou menos. A linha do metro é a número 1, cor amarela (também da pra ir de RER – linha A, cor vermelha!! Descendo do metro, já sai de frente pro Grande Arco de La Défense!!! E que vistaaa!!

Grande Arco de La Défense

No alto do Grande Arco

La Défense é o maior centro financeiro de Paris e é justamente lá, que me senti não estando em Paris por algumas horas. O lugar é tão moderno e com prédios de vidro super altos que nada lembram o tradicional e super clássicos edifícios do centro da cidade. Nesse bairro também tem 2 shoppings, o Les Quatre Temps e o CNIT, que oferecem além das lojas, cinemas e restaurantes!!

O Arco do Triunfo lá loooonge

Centro financeiro de Paris, super moderno!

Mas a maior atração do lugar, é sem duvida o Arco, e realmente ele é enorme (112 metros de altura)!! E do alto das suas escadarias de mármore branco, dá pra ter uma das melhores vistas de toda a cidade e do Eixo Histórico!! Dá pra ver bem direitinho o Arco do Trinfo!! Mas foi uma pena o Arco estar fechado para visitas, pois lá do alto a vista deveria ser muito melhor!!!

Algumas coisas são um pouco diferentes (ou modernas)

O Grande Arco foi construído e inaugurado em 1989, pra comemorar o bicentenário da Revolução Francesa!!

La Défense

Depois de visitar La Défense, dá pra concordar que o moderno e o clássico, podem sim, fazer parte de uma mesma cidade em perfeita harmonia!!

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em França, Paris
Booking.com
Deixe o seu comentário...