01.11
2011

Dubrovnik, a “Pérola do Adriático”

Dubrovnik está localizada beeeem no sul da Croácia, quase na fronteira com Montenegro. A cidade fica “isolada” do restante do país, pois o território da Croácia é cortado por uma estreita faixa que pertence a Bósnia e Herzegovina. E a cidade tem uma população de apenas 43 mil habitantes!!

Dubrovnik

Na quarta-feira a tarde eu cheguei em Dubrovnik, larguei minhas coisas no hotel e sai para fazer um reconhecimento de área! Mas somente na quinta-feira que eu sai pra conhecer bem o lugar! 

Muralha que cerca Dubrovnik

Um dos portões de acesso a Cidade Antiga

O meu hotel ficava bem próximo de uma das duas portas da Cidade Antiga, a Porta Pile. Para ter acesso a cidade antiga, antes de chegar na Porta tem uma ponte levadiça de madeira e num dos arcos da Porta fica a estátua de São Brás, o padroeiro da cidade!

São Brás, o padroeiro da cidade

A Cidade Antiga de Dubrovnik ou também chamada de Stari grad Dubrovnik, me surpreendeu de primeira. As muralhas e fortificações estão suuuuper bem conservadas e outra coisa que também chama atenção é o fato das ruas serem feitas de mármore branco (que já não está mais tããão branco) brilhante (e escorregadio)!!!

A muralha, super bem conservada

Stradun, a principal rua da Cidade Antiga

A rua principal da Cidade Antiga é a Stradun, ela é bem pequena, tem uns 300 metros e fica bem no meio das duas Portas da cidade, a Pile e a Ploče.

Lado interno da Porta Ploče

A Porta Ploče

Nessa rua estão vááários bares, restaurantes, lojinhas de souvenirs, sorveterias… e algumas atrações turisticas também!!

Stradun, com seus restaurantes e lojinhas de souvenirs

Duas coisas que me chamaram atenção na Stradun foi o estilo dos prédio, todo iguaizinhos e as “portas” das lojinhas, de estilo koljeno, que é uma porta/janela junto, porém a parte da janela é só pela metade e serve de vitrine e/ou balcão.

As ruazinhas da Cidade Antiga

Estilo koljeno

Na quinta-feira, fui visitar todos os outros pontos turisticos. Bem perto da Porta Pile, fica a Fonte Grande de Onofrio, uma fonte bem diferente das que estamos acostumados a ver por ai, ela tem forma circular e é rodeada por uma serie de “torneiras”. O curioso é que as águas que abastecem a fonte vem de uma nascente que fica a mais de 20 km de Dubrovnik.

Uma das primeiras coisas que vemos ao entrar pela porta Pile

A Fonte Grande de Onofrio

Do lado oposto da fonte fica a Igreja de São Spas, tem estilo da epoca da Renascença Dálmata, é super pequena, com um altar bem bonitinho e tem apenas uma pintura, que data de 1528.

Igrejinha de São Spas

Bem do lado dessa Igreja, tem um corredor que dá acesso a Farmácia Medieval ou Stara Ljekarna que é a farmácia mais antiga do mundo, foi fundada em 1317 e ainda esta em funcionamento!!

Farmácia Medieval, a farmácia mais antiga do mundo ainda em funcionamento

Seguindo pela Stradun, na outra ponta fica a principal Igreja da Cidade Antiga, dedicada ao padroeiro da cidade, São Brás ou Sveti Vlaho. A Igreja de São Brás foi construida no século XVIII. Os vitrais são bem bonitos e é possível visitar de graça e ver os tesouros e reliquias de São Brás.

A Fonte Pequena de Onofrio

Bem pertinho dessa Igreja ficam a Fonte Pequena de Onofrio e a Coluna ou Pilar de Orlando. Essa coluna tem história, pois era ali que o governo proclamava seus decretos e além disso, servia como palco das punições públicas.

Coluna de Orlando

Ahhh, o braço de Orlando serviu durante muuuito tempo como padrão de medida na região, meio estranho, não?!

A muralha de Dubrovnik

E pra terminar.. fui nas Muralhas de Dubrovnik!!! O ticket é vendido numa lojinha bem em frente a Fonte Grande de Onofrio, e com carteira de estudante, paga menos!!O acesso a muralha fica bem do lado da Igreja de São Spas!!

O sentido é único e durante o trajeto, o ticket é conferido umas 2 ou 3 vezes, pois a partir de algumas casas dá pra ter acesso as muralhas e assim essa fiscalização excessiva evita os penetras!!

A muralha demorou anos pra ficar pronta, no ínicio foi toda construída com madeira e durante os séculos 12 até o 17, a madeira foi substituida por pedra!!

Além de ver o mar, as casinhas todas iguais, com seus tetos que chamam bastante atenção, pois alguns ainda possuem marcas da Guerra, porém a grande maioria estão impecáveis, mostrando que foram reconstruidos rescentemente, após a Guerra.. também da pra visitar 4 grandes fortalezas que ficam na Muralha e uma Fortaleza que fica separada, no topo de um rochedo, de onde se tem uma bela vista do por-do-sol!!

Vista da Cidade Antiga da Fortaleza de Bokar

Pela cor do telhado das casas, dá pra notar que a Guerra fez muito estranho

A primeira Fortaleza é a Bokar, que foi construida para proteger uma das Portas da cidade, a Porta Pile. Tem uma torre redonda e é considerada a Fortaleza mais antiga da Europa construída no estilo Casamata!

O Porto de Dubrovnik

A próxima Fortaleza é a de St John que servia para defender o porto da cidade e também defendia a cidade dos ataques maritimos da República de Veneza. Dessa Fortaleza da pra ver várias ilhas do litoral Croata, e a mais próxima é a ilha de Lokrum, isso sem contar nas fotos que da pra tirar dali, com a ilha, o Mar Adriático e da Fortaleza de St Lawrence.

Porto de Dubrovnik

A Fortaleza Revelin é a mais simples de todas e  foi construída para também proteger o porto e a Porta de Ploce das invasões de Turcos e Bosnios. Tem um terraço enooorme, e no verão acontecem vários espetáculos teatrais e musicais.

Fortaleza Revelin

No trajeto entre a Fortaleza Revelin e a Fortaleza Minčeta é um dos melhores lugares para bater foto do teto das casinhas e do por-do-sol!!

Fortaleza de Minčeta

As marcas da Guerra ainda são visíveis em Dubrovnik

E a última Fortaleza é a de Minčeta que é a mais imponente da Cidade Antiga, situada na parte norte da Muralha, e tem como background as Montanhas que circundam a cidade. Por ser o ponto mais alto da muralha, da pra ver praticamente toda a cidade e as ilhas do litoral Croata!!

Cidade Antiga de Dubrovnik

São exatos 1.940 metros, que certamente serão percorridos beeeem devagar e o passeio não dura menos que 2 horas e se for no final de tarde.. com o por-do-sol.. ih, dá até pra esquecer da vida!!

A Muralha abre todos os dias, das 09:00 as 19:00. O valor é de 30 Kuna!!

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Croácia, Dubrovnik
Booking.com
  1. Francisco 21/04/2014 | 21:38

    Oi
    Acompanho tuas viagens pelo blog, muito legal por sinal, e gostaria de saber de vc dicas de hospedagem em SPLIT e Dubrovnik. Vou sozinho em agosto e quero conhecer bem esse país. Obrigado

    • Contando as Horas 24/04/2014 | 00:37

      Oi, Francisco

      Por enquanto só escrevi sobre o hotel que me hospedei em Split, vc pode ver sobre ele nesse post aqui. Não sei se vc já viu?!?!
      http://contandoashoras.com/2011/11/10/hotel-em-split/
      Mas se vc se hospedar nos arredores do Palácio Diocleciano, vc vai estar muito bem hospedado, pois essa parte mais turistica da cidade é super pequena e da pra ir por tudo a pé.

      Já em Dubrovnik eu ainda não escrevi sobre o hotel que me hospedei (bem lembrado, preciso agilizar isso!), mas fiquei hospedada fora da muralha e achei muito bom. As opções de hotéis são maiores e eles eram mais baratos.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. Nathalia 22/06/2014 | 13:52

    Bruna, vc acha interessante contratar um guia para conhecer melhor Dubrovnik, visto que terei apenas dois dias na cidade ?? Desde já muito obrigada !!!

    • Contando as Horas 22/06/2014 | 21:10

      Oi, Nathalia

      Na minha opinião, depende. Se vc for visitar apenas a parte mais turística da cidade, como é super pequena e vc consegue fazer tudo por conta, talvez um guia não seja necessário. A não ser que vc queira saber mais sobre a historia do lugar, ai nesse caso, um guia é uma ótima opção.

  3. Dubrovnik em Português 08/08/2014 | 18:38

    Eu sou guia oficial em Dubrovnik. Pode falar comigo sobre os tours privativos na cidade. Sera um prazer te-la aqui.:)

  4. ELSON RODRIGUES PESSOA 27/09/2015 | 09:06

    Somos do Rio de Janeiro e estamos fazendo um Cruzeiro com 10 pessoas e estaremos em Dubrovnik em 23 de março de 2016 . O Navio não disponibilizou nenhuma excursão para Dubrovnik e estamos querendo saber o que de melhor se pode fazer em um dia.

    • Contando as Horas 28/09/2015 | 15:27

      Oi, Elson

      Eu não sei onde o teu cruzeiro vai parar, mas vc pode pegar um taxi e ir até o centrinho de Dubrovnik que fica dentro da Muralha, inclusive vc pode caminhar nas Muralhas e visitar as principais atrações dessa área. Só isso já vai te ocupar praticamente o dia todo. Também é possível fazer um passeio em um teleférico pra ver Dubrovnik do alto, se tiver interesse, vc pode ver mais infos aqui: http://www.dubrovnikcablecar.com

  5. Valnice Salignac 21/12/2015 | 12:05

    Olá, Bruna! Tentei entrar em contato com vc através do e-mail fornecido (bruna@contandoashoras.com) e ele retornou… Aconteceu alguma mudança no endereço ?? Obrigada!

    • Contando as Horas 22/12/2015 | 00:35

      Oi, Valnice

      O e-mail tá funcionando direitinho… Mas olha la se vc colocou “brunab@contandoashoras.com”, antes do @ é brunab (tem mais um B ali, referente ao meu sobrenome).

  6. Francisco 27/01/2016 | 16:19

    Boa Tarde
    adorei seu blog, qual é a moeda local, posso pagar o taxi, muralhas e teleférico em euro ou dolar?
    Pois estamos indo de cruzeiro e ficaremos apenas 1 dia.
    Obrigado

    • Contando as Horas 02/02/2016 | 15:11

      Oi, Francisco

      A moeda local é Kuna. Na época que eu fui, a Croácia estava no processo pra adotar o euro, portanto eu usei kuna pra tudo. Mas pelo que já li na internet ultimamente, o pessoal diz que em coisas suuuper turísticas já estão aceitando euros. Nesse caso, vc pode levar euros. Dólar não acho necessário. Caso vc precise conseguir Kuna, acho que se vc tiver euro em mãos será mais fácil.

  7. Bruna 28/04/2016 | 09:30

    Oi, adorei as dicas do blog, estou apaixonada por vários lugares! Encontrei sua página pois vou pra Montenegro em julho.. daqui do Brasil, qual trajeto de avião sairia mais barato? Me indicaram pegar um voo até a Croácia e depois ir de ônibus.

    • Contando as Horas 30/04/2016 | 16:40

      Oi, Bruna

      Então.. Difícil dizer de onde seria mais barato. Vários lugares tem voos frequentes pra Croácia o ano todo, alguns lugares que voos sazonais. Eu fui de Londres, onde os voos normalmente (dependendo do destino) existem o ano todo. Te aconselho a dar uma olhada no site da Easyjet (cia aérea de baixo custo), assim vc tem uma ideia de preços e lugares de onde vc pode partir pra chegar até na Croácia.

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

      Ps.: Montenegro é sensacional! Me arrependi muito de ter feito apenas um bate-volta, queria ter ficado pelo menos mais uns 2 dias por lá!

  8. Fátima 06/02/2017 | 08:27

    Oi você pode me aconselhar seu hotel em Dubrovnick? Obrigada

    • Contando as Horas 06/02/2017 | 23:48

      Oi, Fátima

      O hotel que fiquei eu não gostei tanto assim. Era bom, mas preferi não escrever aqui no blog.

  9. marcinha 04/03/2017 | 13:24

    vou parar com o navio por 5 hrs…vou ter q correr e nem poder parar p comer……………ahahhahahah
    acho q em 4 ou 5 hrs..da ´p se ter uma ideia or not?

    • Contando as Horas 06/03/2017 | 14:09

      Oi, Marcinha

      Sim, se vc for sóno centro histórico sim. Se quiser ir no teleférico ou qqer outro lugar, precisa ser melhor calculado e estudado o roteiro.

Deixe o seu comentário...