30.01
2012

ONU – Genebra

Uma vez em Genebra, eu não poderia deixar de visitar pelo menos uma das muitas sedes de Organizações Internacionais, então a escolhida da vez foi a ONU, no ultimo tour do dia, o das 16:00 horas.

Chegando na ONU em Genebra

Na praça em frente a ONU tem uma escultura enooorme, feita de madeira, chamada de “Broken Chair”, já que uma de suas “pernas” está quebradas. A obra é de autoria de um artista Suíço, e que simboliza a luta contra o uso e a fabricação de minas terrestres. 

Broken Chair, em frente a ONU

Eu queria ter visitado também o Museu da Cruz Vermelha, mas estava fechado para reformas, e a previsão para reabrir ainda não está definida, só se sabe que será em 2013.

Cruz Vermelha

Cruz Vermelha

Fechado para reforma até 2013

A Sede da Organização das Nações Unidas, a ONU, fica no Palácio das Nações.. e descendo do tram, já dá pra ver a entrada mais famosa e fotografada, o corredor com a bandeira de todos os países membros, que fica na Avenida da Paz.

ONU

Mas a entrada para o tour acontece pelo Portão Pregny, e a primeira coisa é passar pela segurança, mais ou menos como acontece com quem visita o Parlamento Britânico ou a Sainte Chapelle, em Paris.

Portão Pregny

O próximo passo é mostrar um documento com foto (e válido) e eles batem uma foto, para fazer uma carterinha que devemos usar enquanto estivermos dentro da sede da ONU.

Essa carteirinha deve ser usada o tempo todo em que permanecer na ONU!

Na hora de comprar o ingresso, já temos que escolher em qual idioma será o tour, as opções são: francês, inglês, espanhol, russo, árabe e chines. Escolhi inglês, é claro! Independente do idioma escolhido, todo mundo é direcionado ao Portão 39 (é só seguir as plaquinhas), não tem erro!

Acesso aos tours

Enquanto eu aguardava o tour, fui conhecer a lojinha de souvernirs, e as opções são muitas, com tudo que puder imaginar!

A guia anunciou que os tours iriam começar e já chegou falando que teriamos acesso a muitas alas, porém não seria possivel visitar os jardins da ONU, que durante o inverno Europeu estão fechados, infelizmente!

….

Antigamente, antes da Primeira Guerra Mundial, a ONU era chamada de Liga das Nações e foi assim que ela foi fundada. Em genebra, todos os escritórios e salas estam localizados em apenas um prédio. Porém, logo apos a Segunda Guerra Mundial, a Liga das Nações passou a se chamar ONU e ganhou uma sede maior, e foi justamente essa que tive a oportunidade de visitar!

O papel da ONU, é mediar debates e fazer com que todos os países concordem e cheguem a uma decisão do que é melhor para o futuro de todas as pessoas, independente do país e/ou religião que pertençam.

Os debates mediados pela ONU continuam até que todos os países se “convençam” que o que está sendo decidido é o melhor para todos, e se ao menos um país não concordar, o debate continua.

Começando o tour

Sendo assim, a ONU não elabora e/ou cria leis, apenas promove debates e discussões sobre temas que são “polemicos”, entre os países membros.

Atualmente, 193 países fazem parte da ONU, e já está contabilizado a divisão que aconteceu recentemente no Sudão, onde foi adicionando o Sudão do Sul.

Ao contrario do que muita gente pensa, as línguas oficiais são seis, e não uma ou duas, e o alemão nunca chegou a fazer parte. E a razão é simples, foi determinado que seriam as linguas oficiais mais faladas em todo o mundo, então, além do Inglês, o Francês, o Espanhol, o Chines, o Russo e o Árabe fazem parte dessa listinha.

O símbolo da ONU

O símbolo da ONU é um mapa mundi, e até ai tudo bem, mas uma coisa que eu nunca tinha me dado conta até a guia comentar, é que esse mapa mundi é visto de cima, pois a ONU não queria que nenhum país ou continente ficasse em destaque e/ou no centro.

Os corredores

Quanto as sedes, a principal fica em Nova York, e Genebra é a segunda maior, porém ainda existem outras sedes menores, como uma em Nairóbi e uma em Viena, e é claro, que existe pelo menos um escritório, nem que seja minusculo, em cada país membro.

Na sede em Genebra, as salas que visitamos foram:

– Conselho de Segurança, são debatidos os temas mais atuais, como por exemplo, naquela semana em que eu estive lá, estavam debatendo o Programa Nuclear do Irã. Nessa sala os debates acontecem entre os cinco países membros permanentes do Conselho (Rússia, Estados Unidos, China, França e Reino Unido) + a Alemanha que debateram contra o Irã;

– Assembleia Geral Conselho dos Direitos Humanos, foi totalmente renovada e as obras foram financiadas pelo Governo Espanhol e empresas da Espanha. E causou muita polêmica, pois custou mais de 20 milhões de euros. A obra, que foi pintada no teto, é de autoria de Miquel Barcelò;

– Corte Internacional de Justiça, é um orgão onde todos os países membros fazem parte, sem exceção. O que é debatido lá, envolve tudo o que está relacionado aos conflitos internacionais, com exceção dos conflitos políticos. É aqui onde acontecem as discussões sobre as armas quimicas, nucleares, o direito das mulheres  e os direitos humanos de forma geral.

Nessa sala, a decoração é feita em painéis com o tema “Guerra x Paz”, na visão de um artista espanhol, que decorou a sala ainda em 1931. Praticamente todos os painéis tem a mesma mensagem, que todos os seres humanos devem ser solidário,s e só assim será possível conviver em paz e sem guerra.

E mesmo na vitória, acontece muita destruição, como mostra um dos painéis, onde os vitoriosos de uma guerra sairam devastados e arrasados, em trapos! E o painél de destaque, é justamente o que está no teto, são 5 homens gigantes, dando as mãos (onde cada homem representa um continente), e mostra que, juntos e com força de vontade é possível sim, viver em paz no mundo!

Andando pelos corredores, entre uma sala e outra, há bastante obras, quadros e esculturas de tds os paises membros, mostrando um pouco da cultura de cada pais.

Dois quadros em especial, a guia nos contou a história, o primeiro, um templo Chines onde de qualquer lugar que se olhe, o caminho q da acesso a porta principal do Templo, parece que se movimenta junto com a gente.

E um outro quadro, onde o presidente Americano Wilson, estava mediando um debate importante sobre a Independencia entre Suécia e Finlândia.

Também é possível ver as montanhas com seus topos com neve, e até o Lago Léman.

Os jardins, o lago e as montanhas!

Outra curiosidade, durante um debate mediado pela ONU, para definir a ordem das cadeiras onde cada membro representante dos países vão sentar, acontece um sorteio, e os países com a letra sorteada sentam na primeira fila, seguindo pelos países com a letra inicial que vem na sequencia da letra que foi sorteada.

ONU

E uma pergunta que eu fiz.. Como a ONU se sustenta? Todos os anos, os países membros, devem aprovar orçamento, todos os países membros contribuem com uma porcentagem, então, o dinheiro que mantem as sedes, e os funcionários vem dos próprios países membros.

Trams que levam até a ONU

Tram número 13

Para chegar lá, eu escolhi pegar o Tram número número 13 (mas também da pra ir com o 15) e descer na última parada, chamada de “Nations”, saindo do Tram já dá pra ver uma das entradas da ONU, o Portão Nations (aqueeele que tem o corredor com as bandeiras dos países membros). Porém para fazer o tour, a entrada acontece pelo Portão Pregny, fica de frente para o Museu da Cruz Vermelha.

Abre todos os dias no verão, e no inverno somente durante a semana, com tours começando, na parte da manhã, as 10:30 e 12:00, e a tarde as 14:30 e 16:00. O tour custa 12,00 CHF para adultos e para estudantes 10,00 CHF e se mostar o visto de estudante, tá valendo, pois foi justamente o que eu fiz! Precisa mostrar algum documento válido, como por exemplo, o passaporte para poder fazer o tour.

Obs.: é sempre bom levar em consideração, que a sede da ONU de Genebra fecha no final de ano, e geralmente é entre a semana do Natal e vai até uma semana depois do Ano Novo (normalmente: de 23 de dezembro a 08 de janeiro).

Obs 2.: dá pra tirar foto de tudo, só não dá pra filmar!

** Precisando de hotel em Genebra? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de hotel na Suíça? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Suíça

Todos os posts sobre Genebra

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Genebra, Suiça
Booking.com
  1. Fernanda 14/11/2014 | 09:57

    Olá Bruna, muito legal seu post! Pretendo visitar o Palácio das Nações Unidas no final de janeiro de 2015, você sabe me informar se é necessário agendar previamente a visita? Ou você apenas chegou lá nos horários?

    Obrigada!

    • Contando as Horas 16/11/2014 | 18:38

      Oi, Fernanda

      Não não, é só chegar com tempo hábil pra passar por todo o esquema de segurança e fazer o crachá. Eu recomendo vc chegar com pelos menos 30 minutos de antecedência.

Deixe o seu comentário...