17.06
2012

A Ponte Carlos e o Castelo de Praga

Sabado o dia amanheceu nublado, com cara de que logo viria o maior chuvao de todos os tempo. Fazia um calorzinho estranho pra epoca, ja que era metade de novembro e eu esperava um tempo mais frio, mas isso tambem nao foi nenhum problema.

O hotel que me hospedei ficava bem proximo o rio Moldava, e assim, pra nao perder tempo, resolvi levantar cedo e comecar o dia caminhando pelas margens do rio.

A primeira impressao de Praga foi super boa. O ‘medinho’ de caminhar nas ruas, pelo tanto de coisa ruim que eu ja tinha lido sobre a cidade, foi embora. O cenario que eu vi foi de muitas familias, criancas andando de bicicleta, casais caminhando de maos dadas e muuuitos turistas despreocupados registrando cada momento da viagem. 

Varias pontes cruzam o rio, mas a mais bonita, a mais fotografada, enfim, a mais famosa eh a Ponte Carlos. Ao chegar ali, tive a nitida impressao de encontrar toda a cidade nessa ponte. Mesmo sendo cedo, a ponte estava lotada de turistas, de vendedores expondo suas antiguidades, de musicos fazendo algum som (geralmente a musica era sempre muito boa e animada) e de artistas oferecendo suas obras.

E realmente ela faz jus a sua fama, e eh muito bonita mesmo. A ponte foi construida inteiramente em pedra a mando do Rei Carlos IV.

Quem vem do Centro da cidade antiga, como foi o meu caso, vai atravessar um dos portoes, ou seria uma torre? ou uma mistura dos dois?, para entrar na ponte. Bem ao lado desse portao/torre, fica uma estatua do Rei Carlos IV.

La se vao mais de 700 anos, e a ponte continua cumprindo bem sua princial funcao, substituir a antiga ponte que foi destruida e ligar o Centro Antigo da cidade ao Castelo de Praga.

No inicio, a unica obra que a enfeitava era um enorme cruxifixo feito de bronze, que fica bem no meio da ponte. Alguns anos se passaram e outras obras foram anexadas, como eh o caso das mais de 30 estatuas que estao espalhadas ao longo dos seus 516 metros de comprimento, mas o destaque entre as estatuas fica por conta da que homenageia São João Nepomuceno.

Ja do outro lado da ponte, fica o bairro de Malá Strana e no alto, vemos o principal cartao postal de Praga e da Rep Tcheca, o gigantesco Castelo de Praga, segundo o Guinness Book, eh o maior do mundo.

O trajeto entre a Ponte e o Castelo eh bem agradavel. Caminhei pelas ruazinhas de pedra um bom tempo. Passei por muitas lojinhas de souvenirs, barzinhos, restaurantes ate que meio sem querer acabei encontrando uma das entradas do Castelo de Praga ou Pražský hrad, como eh chamado em tcheco.

O Castelo esta localizado no alto da colina de Hradcany, mesmo local onde foi fundada a cidade a muitos seculos atras.

Diferentemente dos castelos que eu estava acostumada a ver tanto na Escocia como na Inglaterra e no restante da Europa, o Castelo de Praga nao eh um castelo feito de pedras e rodeado por uma muralha de protecao. Ele na verdade eh um complexo formado por algumas igrejas, um monasterio, um Palacio, mais alguns predios que foram transformados em museus, lojinhas, correio e restaurantes, alem do antigo Palacio Real onde moravam os Rei e Rainhas da Boêmia.

O castelo comecou a ser construido durante o seculo 9 e atualmente, alem de ser visitado por muitos e muitos turistas todos os dias, eh la onde tambem fica a sede do governo da Republica Tcheca.

Impossivel passar batido pelo Palacio cor de rosa, que eh a residencia oficial do Presidente da Republica Tcheca.

Todos os dias acontece uma pequena troca da guarda, em nada lembra as trocas da guarda em Londres (muito demorada) ou em Estocolmo (animada), mas a troca da guarda existe, pra alegria dos turistas! Eu nao consegui acompanhar a principal troca da guarda que acontece todos os dias ao meio dia, porem vi, uma das trocas que acontecem a cada hora cheia.

Nas redondezas do Castelo existem muitas lojinhas de souvenirs, sendo assim, eu aproveitei pra comprar uns cartoes postais pro pessoal la de casa, e pra minha surpresa, quando fui comprar meu ingresso, ao lado tinha uma agencia de correio.

Sentei la um pouco, pra descancar da caminhada e aproveitei pra escrever e enviar os cartoes. Ali no correio conheci um casal de Brasileiros (realmente, nos estamos em todos os lugares do mundo!) e fiquei conversando um pouco sobre a vida, a saudade de casa, das comidas brasileiras e tudo mais.

Com o ingresso na mao, fui conhecer o Palacio Real, que eh onde estao as Joaias da Coroa dos reis da Boemia.

Logo ao lado, fica a entrada para o Palacio Real, considerado uma das partes mais antigas do castelo, ja que foi construido no inicio do seculo 12. A estrutura interior eh bem simples, o piso eh de madeira. Algumas obras, quadros e estatuas enfeitam o que um dia ja foi uma grande salao usado nos banquetes oferecidos pelos reis da Boemia. Ali tbm podemos ver em exibicao as joias da coroa, como a coroa e o cetro.

Junto ao Palacio Real fica a Igreja de Todos os Santos..

Alguns ‘souvenirs’ dentro da lojinha do Palacio Real. Na minha opiniao, essa lojinha era uma das melhores no quesito venda dos famosos Cristais da Boemia..

Depois fui visitar as duas igrejas do que fazem parte do Castelo, a Catedral de Sao Vito e a Basilica de Sao Jorge.

A Catedral de São Vito eh enoooorme, tao grande, que eh dificil conseguir fotografa-la direito. Sua construcao teve inicio no seculo 14 e so foi concluida mais de 600 anos depois, em 1929.

Nessa catedral eram coroados os reis da Boemia, assim como era onde aconteciam os seus funerais.

O grande destaque, alem do seu estilo gotico, sao os seus vitrais. Um mais bonito que o outro. Ali tbm estao guardados alguns tesouros, como algumas reliquias religiosas, a tumba de São Vito e a pequena capela de Sao Venceslau, o padroeiro do pais.

Ao sair dali, fui conhecer a pequenissima Basílica de São Jorge. Ali acontecem alguns concertos de musica classica no final do dia. Com suas cores vivas e estilo barroco, a igreja eh mais simples, porem ainda assim, tem algumas obras, esculturas e pinturas como decoracao.

Dentro do Castelo existem alguns bares e restaurantes..

Caminhando por suas ruazinhas estreitas..

Tambem temos acesso aos jardins do castelo, de onde se tem as melhores vistas de toda a cidade…

Em qualquer uma das entradas/saidas do Castelo vemos os guardinhas..

Ainda tive tempo de jantar rapidinho e seguir para a Ópera Estatal de Praga, onde pela primeira vez na vida, eu iria ver uma Ópera (tema para outro post).

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Praga, Rep Tcheca
Booking.com
  1. Rosangela Nascimento Vegini 21/05/2014 | 15:21

    Lindíssimas suas fotos.
    Estive em Praga em maio de 2012. Viagem rápida. Estava vindo da Polônia e com destino final Rússia.
    Suas fotos e comentários foram ótimos para rever e ver o que não vi!
    Parabéns pela viagem e pela riqueza de detalhes compartilhados.

    • Contando as Horas 21/05/2014 | 20:51

      Oi, Rosangela

      Obrigada!! Praga é uma cidade muito bonita mesmo. Todas as fotos la, independente do clima, ficam lindas!! Os créditos são todos da cidade mesmo!!

      A Rússia eu ainda não conheço, mas certamente tá na minha listinha de próximos destinos!!

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

Deixe o seu comentário...