25.07
2012

Os Festivais (de Verão ou de Inverno) de Edimburgo

Nos próximos 30 dias do mês de agosto, Edimburgo vai estar literalmente bombando! Isso pq a cidade carrega vários titulos quando o assunto são Festivais, seja os de verão ou os de inverno. Normalmente, esses títulos começam com.. “O maior festival disso“, “O mais antigo festival daquilo” ou ainda “O festival mais popular daquele outro“. Como em 2010 e em 2011 eu estava morando na cidade, nos festivais que foram possíveis, lá estava eu marcando presença.

Pra quem for pra Escócia, especialmente em Edimburgo, eu tentei reunir nesse post os festivais que considero mais interessante. Seria impossível escrever sobre todos, afinal, no total são mais de 12 festivais. Então aqui vai a lista com os imperdíveis.. 

Pra começar, os Festivais de Edimburgo estão organizados de acordo com as estações do ano (primavera, verão, outono e inverno). Mas já adianto, os principais, os mais procurados, enfim, os mais famosos, são os Festivais de Verão e os de Inverno.

O primeiro festival que eu destaco é o Beltane Fire Festival, que acontece sempre no dia 30 de abril no Calton Hill. É um dos festivais mais estranhos que eu participei. A ideia de criar um festival que celebra o inicio do verão é interessante, apesar do verão ser praticamente uma lenda na Escócia. A forma como acontece a celebração é que é um pouco estranha, todo mundo vestindo roupas coloridas (principalmente branco e vermelho) e com a cara pintada como se fossem o diabo (que eu imagino que seja pra lembrar o calor do inferno). Eu hein!

Um dos festivais mais esperados do ano é o Festivais de Verão de Edimburgo, que dá a ele o título de “O maior festival do planeta”. E realmente é! A cidade fica lotada, vem gente de todas as partes da Escócia, do Reino Unido ou do mundo para prestigiar o evento, seja como espectador ou como participante. Esse festival acontece sempre nas três ultimas semanas do mês de agosto, e em toda cidade, seja na rua, em igrejas, em teatros, casas de shows, parques, enfim, por onde estivemos passamos no centro da cidade, sempre vemos alguma movimentação.

O maior festival de arte do mundo, o Edinburgh Festival Fringe, com certeza é o mais esperado. São mais de 40 mil shows e apresentações espalhados por mais de 250 lugares em todas as partes da cidade. Nos dois verões que eu passei em Edimburgo, eu consegui ir. Ele começa sempre na primeira sexta-feira do mês e vai até a ultima segunda-feira de agosto, então, nesse ano por exemplo, o festival vai de 03 a 27 de agosto. Para ter acesso a tudo o que acontece nesse festival, foi até criado um site onde podemos ver toda a programação. No site tem um videozinho, que conta um pouco da história desse festival, de como foi criado e também da pra ter uma ídéia de como a cidade fica durante o verão.

Outro festival interessante é o Edinburgh International Festival, que reune o que há de melhor em apresentações de companhias internacionais que vão desde música clássica, peças de teatro, óperas e danças. Esse ano, o festival vai de 09 de agosto a 02 de setembro, e vai contar com um destaque, a produção Macbeth, que faz parte do World Shakespeare Festival.

Os meus festivais preferidos são Edinburgh International Book Festival (vai de 11 a 27 de agosto) e o Royal Edinburgh Military Tattoo (de 03 a 25 de agosto). O primeiro festival é considerado o maior festival desse tipo do mundo e ainda, em 2004, Edimburgo recebeu pela primeira vez o titulo de The City of Literature pela Unesco. Todos os anos, escritores mundialmente reconhecidos dão o ar da graça no evento. Esse ano, o destaque fica por conta do escritor escoces Ian Rankin. Já o Military Tattoo, é um dos maiores espetáculo do Reino Unido. Todos os anos, diversas bandas militares de varios países se juntam a bandas militares escocesas e proporcionam um verdadeiro show, onde são mostrados ainda um pouco da cultura escocesa, como a dança típica escocesa chamada de Ceilidh e as gaitas de fole.

Esses que citei acima foram alguns festivais que eu tive oportunidade de ir, mas ainda existem muitos outros que fazem parte do Festival de Verão de Edimburgo, como o Edinburgh International Film Festival, o Edinburgh Jazz & Blues Festival, o Edinburgh Mela Festival e Edinburgh Art Festival.

Ahhh.. e sem esquecer do Festival Fireworks Concert, que acontece todos os anos e ele marca o encerramento do Festival de verão em Edimburgo. Acontece sempre no primeiro domingo do mês de setembro.

Pra quem pensa que o inverno é parado e sem nada pra fazer, em Edimburgo a história é um pouco diferente. Logo depois das festas de Natal, vem o Edinburgh’s Hogmanay (de 30 de dezembro a 01 de janeiro de 2013), as celebrações que fazem parte do Ano Novo Escoces. Antigamente eram quatro dias de festas, mas desde o ano passado, o Hogmanay passou a ser comemorado em apenas três dias. Além da tradicional festa de rua e da queima de fogos a meia-noite do dia 31 de janeiro, a festa começa com o  tradicional Torchlight Procession no dia anterior, e nos demais dias, podemos ver várias bandas escocesas e danças típicas (Ceilidh) se apresentando ao longo da Princes Street. E pra encerrar, no dia 01, os que sobreviveram as comemorações estão convidados a dar um mergulho nas geladíssimas águas do Firth of Forth, como parte do Loony Dook. Vai encarar? Eu não tive coragem!!

** Precisando de hotel em Edimburgo? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Edimburgo, Escócia, Festivais -
Compartilhe
Deixe um Comentário
14 comentários em "Os Festivais (de Verão ou de Inverno) de Edimburgo"
  1. Juliana   25/07/12 • 09h49

    Muito legal, pena que não vai ter nenhum festival em novembro:(

  2. turista ocasional   25/07/12 • 10h25

    O Verão é mesmo o período mais propício aos festivais, porque supostamente é quando os dias são mais longos e o tempo melhor. (O meu aparte para o supostamente, é porque hoje por aqui chove torrencialmente com trovoada para acompanhar e isso era de todo desnecessário).
    Não faltam festivais espalhados pelos países e em suas cidades, sobretudo nas mais emblemáticas.
    Por vezes o Inverno com o frio ou mesmo a neve, também é propício a outros tipos de festividades.

    Quanto à sua referencia dos festivais em Edimburgo carregarem títulos de maior disto ou mais antigo daquilo, nem todos se podem vangloriar com essa legitimidade. Isso lembra-me algo que o meu marido costuma dizer, embora não se aplique de todo a este caso.
    Ele diz que por uma questão de tornarem as festividades mais apelativas e atractivas em termos turísticos, procuram encontrar um nicho em que as mesmas sejam as melhores ou mais antigas em qualquer coisa.
    Por vezes tal torna-se mesmo ridículo pois o nicho é tão pequeno e redutor que só de o enunciar ocupa a maior parte do cartaz publicitário (como dizer, caricaturando, que é o maior festival do mundo das 18 às 18:30 na rua X).

    Dos seus artigos, só posso concluir que aproveitou imenso a sua estadia na Europa e que se tornou uma expert em vários domínios relacionados com os “conhecimentos turísticos” que adquiriu.

    bjs

    • Bruna   26/07/12 • 18h54

      Olá!!!

      É verdade, o verão é realmente muito propicio pra qualquer evento ou até mesmo os festivais. Apesar de que na Escócia o verão é meio lenda, pq não existe heheeh

      Concordo com vc que esses titulos são meio apelativos, mas não dá pra negar que quando eles estão incluidos na propaganda, a coisa realmente dá efeito! O público comparece mesmo!
      =)

  3. Eduardo Oliveira   25/07/12 • 13h04

    Oi Bruna! Meu nome é Eduardo, e vou para Edimburgo agora no início de agosto. Confesso que não sabia que nessa época acontece tais festivais na cidade. Somente descrobri isso depois de compradas as passagens e reservado o hotel. Minha pergunta, e já imaginando a resposta, é: a cidade não fica cheia de demais? Não fica um pouco complicado circular, visitar os locais turísticos nessa época?
    Outra coisa: existem eventos de rua ou temos que pagar para participar/assistir?
    Desde já agradeço a atenção.
    Abraço.

    • Bruna   26/07/12 • 19h13

      Oi Eduardo!!
      A cidade fica bem cheia sim, mas vc não vê tanto aglomero. Tipo, tem gente, mas não é aquela coisa que da a impressão de estar tudo entulhado. Em duas atrações vc pode pegar fila, que é no Castelo de Edimburgo e no Palácio de Holyrood, mas fora isso, o resto é bem mais tranquilo.
      O Fringe tem muita programação na rua, mas existem vários eventos pagos também. A maioria deles acontecem no Assembly (edificio que fica no alto do The Mound) e em vários teatros, igrejas e casas de show na cidade.
      Aproveite muito Edimburgo, vc vai numa das épocas mais legal!

      • Eduardo Oliveira   27/07/12 • 13h15

        Valeu Bruna!
        Vou abusar e pedir mais uma dica.
        Estou pensando em alugar um carro para fazer uma viagem de um dia pelos arredores de Edimburgo. Já vi algumas dicas (Lago Lomon, Stirling, Castelo Tantallon). Terias alguma sugestão para me dar?

        • Bruna   29/07/12 • 16h29

          Oi Eduardo!
          Só não esquece que em td o Reino Unido eles dirigem na mão contraria que nos aqui no Brasil!
          Proximo a Edimburgo tem a Roslyn Chapel, tem St Andrews (onde principe William e a Kate estudaram e se conheceram), tem Linlitghow e as pontes, Forth Rail e Forth Bridge, tem o Castelo de Balmoral ( que abre só no verao pra visitas), tem o Glamis Castle.. Ih, tem um monte de opção de passeios no estilo bate e volta!

  4. CARLA LOURENCO ESCHER   23/03/16 • 14h34

    TENHO UMA BANDA DE RITIMISTAS FORMADA POR 26 INTEGRANTES,GOSTARIA MUITO DE PARTICIPAR DO FESTIVAL DE EDIMBURG. COMO FAÇO

    • Contando as Horas   31/03/16 • 17h09

      Oi, Carla

      Te aconselho a procurar um contato no site do Edinburgh Festival Fringe.
      https://www.edfringe.com/

      Quem sabe lá eles possam te dar mais infos de como participar.

      De qualquer forma, obrigada pela visita aqui no blog!

  5. Tatiana   01/05/17 • 07h04

    Oi Bruna,

    fui ao Beltane ontem e olha, me senti aliviada ao ver que não fui a única a achar o festival mais estranho do qual já participei. Estranho, confuso, mas ao mesmo tempo aquele monte de fogo para todo lado de certa forma hipnotiza. Acabei não tendo paciência para ficar até o final, mas valeu a experiência.
    Beijinhos

    • Contando as Horas   01/05/17 • 20h58

      Oi, Tatiana

      Eu tbm fui uma vez e achei meio estranho mesmo. Além do fogo aquelas pessoas estranhas haha Vale ir uma vez na vida, mas não sei se iria novamente.

      Como anda a vida ai em Edimburgo? Mês que vem to ai!! Contando as horas, literalmente!! :D

  6. Thais   11/07/17 • 10h03

    Oi Bruna, vou chegar em Edimburgo no dia 03/08 e vi que o Royal Edinburgh Military Tattoo começa no dia 04, infelizmente só fiquei sabendo disso agora e não consegui comprar os tickets. Mas minha dúvida é se consigo visitar o castelo normalmente enquanto está acontecendo o festival, você sabe?

    Obrigada pelas suas dicas, estão sendo uteis na minha viagem!
    Bjs

    • Contando as Horas   13/07/17 • 18h38

      Oi, Thais

      Obrigadaaa! :D

      Bah, que pena! Esse é um evento bem legal. Maaas, vc consegue visitar o castelo sim! Fique tranquila. Unico problema é as arquibancadas atrapalhando um pouco as fotos!

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Essa manhã eu teria embarcado para o Brasil. Além das 18 mil coisas que tinha planejado fazer em 10 dias, a mais importante era conhecer minha sobrinha 🥰 (e também, rever meus sobrinhos de quatro patas 🐕🐕 - não esqueci de vcs, não sou uma tia desnaturada 😁). A gente já tinha até planejado um churras com camarão empanado de entrada, lembra @yasminbartolamei ? 😂Otimização de tempo é tudo numa viagem. Impossível comer todas as coisas que tenho saudades (e repetir algumas) em apenas 20 refeições. 🤰🏻😅😆
.
Enquanto isso, depois de 52 dias de quarentena, estou aqui acompanhando Portugal deixar o estado de emergência e passar para o estado de calamidade, situação onde as medidas de isolamento ficam um pouco mais brandas para facilitar esse período de transição para a normalidade.
.
Eu espero que as pessoas não sejam irresponsáveis e sem noção nesse momento, pq o isolamento obrigatório pode voltar.
.
Ontem qdo sai de casa para comprar máscara (a partir de hj o uso é obrigatório em todos os ambientes fechados, como por exemplo, mercado, lojas, bancos, transporte público, entre outros), por exemplo, já vi uma cena que prefiro nem comentar. Além de todas as incertezas que o momento já nos coloca, certamente vamos precisar de muito mais sorte para lidar com esses seres irresponsáveis do que com o vírus.
.
Não vou me alongar muito nesse blablabla, pq a loucura dessa nova realidade está só começando.
.
Mas voltando a minha viagem.. Eu sei que meu pai estava contando os segundos pra ter alguém em casa pra implicar 🤣 e minha mãe estava ansiosa pelos nossos lanchinhos e risadas na madrugada (sim, somos duas 🦉🦉). Véééiooo e Véééiaaa.. em 2021 estarei ai! 🇵🇹✈️🙏🏽🇧🇷🤩
.
Essas foram as últimas fotos que tirei lá em casa, no Brasil, em fevereiro de 2019. ☺️
18.04.2020: UM ANO EM PORTUGAL! 🥰🥰🥰
🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹
.
Queria escrever algo interessante sobre esse momento pra deixar aqui registrado, mas não ando muito inspirada. Como nessas últimas semanas tenho recebido algumas msgs relacionadas a pandemia/quarentena, vou falar sobre isso.
.
02 de março foram divulgados os primeiros casos de coronavírus em Portugal. Dia 11 de março a OMS declarou pandemia de coronavírus. Dito isso...
.
No inicio, o governo português declarou estado de alerta, logo na sequência foi declarado estado de emergência (já foi renovado 02 vezes).
.
Nos primeiros dias os mercados estavam um verdadeiro caos. Muitas pessoas. Muitas coisas faltando (principalmente papel higiênico, carnes, frutas e verduras). Nas últimas semanas a situação voltou a normalidade.
.
As atrações turísticas, lojas, restaurantes (seguem funcionando, mas no esquema de take away/entrega a domicílio), bares, academias, entre outros tipos de comércio fecharam suas portas e assim permanecem até então.
.
As Farmácias e os Mercados estão funcionando no esquema de sai 1 entra 1, portanto, exige paciência.
.
Os transportes públicos em Lisboa estão funcionando com horários reduzidos. Não andei mais de metro, mas li nos jornais que o acesso está liberado para todas as pessoas, as catracas estão livres. Também li que começaram a fazer controle de temperatura nas entradas das estações.
.
Os 3 principais aeroportos de Portugal (em Lisboa, no Porto e em Faro) fecharam durante o período de Páscoa. E nos demais dias estão operando apenas para pouquíssimos voos comerciais, mas principalmente para voos humanitários, de repatriação ou de transporte de mercadorias.
.
Lisboa está deserta. Se você sair de casa, independente do horário, parece sempre domingo 07:00 da manhã. Tudo vazio. Poucas pessoas nas ruas.
.
A maioria das pessoas tem usado luvas e máscaras. Eu não tenho usado, pq só tenho saido de casa para ir ao mercado e algumas vezes pra caminhar.
.
E pra todos que me mandaram msgs pedindo como eu estou: depois de 38 dias de quarentena, posso dizer que já ando um pouco entediada, mas estou bem. ☺️
.
Essas são algumas fotos que tirei ao longo desse ultimo ano. 😁
#tbt 2020, nós mal nos conhecemos e não estou gostando nada do que tem acontecido. 😰😰😰
.
2019 precisou de 12 meses pra ser ruinzinho. Já 2020, em apenas 3 meses, chegou metendo os dois pés nas costas. 😰😰😰 Meeedooo dos próximos 9 meses!!! 🤭
.
Se eu soubesse que 2020 seria assim, eu teria viajado o mês de janeiro inteiro pelas Arábias. 🤷🏻‍♀️😅😁
.
Eu sei que ninguém anda muito interessado em consumir dicas de viagens por esses dias, mas já vou deixar registrado aqui para os dias melhores que virão: Doha tem varios museus, mas sem dúvida, os 2 mais visitados, são: o Museu de Arte Islâmica (fotos) e o Museu Nacional do Catar. Se tiver que escolher apenas um pra visitar, eu recomendo o Museu Nacional do Catar, vale cada centavo (até pq, o valor dos bilhetes não são nada baratos). Já o Museu de Arte Islâmica vale mais pelo seu exterior.
.
📍Doha, Catar 🇶🇦
.
#museumofislamicart #doha #catar #qatar #orientemedio #middleeast #ficaemcasa #fiqueemcasa #stayhome #quarentenanaosaoferias #quarentena #quarentine #pandemia #seemydoha #mydoha #dohaqatar #dohainstagram #doha2020 #instadoha #qatar2022 #qatarphoto #essemundoenosso #travelgirl #mulheresviajantes #amoviajar #qatarairways #viajar #brasileirosnocatar #brasileirosnoqatar
Khor Al Abaid 🐪 🌵☀️⛺️
.
Existem diversos tours no deserto: para ver o sol nascer, dia todo (com almoço e algumas atividades), para passar a noite e para ver o por do sol (foi o que escolhi).
.
Água do mar é morninha e eu achei beeem mais salgada que o normal.
.
Nessa foto da pra ver as aguas do mar encontrando as areias do deserto. 💛
.
2 segundos antes dessa foto, enquanto eu me arrumava, esse camelo ousado tentou me dar um beijinho 😂😂😂 Quase morri do coração!! 😅
.
📍Catar 🇶🇦
.
#khoralabaid #catar #qatar #desertsafari #sunsetdesertsafari #alkhordesert #orientemedio #middleeast #essemundoenosso #travelgirl #mulheresviajantes #amoviajar #qatarairways #viajar #brasileirosnocatar #brasileirosnoqatar #viagemeturismo
Catar / Qatar 🇶🇦🇶🇦
.
Vim com expectativa altíssima e ainda assim me surpreendi com tudo que vi.
.
Amei a comida. Os árabes são muito de boa (só não da pra tirar foto haha). Quero comprar todos os caquedos que vejo nas lojas, acho tudo lindo. Temperatura sensacional nessa época.
.
Na foto: Deserto de Khor Al Abaid, localizado ao sul de Doha, na fronteira entre o Catar e a Arábia Saudita. É um dos poucos no mundo onde o mar invade as areias do deserto.
.
📍Catar 🇶🇦
.
#khoralabaid #catar #qatar #desertsafari #sunsetdesertsafari #alkhordesert #orientemedio #middleeast #essemundoenosso #travelgirl #mulheresviajantes #amoviajar #qatarairways #viajar #brasileirosnocatar #brasileirosnoqatar #viagemeturismo
2019 foi um ano com muitas coisas boas e algumas ruins, mas prefiro lembrar apenas dos melhores momentos. 😅☺️😁
.
Comecei o ano recebendo a notícia de que meu visto para morar em Portugal tinha sido concedido (sem necessidade de entrevista).
.
Coloquei a venda meu apartamento em Curitiba (já foi vendido).
.
Me mudei para Portugal (demorei mais do que o previsto para encontrar um apartamento como eu queria, mas valeu a espera, amo esse bairro onde eu vivo).
.
Estive na Croácia pela 3x (ainda quero ir mais uma).
.
Minha sobrinha nasceu (virei Dinda!!).
.
Voltei pela milésima vez a Escócia (Meu país preferido!!)
.
Voltei a Berlim (dessa vez para ver os mercadinhos de Natal).
.
E terminei o ano passando rapidamente por Londres (eu não queria, fui obrigada hahaha)
.
2019 me deu a oportunidade de viver esses bons momentos, mas sinceramente, não vou sentir saudade!
.
Seja muito bem-vindo 2020 (espero que esse ano seja muito melhor)!
.
Desejo a cada um de vocês um excelente ano de 2020, com muita saúde (o resto a gente sempre da um jeito)!!
.
🎊🥂🍾✈️💐💞
.
📍Lisboa, Portugal 🇵🇹
.
#felizanonovo #feliz2020 #lisboa #lisbon #lisboaportugal #lisbonportugal #portugal #visitportugal #vidaemportugal #travelgirl #viajemais #woman #essemundoenosso #igportugal #viajar #mulheresviajantes #brasileirosemportugal #instagramcml #viagemeturismo #agenciadeviagem #travelphotography #cahemportugal #lookdodia #lisboalovers #lisboacool #visitlisboa #meusroteirosdeviagem #lisboa_pt
Contando as Horas