29.08
2012

Curitiba: Paço da Liberdade e Mercado das Flores

Esse mês de agosto foi/está sendo totalmente fora do comum aqui em Curitiba, com dias de sol e calor. Sendo assim, aproveitei pra revisitar alguns lugares que eu já conhecia e pq não, também aproveitei para conhecer coisas novas. E pra começar, eu fui direto no Paço da Liberdade e no Mercado das Flores, que até então eu nunca tinha visitado antes.

Tanto o Paço da Liberdade quanto o Mercado das Flores estão localizados no centrão da cidade, muito próximo a Praça Tiradentes e do calçadão da Rua XV de Novembro, eles ficam praticamente um do lado do outro. 

Ao chegar na Praça Generoso Marques, de cara já vemos os dois, primeiro o Mercado das Flores e ao atravessá-lo, saimos nos fundo do Paço da Liberdade e de frente pra Fonte Maria da Lata D`Água.

O Mercado das Flores, ao contrário do que eu tava imaginando, não é muuuito grande não. São poucas barraquinhas, mas em compensação a quantidade de flores é enorme. Vi muita coisa por lá! Pra quem me conhece, sabe que tenho alergia e passo longe de flores, mas nem por isso deixei de visitar o mercadinho. As rosas, as tulipas e os girassóis sempre chamam mais a atenção.

Conforme a gente vai caminhando pelo corredor, os vendedores/donos das barraquinhas vão nos abordando, falando quais flores estão mais bonitas e alguns até vem oferecendo alguns arranjos na mão. Mas como flores não são muito a minha praia, agradeci e continuei o passeio.

No fim do corredor do Mercado das Flores a gente dá de cara com a Fonte Maria da Lata D’Água, inaugurada em maio de 1996, ela reproduz a escultura “Água pro Morro”, obra de Erbo Stenzel, considerado um dos artistas plásticos de maior destaque aqui no Estado.

E por ultimo, eu fui visitar o Paço da Liberdade, um edifício que um dia já abrigou a prefeitura de Curitiba, mas que hoje em dia é um Centro Cultural administrado pelo SESC Paraná.

O mix de estilos que vão do neo-clássico ao art-nouveau, dão um ar bem europeu ao edificio. Impossível não achar maravilhoso!

O Paço da Liberdade foi construído no inicio do século passado e desde a sua inaguração até a sua transformação em um Centro Cultural, 42 prefeitos de Curitiba já passaram por ali. Também é o único edificio da cidade que foi tomabado pelo Instituto do Patrimonio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), e o mais legal de tudo isso, é que ele pode ser visitado.

Então, pra visitar o edificio é necessário se dirigir a recepção que fica no piso terreo logo na entrada, no lado direito. É preciso preencher uma ficha com os nossos dados, tipo: nome, cidade onde nasceu, profissão e idade. Depois disso, recebemos um crachá de visitante, que nos permite circular por quase todas as dependências do edifício.

O Paço da Liberdade tem 4 andares, mas apenas dois são interessantes de serem visitados.

No primeiro andar, junto com a recepção ficam uma lojinha de livros, o Café do Paço e uma sala com acesso a internet.

No segundo andar não vi nada aberto que fosse possível visitar. Mas algumas coisas pude ver apenas através das janelas, como por exemplo o Cine Pensamento e algumas salas de aula onde acontecem cursos e palestras.

Nesse andar, durante as reformas do edificio, foram encontrados algumas pinturas de decoração atrás das paredes, que foram preservadas e foram mantidas exatamente no mesmo lugar para que todo mundo pudesse conhecê-las.

No terceiro andar é onde ficam a maior parte das salas que podemos visitar. Pra começar, de frente pra escada, fica a Sala de Atos, onde acontecem algumas apresentações culturais. Tem até um piano ali. A decoração dessa sala é super bonita, em especial as pinturas no teto e os enfeites nas portas de madeira.

Nesse mesmo andar, pro lado direito fica a Sala de Apoio/Camarim onde estão em exibição alguns móveis e objetos..

E pro lado esquerdo, fica a Sala Cândido de Abreu, onde podemos ver o gabinete que pertenceu ao ex-prefeito de Curitiba, como o nome da sala ja sugere, Cândido de Abreu e mais alguns objetos e fotos de Curitiba.

E no ultimo andar, fica o Espaço das Artes, onde sempre tá rolando alguma exibição. Vale a pena conferir!

O Paço da Liberdade abre de terça a domingo e a entrada é gratuita.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Curitiba

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Curitiba, Paraná
Booking.com
Deixe o seu comentário...