05.09
2012

Curitiba: Memorial da Cidade

Sabe aquele lugar em que a gente vai visitar sem nenhuma expectativa? Pois então, foi isso o que aconteceu quando resolvi conhecer o Memorial da Cidade, que está localizado no Largo da Ordem, no Centro Histórico de Curitiba.

Nem sei explicar direito, mas achei que, apesar do nome Memorial da Cidade, era mais um daqueles lugares com exposição de obras contemporânea e moderna junto com um pouco (mas bem pouco) da história da cidade. Eu tava super enganada, ainda bem! 

O Memorial da Cidade é recente, foi inaugurado em 1996 para comemorar os 300 anos de Curitiba e é um espaço totalmente dedicado a cidade, de uma época da qual eu ainda nem era nascida! Além disso, ainda podemos ver algumas obras de arte espalhadas pelo edificio e um palco para apresentações culturais.

A construção é um tanto quanto moderna quando comparamos com as construções vizinhas. O edificio tem uma fachada de vidro super interessante, que permite ter uma vista parcial do centro histórico da cidade.

No total são três andares e mais o terraço panorâmico.

O primeiro andar comporta um teatro, o Teatro Londrina (que eu não visitei), um palco onde são realizadas apresentações musicais e teatrais, além de todo o espaço livre onde normalmente é usado para algumas exibições e eventos em geral.

Atrás do palco fica um painel feito pelo artista plástico Sergio Ferro, que mostra um pouco sobre o descobrimento do Brasil. Bem colorido o painel, né?!?!

E claro que não poderia faltar, uma obra de Poty Lazzarotto. Essa é uma escultura de Leonardo da Vinci..

E em frente a essa escultura ainda podemosver o Rio dos Pinhões, obra do escultor Elvo Benito Damo. Achei bem interessante, diferente e original! Imaginem que o leito do rio é todo esculpido com pinhas e pinhões. Adorei! 

Já no segundo andar, na minha opinião, fica a parte mais legal do Memorial. A exibição “Curitiba na mira do fotografo” mostra fotos de uma Curitiba do inicio do século passado, fotos que mostram contam um pouco do dia a dia da cidade, como por exemplo quando nevou em Curitiba, fotos de moradores com os seus carros antigos e as clássicas roupas do inicio do século 20..

Universidade Federal do Paraná.. Repare nos carros..

O dia que nevou em Curitiba

Av Sete de Setembro em 1960

Rua XV de Novembro

Praça Tiradentes

No terceiro e ultimo andar, no Salão Paranaguá podemos ver a mostra “Curitiba reinventada: de vila colonial a cidade do amanhã” onde é contada um pouco da história de Curitiba ao longo dos utlimos séculos, passando por vários periodos até chegar nos dias de hoje, a cidade que ficou famosa por ser ecologica e ter um projeto urbano exemplo.

Ainda nesse andar, nos fundos desse Salão fica a Capela dos Fundadores, ou melhor, ali podemos ver o que restou da primeira Capela da Cidade, que ficava na antiga Praça da Matriz (atual Praça Tiradentes). O que está exposto ali são os retábulos do altar, totalmente talhados em madeira. Uma riqueza de detalhes!

Ainda merece destaque a estátua da Nossa Senhora da Luz dos Pinhais..

E sem esquecer da bela pintura no teto, obra do artista Sergio Ferro, que tem como tema a história de Curitiba..

O espaço é mantido pela Fundação Cultural de Curitiba. A entrada é gratuita. Não abre na segunda-feira.  O tempo de visita é de aproximadamente 1 hora. Vale muito a pena!

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Curitiba

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Curitiba, Paraná
Booking.com
  1. […] e Mercado das Flores Praça Tiradentes – Onde Curitiba foi fundada a 319 anos atrás Memorial da Cidade Um passeio pelo centro histórico de Curitiba Feirinha do Largo da Ordem Museu Oscar Niemeyer […]

  2. Virginia Costa 16/12/2015 | 14:23

    Adorei a postagem!! Passei por lá tão correndo e cansada da feirinha e ainda bem que li aqui mais a respeito. Parabéns!

    • Contando as Horas 17/12/2015 | 22:11

      Oi, Virginia

      Poisé, a maioria das pessoas vão na feirinha do Largo aos domingos e acabam não passando por ali, o que é uma pena. Eu achei super interessante e bem legal esse lugar! Recomendo.

  3. Cristiane 25/02/2016 | 14:17

    Muito bom!!! Curitiba tem lugares lindos, que vale a pena conhecer…que eu todo tempo que moro aqui não conhecia

Deixe o seu comentário...