21.12
2012

Como andar de DLR em Londres

As opções de transporte público em Londres são grandes, além do excelente sistema de metro, a cidade ainda oferece ônibus, overground, barcos, teleférico e o DLR.

Eu já sabia da existencia do DLR, mas a unica oportunidade que tive pra andar (e não andei) foi quando pegamos um voo de Edimburgo pra Londres e desembarcamos no Aeroporto London City. Como nessa vez estavamos em quatro pessoas (e mais as malas gigantes), achamos que um táxi até o hotel seria mais vantagem.

DLR1

Pra quem nunca ouviu falar no DLR e está se perguntando o que seria isso, explico: DLR – Docklands Light Railway basicamente é um metro de superficie e como o próprio nome já indica ele cobre toda a area de Docklands e uma boa parte da região leste e sul de Londres.

Nos dias que fui no World Travel Market, uma das maiores feiras de turismo do mundo, que aconteceu no ExCel London, eu acabei usando metro + DLR para ir até lá.

DLR11

Mas claro que quem estiver em Londres a passeio ou de férias, o DLR pode ser muito útil pra chegar também em Canary Wharf (post em breve), Greenwich (para visitar o Meridiano de Greenwich), em Stratford (para visitar o Westfield Shopping Centre e o Parque Olímpico), o novíssimo teleférico Emirates Air-Line (post em breve) e o Aeroporto London City.

Como ele funciona mais ou menos no mesmo esquema do metro de Londres, é bem fácil de usa-lo.

→ Comprando ticket

Tanto o Single Ticket, o Travelcard e o Oyster Card são aceitos no DLR. Todos esses tickets podem ser comprados diretamente na estação, tanto nos guiches como nas máquinas. Uma coisa que é importante dizer é que, como o DLR basicamente opera nas zonas 1, 2, 3 e 4 (principalmente nas zonas 2, 3 e 4), os valores desse tickets podem variar e serem um pouco mais caros. Então é bom ter bastante crédito no Oyster pra não ter problema.

DLR13

Pra quem for comprar o Oyster Card, o valor somente do cartão é de 5,00 libras e a gente carrega ele com a quantia que achar necessária. Se sobrar credito, não precisa se preocupar, pq ele não expira.

→ Identificando a linha DLR

Tanto no mapa como nas estações, a cor dessa linha é verde água.

Foto retirada do site Wikipedia

Foto retirada do site Wikipedia

→ Estações de metro no centro de Londres com acesso ao DLR

A estação de metro mais central com acesso ao DLR é a de Bank (linha vermelha). Essa estação fica bem perto da Catedral de St Paul, na area chamada de The City, que foi de onde a cidade de Londres surgiu.

Também da pra ter acesso ao DLR partindo da estação de London Bridge (linha cinza) que vai até a estação de Canary Wharf, onde nessa estação, é possível pegar o DLR.

DLR17

Outras duas estaçoes de metro que também dão acesso ao DLR são: Tower Hill -Tower Gateway (linha amarela e verde) e Bow (linha verde e também linha rosa). Chegando nessas estações também é possivel pegar o DLR.

→ Andando de DLR

Todas as vezes que precisei usar o DLR, eu parti da estação de Bank. Cheguei lá de metro e segui até a região leste de Londres de DLR.

Uma coisa que chama atenção é que, diferentemente do que acontece nas estações de metro, a catraca onde passamos o Oyster não existe. Então por exemplo, na estação de Bank, passamos normalmente pela catraca com o Oyster, porém ao desembarcar em qualquer estação de DLR, essas catracas não vão existir.

DLR3

O que vamos encontrar é uma maquininha bem discreta, que se a gente não prestar bem atenção, a gente passa batido e nem valida o oyster no final da viagem (e consequentemente a tarifa dessa viagem não fecha).

Quando eu cheguei la no ExCel London, sai da plataforma da estação de DLR e não tinha catraca, achei aquilo bem estranho, mas continuei caminhando. Enquanto eu tava la batendo foto dos cartazes que davam acesso a feira, reparei que o pessoal se aglomerava ao redor de uma maquinha, fui lá ver o que era e surpresa: era ali que tinha que validar o meu oyster! Então é bom ficar ligado, pra não esquecer de passar o cartão no desembarque.

DLR6

Como eu já disse no inicio do post, o DLR segue o mesmo esquema do metro, só que é bem mais simples, já que teoricamente só tem “duas linhas”: as que seguem oeste- leste e a que segue norte – sul.

A unica coisa que precisamos saber é a estação final. Com essa informação em mãos, precisamos ver qual é a estação final dessa linha e seguir pra plataforma indicada.

DLR10

Por exemplo, eu tinha que pegar o DLR na estação de Bank e desembarcar na estação de Custom House. A estação que eu tinha que desembarcar ficava na linha na qual a estação final era Beckton, então era só me dirigir para o lado da plataforma que indicava onde estavam essas duas estações.

Claro que como eu parti da estação de Bank, nem todos os DLRs iam diretamente pra Beckton, então pra não ficar perdendo tempo, eu já ia adiantando o trajeto.

Uma das poucas estações que é fechada, a do Aeroporto London City

Uma das poucas estações que é fechada, a do Aeroporto London City

Então, se a linha que eu tinha pego fizessse um “desvio” de trajeto, eu tinha que descer na estação de Westferry ou Canning Town e lá pegar outro DLR com destino a estação de Custom House.

Normalmente, pelo menos quase todas as vezes que peguei o DLR, eu tive que ir até a estação de Canning Town e lá trocar de DLR pra seguir viagem.

DLR14

Então pra quem vai até o Aeroporto de London City ou quem quer andar de teleférico, é sempre bom ir até a estação de Canning Town e lá trocar de DLR se caso for necessário.

Quem vai até o Aeroporto de London City deve seguir destino na linha com parada final Woolwich Arsenal. Já quem vai andar no teleférico, precisa seguir a linha que vai até a estação final de Beckton e descer na estação de Costum House.

DLR15

Obs.: Em todas as estações as plataformas vão ser as mesmas sempre, dependendo do sentido (centro – bairro ou bairro – centro), então as placas já indicam também qual plataforma e sentido que o trem vai.

→ Outras considerações

Como o DLR é um sistema de transporte relativamente recente (1987), tanto as estações como os trens são bem novos.

No total são 45 estaçoes de DLR e esse sistema cobre 31 km da cidade de Londres.

DLR2

Como é um sistema de metro de superficie, todas as estações são abertas, ou seja, venta muito e é super frio.

O DLR funciona todos os dias da semana e os trens partem a cada 4-10 minutos.

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Inglaterra, Londres, Transporte público - , , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
16 comentários em "Como andar de DLR em Londres"
  1. Daniel Fridman   17/06/14 • 12h49

    Parabéns pelo blog – muito bem escrito! As informações serão muito úteis para mim. Muito obrigado!!

    • Contando as Horas   19/06/14 • 01h31

      Oi, Daniel

      Muito obrigada pelo elogio, fico feliz em ter ajudado! Obrigada pela visita aqui no blog! =D

  2. Marcio Santoro   20/06/15 • 14h55

    Valeu Bruna, Muito bom o seu blog.
    Vou a Londres em agosto e tem me ajudado muito.

  3. Igor Almeida   18/05/16 • 23h00

    Em primeiro lugar queria elogiar seus posts. Muito bons e bem explicados!
    Estarei chegando pelo aeroporto London City e gostaria de saber se após eu efetuar a compra do bilhete para a estação bank terei que validar o bilhete. E qual o valor deste bilhete?
    Desde já agradeço! !!!!

    • Contando as Horas   19/05/16 • 13h21

      Oi, Igor

      Muito obrigada!!

      No transporte publico? Vc não precisa validar o bilhete. O que acontece no DLR é o seguinte, algumas estações tem as catracas normais onde vc passa o ticket e libera o acesso. Algumas estações não tem essa catraca, então vc deve ir até a maquina e “validar” o ticket, pq ao desembarcar numa estação mais central que tenha catraca, vc não consegue sair, pq não “validou” o ticket. Então é sempre bom ficar ligado nisso.

      • Contando as Horas   19/05/16 • 13h22

        Sobre o preço do bilhete, atualmente eu não sei quanto tá custando, mas vc pode olhar no site oficial do Transport for London: https://tfl.gov.uk/modes/dlr/

        Obrigada pela visita aqui no blog!

        • Contando as Horas   19/05/16 • 13h24

          Ah, esqueci de mencionar.. Isso acontece se vc tiver o Oyster Card. Se vc comprar os outros tipos de ticket, não sei como funciona.

  4. Suelen Cristina   01/06/16 • 15h29

    Olá a todos, em primeiro lugar quero agradecer a todas as dicas maravilhosas e a paciência que você tem conosco a fim de explicar e nos ajudar!
    Pegarei o DLR no London City e descerei na estação Bank para fazer baldeação e pegar o metrô linha vermelha para segui até meu hotel.

    Minha duvida é se com o bilhete do DLR eu posso fazer a baldeação e pegar o metrô ou terei que pagar por um novo bilhete a fim de usar o metrô?
    Desde já agradeço e ico na expetativa!!!!!!!!!

    • Contando as Horas   02/06/16 • 13h31

      Oi, Suelen

      No deslocamento no DLR e no metro vc usa o mesmo ticket, desde que não saia de nenhuma das estações que vc fará baldeação pelo caminho.

      Obrigada pela visita aqui no blog! =D

  5. nilo vieira   18/07/16 • 17h42

    Excelente o seu trabalho. Parabéns e muito obrigado.
    Prof. nilo vieira

  6. Nilton Sousa   20/12/16 • 16h57

    Em primeiro lugar gostaria muito de agradecer a atenção e as bela dicas dadas aqui.
    Pegarei o DLR no London City e seguirei até Bank, onde pegarei o metrô até Queensway.
    Minha duvida é sobre qual zona devo comprar o ticket.
    Obrigado!

    • Contando as Horas   21/12/16 • 16h48

      Oi, Nilton

      Vc vai comprar o bilhete de papel? Se sim, vc pode pedir ao funcionário no guiche. Se vc comprar o oyster card, ele ja calcula o valor do trajeto que vc vai andar.

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

  7. Camilli   02/09/19 • 23h33

    Show o seu texto, Bruna! Gratidão demais!
    Ficou apenas uma dúvida, no London City Airport, onde compro o ticket para ir para a zona 1? (posso comprar o Oyster e dar carga nele, né?)

    :)

    • Contando as Horas   01/10/19 • 01h17

      Oi, Camilli

      Você pode comprar nos guiches ou em máquinas. Sim, pode comprar o oyster e colocar quanto de credito você quiser.

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Edimburgo! 💛💛💛
.
Se quando eu estava no Brasil e precisava atravessar o Atlantico, eu sempre estava por aqui, agora morando em Portugal, eu vou aparecer com muito mais frequência.
.
Como sempre, foi pouco tempo, mas o suficiente pra amenizar a saudade.
.
Melhor presente de aniversário (antecipado) que eu poderia dar a mim mesma. 😁😁😁 (Olha que a conversão não ta nada favorável: 1,00 libra = 5,14 reais 🤯).
.
Em 2020, eeeuu volto! 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿💙☺️
.
📍Edimburgo, Escócia
.
#castelodeedimburgo #edinburghcastle #edimburgo #edinburgh #escocia #scotland #visitacotland #escocia2029 #eurotrip #outono #fall #autumn #loveautumn #proximaviagem #amoviajar #mulheresviajantes #travelgirl #essemundoenosso #meusroteirosdeviagem #brasileirosnaescocia #viagens #sourbbv #viajar #travel #picoftheday #helloescocia
#tbt Ano passado, exatamente nesse dia, eu chegava em Lisboa para colocar em prática tudo o que havia planejado nos meses anteriores.
.
Para quem tiver interesse em vir para Portugal com o visto D2 (visto de empreendedor), basicamente é necessário seguir os seguintes passos:
- Tirar o NIF (equivalente ao CPF no Brasil), nas Finanças ou na Loja do Cidadão. Precisa ir junto um cidadão português ou um estrangeiro, desde que possua a AR.
- Abrir uma conta pessoal (em pt-pt pessoa singular).
- Arrumar um contador (em pt-pt contabilista).
- Fazer a constituição da empresa no modelo “Empresa na Hora” na Loja do Cidadão (dar inicio na atividade, fazer a ata da empresa, assinar mil coisas, entre outros procedimentos).
- Abrir uma conta pessoa jurídica (pt-pt pessoa coletiva).
** Entre esses procedimentos, sao necessarios alguns dias. Se quiser aproveitar pra passear, é o momento. Eu fui a Rússia e a Escócia , enquanto aguardava ter tudo pronto para a Segurança Social.
- Fazer os procedimentos na Segurança Social.
** Nesse periodo, ja aproveite pra ir fazendo o plano de negócios (necessário para apresentar no Consulado no momento que for solicitar esse tipo de visto).
.
📍Azenhas do Mar, Portugal 🇵🇹
.
#azenhasdomar #oceanoatlantico #portugal #turismodeportugal #visitportugal #vidaemportugal #travelgirl #viajemais #essemundoenosso #mulheresviajantes #brasileirosemlisboa #instaviagem #viagemeturismo #cahemportugal #mar #meusroteirosdeviagem #sourbbv #revistaqualviagem #amoviajar #viajar #brasileirosemportugal #trabalharemportugal #eurotrip2019 #portugalovers #moraremportugal #vistod2 #arportugal #vistod2portugal #vidaemportugal #instaportugal
Parece que foi ontem, mas hoje completa 6 meses desde que cheguei em Portugal. 🇵🇹
.
Eu poderia fazer uma lista (interminável) de tudo que já fiz nesse tempo, mas pensei melhor e resolvi falar sobre o idioma.
.
- Os portugueses atendem ao telemóvel falando “estou”, e nós atendemos o celular falando “oi”.
- Eles falam partilhar e nós falamos compartilhar.
- Eles dizem frigorífico, e nós geladeira.
- Os portugueses vão a casa de banho, os brasileiros vão ao banheiro.
- Eles atravessam a rua na passadeira, e nós na faixa de pedestres.
- Os portugueses compram sandes, gelado e sumo, e nós sanduiche, sorvete e suco.
- Eles tomam chá em uma chávena, nós tomamos chá em uma xícara.
- Eles dizem súshi e nos, sushí.
- Os portugueses são giros (estou fazendo uma moral 😅😅😅), os brasileiros são gatos.
- As portuguesas são fixes, as brasileiras são legais.
- As portuguesas usam cuecas (essa é difícil de acostumar hahaah), e as brasileiras usam calcinhas.
- Os portugueses dizem que fizemos perguntas parvas, e nós dizemos que eles respondem idiotices.
- Os portugueses dizem gajo e rapariga, e nós (no sul do Brasil) guri e guria.
- Eles andam de métro, autocarro, electrico e comboio, e nós de metrô, ônibus, bondinho e trem.
- Aqui as coisas são “sem piada”, no Brasil, as coisas são “sem graça”.
- Em Portugal existem jogadores chamados de guarda-redes e avançados, no Brasil são chamados de goleiros e atacantes.
- Em Portugal eles gritam golo, no Brasil gritamos gol.
- Em Portugal os jogadores usam camisola (ahahah essa tbm é dificil de acostumar), e no Brasil, camisa.
- Eles metem um “gosto” nas fotos do Ig e Facebook, nos colocamos um “curtir”.
.
Com certeza já aprendi muitas outras palavras, mas agora lembrei dessas.
.
Como dá pra perceber nessa listinha que vos (primeira vez que uso essa palavra na vida 🤣🤣🤣 nem sei se estou usando certo) escrevi, a língua portuguesa é igual, mas é diferente. 😅😅
.
Ah! E as despedidas: por email, sempre são com “melhores cumprimentos“, que substitui o famoso “atenciosamente” no Brasil, e por telefone (ainda tambem não me acostumei com essa) eles dizem: “com licença, beijinhos”.
.
Que venham os próximos 6 meses!
🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹
.
📍Portugal 🇵🇹
50 tons de verde! 💚
.
Parece que estou sozinha no parque, mas 20 segundos depois passou por aqui um milhão de chineses. 😅😅😅
.
📍Plitvice, Croácia 🇭🇷
.
#plitvice #plitvicelakes #lagosplitvice #plitvickajezera #croacia #croatia #eurotrip #outono #nature #lakes #portugal #tapportugal #croatiaairlines #amoviajar #mulheresviajantes  #travelgirl #essemundoenosso #meusroteirosdeviagem #brasileirosnaeuropa #brasileirosnacroacia #viagens #travelphotography #sourbbv #viajar #travel #europa #picoftheday #euamoviajar #trilhas
Minha primeira viagem depois de me mudar para Portugal é para... Croácia! 🇭🇷😁 Achei uma passagem com preço bom e resolvi comprar de última hora.
.
Esse voo de Lisboa para Zagreb (capital da Croácia) é recente, existe desde abril desse ano. De Zagreb até aqui, o trajeto de ônibus/autocarro é feito em mais ou menos 2 horas.
.
Essa é minha 3x na Croácia, e dessa vez vim conhecer uma das maiores atrações do país: o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice.
.
São 16 lagos e 4 tipos de trilhas, mas eu fiz as trilhas B e C (cor verde). Uma percorre os Lower Lakes e a outra, os Upper Lakes. Nem tudo fiz a pé, existe passeio de barco e ônibus/autocarro que percorrem algumas partes.
.
Dois dias são suficientes para conhecer as principais partes. E sééério, venham no outono. A cada 3 passos uma foto! 🍁🧡
.
📍Plitvice, Croácia 🇭🇷
.
#plitvice #plitvicelakes #lagosplitvice #plitvickajezera #croacia #croatia #eurotrip #outono #fall #autumn #loveautumn #nature #lakes #proximaviagem #portugal #lisboa #tapportugal #croatiaairlines #amoviajar #mulheresviajantes #travelgirl #essemundoenosso #meusroteirosdeviagem #brasileirosnaeuropa #viagens #sourbbv #viajar #travel #europa #picoftheday
No terceiro (e último dia) fizemos a trilha nos Passadiços do Paiva.
.
Essa trilha tem mais ou menos uns 8 km, e a maior parte do percurso é feita nessas estruturas de madeira que foram construídas ao longo da margem esquerda do rio Paiva.
.
Existem dois pontos de início: em Areinho e Espiunca. Nós optamos por começar em Areinho, pq apenas os primeiros 30 minutos são subida e o restante do trajeto é descida ou linha reta.
.
Pelo caminho encontramos cascatas, praias fluviais e falhas geológicas.
.
A entrada no parque é limitada e paga. Se comprar o bilhete pela internet sai mais barato (2,00 euros) e não corre o risco de ir até lá e não conseguir entrar no parque.
.
📍Passadiços do Paiva, Portugal 🇵🇹
.
#arouca #areinho #espiunca #passadiçosdopaiva #aroucageopark #turismocentrodeportugal #turismodeportugal #visitportugal #vidaemportugal #travelgirl #viajemais #mulheresviajantes #essemundoenosso #meusroteirosdeviagem #brasileirosemportugal #instaviagem #viagemeturismo #agenciadeviagem #amoviajar #viajar #summer #verao #veraoeuropeu #moraremportugal #viveremportugal #viajarfazbem #vamosviajar #travelphotography #portugaltrip #portugal2019
Contando as Horas