24.04
2013

Lucerna: Subindo o Monte Pilatus

As primeiras coisas que eu lembro quando penso na Suíça são: chocolates da Lindt e Alpes suíços. A primeira vez que eu estive lá foi em dezembro de 2011, onde visitei somente Genebra e Lucerna. Naquele dia que fui a Lucerna, a intenção era visitar o Monte Pilatus também, mas infelizmente não foi possível pq o tempo não colaborou (uma forte neblina). Mas nessa última EuroTrip, em outubro do ano passado, o tempo tava excelente (céu azul e muuuito sol) e o passeio finalmente se realizou!

SONY DSC

O Monte Pilatus faz parte dos Alpes Suíços e os seus 2.132 metros de altura faz com que seja possível ver ele de quase todas as partes a partir de Lucerna. Pra identificar qual daquelas montanhas todas que circundam Lucerna é o Monte Pilatus é bem simples, parado em frente a uma das entradas da Ponte da Capela, a montanha é que fica bem atrás da Torre da Água (ao menos foi o que me disseram a última vez que estive lá).

SONY DSC

DSC09914_1024x731

Pra comprar os tickets (transporte + entrada pro Monte Pilatus) o jeito mais fácil foi, ao desembarcar na estação de trem de Lucerna, foi só procurar pelo Centro de Informações Turísticas. É bem tranquilo comprar ali, normalmente não tem filas gigantescas e o atendimento é bem rapidinho. O nome do passe que compramos foi Silver Round Trip, que faz o trajeto entre Lucerna – Kriens – Pilatus – Alpnachstad – Lucerna (mas pode ser vice-versa também) de trem e não com barco.

P1_1024x735

P4_1024x645

Existem duas formas de chegar lá a partir de Lucerna: de ônibus + bondinho (via Kriens) ou de trem/barco + trem alpino (via Alpnachstad). O trajeto que nos pareceu ser mais interessante foi esse:

– pegamos um ônibus de linha (número 1) que sai bem em frente a estação de trem de Lucerna (é preciso atravessar a rua) até Kriens, onde descemos na parada ‘Linde Pilatus’. Esse trajeto é relativamente curto e leva uns 15 minutos. Ai é só caminhar um pouquinho e logo chegamos na estação de teleférico que fica na base do Monte Pilatus;

P5_1020x768

– na estação do Monte Pilatus, fomos até a bilheteria e apresentamos o ticket genérico (transporte + acesso ao Monte Pilatus) que a moça do Centro de Informação Turística nos deu e recebemos o ticket de entrada do Monte Pilatus;

– com o ticket em mãos, é só liberar a catraca, entrar na primeira cabine do teleférico que aparecer e curtir a primeira parte da subida;

P6_1024x711

– a primeira parte da subida sai da estação base do Monte, passa pela estação de Krienseregg (mas não é preciso descer aqui nessa estação) e segue até a estação de Frakmuntegg. Esse trajeto leva uns 20 a 25 minutos. E nessa etapa do trajeto já estamos a 1.416 metros de altura;

SONY DSC

SONY DSC

– ao chegar na estação de Frakmuntegg, aqui sim é preciso descer e trocar de teleférico. É preciso ter o ticket em mãos, pq vai ser necessário liberar outra catraca para ter acesso ao outro teleférico. O outro teleférico vai fazer o trecho Frakmuntegg – Pilatus Kulm. Esse trajeto é mais rapidinho e tem duração de apenas 5 minutos.

SONY DSC

SONY DSC

Chegando no topo do Monte Pilatus, existem algumas trilhas pra fazer e assim, é possível chegar outros picos um pouco maiores. No dia da nossa visita, o maior pico tava fechado, então só foi possível ir até os outros 3 picos. Claro que as trilhas são bem suaves, parecem rampas levemente inclinadas. Nos fizemos as três trilhas e só assim foi possível ter uma visão 360° da paisagem.

monte pilatus foto retirada do site skisw

foto retirada do blog turismoindependente

Muito melhor do que ficar arrumando adjetivos pra elogiar a paisagem, as fotos vão falar mais do que mil palavras…

IMG_7716_1024x694

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Além das trilhas, existem dois hotéis, alguns restaurantes e uma loja de souvenirs bem grandinha até. Após conhecer todo a estrutura do Monte Pilatus, resolvemos ficar mais um tempo por ali apreciando a vista e nada melhor do que fazer isso em um dos seus restaurantes. O escolhido foi o Restaurante Bellevue, que como o próprio nome já diz, é de onde se tem (mais) uma ótima visão de todo os Alpes.

SONY DSC

SONY DSC

Esse restaurante funciona no estilo self-service, então era só escolher as comidas e as bebidas e pagar. O local é relativamente grandinho, então quase nunca tem fila pra esperar por uma mesa. Ao menos quando a gente esteve lá, a coisa funcionou super bem. A comida servida é típica da parte alemã do país, com muita salsicha e batata rosti. As cervejas também são muito boas.

P20_1009x768

P19_1024x768

Quando terminamos de almoçar, já estava começando a se formar uma fila pra pegar o trem alpino e resolvemos aproveitar e descer também. Os horários de descida não são tão frequentes, então cada trem alpino desce a cada 40 minutos.

SONY DSC

DSC00052_1024x654

DSC00089_1024x627

E pro nosso passeio ficar completo, resolvemos descer através do trem alpino, que na verdade, nada mais é do que o trem que desce por uma linha que é considerada a mais inclinada do mundo, com 48% de declive máximo. Lembro que enquando estavamos ali batendo umas fotos, ficamos olhando um desses trenzinhos descer e olha, parece que o trem não vai conseguir descer e vai despencar no meio daquelas montanhas a qualquer momento.

SONY DSC

SONY DSC

Esses trens alpinos são chamados assim, pq eles são um pouco diferentes dos outros trens, já que eles tem rodas dentadas pra que eles consigam se deslocar com segurança nessa linha super inclinada. Claro que o trem anda numa velocidade bem tranquila, nem teria como ser diferente. Mas que deu um medão, ahhh, isso deu!

DSC00065_1024x668

SONY DSC

O trem alpino tem parada final dentro de uma outra estação base do Monte Pilatus. Para chegar na estação de trem de Alpnachstad, é só atravessar uma pracinha e esperar o trem que segue pra Lucerna chegar!

DSC00056_1024x684

Em resumo: É um passeio imperdível! As opções de transporte e a estrutura do Monte Pilatus são excelentes. Vale muito a pena conhecer!!

** Precisando de hotel em Lucerna? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de hotel na Suíça? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Suíça

Todos os posts sobre Lucerna

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Lucerna, Monte Pilatus, Suiça - , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
69 comentários em "Lucerna: Subindo o Monte Pilatus"
  1. Yasmin Lindermann   24/04/13 • 14h02

    Lugar lindo!!!! Amei conhecer!!! Muitas saudades, ainda bem que tem teu blog pra gente relembrar todos os momentos!!! =))))

    • Bruna   26/04/13 • 21h09

      Oi, Yasmin!!

      Eu tbm!! Foi um dos passeios mais legais que fizemos! Ainda mais esse passeio, ja que em 2011 eu não consegui fazer.

      :D

  2. Juliana   24/04/13 • 16h20

    Oi Bruna,
    Tudo bem? Quant o tempo não escrevo por aqui! Em maio vou para Suíça e vou ficar dois dias em Lucerna. Vou fazer uma Day trip para Zurique. Quanto tempo durou o passeio para o Monte Pilatus? Em uma tarde dá para fazer? Bj

    • Bruna   26/04/13 • 21h11

      Oi, Juliana!

      É verdade! Vc tava sumida hein!!!

      Sim, dá pra fazer. Até pq em maio os dias são mais longos e acredito que o monte fique aberto até mais tarde também.

      :D

  3. Fábio Pastorello   26/04/13 • 11h50

    Bruna, que legal relembrar desse passeio maravilhoso aqui pelo seu blog. Estive lá em 2009, ainda preciso colocar como foi a experiência no meu blog. Abraços, lindas fotos.

    • Bruna   26/04/13 • 21h14

      Oi, Fábio!

      Obrigada pela visita! Demais o passeio, né? Eu gostei bastante! A gnt nem vê o tempo passar e as fotos? Coisa de capa de revista. Quando escrever no teu blog me avisa, quero ver o post!! :D

  4. MARI   10/05/13 • 12h42

    Bruna, parabéns pelo Blog, bastante detalhado e com belas imagens. Vou para Lucerna no final deste mês e faremos esse mesmo trajeto, mas fiquei em dúvida sobre o seguinte, veja se pode me ajudar : estaremos de carro e pensei em deixa-lo na estação de Kriens, como o retorno será por Alpnachstad, você sabe se o trem para Lucerna retorna até a estação de Kriens? Devemos comprar novos tickets ou estão inclusos no SILVER ROUND TRIP? Agradeço tua atenção

    • Bruna Bartolamei   10/05/13 • 16h53

      Oi, Mari!!

      Obrigada!!! =DD

      A gente não chegou a ir até a estação de Kriens, nos pegamos o transporte público em frente a estação de trem de Lucerna e descemos na parada Linde Pilatus, que fica numa calçada e é a parada mais próxima pra quem vai subir o Monte Pilatus.

      Você já pensou em deixar o carro em Lucerna? Pq o silver round trip envolve todos esses trechos que te falei e como parte de Lucerna..

  5. SANDRA CHOI MARCHESANO   20/01/14 • 14h55

    Olá, várias pessoas me indicaram um passeio ao monte, mas não me lembro seao Monte Pilatus ou monte Titlis. Será que vc pode me dizer qual é mais interessante? Qual deles é mais fácil fazer quando estamos hospedados em Lucerna?

    Vi pelo seu relato que a descida foi de trem. Meu marido tem muito medo de teleférico. Será que é possível fazer esse passeio subindo de trem ao invés de subir de teleférico? Nesse caso, ele subiria e desceria de trem alpino. Existe essa opção no momento da compra do ticket (transporte + entrada)?

    Obrigada pela ajuda!

    • Contando as Horas   20/01/14 • 21h37

      Oi, Sandra

      Ambos são super fáceis de se deslocar a partir de Lucerna. Na verdade a gente queria ter ido nos dois, mas não tínhamos mais dias disponíveis, então optamos pelo Pilatus. As duas únicas diferenças que percebi entre os dois é a altura (o Titlis é bem mais alto que o Pilatus) e também pq o Titlis tem um dos teleféricos que gira 360 graus.

      Eu acho que existe essa opção de subir e descer de trem alpino sim, a gente só desceu, pois queríamos andar em todas as opções possíveis.

  6. SANDRA CHOI MARCHESANO   20/01/14 • 15h20

    Estava olhando os preços no site do monte Pilatus. São várias opções de ingressos!

    Pode me dizer qual dos ingressos se refere ao seu passeio?
    http://www.pilatus.ch/en/railway-cableways/prices/

    • Contando as Horas   20/01/14 • 21h41

      Oi, Sandra

      O nosso ticket era o “Silver round trip”, e nos optamos pela segunda classe. Fizemos o trajeto Kriens – Pilatus – Alpnachstad, mas daria pra fazer o contrario também (Alpnachstad – Pilatus – Kriens). Mas acho que no caso do teu marido, como ele não quer andar no teleférico, ele teria que pegar um ticket que fosse tanto a ida como a volta por Alpnachstad, pois é dali que parte o trenzinho alpino.

  7. Nanci   26/06/14 • 20h50

    Olá Bruna. O seu blog foi muito útil na minha viagem à Suíça. O post sobre o Monte Pilatus está perfeito. Segui tudo exatamente como vc. escreveu e deu tudo certo. Obrigada!

    • Contando as Horas   26/06/14 • 22h55

      Oi, Nanci

      Ah, é?!? Puxa, que legal! Que bom que deu tudo certo. Fico feliz! A Suíça é uma maravilha, né?!? Pena que é tudo tããão caro por lá.

      Obrigada pela visita aqui bo blog! :D

  8. Ronaldo Santos e Silva   11/07/14 • 21h54

    Estou pensando ir a Lucerna em torno de 15/9 e desejo ir ou ao Top of Europe ou no Monte Pilatus. Duvida….. ao chegar ao final da viagem de trem ainda tem muito a caminhar….em subidas ou trilhas ate alcançar os lugares destinados a curtir a paisagem, cafeteria, etc.???? Pergunto pois devido a altitude me preocupo pois vamos com gente que utiliza stents…. e são pessoas de 60 anos e não estão com o melhor preparo físico do mundo. Abracos Ronaldo

  9. Ronaldo Santos e Silva   11/07/14 • 21h55

    Gostei muito do seu blog por isso encaminhei a pergunta acima.

    • Contando as Horas   12/07/14 • 18h21

      Oi, Ronaldo

      Não, no caso do Monte Pilatus, o teleférico já sai ali no meio do topo da montanha, como vc pode ver no mapa número dois. Dali, vc tem que caminhar um pouco pra cada lado, tanto pra ir nos picos mais altos pra ver a paisagens como pra ir no restaurante. Na verdade, de todos esses picos, se vcs forem apenas no Oberhaupt, vc já consegue tirar essas fotos que nos tiramos la do alto, com os lagos e montanhas ao fundo. Mas a subida é bem leve e tem degraus. É tranquilo!!

      Já nos outros picos exige um pouco mais de caminhada, o caminho é um pouco mais difícil e ficam um pouco mais longe. Ai é questão deles analisarem se eles podem ir ou não.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  10. Orlando   02/08/14 • 16h08

    Oi Bruna, parabéns pelo blog! Muito útil. Estou com uma dúvida: vou precisar deixar malas no guarda volume, mas aqueles da foto são pequenos. Será que teria lugar para deixar mals grandes? Obrigado

    • Contando as Horas   03/08/14 • 22h45

      Oi, Orlando

      Sim, tem pra malas pequenas e pra malas grandes. Ao menos em Zurique tinha. Acredito que em Lucerna e em outras cidades da Suíça também tenham nas duas configurações.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  11. Taciana   05/09/14 • 11h22

    Oii bom dia!! adorei os comentários. Vou agora em setembro e quero muito fazer esse passeio. É possivel chegar de carro até onde pegamos o teleférico? A melhor opção é ir de teleferico e voltar de trem?
    Voce poderia me dizer o custo do passeio?
    MuitoObrigada

    • Contando as Horas   05/09/14 • 20h43

      Oi, Taciana

      Sim, é possivel ir de carro, mas não sei detalhes sobre estacionamento e tal.

      Não, essa não é a melhor opção. Na verdade, vc pode fazer o inverso também, sem nenhum problema. Eu optei por fazer assim, pois queriamos andar tanto de trem como de teleferico, sendo que o inicio do passeio ficou melhor melhor pra nós dessa forma.

      Eu não lembro mais qual foi custo, mas no site eu acho que tem os valores atuais.

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

  12. Gabriela   26/10/14 • 20h32

    Oi…
    Adorei as dicas. Quero muito ir nesse restaurante…como faço para saber qual é?
    Você tem o nome? Tem mais restaurantes lá no monte?

    Obrigada

    • Contando as Horas   27/10/14 • 22h24

      oi, Gabriela

      Não tem erro, ele fica no mesmo prédio onde vc vai desembarcar vindo com o teleférico, ai é só subir no segundo andar.

      Sim, tem mais um ou dois restaurantes lá no Monte. Fique tranquila, tem opções pra todos os gostos!

  13. CARLA   26/11/14 • 15h20

    Oi Bruna, passei só para dizer que AMO seu site!!! Estou chegando em Zurich agora dia 09/12 e Vc me ajudou muitooooo!!!! Parabéns pelo site e obrigada pelas dicas. bjsss

  14. CARLA   26/11/14 • 15h25

    Bruna, voltei…rsrsrs tenho uma dúvida e preciso da sua ajuda, daria tempo pra fazer o Monte Pilatus e Lucerna no mesmo dia. Vou estar em Zurich e queria fazer um bate e volta em Lucerna, mas depois do seu post quero muito ir ao Monte Pilatus, Vc acha que dá tempo?? Super obrigada novamente por tudo. bjsss

  15. CARLA   26/11/14 • 16h31

    Bruna, acabei de olhar no site do Monte Pilatus que de novembro a primavera de 2015, vai estar fechado para construção do novo acesso. Uma pena…em Maio volto a Suiça e já está no meu roteiro. Muito obrigada por tudo. bjsss

    • Contando as Horas   28/11/14 • 18h39

      Oi, Carla

      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado do blog e que de alguma forma a nossa experiência esteja te ajudando na elaboração do teu roteiro!!!

      Acho que fica muito corrido partir de Zurique pra ir ate Lucerna e ver tanto a cidade como ir ate o Pilatus. Vc deve levar em consideração que tem o tempo de deslocamento entre Zurique e Lucerna, que fica em torno de 1 hora mais ou menos e também, o dia escurece mais cedo no inverno, então, por volta das 16:30 já vai estar escuro.

      Agora, quando vc for em maio, ai sim, pois escurece mais tarde e vc pode caminhar por Lucerna tranquilamente, mas no inverno fica meio inviável.

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

  16. Franco   14/12/14 • 18h54

    Olá Bruna!
    Tudo bem?

    Parabéns pelo seu blog! Vc posta ótimas dicas!

    Você saberia dizer se este passeio para o Monte Pilatus pode ser feito no feriado de Pentecostes, que acontece no dia 25.05, na Suíça? Talvez esse seja o único dia que teremos para fazer este tour.

    Aproveitando, ficaremos 06 dias na Suíça, assim divididos: 2 dias em Zurique, 02 em Lucerna (um dia para passeio ao Monte Pilatus), 01 em Berna e 01 Genebra. Vc acha que a viagem está bem distribuída ou teria algo mais que valeria a pena encaixar?

    Muito obrigado desde já!

    • Contando as Horas   15/12/14 • 15h08

      Oi, Franco

      Obrigada! =D

      Humm.. não sei te dizer sobre o feriado, mas vc pode se certificar olhando no site ou até mesmo, eles devem ter algum email de contato.

      Acho que a tua viagem está bem distrubuida sim, apenas 2 dias inteiros em Zurique pode ser muito, a cidade é super compacta. Talvez seria melhor colocar dois dias em Genebra, onde tem mais atrações. Essa é a minha opinião.

      • Franco   18/12/14 • 22h09

        Olá Bruna!

        Muito obrigado pelas dicas.

        Já consegui informações no próprio site do Monte Pilatus sobre seu funcionamento no feriado!

        Quanto à sugestão sobre Zurique, achei muito válida. Como vou chegar lá em torno do horário de almoço, acho que dá para conhecer bem a cidade e ir embora no dia seguinte para outro lugar, certo?

        Antes de ir para Genebra, vc acha que um passeio durante o dia em Mountreux vale a pena ou Genebra de fato tem boas atrações para dois dias completos?

        Obrigado mais uma vez pela atenção!

  17. Gilberto Ioras Zweili   15/12/14 • 11h29

    Olá, Bruna. Estou planejando uma viagem para a Suíça e já percebi que seu blog vai ser muito útil. Poderia me informar, por gentileza, o custo total desse passeio ao Monte Pilatus, exatamente no roteiro que você seguiu? É que preciso decidir entre fazê-lo por conta própria ou contratá-lo numa agência de turismo, que já me ofereceu a 127 dólares, saindo às 12:30 e voltando às 18hs. Muito grato.

    • Contando as Horas   15/12/14 • 15h15

      Oi, Gilberto

      Quando será a tua viagem? ATé março de 2015 o Pilatus estará fechado por causa de uma obra.

      O valor é 60,00 euros (ticket para subir e descer o Pilatus) + o transporte publico até Kriens e/ou Alpnachstad (ida e volta que não lembro mais quanto pagamos). Nos optamos por ir via Kriens (de bondinho) e voltar via Alpnachstad (de trem).

  18. Gilberto Ioras Zweili   22/12/14 • 15h04

    Olá, Bruna. Minha viagem será em maio de 2015, quando creio que o Pilatus já estará reaberto. O transporte público estaria coberto pelo Swiss Pass. Aliás, uma boa pergunta: será que o Swiss Pass cobre também o passeio completo ao Pilatus? Caso não o faça, creio que a opção oferecida pela agência de turismo não está de todo mal. Grato!

    • Contando as Horas   01/01/15 • 19h04

      Oi, Gilberto

      Não sei te dizer se o Swiss Pass cobre o passeio ao Pilatus, talvez o trem até Kriens/Alpnachstad, mas o resto acho que vc deve comprar em separado. Mas claro, é bom vc verificar, pois eu nunca usei o Swiss Pass.

      Feliz 2015 pra vc! Obrigada pela visita aqui no blog!

  19. sandra santos   25/01/15 • 16h11

    Oi Bruna! Estarei indo pra Suíça meados de abril. Vc sabe me informar se terei algum problema para visitar o Monte Pilatus neste período? e quanto custa este passeio? pode ser pago em euro?

    • Contando as Horas   25/01/15 • 19h07

      Oi, Sandra

      Acredito que não, exceto se tiver neblina ou alguma condição desfavoravel que não permita a subida. Eu vi esses tempos que o Pilatus estaria fechado pra algum reparo até março de 2015. Sobre os valores, vc tem que ver no site os preços atualizados. O site é esse aqui: http://www.pilatus.ch/en/railway-cableways/prices/

      Não lembro se pode ser pago em euros e também não lembro mais se pagamos em euros, franco suíço ou cartão de crédito. Mas acho que euro não é aceito, não lembro de nenhum lugar na Suíça que aceitou euros como pagamento.

  20. Renato   06/02/15 • 23h44

    Parabéns pelas fotos! Eu subi no Pilatus ano passado (2014) em meados de junho. Também não tinha neve, então os acessos lá em cima estavam todos liberados. O céu estava limpo e o dia ensolarado, não poderia estar melhor!
    Fizemos o caminho contrário ao seu: Lucerna(trem) > Alpnachstad(cog-rail) > Pilatus(teleférico) > Kriens(ônibus) > Lucerna
    Na descida pegamos o teleférico até a primeira parada, almoçamos na área externa desse mesmo restaurante, com uma excelente vista. Dali descemos a pé por cerca de 1 hora até o próximo ponto e pegamos o teleférico até Kriens para esperar o ônibus de volta para Lucerna.
    Também tirei várias fotos, mas nada se compara a estar pessoalmente nesse lugar.

    Era um sábado e à noite estava tendo um festival na cidade, a região em torno da ponte estava cheia de barracas de comidas, bebidas e muita música. Também teve uma queima de fogos muito bonita! Na mesma noite estava tendo uma festa em Zug, lá teve show com vôos de caças militares, mas eu estava cansado demais para ir até lá, rs.

    Obs.: em muitos lugares aceitam euro como pagamento, mas devolvem o troco em francos.

    • Contando as Horas   13/02/15 • 00h04

      Oi, Renato

      A Suíça é o paraíso pra quem gosta de tirar fotos da natureza, né??!! Nossa, acho que essa foi uma das viagens onde mais bati fotos.

      A gente acabou fazendo o passeio dessa forma, pq ficamos meio apreensivos com o trem (ele poderia ser muito inclinado ou até mesmo, a gente ficar com medmo). Só por esse motivo mesmo.

      Assim como vc disse, da pra fazer tanto da forma como fizemos ou ao contrario, como vc fez. É super tranquilo!

      Meu pai leu o comentário anterior e me disse que eles aceitavam euros na maioria dos lugares. Eu não lembrava mais. Mas que bom que vc confirmou essa informação.

      OBrigada pelas dicas e pela visita aqui no blog!

  21. Carlos Santos   02/03/15 • 18h22

    Olá Bruna,
    Estarei na Suiça em 18/04/2015 e gostaria de ir ao Monte Pilatus (Lucerna – Kriens – Pilatus – Alpnachstad – Lucerna voltando de barco). Mas li em um site que o trem de cremalheira só funciona a partir de maio… Sabe me informar se essa informação procede?

    • Contando as Horas   08/03/15 • 20h57

      Oi, Carlos

      Infelizmente nao sei te dizer se essa informação procede ou não. Vc teria que dar uma olhada no site oficil, talvez lá exista alguma informação mais concreta sobre esse detalhe.

  22. Gilberto Ioras Zweili   17/03/15 • 10h08

    Super sucesso pra você também em 2015, Bruna! Continuando em minha busca por informações com vistas a um bom planejamento, sobretudo financeiro, vou te fazer uma pergunta que os blogueiros em geral não gostam de responder, com justa razão até, porque é difícil mensurar esse tipo de gasto. Mas como preciso dessa informação, creio que posso contar com sua experiência. Refiro-me ao item alimentação, considerando que a Suíça é um país caro. Como o café da manhã está incluído na diária dos hotéis, minha proposta é destinar em torno de 100 francos suíços diários para o almoço de 2 pessoas, com umas duas cervejinhas, que ninguém é de ferro, e compras em supermercado para um lanche à noite no hotel. Estaria de razoável tamanho? Grato.

    • Contando as Horas   17/03/15 • 22h52

      Oi, Gilberto

      Dificil dizer “sim” ou “não”, pq depende do tipo de restaurante que vcs pretendem ir. Lá realmente é tudo muito caro, mas eu reservaria um pouco mais, principalmente por se tratar de 2 pessoas.

  23. Mylene   20/05/15 • 18h00

    Estou simplesmente fascinada com cada uma das dicas. Vou para a Suiça em 29/05 e, apenas para reforçar, todos esses passeios maravilhosos são acessíveis a cadeirantes?

    Obrigada

    • Contando as Horas   20/05/15 • 21h30

      Oi, Mylene

      Puxa, vou ficar te devendo essa info. Não cheguei a reparar nisso. Será que no site do Monte Pilatus não tem alguma informação sobre a acessibilidade a cadeirantes?

      De qualquer forma, obrigada pela visita aqui no blog!

  24. Mayra Reis   16/10/15 • 13h08

    Olá. Estou planeando uma viagem com meus pais pra mês que vem em novembro, vivo na suica mas ainda não conheço muito por aquu e gostei das suas dicas, eu não sei se alguém já perguntou, não consegui ler todos os comentários, mas é gostaria de saber até onde é possível ir se carro? Obrigada

    • Contando as Horas   17/10/15 • 18h42

      Oi, Mayra

      Nunca andei de carro na Suíça, o transporte publico (trem e ônibus) é muito eficiente. Usamos essas duas modalidades pra ir a todos os lugares que visitamos no país. Infelizmente não vou poder te ajudar sobre esse assunto.

  25. Alexandre   15/11/15 • 21h31

    Gostaria de saber se posso ir e voltar ao Monte Pilatus de trem. E onde compro essa passagem? Qual nome trem- cidade?. Vou sair de Zurique para Lucerna batevolta apenas para visitar o MOnte e pretendo voltar outro dia apenas para Lucerna. Acha possível assim?

    Desde já agradeço

    Alexandre

    • Contando as Horas   16/11/15 • 00h59

      Oi, Alexandre

      Sim, totalmente possível. Vc pode ir e voltar ao Monte Pilatus de trem sim, sem problema algum.
      Vc vai de trem de Zurique até Lucerna. Na estação de trem de Lucerna vc vai até o Centro de Informação Turística e la vc compra o passe ate o Monte Pilatus. Vc diz a atendente q prefere ir e voltar de trem. De Lucerna ate o Monte Pilatus de trem, vc só consegue subir e descer o monte no trem alpino, nao consegue subir ou descer no teleferico, por exemplo. As estações não são próximas.

  26. Bárbara Silva   19/11/15 • 09h10

    Bruna, belo texto e lindas imagens! Pretendo fazer esse passeio. Você acha que em novembro é possível? É muito frio nessa época? Falo um inglês bem básico, vou sozinha, é complicado para comprar os ingressos. Estive na França em 2012 e me virei bem, mas desta vez acho que será uma aventura e tanto. Obrigada por suas dicas.

    • Contando as Horas   25/11/15 • 13h13

      Oi Bárbara

      Vc deve olhar o calendário do Monte Pilatus pra ver os meses e dias em funcionamento. Eu acredito que agora em novembro ainda esteja funcionando, apenas tem que cuidar se essa época não é o período das manutenções e tal. Foi bem tranquilo ir lá e os tickets (entrada Monte Pilatus e passagem do meio de transporte que vc escolher) vc pode comprar no centro de informações na estação de trem de Lucerna. Já costuma ser frio sim, mas ainda não está aqueeeeele friozão todo insuportável.

      Obrigada pela visita aqui no blog! Demorei um pouquinho pra responder, mas estava em viagem e voltei hoje.

  27. Bárbara Silva   30/11/15 • 14h14

    Obrigada pela resposta. Só mais uma pergunta na sua opinião qual o mês que verei as paisagens mais bonitas?

    • Contando as Horas   30/11/15 • 19h34

      Oi, Bárbara

      Eu fui em outubro e achei uma época boa, mas talvez seja bem legal ir agora em novembro ou mais pro final do inverno, lá por março ou abril, onde as montanhas ainda vão estão com bastante neve no topo.

      =DD

  28. Bárbara Silva   01/12/15 • 12h47

    Muito Obrigada!

  29. Alexandre   20/12/15 • 00h49

    Fazendo bate-volta de Zurique para Lucerna. Qual dos montes teria um acesso mais fácil: Titlis ou Pilatus?

    Desde já agradeço

    Alexandre

    • Contando as Horas   20/12/15 • 16h52

      Oi, Alexandre

      Monte Pilatus. Se vc olhar o mapa da Suíça, vai ver que Zurique fica mais no alto, ai vc desce até chegar em Lucerna. Monte Pilatus fica quase do lado de Lucerna, já o Monte Titlis fica beeeem mais pra baixo (um pouco mais longe).

  30. […] as as horas: Veja aqui a experiência da […]

  31. Larissa Gomes   06/06/16 • 12h52

    Oi, Bruna! Muito obrigada pelas dicas.
    Tenho uma dúvida: passarei dois dias em Lucerna, pegarei um trem de Zurique para chegar lá e depois voltar. O que você aconselha: sair da estação de trem e ir direto para o monte Pilatus e conhecer a cidade no dia seguinte, ou comprar os tickets pro monte para o dia seguinte e conhecer a cidade logo? O hotel em que vou me hospedar fica bem perto da estação, cerca de 7 minutos a pé, então o deslocamento até a estação não é um problema.

    • Contando as Horas   07/06/16 • 00h31

      Oi, Larissa

      Acho que vc deve ver como anda o tempo, se tiver sol, não tenha duvida, vá direto ao Monte Pilatus. A vista em um dia de sol fica muito mais bonita! A cidade é pequena e é mais fácil de se locomover, vc pode ir a pé em todas as atrações. Priorize a subida no Pilatus. A primeira vez que estive na Suíça eu não consegui subir, por causa do tempo. Se tiver neblina e tal, eles não permitem que os turistas subam o morro.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  32. Igor   07/09/16 • 11h44

    OI Bruna, legal seu site, achei bem explicativo, mas tenho uma duvida!!! estarei em setembro em zurique, e gostaria de fazer um bate e volta a lucerna. e gostaria de subir o monte pilatus, ir de teleferico (dragon ride) e voltar de funicular (bonde) e ainda conhecer a cidade. acha que seria possivel?

    quanto tempo levaria para subir o monte?
    te agradeço antecipadamente.abraços

    • Contando as Horas   09/09/16 • 18h27

      Oi, Igor

      Sim, na minha opinião, é possivel. Se vc se programar pra começar o dia cedo, da tempo de subir o Monte Pilatus e depois conhecer Lucerna. Lucerna é bem pequena, o que torna a visita bem simples dr ser realizada.

      Para subir o Monte Pilatus, vc vai levar uns 30-40 minutos cada parte da viagem + o tempo que vc ficar la no topo da montanha (mais ou menos 1 hora, se vc nao for almoçar lá).

  33. Cibele Augusta de Oliveira   27/11/16 • 22h51

    Oi Bruna…estarei em Lucerna no final de dezembro(03 dias) e quero ir ao Monte Pilatus. A dúvida é s seguinte: como estarei de carro alugado( chegarei por Zurique e de lá vamos até Lucerna de carro) será possível chegar até a “entrada” do Monte de carro no lugar desse transporte público que vc pegou na estação de trem?Vale a pena ir de carro e deixar lá(onde?)kkkkkk…Ainda estou tentando entender…
    Agradeço suas respostas…
    A propósito, seu blog me ajudou muito quando conheci Edimburgo em 2015.
    Beijos e parabéns pelo blog.
    Cibele.

    • Contando as Horas   04/12/16 • 23h11

      Oi, Cibele

      Sabe que não reparei? Não lembro se tinha estacionamento, mas acredito que sim. Vc pode tentar mandar uma mensagem para a página no Facebook em português da Suiça e perguntar. Caso não tenha estacionamento (o que acho muito dificil) vc pode deixar o carro no centro de Lucerna, ali perto da estação de trem e de lá seguir esse mesmo trajeto que fiz. Vou ficar te devendo essa info, mas realmente não reparei nisso pra te dar uma resposta com100% de certeza.

      Ah é?!? Que legal!!! Espero que tenha gostado de Edimburgo. :DD

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  34. Diva Pacheco   07/02/17 • 18h00

    BOa tarde Bruna! Estou no seu blog conferindo as dicas sobre Lucerna e Zurique pois vou na primavera visitar essas cidades. Gostaria de saber em qual época do ano vc foi? Digo isso porque tenho medo de muito frio e não tenho noção de quão frio vai estar na primavera.
    Parabéns pelo blog!

    • Contando as Horas   12/02/17 • 20h59

      Oi, Diva

      Fui em outubro de 2012. Ainda não estava super frio, mas pegamos um friozinho sim.

  35. josete galante   22/07/17 • 22h20

    Boa Noite Bruna. Estou adorando seu blog. Estarei em Lucerna na primeira semana de setembro. Lá é final de verão para o outono certo? já é muito frio? Ainda é muito quente? Sinto muito frio por isso a preocupação.

    • Contando as Horas   23/07/17 • 16h46

      Oi, Josete

      Certo! Teoricamente ainda não é frio. Acredito que nessa época vc não vá pegar temperaturas muito baixas. Apesar de que, ultimamente, o tempo anda meio louco. Não dá pra garantir nada. Aconselho a começar a acompanhar a previsão do tempo uns 20 dias antes da viagem.

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

  36. josete galante   25/07/17 • 22h48

    obrigada pela atenção. logo estarei arrumando as malas. abraços.

  37. Fabi   17/09/17 • 12h58

    Olá,Bruna

    Amei seu post, muito explicativo e realmente esclareceu muito nossas dúvidas!!Só um detalhe…o trem nº 1, que se pega em Lucerna e o trem de Alpnashstd que vai para Lucerna está incluso no SILVER ROUND TRIP ou paga-se a parte? Obrigada, abraços…

    • Contando as Horas   21/09/17 • 20h01

      Oi, Fabi

      Pelo que eu lembro esta tudo incluido, se nada mudou. Obrigada pela visita aqui no blog!

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Kremlin de Moscou 🇷🇺🇷🇺
.
Antigamente essa fortaleza servia de proteção para a cidade, mas hoje em dia é a sede do governo e residencia oficial do Presidente da Rússia.
.
Ele é formado por vários palácios, catedrais, museus, um jardim, as torres e a muralha.
.
Quem estiver em Moscou pode incluir uma visita ao Kremlin no roteiro.
.
É possível conhecer algumas atrações, como: o Palácio do Arsenal, local onde está o Museu do Arsenal e o Complexo das Catedrais (formado por 4 igrejas). Todas todos os demais edifícios podem ser fotografados apenas por fora.
.
⚠️O Kremlin não abre as quintas-feiras. Para visitar o Museu (700 rublos) e o Complexo das catedrais (800 rublos) o valor total é de 1500 rublos (95,00 reais).
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #eurotrip2018 #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #brasilnacopa #visitrussia
Existem diversas formas de entrar na Praça Vermelha, em Moscou, mas sem duvida alguma, a mais bonita é atravessando o Portão da Ressurreição, localizado literalmente entre a Prefeitura de Moscou (lado esquerdo) e o Museu Estatal de História Nacional (essa construção a direita).
.
Nessa foto também da pra ver a Capela Ibérica e o Marco Zero da Russia.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #moscou  #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Parque da Vitoria é onde está localizado o Museu da Grande Guerra Patriótica, que é como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Obviamente, esse museu conta toooooda a historia dessa guerra (com muitas fotos, documentos, objetos, entre outros - tem legendas em inglês).
.
Além disso, também destaco: O Hall dos Heróis (foto 3) que presta uma bela homenagem a todos os russos que morreram nessa guerra, mais de 20 milhões de pessoas, o Hall das Lagrimas (foto 4) que simboliza as lagrimas de quem perdeu filhos, pais, irmãos e maridos durante essa guerra e por fim, os Dioramas de Guerra (foto 5), esses paines gigantes que retratam algumas cenas de momentos importantes dessa guerra.
.
O parque é gigante e o Museu é enorme, portanto, vá com muito tempo (tempo minimo de 3 - 4 horas).
.
Dica: Para chegar aqui, o acesso é feito pela estaçao de metro Парк Победы, aquela que tem as escadas rolantes mais profundas de todas as estações de metro de Moscou, sao quase 3 minutos andando nessa escada. 😱
.
🌏Moscou, Rússia
.
#parquedavitoria #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #queroviajarmais #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Museu Memorial da Cosmonáutica é formado por três partes: 
1) Alameda dos Cosmonautas: com varias estatuas de cosmonautas russos, entre elas, Yuri Gagarin, primeiro cosmonauta russo a ir ao espaço (da um zoom ai nas imagens q da pra ver algumas estatuas)
2) Monumento aos Conquistadores do Cosmos: é essa estrutura que simboliza um foguete decolando em direçao ao espaço.
3) Museu do Espaço: localizado logo abaixo disso tudo, aqui é possivel aprender um pouco sobre a chegada dos russos ao espaço atraves de equipamentos, roupas, documentos historicos, entre outros. A parte mais legal, na minha opiniao, é poder entrar na réplica da Estação Espacial Mir e ver como era a vida deles durante uma missão no espaço.
.
O museu tem explicações em inglês. Além do valor do ticket, quem quiser fotografar, precisa comprar uma permissão de fotos.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#cosmonautas #museumemorial #vdnkh #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Certeza absoluta que essa é uma das atrações mais fotografadas de toda a Rússia!!!
.
A Catedral de São Basilio foi construída durante o seculo 16 por ordem do Czar Ivan, o Terrível. Ela é formada por 9 capelas, mas elas não ficam lado a lado, é quase como se fosse um labirinto com varias escadas e corredores.
.
Dica: Essa igreja nao abre as quartas-feiras. Além do valor do ticket, é necessário comprar uma permissão para fotos e/ou videos.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #catedraldesaobasilio #stbasilscathedral #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Uma das praças mais bonitas do mundo, a Praça Vermelha, em Moscou! 🇷🇺
.
Reserve 1 dia inteiro pra conhecer essa praça. Entre as principais atrações estão: Portão da Ressurreição (a principal forma de entrar na praça), a Capela Ibérica, Museu Estatal de História Nacional, o Kremlin de Moscou (dá pra comprar ingresso antecipado no site oficial), Mausoléu de Lênin, a Catedral de São Basílio, Loja de Departamento GUM, a Catedral de Kazan e a Prefeitura de Moscou.
.
Essa era a vista do meu quarto em Moscou, no Hotel Baltschung Kempinski.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #hotelview #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Contando as Horas