29.01
2014

Londres: Uma visita a Spencer House, a casa pertencente a família da Princesa Diana

Um ótimo lugar pra descobrir atrações fora do circuito super turistão de Londres é o próprio site oficial de turismo da cidade, o Visit London. Foi assim que eu e a minha mãe descobrimos que era possível visitar a Spencer House, a casa pertencente a família da Princesa Diana.

Uma das coisas que me despertou em conhecer esse palácio foi o fato de que a biografia da Princesa Diana, escrita por Andrew Morton, estava sendo lançada e eu sempre tive curiosidade em entender algumas coisinhas sobre uma das Spencers mais famosas até então, a Princesa de Gales.

IMG_8297_1200x857

Spencer House, com vista para o Green Park

Mês passado eu li essa biografia e vi que além de alguns palácios que eu já tinha conhecido, como Palácio de Buckingham, o Castelo de Windsor e o Palácio de Kensington, ainda faltavam mais alguns pra eu visitar (eu já inclui os “faltantes” no meu roteiro desse ano, quando eu vou estar em Londres em pleno verão europeu!), como por exemplo: o Palácio Althorp (onde Diana nasceu e cresceu), a Clarence House (onde Diana passou a ultima noite antes do dia do seu casamento com o Principe Charles) e o Palácio de Sandrigham (que Diana costumava frequentar, mesmo antes de ser uma integrante da família real).

O fato é que, a Spencer House é citada algumas vezes na biografia, pois muitos dos ancestrais de Diana trabalhavam diretamente com a realeza britânica, como por exemplo, eram damas de companhia da Rainha-Mãe e camarista real do Rei George VI.

O guia contou que, apesar da fama da Spencer House ser totalmente relacionada com a Princesa Diana, ela nunca morou lá, segundo ele, ela apenas esteve lá umas duas ou três vezes no máximo durante o periodo de reformas.

A Spencer House foi construída na metade do século 18 a mando de John Spencer, o 1º Conde  Spencer, um antepassado da Princesa de Gales. Por um bom tempo eles moraram ali, até que durante o Blitz, um ataque sofrido durante a Segunda Guerra Mundial, deixou Londres bastante destruída, mas felizmente esse palácio foi uma das poucas residencicas pertencentes a famílias nobres britânicas que sobreviveu praticamente intacta a esse bombardeio.

spencer 7_1192x900

Logo na entrada do palácio, na sala onde a gente compra os ingressos!

Hoje em dia esse palácio é alugado para o Barão Rothschild por nada mais nada menos do que 125 anos, parte do acordo firmado com a família Spencer em troca de investimentos e a realização de obras de restauração em todo o palácio.

O guia conta de forma bem resumida como foi feita a reforma na casa, que levou cerca de 10 anos para ser concluida, além de como alguns moveis e objetos foram recuperados durante os restauros.

Os poucos comodos que podemos visitar são super bem decorados, com mobiliario super luxuoso, louças finas, além das obras de arte super importantes (que o guia faz questão de detalhar quem pintou, pq foi comprada e pq ela está sendo exibida naquele comodo em especifico). Inclusive o guia conta diversas passagens com os Spencer, como eram as festas realizadas nesse palácio, como foi a criação de alguns dos Spencer que moraram nessa casa (com aulas particulares realizadas ali mesmo no palácio ao invés deles irem a escola e as aulas de música), os encontros oferecidos pelos Spencer para jogar poker e fumar charuto cubano, enquanto as mulheres tomavam chá da tarde ou almoçavam ali… Enfim, a gente consegue voltar nos tempos e imaginar como eram os anos gloriosos dessa família.

Quem tiver curiosidade em conhecer um pouco mais da história da família de Diana e toda a relação que a sua família tinha com a realeza britânica, essa é uma ótima oportunidade.

spencer 6_1200x863

Ah, antes do tour começar a gente assiste um video-indrodução mostrando um pouco do que está por vir. O video é super curtinho, acho que não dura mais do que uns 10 minutos. O tour também é relativamente rápido, leva em torno de uns 50 minutos a 1 hora e durante esse tempo a gente tem a acesso apenas a oito comodos do palácio.

Quem tiver interesse em visitar o palácio, ele só abre aos domingos para a visitação do público e o ingresso só pode ser comprado lá mesmo, na hora. Também temos que passar por um pequeno controle de segurança.

Antes que eu me esqueça, é importante comentar que a entrada é feita pelos “fundos” do palácio, então quem vem do metro de Green Park, um pouco adiante da casa vai ter uma entradinha (uma passagem super pequena), ai é só contornar a quadra.

Como o tour tem uma quantidade limitada de pessoas, no máximo 20 por vez, infelizmente não é permitido bater fotos. O guia tava sempre de olho nisso!

A Spencer House fica na 27, St James’s Place, de frente para o Green Park e entre a estação de metro de Green Park e o The Mall, a rua que leva até o Palácio de Buckingham.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Atrações turísticas, Inglaterra, Londres - , , , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
4 comentários em "Londres: Uma visita a Spencer House, a casa pertencente a família da Princesa Diana"
  1. astrogildo campos   02/07/16 • 09h03

    É caro o preço da visita? Fica em Londres mesmo?

    • Contando as Horas   02/07/16 • 15h14

      Oi, Astrogildo

      Sim, fica em Londres, próximo ao Palácio de Buckingham, de frente para o Green Park. Sobre o valor, acho que ficava em torno de umas 10,00 libras, não era caro não.

  2. John Ferreira Spencer bulu   18/09/16 • 20h02

    Sou o único que não sei nada sobre minha família. Queria tanto saber de que raças veio Spencer bulu o meu apelido

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Nesse mesmo dia, mas em 2010, eu desembarcava em Edimburgo, na Escócia para iniciar meu intercâmbio. 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿💙
.
Além de aprender inglês em um país sensacional, foi muito bom aproveitar aquele momento para descobrir um “mundo muito maior” que Chapecó/Curitiba.
.
Mesmo faltando conhecer alguns outros continentes aindaaa, todas as culturas e paises que conheci e tudo que aprendi com meus colegas de todas as partes do mundo, com toda a certeza, tornaram essa experiência muito mais interessante.
.
Melhor experiência de vida!
.
🌎 Banchory, Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
.
#escocia #scotland #castletrail #visitabdn #visitaberdeenshire #uk #intercambio #intercambionaescocia #intercambiofotos #visitscotland #ciintercambio #eurotrip #uktrip #essemundoenosso #travelgirl #viajantesolo #solotrip #agenciadeviagem #scotlandisnow #englishtips #missaovt #revistaviajar #saudade #helloescocia #cahnaescocia
Um outro jeito de viajar pela Europa: fazendo um cruzeiro fluvial.
.
Quem quiser saber mais detalhes, estou falando mais sobre isso no stories.
.
Se quiser saber os roteiros, datas e valores, meu email para contato esta no perfil!
.
🌏Em algum lugar no rio Danubio, Leste Europeu
.
#lesteeuropeu #europa #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #viajoteca #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu #eurotrip2018
Chegando em Budapeste!🇭🇺 Esse é o Monte Gellért passando pela janelinha da minha cabine!
.
No ultimo verão europeu eu fiz um cruzeiro fluvial pelo rio Danúbio (segundo maior rio da Europa).
.
Meu cruzeiro começou na Romênia, passou pela Bulgária, Sérvia, Croácia e terminou na Hungria.
.
Foram 7 dias a bordo do navio River Duchess, da empresa @uniworldcruises ! Uma experiência sensacional (ainda quero repetir, fazendo uma das rotas que passam pelos mercadinhos de Natal)!!
.
🌏Budapeste, Hungria
.
#budapeste #budapest #hungria #hungary #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu
Kremlin de Moscou 🇷🇺🇷🇺
.
Antigamente essa fortaleza servia de proteção para a cidade, mas hoje em dia é a sede do governo e residencia oficial do Presidente da Rússia.
.
Ele é formado por vários palácios, catedrais, museus, um jardim, as torres e a muralha.
.
Quem estiver em Moscou pode incluir uma visita ao Kremlin no roteiro.
.
É possível conhecer algumas atrações, como: o Palácio do Arsenal, local onde está o Museu do Arsenal e o Complexo das Catedrais (formado por 4 igrejas). Todas todos os demais edifícios podem ser fotografados apenas por fora.
.
⚠️O Kremlin não abre as quintas-feiras. Para visitar o Museu (700 rublos) e o Complexo das catedrais (800 rublos) o valor total é de 1500 rublos (95,00 reais).
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #eurotrip2018 #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #brasilnacopa #visitrussia
Existem diversas formas de entrar na Praça Vermelha, em Moscou, mas sem duvida alguma, a mais bonita é atravessando o Portão da Ressurreição, localizado literalmente entre a Prefeitura de Moscou (lado esquerdo) e o Museu Estatal de História Nacional (essa construção a direita).
.
Nessa foto também da pra ver a Capela Ibérica e o Marco Zero da Russia.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #moscou  #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Parque da Vitoria é onde está localizado o Museu da Grande Guerra Patriótica, que é como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Obviamente, esse museu conta toooooda a historia dessa guerra (com muitas fotos, documentos, objetos, entre outros - tem legendas em inglês).
.
Além disso, também destaco: O Hall dos Heróis (foto 3) que presta uma bela homenagem a todos os russos que morreram nessa guerra, mais de 20 milhões de pessoas, o Hall das Lagrimas (foto 4) que simboliza as lagrimas de quem perdeu filhos, pais, irmãos e maridos durante essa guerra e por fim, os Dioramas de Guerra (foto 5), esses paines gigantes que retratam algumas cenas de momentos importantes dessa guerra.
.
O parque é gigante e o Museu é enorme, portanto, vá com muito tempo (tempo minimo de 3 - 4 horas).
.
Dica: Para chegar aqui, o acesso é feito pela estaçao de metro Парк Победы, aquela que tem as escadas rolantes mais profundas de todas as estações de metro de Moscou, sao quase 3 minutos andando nessa escada. 😱
.
🌏Moscou, Rússia
.
#parquedavitoria #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #queroviajarmais #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Contando as Horas