22.03
2014

Um tour completo em uma das maiores construções do mundo: o Canal do Panamá

Sem dúvida alguma, a atração turística mais visitada do Panamá é o Canal do Panamá. E é claro, eu não seria louca de ir até lá e não visitar essa obra, considerada uma das maiores construções já realizadas pelo homem.

Na verdade, uma das coisas que eu mais fazia questão de conhecer por lá era justamente o Canal do Panamá, principalmente num ano de comemorações especiais. Agora em agosto de 2014 o Canal do Panamá completa 100 anos de existência.

21_1200x863_1200x863

Pra quem não sabe, o Canal do Panamá liga o oceano Atlântico ao oceano Pacífico através de três sistemas de eclusas que estão espalhadas ao longo dos seus 80 km de extensão, tornando assim, as distâncias entre esses dois oceanos muito menores. As eclusas são: Gatún (que fica do lado do oceano Atlântico), Pedro Miguel (que tem uma localização mais central) e Miraflores (que fica no lado do oceano Pacífico). Atualmente mais dois grupos de novas eclusas estão sendo contruídas, cada uma voltada pra um oceano.

canal do panama - eclusas_1200x658

Foto retirada do site oficial do Canal do Panamá

A primeira notícia que se tem de uma tentativa de construção de um canal que ligasse esses oceanos veio no século retrasado com o franceses. Mas devido a doenças e o calor, os franceses abandonaram a idéia. Foi ai que surgiram os americanos. A proposta apresentada pelos EUA ao Panamá foi muito simples: os Estados Unidos ajudariam o Panamá a ficar independente da Colômbia em troca da permissão pra construir o canal.

Os Panamenhos concordaram e em 1904 os americanos iniciaram a construção dessa grandiosa obra. Lá se passaram 10 anos até que o canal ficasse pronto e em 15 de agosto de 1914, finalmente, o Canal do Panamá estava sendo inaugurado.

x22_1178x900

Por quase um século os americanos ficam no controle do Canal do Panamá, até que em 31 de dezembro de 1999, foi assinado um tratado onde o Panamá recuperava o controle total do canal.

Nessa viagem ao Panamá, eu fiz questão de visitar todas as eclusas, ou seja, eu fiz um tour completo pelo Canal. Pra falar bem a verdade, só ficou faltando eu atravessar o próprio canal de barco (sim, é possível), mas isso fica pra uma próxima vez.

SONY DSC

Quem estiver com viagem marcada para o Panamá, aqui vão algumas dicas importantes pra conhecer essa obra que eu só consegui definir como espetácular!

Antes de qualquer coisa, basicamente o Canal do Panamá é assim: Oceano Pacífico – Ponte das Américas – Novas Eclusas – Eclusas de Miraflores – Eclusa de Pedro Miguel – Ponte Centenária – Outro Grupo de Novas Eclusas – Eclusas de Gatún – Oceano Atlântico.

SONY DSC

SONY DSC

Mirante da Ponte das Américas – de um lado do Canal do Panamá, a parte voltada para o oceano Pacífico, fica a Ponte das Américas, responsável por ligar todas as Américas. Junto a essa ponte, tem um mirante, de onde é possível ver os navios entrando e saindo do Canal, além é claro, da própria ponte, do Porto de Balboa e o Cerro Ancón (ponto mais alto da Cidade do Panamá). Junto a esse mirante, foi inaugurado recentemente um monumento que comemora os 150 anos da presença dos chineses no país.

SONY DSC

Novo Grupo de Eclusas – esse novo grupo de eclusas que está em fase de construção e que fica perto da parte do Canal do Panamá voltados para o oceano Pacífico não estão abertas a visitação. As únicas formas de conseguir ver a quantas anda o andamento das obras é do alto do Cerro Ancón e do Mirante da Ponte das Américas.

SONY DSC

Eclusa de Miraflores – Essa é o grupo de eclusas mais próximo da Cidade do Panamá e é também o local que tem a melhor estrutura pra receber os turistas.

SONY DSC

O centro de visitante oferece aos turistas:

– A sala onde passa um filme em 3D sobre o Canal do Panamá. O legal é ir primeiro assistir esse video, pois assim a gente tem uma ideia melhor de como as coisas funcionam. O videos são alternados em narrações em espanhol e inglês e são bem curtinhos, acho que não dura 15 minutos.

SONY DSC

SONY DSC

– Existem uma lojinha de souvernir, pequena, mas com várias opções de lembracinhas pra trazer pra casa.

– O museu está espalhado por quatro andares e apesar de ser pequeno, ele dá uma boa idéia de tudo o que envolve a construção do Canal do Panamá. No primeiro andar é explicado como foi a construção do canal (existem algumas fotos que dão uma boa idéia de como foi o processo), no segundo andar é apresentado a fauna e flora que são encontradas ao longo de toda a extensão do canal, seguindo pro terceiro andar, ali é explicado exatamente como os sistemas de eclusas funcionam e como é feita atravessia pelo canal e por fim, o ultimo andar conta um pouco da história recente do canal, como o referendo feito pra ver a opinião da população a respeito da construção do terceiro  gurpo de eclusas, o inicio das obras e o andamento da sua construção.

SONY DSC

SONY DSC

– Saindo do museu, a gente já dá de cara com o deck de observação que fica no ultimo andar do edificio. Apesar de sempre estar cheio de gente, esse é o melhor lugar pra ver bem todo o processo. Mas existe também um local no terreo de onde também dá pra ver as embarcações entrando ou saindo do canal.

– E ainda, existem um restaurante e alguns bares.

SONY DSC

Essa foto foi tirada faltando 2 minutos pra fechar o deck de observação, por isso não tem quase ninguém

Eclusa de Pedro Miguel – De todas as eclusas em funcionamento atualmente, essa é a única que não dá pra visitar. Na verdade, não dá pra visitar em partes, pois não existe nenhuma estrutura montada pra receber turistas. Mas pra quem estiver se deslocando entre Miraflores e Gatún ou mesmo que esteja indo pra outros lugares do país, dá pra passar por ali e observar os navios passando do acostamento da estrada. Essa eclusa também é a mais simples dela, pois a embarcação só precisa passar por uma etapa pra continuar a travessia pelo canal.

SONY DSC

Ponte Centenária – Junto a esclusa de Pedro Miguel fica a Ponte Centenária, que junto com a Ponte das Américas são as duas únicas pontes que cortam o Canal do Panamá e permitem que as pessoas se desloquem entre a América do Sul e a América Central e do Norte. Das esclusas de Miraflores também dá pra ver essa ponte, mas beeeem de longe.

SONY DSC

Bem ao fundo, no meio da foto está a Ponte Centenária, vista do mirante do Cerro Ancón

Outro Grupo de Novas Eclusas – esse novo grupo de eclusas, conhecido por enquanto de Panama Canal Expansion Observation Centre, está aberto a visitação. A sua localização fica bem próximo as eclusas de Gatún, pro lado onde está o oceano Atlântico. Na verdade, esse grupo vai ser o terceiro grupo de novas eclusas que vão fazer parte de Gatún.

SONY DSC

SONY DSC

Para que esse novo grupo de eclusas fosse contruído, o Panamá fez um referendo e 76% da população foi a favor da ampliação das eclusas em ambos os lados do canal. As obras tiveram inicio em 2007, pois eles pretendiam que tudo ficasse pronto pra comemoração dos 100 anos do Canal do Panamá, porém isso não foi possível, então a nova data está marcada para agosto de 2015.

SONY DSC

SONY DSC

O que a gente encontra lá é uma ótima estrutura para receber os visitantes, como:

– Tem um cinema, onde é mostrado dois videos. O primeiro, explica de uma forma bem resumida como foi feita a construção do canal. Eles passam várias fotos e imagens de cenas reais. Eu achei bem interessante (mais interessante do que o video apresentado em Miraflores). Já o segundo video explica direitinho como vai ser o funcionamento das novas eclusas que estão sendo construidas. Como elas vão ter um sistema de abrir e fechar as portas mais moderno, o processo vai ser mais agilizado. Esse video mostra o andamento das obras nos últimos 15 dias, então as imagens da construção sempre vão estar bem atualizadas. Na verdade, esse segundo video é bem interessante e dá uma boa idéia do que a gente vai ver logo a seguir através do deck de observação (dá pra saber o que é o que naquele monte de ferro, areia e concreto).

SONY DSC

SONY DSC

– Deck de observação de onde é possível ver o andamento das obras, além do lago de Gatún, onde os navios ficam esperando a sua vez de entrar/sair do Canal do Panamá através das eclusas de Gatún.

– Tem um restaurante e uma lanchonete.

– Tem uma pequena exposição explicando como vai ser esse terceiro jogo de eclusas e como ela vai funcionar.

SONY DSC

Quando eu tava pesquisando sobre as eclusas do Canal do Panamá, eu acabei descobrindo a existência desse centro de visitantes que permitia ver as novas eclusas. Gostei da idéia. Confesso que tava meio assim com relação ao que ia encontrar lá, mas achei a estrutura montada ótima. Fiquei bem surpresa com tudo que foi apresentado ali, desde o video, a vista e o atendimento dos funcionários. Quando esse novo grupo de eclusas for inaugurado, tenho certeza, que essa vai ser a melhor opção para conhecer!

SONY DSC

Eclusas de Gatún – esse é considerado o maior conjunto de eclusas do canal e estão localizadas no lado do oceano Atlântico, muito perto da cidade de Colón. As embarcações precisam subir/descer três etapas para continuar a travessia.

SONY DSC

SONY DSC

O legal é que em Gatún existe um centro de visitantes dividido em duas partes de onde é possível ver os navios entrando ou saindo do Canal do Panamá: o primeiro fica no mesmo nível da etapa mais baixa e o segundo fica no nivel da segunda e terceira etapa.

SONY DSC

SONY DSC

Esse centro de visitas é bem menor e tem uma estrutura mais simples quando comparado com Miraflores. Na verdade, o grande atrativo dessa eclusa é a quantidade de pessoas no deck de observação, que é infinitamente menor do que em Miraflores.

SONY DSC

SONY DSC

Pra quem gosta de comprar lembrancinhas, junto ao balcão onde a gente compra o ingresso, existe uma lojinha de souvernirs também, claro.

Algumas curiosidades sobre o Canal do Panamá:

– No total, qualquer barco, navio, cargueiro ou transatlântico que resolva atravessar o canal, vai levar de 8 a 10 horas pra fazer a travessia, independente de começar pela eclusa de Miraflores (oceano Pacífico) ou de Gatún (oceano Atlâtico).

– Todas as eclusas são duplas, permitindo que os barcos possam passar nas duas direções ao mesmo tempo.

– Enquanto a gente vê os navios subirem ou descerem as eclusas em Miraflores e em Gatún, um funcionário narra (em inglês e espanhol) alguns dados referente a embarcação que está passando, como por exemplo: de onde o navio é, pra onde ele vai, que tipo de mercadoria ele transporta e qual foi o valor do pedágio pago.

SONY DSC

– O número de embarcações que já passaram pelo Canal desde a sua inauguração ultrapassa os 17 milhões.

– O principal motivo da sua contrução foi encurtar distâncias, com isso, dependendo da rota, algumas embarcações conseguem diminuir a viagem de 15 dias até 1 mês.

– Parece pouco, mas o fluxo de embarcações que utilizam o Canal do Panamá representa apenas 6% do comércio mundial.

– O valor do pedágio leva em conta uma série de fatores, como o tamanho da embarcação e seu peso. O valor mais baixo já pago até hoje foi de 0,36 centavos de dolares, feito por um americano que atravessou o canal a nado. Já os valores mais altos chegam a 400 mil dolares.

SONY DSC

– O Canal do Panamá funciona 24 horas por dia durante todos os dias da semana.

– Mais de 70 mil pessoas trabalharam na construção do Canal do Panamá.

– Cada vez que um navio chega para iniciar a sua travessia, um grupo de barcos acompanham a entrada dessa embarcação na eclusa. Como o espaço na eclusa é pequeno, geralmente um cabo de aço é prendido no navio e uns trenzinhos auxiliam essa travessia puxando esse cabo de aço, evitando assim, que o navio bata nas paredes da eclusa.

– Outra coisa interessante é que o comandante do navio tem que deixar o seu posto e um funcionário do canal assume o controle da embarcação durante o periodo da travessia. Estranho, né!?!?!?

SONY DSC

Como deu pra notar, além de ter sido muito bem planejado, o Canal do Panamá tem motivos de sobra pra ser a grande estrela do Panamá.

Ah, quem quiser quer um video que explica direitinho como é feita a passagem de um navio pelo canal, é só clicar aqui.

* Precisando de hospedagem no Panamá? Para iniciar as pesquisas no site Booking, é só clicar aqui. *

Posts relacionados:

Todos os posts sobre o Panamá

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Canal do Panamá, Panamá
Booking.com
  1. lucia teo 23/03/2014 | 12:02

    Amei o seu blog. muito bem elaborado. Estou indo para Europa pela primeira vez (tenho quase sessenta) e tirei muitas dicas do seu blog. Obrigada!!!!!!!

    • Contando as Horas 23/03/2014 | 19:56

      Oi, Lucia

      Muito obrigada!! :D

      Que a sua viagem seja excelente!! Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. Sérgio 19/10/2014 | 08:07

    Pretendo fazer Brasil EUA Brasil de carro ou moto em 2016 tenho uma dúvida: tem estrada que liga panamá ao equador?

    • Contando as Horas 20/10/2014 | 16:51

      Oi, Sérgio

      Não, do Panamá ao Equador não, mas existe como vc ir via Colômbia.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. ANA MARIA KERNICK 15/12/2014 | 18:39

    boa tarde Bruna
    Adorei tudo o que disse sobre o Panamá,muito bem explicado e eu fiquei emocionada….muito!!
    Sou de COSTA RICA,e antes de vir para o BRASIL,ia muito ao Panamá.Estamos falando de quase 55 anos.Passava minhas férias lá pois meu pai estava sempre atravessando o canal…vivia em COLON.
    Voltei em 92,e agora só faço escala por lá para ir a CR ou outro lugar.
    Entrei no seu Blog atrás de informação da classe executiva (a economica conheço bem) pois meu filho me disse que não valia o pago!Vc confirmou e agradeço muito.
    Mais uma vez PARABÉNS suas dicas são ótimas .Me reservo a dizer-lhe que adoro qd minha espera no aeroporto é demorada,pois tenha certeza que muitos produtos (perfume,cremes,alguns, eletroeletronicos são bem mais baratos que até em Orlando!!! acredite,até eu me seurprendi.
    Embarco domingo e lembrarei de vc …FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE VIAGENS!!!

    • Contando as Horas 16/12/2014 | 22:55

      Oi, Ana Maria

      Eu me surpreendi muito com o Panamá, gostei muito mesmo! O Canal foi um verdadeira obra que ajudou muito as pessoas do mundo todo, sem ao menos a maior parte das pessoas se darem conta. Em breve espero voltar lá, assim como também quero ir um dia a Costa Rica.

      Sobre a classe executiva, ela não é uma executiva normal, onde os bancos ficam 180 graus e tal, mas as poltronas são mais largas e tem um espaço um pouco maior pras pernas. Foram apenas essas diferenças que percebi (mas só vi mesmo, pois nunca viajei na classe executiva da Copa).

      Obrigada pela visita aqui no blog! Boa viagem e um ótimo ano de 2015 pra vc e sua familia!

  4. Oi, BRUNA BARTOLAMEI.

    Gostei demais de seu blog contando as horas e dias de visita sobre o Canal do Panamá, essa obra-prima da Engenharia mundial, que eu tanto admiro (a exemplo da nossa fantástica Brasília). Você tem a sensibilidade à flor da pele e demonstra isso no seu texto e nas belas imagens (todas elas, não apenas as que você nelas está…).
    No segundo semestre de 2012 ministrei aulas sobre “Estradas II” para o 10.º período de Engenharia Civil numa universidade e mostrei aos meus então Alunos, hoje Colegas de Profissão, que além das estradas asfaltadas sobre a superfície do solo existem ferrovias, que correm sobre trilhos e, também, estradas aéreas (aerovias e seus aeroportos) bem como estradas sobre a água, as Hidrovias, com seus respectivos portos marítimos e/ou fluviais: essas, não só as naturais (caso dos rios) como, também, os canais artificiais (caso do Canal do Panamá, por mim mostrado, inclusive a pretendida expansão, à época).
    Caso me permita, desde que autorizado, poderei ilustrar com suas fotos (citando a fonte) algumas das minhas postagem na mídia social que utilizo.
    Especial abraço a você e aos seus, com votos de Feliz 2015!
    DEUS abençoe!

    Engenheiro Civil ODAIR SANTOS JUNIOR

    • Contando as Horas 12/01/2015 | 00:31

      Oi, Odair

      Verdade, o Canal do Panamá realmente é uma obra fantastica!
      Sem problemas, pode compartilhar as imagens sim, desde que com os devidos créditos.

      Obrigada pela visita aqui no blog! Um ótimo ano de 2015 pra vc!

Deixe o seu comentário...