05.05
2014

O que fazer em Aruba: Praias, Esportes Aquáticos e Compras

Quem pensa que as ilhas do Caribe são literalmente só sombra e água fresca, sinto informar, mas existe milhões de opções de coisas pra fazer. Tá ai uma coisa dificil de priorizar: escolher as atividades e passeios.

Quando eu estive pela primeira vez no Caribe (no ano passado), em Barbados, eu fiquei uma semana inteirinha lá. Tive tempo de sobra pra aproveitar muita coisa, fosse fazer alguns passeios, fosse ficar de bobeira tomando no sol em alguma praia com água verde turquesa e areia branquíssima.

w24_1200x886

Dessa vez em Aruba, dos quatro dias que fiquei lá, eu optei por fazer coisas diferentes das que eu tinha feito em Barbados. Tentei aproveitar mais os esportes aquáticos e deixei um pouco de lado as várias atrações consideradas “obrigatórias” pra uma próxima vez.

E foi a melhor coisa que fiz!

SONY DSC

O tempo colaborou muito, apesar de que, eu nem tava esperando que fosse ao contrário. Afinal, eu optei por ir na semana do Carnaval, no inicio de março, época que é considerada alta temporada na ilha. Geralmente (não dá pra garantir!) o tempo nessa época de alta temporada costuma ser excelente, ou seja, dias com muito sol e calor.

SONY DSC

Mas afinal, o que eu fiz nesses quatro dias em Aruba?

Pra começar, como já contei nesse post aqui, eu optei por me hospedar em Palm Beach, que junto com Eagle Beach, são as principais praias da ilha, leia: com uma boa estrutura hoteleira, com shoppings, diversas opções de restaurantes e boas opções de passeios.

SONY DSC

Entre as milhares de atrações que a ilha oferece, basicamente o que eu fiz por lá foi:

→ As praias

Eu não consegui conhecer todas as praias de Aruba, até pq em apenas quatro dias isso totalmente impossível. Sendo assim, priorizei o que eu ia visitar. A maior parte do tempo fiquei nas praias no norte da ilha, principalmente em Palm Beach. Uma tarde fui em Eagle Beach e em outra manhã fui a Manchebo Beach e de resto, fiquei só em Palm Beach mesmo.

SONY DSC

SONY DSC

Por tudo que li por ai, Palm Beach leva o título de praia com melhor infra estrutura para os turistas. É onde ficam uma boa parte da rede holeira da ilha (que vai desde hotéis mais simples até as redes americanas super famosas e conhecidas!), existem diversos shoppings, restaurantes, bares e empresas de turismo ali.

w35_1200x886

SONY DSC

w26_1200x817

Eagle Beach também tem boas opções de hotéis, essa praia não tem um centrinho (com shoppings e restaurantes) como tem Palm Beach, mas como a distancia entre elas é curtíssima (dá até pra ir caminhando), isso não seria um grande problema. O grande destaque dessa praia fica por conta de um dos maiores símbolos e cartão postal de Aruba, as árvores pequenas e retorcidas chamadas de Divi-divi.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Eu passei uma tarde lá e achei que foi suficiente pra caminhar por toda a praia, tirar fotos com a Divi-divi e pegar um solzinho. Nessa praia não existem muitas opções de atividades áquaticas, pq a água tem um pouco de ondas e o mar é meio inclinado. Vi alguns jet-skis num canto da praia, então acredito que tudo meio que se resume a: andar de jet ski, ficar tomando sol ou ficar de bobeira na água.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Manchebo Beach é a próxima praia pra quem vai de Palm Beach em direção a Oranjestad, a capital de Aruba. A praia é espetacular, digna daquelas fotos que a gente fica de queixo caido quando vê alguma propaganda de ilhas do Caribe. Mas a praia é pequena e praticamente tudo se resume ao resort de mesmo nome. A praia é pública e o resort tem alguns bares e restaurantes, então dá pra passar o dia todo lá pegando um solzinho e curtindo o mar do Caribe sem nenhum problema.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Obs.: pra quem não quiser pegar táxi e quiser se aventurar no Arubus, os ônibus de Aruba, aqui tem uma lista completa das praias que são acessiveis com transporte público.

→ Esportes Aquáticos

Essa era umas das coisas que eu ainda tava dúvidando que ia ter coragem de fazer em Aruba: me aventurar a fazer algum esporte aquático. Claro que eu não queria nada muito radical, então pesquisei bastante pra ver todas as opções oferecidas e o que mais me agradou (ou que eu não fosse ter medo), foram: Parasailing e SUP.

SONY DSC

Pra quem não sabe, parasailing é quando um barco puxa uma (ou duas) pessoas que estão literalmente presas a um paraquedas. Quem optar por ir sozinho, não tem problema, quem quiser ir acompanhado, também é possível. O legal desse passeio é que existem diversas empresas ao longo de Palm Beach oferecendo, então não ha nenhuma dificuldade em conseguir um horário.

w11_1178x900

O passeio é relativamente rápido, dura cerca de uns 20 minutos e basicamente é assim: um rapaz pega o grupo de pessoas interessadas na beira da praia com um barquinho e leva a gente até alto mar, onde somos transferidos pra uma lancha. No dia e no horário que eu fui (a tarde e por volta das 15:00), fui eu e mais 3 pessoas. Foi bem tranquilo.

SONY DSC

SONY DSC

Quando a gente passa do barquinho pra lancha, o rapaz explica todas as regrinhas do passeio e pede se existe preferencia de não se molhar ou se molhar no final do passeio. Claro que eles não garantem que ninguém vai se molhar, pois o vento pode atrapalhar esses planos. Mas ai entra outra questão, os caras são profissionais e tem anos de pratica em levar turistas pra fazer esse esporte. Eu optei por não me molhar, mas teve um casal que quis.

SONY DSC

DSCF0195_1200x900

É obrigatório usar colete salva-vidas durante todo o tempo que a gente fica na lancha. Na hora que a gente é preso ao paraquedas, as nossas pernas e braços ficam totalmente livres. Então pra quem quiser levar máquina fotografica a prova d’água, é a chance de garantir umas fotos do Caribe de outro angulo. Máquinas a prova d’água são permitidas, já as máquinas normais eles não aconselham, pois se cair na água, já era. Então, fica a dica!

SONY DSC

Eu levei a minha máquina a prova d’água e tirei diversas fotos e fiz muitos videos durante o tempo que fiquei no ar. Acho que qualquer coisa que eu venha a querer descrever não vão fazer jus a beleza do que é ver tudo aquilo lá do alto.

SONY DSC

Pra quem está em dúvida se deve ou não fazer, se é muito radical ou não, na verdade eu achei esse passeio super tranquilo. Eu tava bem apreensiva antes de ir, mas agora que fui, numa próxima vez que eu tiver chance, certamente não vou pensar duas vezes e vou fazer esse passeio de novo. É muito legal, mesmo!

SONY DSC

Uma coisa que não é muito legal no caso do parasailing é o preço, eu paguei 45,00 dolares por 20 minutos no ar. Mas fazer o que, certo? Nem tudo dá pra ser perfeito! =D

DSCF0198_1200x861

Por outro lado, no outro dia eu escolhi fazer SUP (stand up paddle), que tinha cara de ser algo bem mais tranquilo. Eu nunca tinha feito isso até então e achei super legal (exceto a dor nos braços!!! hehe) que fiz mais uma outra vez no outro dia.

Acho que o SUP dispensa apresentações, mas se caso alguém tiver alguma duvida sobre o que seria isso, basicamente a gente tem que se equilibrar numa prancha e ficar circulando pra lá e pra cá pelo mar do Caribe.

DSCF0223_1200x893

Em Palm Beach existem diversas empresas que oferecem essa atividade, mas eu optei por fazer com uma empresa que tem um quiosque bem ao lado do hotel Ritz-Carlton. O pessoal é muito gente fina, inclusive deixei minha bolsa lá com óculos de sol, dinheiro, bronzeador, máquina fotografica e tudo certo! Achei incrível!

DSCF0224_1200x900

Logo depois de preencher alguns papéis (com dados pessoais) e pagar (o tour custou 25,00 dolares por 1 hora e 30 minutos), o instrutor pega a prancha e o remo e nos dá uma aulinha. Ele explica tudo que é necessário saber pra se dar bem praticando SUP. Como era a minha primeira vez, ele me deu algumas dicas, do tipo: começar sentada, depois ficar de joelhos e por fim, tentar ficar de pé na prancha. Qual lado era mais favoravel eu tentar me aventurar a ficar em pé e como segurar o remo pra não correr o risco de não conseguir usá-lo e não sair do lugar.

DSCF0242_1200x850

Vale dizer que as áreas pra praticar SUP (ou outros esportes) são delimitadas, então a gente não tem livre acesso a ficar circulando com a prancha por toda praia, claro. Isso pq em Palm Beach, diversos outros esportes são praticados, como kite surf, banana boat, tube ride, entre outros. A area delimitada pro SUP é relativamente grande, então dá pra praticar tranquilamente e com segurança.

DSCF0244_1200x831

Eu queria ainda ter me aventurado a andar de tube ride, mas não foi dessa vez. Snorkeling também tava na minha listinha pra fazer de novo (mas eu já tinha feito em Barbados no ano passado) e como gostei bastante do SUP, optei por fazer de novo. Dizem que a melhor praia pra snorkeling fica bem ao norte da ilha, em Malmok Beach.

DSCF0313_1200x879

Obs.: como dá pra notar, essas atividades são relativamente caras, então é sempre bom pesquisar na internet todas as opções disponiveis, pra não correr risco de gastar dinheiro atoa.

→ Um tour por Oranjestad, a capital de Aruba e mais algumas atrações turisticas da ilha

No meu último em Aruba eu quis dar uma voltinha pela ilha pra conhecer algumas atrações bem populares por lá. Fiz questão de ir até o ponto mais ao norte da ilha, que é onde fica o California Lighthouse. La do alto da colina onde está esse farol dá pra ter uma das melhores vistas das praias da ilha, principalmente a Arashi Beach. Infelizmente a gente não pode subir no farol, mas isso não compromete em nada as fotos.

SONY DSC

Outra atração que eu queria ter visitado era a Alto Vista Chapel, uma capelinha católica que tambem fica ao norte da ilha, bem perto do farol, mas infelizmente achei que o tour ia ficar muito aperdado e optei por ir direto a Oranjestad, a capital de Aruba.

SONY DSC

SONY DSC

Em Aruba existem apenas duas cidades propriamente ditas: San Nicolaas (ao sul) e Oranjestad (a capital do país). Oranjestad é uma cidade super pequena, meio caótica durante o dia (tanto com relação ao número de pessoas, turistas e carros) e muito colorida.

SONY DSC

Sabe aqueles prédios típicos da Holanda que a gente vê por todas as partes de Amsterdam? Pois então, em Aruba eles também existem, só que todos são super coloridos.

O nome da capital de Aruba foi uma homenagem ao primeiro rei holandês da Casa dos Orange, Willem van Oranje-Nassau.

SONY DSC

Oranjestad cresceu nos arredores do Forte Zoutman, formado pela Torre Willem III e do porto. E ainda, pra quem quiser saber mais sobre Aruba, existe um museu, o Museu Histórico de Aruba, que conta um pouco da história da ilha. Ah, e é claro, impossível não reparar na mais nova atração da cidade, o Bondinho. Ele faz o trajeto entre o porto e o final da rua principal, a Caya Betico Croes.

SONY DSC

Quem tiver interesse em visitar outras atrações bem populares em Aruba, é interessante pesquisar pelo Parque Arikok (uma reserva natural onde dá pra ver algumas cavernas, formações rochosas e cactus (sim, eles existem aos monte em Aruba, principlamente em Eagle Beach!), Formações rochosas de Ayo (dizem que é um local sagrado, com inumeras rochas pintadas pelos primeiros habitantes da ilha), a fazenda das borboletas, entre outros.

SONY DSC

→ Os shoppings

Assim como o Panamá, Aruba tem boas opções pra quem gosta de fazer compras. Como até então ainda não fui aos EUA, acho que a ilha não decepciona em relação a alguns produtos e também no preço.

Meu foco nessa viagem a Aruba não era compras, então eu não visitei todos os shoppings da ilha. Na verdade, no fim do dia eu aproveitava pra conhecer os shoppings que estão no centrinho de Palm Beach.

SONY DSC

Um shopping que fui quase todas as noite foi o Paseo Herencia Mall, que ficava bem em frente ao hotel que eu estava hospedada, era só literalmente atravessar a rua. Esse shopping é considerado o segundo melhor da ilha, tem algumas boas opções de lojas e restaurantes. Vale comentar que ele não é um shopping fechado, na verdade ele meio que lembra o shopping Parque Arauco de Santiago no Chile. De todas as opções de lojas que tem lá, as mais interessantes na minha opinião são: Lacoste, Tommy Hilfinger, Maggy’s (uma loja de cosméticos) e Aruba Aloe (loja de produtos feitos a base de aloe vera, que é tipico da ilha). Nesse shopping também tem um TGI Friday’s, um Starbucks, um Mc Donalds e uma Haagen Dazs (entenderam pq eu fui praticamente todos os dias lá? =D).

SONY DSC

Outro shopping que eu fui conhecer é o Palm Beach Plaza Mall, que fica atrás do PAseo Herencia, ou seja, praticamente em frente ao hotel que eu tava hospedada. Esse é um dos mais novos shoppings da ilha e também tem boas opções de lojas legais como Swarovski, Salvatore Ferragamo, Victoria’s Secret, Mont Blanc, Bennetton e ainda tem a Penha, que é outra loja de perfumes e cosméticos). Nesse shopping fica o famoso restaurante Taste of Belgium, eu não fui, mas li bastante comentários dizendo que é ótimo.

No dia que fui a Eagle Beach, na volta, eu vim caminhando por um misto de calçadão a beira mar e pela rua principal que liga as duas praias e conheci (bem rapidamente) o Village Mall (um lugar com diversos bares e restaurantes com uma feirinha de artesanatos no meio. É nesse lugar onde tem o “I love Aruba” que todo mundo tira foto!) e ao lado, fica o South Beach Mall, que é um centro comercial com alguns restaurantes, entre eles, o mais procurado é o Hard Rock Cafe Aruba).

SONY DSC

Pra quem tiver tempo e for passear em Oranjestad, outras opções legais pra compras são: a rua Caya Betico Croes (considerada a principal rua de comércio da cidade), ainda tem o famoso Royal Plaza Mall (shopping com a fachada rosa e branca que a gente vê em diversas fotos do pessoal que já esteve em Aruba. Esse shopping fica junto com o terminal onde acontece o embarque e desembarque dos cruzeiros) e por fim, o Renaissance Mall (considerado o melhor shopping da ilha, é onde estão as lojas das grifes mais famosas do mundo, como Louis Vuitton, Coach, Michael Kors, Gucci, entre outras.

De todos esses shoppings de Oranjestad, eu apenas entrei rapidamente no Renaissance Mall. Ele é praticamente uma atração turística de Aruba. No dia que fui tinha bastante gente, mas nada lotado.

SONY DSC

Ah, e ainda, pra quem gosta da MAC, bem em frente a esse shopping tem uma loja em uma area recém revitalizada com uns prédios estilo os que a gente vê em Amsterdam, só que coloridinhos. Muito lindo!

Eu não poderia deixar de comentar sobre os mercadinhos que existem espalhados pela ilha onde dá pra comprar queijos e bolachas (Stroopwafel!!!!! Na minha opinião é a melhor coisa que os holandeses já inventaram!) que vieram diretamente da Holanda! Aproveitei pra matar a saudade de várias coisas!

 → Show das águas no shopping Paseo Herencia Mall, em Palm Beach

O Show das águas (também chamado de Waltzing Water Show) é bem famosinho em Aruba. Por tudo que li pela internet, achei que valia a pena ir lá prestigiar a apresentação. Claro que eu não tava esperando um show do tipo os que existem em Dubai, Barcelona e até mesmo em Las Vegas, mas né, já que eu tava ali, pq não?!?!

w15_1192x900

Esse show acontece todas as noites na pracinha que fica bem no centro do shopping, numa parte ao ar livre, quatro vezes por noite, sendo que a primeira é as 19:30 (acontece de hora em hora). Tem até arquibancada pra sentar, mas como nunca tá super lotado, não há necessidade de chegar muito cedo. Além do mais, esse show é bem curtinho, acho que não dura mais do que uns 15 minutos.

w19_1200x837

No dia que eu tava lá, também era a época que acontecia o Carnaval de Aruba, então antes do show das águas teve uma apresentação com músicas e danças típicas da ilha.

No geral eu achei legalzinho, mas não se desloque até esse shopping esperando um super show de águas digo de Hollywood, pq isso não vai acontecer! Mas vale a pena ver!

w22_1200x840

→ Outras considerações

Como foi a minha segunda vez no Caribe, eu achei que esses quatro dias foram a quantidade ideal pra Aruba. Eu não pretendia fazer os mesmo passeios que já tinha feito em Barbados, assim como também não pretendia fazer tudo que a ilha oferece tanto de tours como em atividades, pq certamente essa não vai ser minha ultima vez nessa região do planeta. Então assim eu sempre vou ter opção do que fazer quando visitar outras ilhas!

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Aruba

Todos os posts sobre Barbados

Todos os posts sobre St Maartin/Martin

Todos os posts sobre St Kitts e Nevis

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Aruba, Caribe
Booking.com
  1. MARCIO CAETANO VAZ 11/12/2014 | 10:40

    Estou neste momento, 11/12/2014, 8:30h, ainda na cama do hotel decidindo a programação do dia. Achei espetacular o passeio até agora, mas como só vejo elogios nos blogs, resolvi falar sobre as coisas que me decepcionarm: O PREÇO: tudo aqui é muito caro. As cadeiras na praia são alugadas ao preço de 7-15 US$. Um sobreiro (super útil aqui) não sai por menos de 30-50 dólares. Conclusão, para minha família de 4 pessoas, já começava o dia gastando cerca de 60 dólares, antes do primeiro gole. A segunda decepção se trata do modo como eles curtem a praia. A maioria é de obesos e endinheirados americanos. Eles dormem o dia intero, ou ficam lendo, tomando café, fumando charutos naquele silêncio sepulcral. E praticamente não existe serviço de comes e bebes na praia. O pessoal tem que levar caixas de tira-gostos e bebidas se não quiser passar fome e sede. Não tem nem aquele sonzinho, batucada, queijo assado na hora, frutos do mar,etc., que acostumamos com as praias brasileiras.

    • Contando as Horas 12/12/2014 | 01:08

      Oi, Marcio

      Realmente, Aruba não é uma ilha super barata, alias, como nada seria em pleno mês de dezembro no Caribe (altíssima temporada). Eu tive lá no inicio de março, final da alta temporada. Achei tudo bem tranquilo e os preços não era tão astronomicos assim.

      De qualquer forma, obrigada pelas suas observações. Certamente serão uteis para algum outro visitante do blog que queira visitar Aruba.

  2. Nilson 12/02/2015 | 11:20

    Parabéns pelo Blog e pelas excelentes dicas. Estamos em Aruba e a julgar pelas toalhas e fotos no mesmo hotel que vc ficou, Holliday Inn, certo? Também aproveitaremos mais Palm Beach e a estrutura do Hotel, saindo para conhecer poucas praias, tal como Baby beach e a vizinha Eagle Beach… Agora estamos ainda mais encorajados a fazer parasailing!! Abraços!!

    • Contando as Horas 13/02/2015 | 01:42

      Oi, Nilson

      Isso, fiquei no Holiday Inn, na ala nova do hotel. A praia do hotel é fantástica né?!?! Imagino que tenha outras praias bonitas, mas Palm Beach já vale a visita a Aruba. Eagle Beach tbm é super bonita. Não estive em Baby Beach, pq ficava muito longe de Palm Beach, então não quis ir de taxi até lá. Muitas pessoas dizem que é super bonita também.

      Quem vê ou apenas lê sobre o Parasailing acha que é super perigoso ou até mesmo que é uma coisa de outro mundo, mas na pratica é muito tranquilo. Eu tava morrendo de medo, mas depois queria fazer mais. Se não fosse tão caro, teria ido mais vezes.

      Obrigada pela visita aqui no blog! Aproveitem Aruba, essa ilha é espetacular! =D

  3. Jeniffer 10/03/2015 | 16:56

    Oi Bruna,

    Gostei muito do seu blog. Estamos planejando uma viagem para (provavelmente..rs) Setembro/2015, porém, só saberemos com 20 dias de antecedência. Você acha que 20 dias antes, conseguiremos reservar um hotel? O Holiday Inn é nossa opção.
    Outra dúvida, é que iremos com nosso filho de 2 anos, o hotel tem boa estrutura para receber crianças? O serviço de quarto é 24h?

    Agradeço se puder responder.
    Abraços,

    • Contando as Horas 11/03/2015 | 00:19

      Oi, Jeniffer

      Vc pode fazer a reserva pelo site do booking, que é parceiro aqui do blog. Eles permitem que vc reserve agora o hotel e só pague na la hora, sendo assim, eles tem uma politica flexivel para que vc consiga cancelar a reserve até um ou dois dias antes da viagem. Geralmente a maioria dos hotéis do Caribe se enquadram nessa modalidade de reserve e cancelamento.

      Assim, o hotel tem piscina e a praia que fica bem em frente ao hotel, sem precisar atravessar a rua. Não lembro de ter visto nada de parquinho e coisas assim pra crianças, mas tbm não prestei muito atenção nisso, posso estar equivocada.

      Eles tem serviço de quarto, porém não lembro se é 24 horas. Imagino que sim!

  4. eugenio sanches 31/03/2015 | 17:40

    achei bem legal as dicas…vou agora dia 05 de abril de 2015!!!!
    só gostaria de saber se tem alguma balada boa???

    • Contando as Horas 01/04/2015 | 16:25

      Oi, Eugenio

      Não sei te dizer, não fui em nenhuma. Mas deve existir algo legal por lá sim, o pessoal do teu hotel deve saber te informar melhor!

Deixe o seu comentário...