29.07
2014

Um dia em Verona, a cidade de Romeu e Julieta

por Raul Bartolamei

Um boa opção de bate-volta pra quem estiver em Bolonha é ir até Verona. A cidade ganhou fama mundial por ser o local onde se passa uma das histórias mais românticas de Shakespeare e do mundo: a história de Romeu e Julieta.

IMG_2086

Verona tem mais de 2 mil anos de existência e está localizada entre Milão, Bolonha e Veneza. Mesmo sendo a segunda maior cidade da região do Vêneto, Verona é uma cidade relativamente tranquila. Localizada as margens do rio Adige, a cidade possui um pouco mais de 250 mil habitantes e muitas atrações a serem exploradas.

IMG_2039

DSC02680

Saindo da estação de trem, nós fomos caminhando até a Tomba di Giulietta, também conhecido por Túmulo da Julieta. Junto ao túmulo está um museu bem simples onde estão em exposição algumas obras de arte e um painel que conta a história de Romeu e Julieta.

IMG_2047

DSC02689

Caminhando mais um pouco chegamos no Castelvecchio, um castelo medieval que fica as margens do rio Adige e domina a paisagem de Verona. O castelo foi consttruido no século 14 e ainda está muito bem preservado, inclusive é possível caminhar por uma parte das suas muralhas, que tem vista tanto do rio quanto da ponte Scaligero (uma das principais pontes de pedestres da cidade). Hoje em dia o castelo abriga um museu, o Museo Civico di Castelvecchio. Dentro do museu, podemos ver diversas esculturas medievais e pinturas renascentistas.

DSC02714

IMG_2079

Como estava tendo uma maratona na cidade e tudo estava lotado, acabamos indo almoçar antes de continuar nosso tour. O restaurante escolhido foi Ristorante Pizzeria Olivo, que ficava bem perto da Arena de Verona. Esse restaurante existe desde 1939 e serve comida típica italiana, tinha bastante variedade de pratos e vinhos locais. Os pratos eram bem servidos e a comida no geral era muito boa. Recomendo.

IMG_2101

IMG_2085

IMG_2147

Nossa próxima parada foi a Piazza Brà, onde está localizada a Arena de Verona, considerado o terceiro maior anfiteatro do mundo, ficando atrás somente do Coliseu em Roma e do Santa Maria Capua Vetere em Nápoles. Essa arena tem mais de 2 mil anos de existência. O legal é ver que hoje em dia ela ainda é utilizada para apresentações de ópera, peças de teatro, show de grandes músicos internacionais (Deep Purple, Radiohead, Pink Floyd, Pearl Jam, só pra citar alguns), entre outros eventos.

IMG_2157

Vale dizer que a arena está muito bem preservada e ao contrario do Coliseu, infelizmente não existe nenhum museu contando a sua história. A visita se resume apenas a caminhar pelas arquibancadas e ver a estrutura toda de perto. A entrada dá pra comprar lá na hora, é bem tranquilo e não tinha fila. A visita também é relativamente rápida, em questão de 30 minutos é possível conhecer tudo.

DSC02774

IMG_2316

Uma apresentação que queríamos ver fazia muito tempo era o ballet O Lago dos Cisnes, que estava sendo apresentado no Teatro Filarmônico. O teatro em si é muito bonito e está entre os mais importantes do norte da Itália. A apresentação em si deixou bastante a desejar. O figurino e o cenário eram bem simples, mas os artistas eram bom. A apresentação durou 2 horas, com intervalo de uns 15 – 20 minutos. Os tickets nos compramos diretamente no site do teatro.

IMG_2317

E pra terminar o nosso dia em Verona, fomos conhecer a Piazza delle Erbe, uma das praças mais importantes da cidade e que recebeu esse nome devido a um mercado de ervas que existia nesse local antigamente. Hoje em dia o mercado ainda existe, porém o foco não é apenas as ervas e especiarias e sim, a venda de comidas e bebidas típicas.

DSC02709

O Arco dela Costa liga a Piazza delle Erbe a Piazza dei Signori, conhecida e muito visitada por conta de três atrações: a Loggia del Consiglio (que tem o teto enfeitado com estátuas de personalidades nascidas na cidade), a estátua de Dante e a Torre dei Lamberti (considerada a maior torre da cidade, quem tiver interesse, dá pra visitar).

IMG_2341

IMG_2347

Junto a essas duas praças fica a atração mais visitada da cidade: a suposta Casa de Julieta ou Casa di Giulietta. Localizada na 23, Via del Cappello, praticamente 99% dos turistas que visitam a cidade vão lá. É preciso muuuita paciência, pois o local está sempre lotado. No dia que fomos, já era final de tarde e simplesmente era impossível se movimentar lá dentro.

IMG_2333

A casa em si não tem nada de especial, exceto a sacada onde foi protagonizada a cena de amor entre Romeu e Julieta. Na verdade, a atração mais famosa é a estátua de bronze de Julieta que fica no pátio.  Pra entrar no jardim e tirar foto com a estátua da Julieta não é preciso pagar nada, porém pra visitar a casa e ir até a sacadinha, sim. Quem estiver disposto a enfrentar as filas pra fotos na sacada, boa sorte.

IMG_2336

E por fim, porém não menos importante, a cidade em si já é uma ótima atração turística, com grande destaque para sua estrutura urbana e arquitetura. Verona foi declara patrimônio da humanidade pela Unesco no ano 2000.

Dicas práticas:

Ficou faltando nos visitar a Basílica de San Zeno Maggiore, que presta homenagem a St Zeno, o padroeiro da cidade. Ela está localizada próxima ao Castelvecchio, porém acabamos não visitando pq o horário de abertura era só a tarde aos domingos e nos já tínhamos comprado ingresso para uma apresentação de ballet, o Lago dos Cisnes, no Teatro Filarmônico.

IMG_2348

Para ir até Verona partindo de Bolonha existem diversas opções, mas nós optamos por ir de trem. Na Itália existem os trens Italo e os da Trenitalia. Como o Italo não faz esse trajeto, só nos restou a opção de ir com a Trenitalia. Existem diversos tipos de trem da Trenitalia que fazem esse trajeto (Regionale, Regionale Veloce, EuroCity ou Frecciargento) e nos optamos por ir com o Frecciargento. O que nos fez optar pelo Frecciargento foram: o trajeto era mais rápido, durou 50 minutos e além disso, as maior quantidade de opções de horários. É importante levar em consideração que Verona tem duas estações de trem, a Porta Vescovo e a Porta Nuova. Ambas são longe do centro, mas entre elas, a estação de Porta Nuova fica mais perto. Nosso trem chegou e partiu de Verona pela estação de Porta Nuova.

Pra ver o post sobre como andar no Trem Italo, é só clicar aqui.

Pra ver o post sobre como são os trens da Trenitalia, é só clicar aqui.

Pra quem gosta de fazer compras, duas boas opções são percorrer as ruas Via Mazzini (que vai da Arena de Verona até a Piazza delle Erbe), onde estão a maioria das lojas de grifes italianas e a Corso Porta Borsari (que vai do Castelvecchio até a Piazza dei Signori), onde também estão diversas lojas de marcas legais.

Raul Bartolamei
Siga-me

Raul Bartolamei

Catarinense, formado em Administração e Direito. Eventualmente escreve no blog sobre suas viagens, tours em estádios e jogos de futebol. E agora, também, sobre seu intercâmbio na França.
Raul Bartolamei
Siga-me
Postado em Itália, Verona
Booking.com
Deixe o seu comentário...