08.10
2014

Londres: Um tour pelo Covent Garden, incluindo Seven Dials, Neals Yard e St Martin’s Courtyard

Não é segredo pra ninguém que a minha região preferida em Londres é o Covent Garden. Eu já perdi as contas de quantas vezes fui dar uma caminhadinha por lá.

Pra quem vai ao Covent Garden, além de visitar o Covent Garden Market e os outros mercados que deram fama a região, também é interessante dar uma esticadinha e caminhar pela região de Seven Dials, a ruazinha Neals Yard e a região de St Martin’s Courtyard. Muito difícil achar uma pessoa que não goste desse lugar, pois tem opções para todos os gostos.

SONY DSC

A região é lotada de bares, pubs, restaurantes, lojas, museus, livrarias, mercados e teatros. Parece impossível uma região tão pequena de Londres conseguir reunir tudo isso e mais impossível ainda, é conhecer tudo em uma única vez. Mas não se preocupe, pq assim sobram motivos para voltar! 

Aqui vai uma listinha de sugestões do que ver e fazer por lá:

– Mercados: uma das principais atrações dessa região de Londres são os seus mercados. Tudo gira em torno da Covent Garden Piazza, a principal praça dessa região. E é justamente ali onde está localizado o Covent Garden Market. O ideal é começar a visita pelo próprio mercado, que é formado pelo Apple Market, East Colonnade e Jubilleu Market.

SONY DSC

Quem for curioso como eu, deve ter ficado se perguntando o pq desse nome, Covent Garden, certo??!?! Eis que na Wikipédia, versão em inglês, eu achei a resposta. Diz que antigamente nessa região ficava o Convento de St Peter e que era frequente acontecer feiras nos seus jardins. O negócio foi ficando tão popular, que de uma simples feirinha surgiu a idéia de construir um mercado. E o nome permaneceu e hoje em dia faz referencia ao que já foi um dos principais mercados de Londres, o Covent Garden Market! Interessante, né?!?!

SONY DSC

A parte mais famosa do mercado, a que a gente sempre vê em fotos, é a área central chamada de Apple Market, que tem uma feirinha onde são vendidos diversos tipos de artesanatos e antiguidades. Mas claro que, acompanhando o que dita o mundo e o interesse das pessoas, é possível encontrar ainda, diversas lojas legais que vendem roupas, cosméticos, lojas de souvenirs, lojas de chá, brinquedos, perfumes, entre outros nos seus arredores.

SONY DSC

– Museus: o principal museu dessa região de Londres é o London Transport Museum, que conta um pouco sobre a evolução dos meios de transportes usados na cidade. Eu nunca visitei esse museu, mas já fui na lojinha. A lojinha é relativamente grande e tem muuuuita coisa legal, como mapas, cartazes, réplicas de placas de ruas ou do metro, entre outros. Outros dois museus menos famosos são a Benjamin Franklin House e o Sir John Soane’s Museum.

– Igreja: a principal igrejinha dessa região é a St Paul’s Covent Garden Church, que fica bem em frente a entrada principal do Covent Garden Market. Na verdade, ela mais parece um templo do que uma igreja, principalmente por causa da sua arquitetura exterior. A parte interna da igreja é bem bonintinha, mas a decoração é simples, comparando com a Catedral de St Paul ou até mesmo a Abadia de Westminster (claro, eu nem esperava que fosse diferente!).

SONY DSC

– Artistas de rua: impossível não topar com um artista de rua (ou até mesmo vários) durante um passeio pelo Covent Garden. Na verdade, eles também são a alma do lugar. Alguns artistas são famosos na região, outros tão ali apenas de passagem. Mas claro, dependendo da apresentação, vale a pena parar um pouco e apreciar esse pessoal.

– Curiosidades: Na rua Monmonth tem uma placa indicando que o empresário dos Beatles, Brian Epstein trabalhou em um prédio naquela região. Talvez até tenham outras placas, mas vi essa muito por acaso.

SONY DSC

– Livrarias: A Stanford, considerada a maior e mais antiga livraria especializada em viagens do mundo! Essa loja tem mais de 100 anos de existência. Pra quem gosta de viajar ou de ficar por dentro das novidades do mundo do turismo, esse é o lugar ideal pra passar algumas horinhas. São três andares lotados de guias de viagens (de todos os países do mundo!), livros de fotografias, calendários, também podemos encontrar, mapas, atlas, cadernos de viagens, agendas, globos, entre outros. Sem esquecer dos objetos de decoração, apetrechos e acessórios de viagens. Eu já tinha ido lá em outras oportunidades, pois minha mãe queria que eu comprasse um livro sobre a Áustria, já que ela não tava achando nada no Brasil. Mas claro né, sempre que estou por ali, por que não dar uma voltinha e ver as novidades?!?!

– Restaurantes: literalmente tem opções para todos os gostos. Existem desde opções de restaurantes mais tops até as barraquinhas de comida nos mercadinhos. Entre os restaurantes que eu já fui estão Sticks’n’Sushi, Balthazar, Jamie Oliver, Shake Shack, La Tasca, Byron, Le Pain Quotidien, entre outros. Muitos eu ainda nem escrevi aqui no blog ainda e é claro, muito outros ainda estão na minha listinha. Ah, tem uma lojinha da Ben’s Cookies, Venchi, Godiva e também tem uma Ladurée. E ainda, pra quem quer tomar uma cerveja, os pubs tbm são boas opções, sem contar que alguns são muito bonitos, né?!?!

SONY DSC

– Lojas: algumas das principais marcas de roupas, cosméticos e eletrônicos do mundo estão no Covent Garden, como por exemplo: Burberry (roupas), Burberry Beauty Box (a primeira e única loja da marca voltada para venda de maquiagens, perfumes, óculos de sol e ainda, tem um nail bar, onde é possível fazer as unhas e testar os seus esmaltes), a Chanel Beauty, a Dior Beauty (primeira boutique da marca voltada somente para produtos de beleza a abrir no mundo. Tem um brasileiro que trabalha lá), Space NK Apothecary (vende diversas marcas de cosméticos legais), Aspinal of London (Vende produtos de couro. Essa loja ficou popular depois que a Kate Middleton e sua irmã apareceram usando bolsas de lá), entre outras.

foto 2

foto 3

foto 1

Ainda podemos encontrar uma loja gigante da Swarovski, Paul Smith, Urban Outfitters, Diesel, Nike, SuperDry, Miss Sixty, Kate Spade, Burt’s Bees, Shu Uemura, Cath Kidston (das mochilinhas floridas coloridinhas), tem uma loja enooorme da Apple (dizem ser a maior da Europa!), Disney Store, Mulberry, UGG Austrália, Molton Brown, Kiehls, Caudalie, Benefit, Michael Kors, Paperchase (papelaria beeem legalzinha, dá vontade de comprar tudo!), Penhaligons (loja de perfume), Cambridge Satchel Shop (vende bolsas também), entre outras.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Quem gosta de chá, essa região tem algumas das principais lojas do país, como a Whittard e a Tea Palace que ficam na Covent Garden Piazza e ainda, tem a Tea House, que fica na Neal Street. Também já escrevi um posts com dicas de onde comprar chá em Londres, quem se interessar, é só clicar aqui.

Pra quem procura roupas de inverno, essa região também é uma ótima alternativa pra quem não tem paciência pra muvuca da Oxford Street, pois entre a Strand e a Covent Garden Piazza ficam diversas lojas de roupas esportivas/montanhismo. Um tempo atrás eu escrevi um post com dicas de onde comprar roupas de inverno em Londres e em Edimburgo, quem quiser ver esse post, é só clicar aqui.

– Seven Dials: no meio de uma pracinha fica um obelisco rodeado por sete ruas, sendo que a Monmouth Street, na minha opinião, é a mais bonitinha e a que tem melhores opções de lojas. Dizem que essa região de Seven Dials até poucos anos atrás era meio decadente, mas passou por uma grande reforma. Eu não tive ainda em todas as regiões de Londres, mas acho que depois da Oxford Street/Regent Street, essa é uma das áreas comerciais mais movimentadas de Londres. Nessa ultima viagem eu estive lá em um domingo depois do almoço, as ruas estavam lotadas, ainda mais que o clima tava agradável e tinha um pouco de sol.

SONY DSC SONY DSC

– Neals Yard: é uma outra atração imperdível na região. Tenho certeza que todo mundo já viu uma foto de lá, pq as suas casinhas coloridas fazem o maior sucesso entre os turistas de todas as partes do mundo. Mas claro, nem só de casinhas coloridas vive essa rua, ela fica literalmente entre a Monmonth Street (na altura onde tem uma loja Shu Uemura) e a rua Shorts Gardens (na altura onde tem uma loja da Benefit e a Neals Yard Dairy (loja que vende queijos britânicos, vale a visita!)). Mas o maior destaque mesmo fica por conta da loja Neals Yard Remedies, uma loja que vende produtos de beleza de origem orgânica. Eu até queria ter comprado uma coisinha pra experimentar, mas tava literalmente impossível se mexer dentro da loja.

SONY DSC IMG_0698_Fotor IMG_0684_Fotor

– St Martin’s Courtyard: é uma pequena região com diversos cafés, lojas e restaurantes. Eu já jantei ali uma vez, no Jamie’s Italian, mas tbm acho legal pra caminhar pelas lojinhas pois tem diversas opções interessantes, como: Banana Republic, Barbour, Jaeger, Pretty Ballerinas, East India Company, White Company, entre outros.

SONY DSC SONY DSC SONY DSC

– Shows e espetáculos: outra atração dessa região são os espetáculos de ópera, ballet e musicais. O grande destaque fica por conta da Royal Opera House, uma das principais e mais renomadas casas de ballet e opera da cidade. Infelizmente ainda não tive oportunidade de ver nenhuma apresentação lá (nas três ultimas viagens os ingressos estavam esgotados!), mas claro, tá na listinha para as próximas viagens (se Deus quiser!). Mas se vc assim como eu não der sorte em achar nenhum espetáculo ou ainda, se os ingressos já estiverem esgotados, o Covent Garden fica muito próximo ao West End, a região dos teatros de Londres. Então, o que não vão faltar são opções do que assistir!

SONY DSC SONY DSC

Para ir até lá, as estações de metro mais próxima são: Covent Garden (mas até o verão de 2015 vai estar fechada pq estão instalando escadas rolantes), Leicester Square e Charing Cross.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Atrações turísticas, Inglaterra, Londres
Booking.com
Deixe o seu comentário...