10.12
2014

Escócia: Guia para conhecer a Ilha de Skye

Edimburgo e a Ilha de Skye estão entre os destinos mais procurados na Escócia por turistas de todas as partes do mundo. Ir até Edimburgo é muito simples e fácil, já o mesmo não acontece com a Ilha de Skye.

Qualquer viagem ao Reino Unido, que inclua a Escócia e a Ilha de Skye deve ser muito bem planejada. Quem vê o mapa da Escócia já percebeu que o país é pequeno. Também já deve ter notado que o país é muito bem servido por transporte público, mas a Ilha de Skye é a exceção.

SONY DSC

No tempo que morei em Edimburgo (2010 e 2011) eu tentei diversas vezes (umas 4 vezes no mínimo!) ir até a Ilha de Skye e não tive sucesso. Infelizmente eu não consegui ir até lá naquela época, porém esse ano, finalmente, essa viagem saiu. Aliás, saiu melhor do que a encomenda. Foram três dias de céu azul, sem muito vento e com temperatura super agradável, que serio, até hoje eu fico me perguntando se aqueles dias realmente existiram.

Nesse post eu reuni diversas duvidas que eu mesma tive durante a elaboração do meu roteiro, mas também procurei incluir algumas perguntas que recebi sobre a Ilha de Skye nesses últimos tempos. Então chega de conversa fiada e vamos aos fatos: 

→ Onde está localizada a Ilha de Skye

A Escócia é formada pelo território que está na ilha principal da Grã-Bretanha (onde também estão a Inglaterra e o País de Gales) e mais três grandes conjuntos de ilhas, as Shetlands, as Orkney e as Hebrides. As ilhas que fazem parte das Hebrides ficam na costa oeste da Escócia e são dividas em Inner (as que ficam mais próximas a ilha principal) e Outer (as que ficam mais afastadas da ilha principal). Nesse caso, a Ilha de Skye é a principal ilha do arquipélago das Inner Hebrides e fica grudada a ilha principal. Em questão de tamanho, ela é a segunda maior ilha da Escócia, ficando atrás somente da Ilha de Lewis e Harris, nas Outer Hebrides.

map_of_scotland

A Ilha de Skye (em gaélico escocês, An t-Eilean Sgitheanach) tem uma população de apenas 10 mil habitantes. A maior parte da população se concentra principalmente na sua capital, Portree e em outros vilarejos como Broadford, Kyleakin, Dunvegan, Uig, entre outros.

map_of_isle-of-skye

→ Quantos dias ficar na Ilha de Skye

A primeira grande duvida no meu roteiro: Quantos dias ficar na Ilha de Skye? Pois bem, inicialmente, eu tinha separado quatro dias, mas depois de fazer uma pesquisa mais detalhada sobre as atrações que realmente me interessavam, eu resolvi ficar três dias, sendo que dois dias inteiros e uma tarde.

Na minha opinião, pra valer a pena ir até lá, o tempo mínimo necessário são dois dias inteiros, menos que isso, ao meu ver, não vale a pena ir até lá. Se possível, o ideal mesmo seria reservar 3 dias.

SONY DSC

→ Como ir até a Ilha de Skye

Esse é um dos assuntos que mais me tomou tempo durante as minhas pesquisas pra elaborar esse roteiro. Apesar de existirem muitas opções de transportes, não é tãããããão simples assim chegar lá.

E como o tema era extenso, eu escrevi um post especial sobre esse assunto e pra não repetir tudo aqui novamente, quem quiser ler esse post, é só clicar aqui -> Todas as opções de transporte para ir até a Ilha de Skye.

SONY DSC

 → Melhor época do ano pra visitar

Antes de mais nada, visitar a Ilha de Skye é programa para o ano todo. Sim! Pode ir despreocupado quanto a isso. Mas claro, existem outros detalhes importantes de se ter conhecimento, como por exemplo: a melhor época para visitar a Ilha de Skye é durante a primavera e o verão, ou seja, de abril até setembro. Muitas coisas só funcionam nesses meses, ou ainda, as coisas que geralmente funcionam o ano todo passam a ter mais opções de horários ou fecham mais tarde. Sem contar que os dias são mais longos, costuma escurecer por volta das 22 horas.

→ Clima na Ilha de Skye

A única vez que eu estive na Ilha de Skye foi em setembro desse ano, ou seja, durante o período de verão. O clima tava ótimo, céu azul, sem nuvens, praticamente não tinha vento (milagre!) e a temperatura estava bem agradável, de dia na faixa dos 20 graus e a noite na faixa de 10 a 12 graus.

SONY DSC

Duas coisas devem ser levadas em consideração a uma viagem pra Escócia: costuma ventar muito no país e isso é um fator que ajuda a potencializar a sensação de frio e ainda, mesmo que tenha sol e a temperatura esteja na faixa dos 20 graus, é importante sempre carregar um casaco ou uma blusa de manga comprida. Particularmente eu não acho necessário levar bermuda/shorts em uma viagem a Escócia, pq para os escoceses, 20 graus é um calor absurdo, mas pra nos brasileiros, não.

→ Transporte interno na Ilha de Skye

Existe a opção de transporte público na ilha (apenas ônibus), mas a frequência só é maior durante a temporada que vai de abril a setembro. Nos demais meses a frequência é bem baixa, o que torna praticamente impossível conseguir fazer alguma coisa dependendo do transporte publico.

Eu usei praticamente todas as opções de transporte dentro da Ilha, como por exemplo: peguei um táxi para ir até o Castelo de Dunvegan (só o trecho de ida) pois a volta eu conseguir pegar o ônibus. Também peguei um tour pra conhecer todas as principais atrações da ilha.

SONY DSC

A principal empresa de ônibus da ilha de Skye é a Stagecoach. Recomendo fortemente a baixar o aplicativo da Traveline Scotland para consultar horários e rotas, pois é mais simples de entender do que o site. Ou ainda, se houver duvidas, existe um escritório do Visit Scotland bem no centro de Portree e lá dá pra pegar todos os horários atualizados de uma determinada rota com as atendentes.

Dependendo da rota, também é possível pegar uma caroninha nos ônibus da Scottish Citylink, mas somente se for necessário ir a algum lugar até Uig (frequencia baixa) ou entre Portree e a Skye Bridge.

Quem optar por alugar um carro, eu não achei tão tenebrosa assim essa idéia, mesmo tendo que dirigir no lado contrario.  Existe uma estrada principal que circunda toda a ilha e algumas outras estradinhas menores que ficam no interior da ilha e que ajudam a cortar o caminho. Achei legal também que, perto das principais atrações da ilha, eles colocaram setinhas pintadas no asfalto sinalizando pra que lado cada uma das pistas tem direção, o que ajuda bastante, principalmente os turistas que não são acostumados a dirigirem na mão contraria.

SONY DSC

É importante respeitar as placas e os limites de velocidade, pois no tempo que fiquei lá na ilha, por duas vezes vi carros da policia andando pra lá e pra cá.

→ Hospedagem

Assim como a questão de como ir até a ilha de skye me tomou um bom tempo pra planejar, a hospedagem também. Lembro que quando comecei a pesquisar hotéis, sempre achei que tudo era super perto e que se eu ficasse em qualquer vilarejo não haveria problema. Foi ai que, um belo dia, eu resolvi jogar no google o nome dos vilarejos e olhar as distancias entre cada um e mudei de idéia.

Na minha opinião, a melhor opção é se hospedar em Portree, a capital da Ilha de Skye. Ela tem uma localização boa, fica bem no centro da ilha, sem falar, que a maioria das opções de hospedagem estão ali ou nos arredores. E claro, chegar lá de transporte publico é muito mais fácil, assim como, facilita bastante pegar um tour com alguma agencia local também. Além do mais, é onde estão os principais restaurantes da ilha.

SONY DSC

Mas pra não ficar me enrolando muito sobre esse tema, eu já escrevi dois posts sobre esse assunto aqui no blog, onde um deles fala sobre o hotel em que eu me hospedei e o outro post fala de uma forma geral sobre onde é melhor se hospedar na ilha.

Pra ver o post sobre o hotel em que eu me hospedei na Ilha de Skye, é só clicar aqui.

Para ver o post sobre onde é melhor se hospedar na Ilha de Skye, é só clicar aqui.

SONY DSC

→ Questão financeira

Quem acha que só pq está indo pra uma ilha localizada literalmente no meio do nada, isso vai ser motivo para não gastar, já adianto, a ilha de Skye é um dos lugares mais caros da Escócia. Acho que só perde pra Edimburgo nos meses de agosto e dezembro (durante os Festivais de verão e inverno). É tudo muito caro mesmo. Os hotéis são caros, os restaurantes são caros, independente do meio de transporte escolhido, o preço das passagens/tours também serão relativamente caros.

SONY DSC

→ Quantidade de pessoas

Entre todas as questões abordadas nesse post, essa é a que menos preocupa. Mas claro que também não da pra dar bobeira, isso pq as opções de hospedagem não são muito abundantes na ilha. Se alguém for fazer essa viagem em grupo, é interessante reservar hospedagem o quanto antes. É altamente recomendado fazer reservas em restaurantes também, pois a maioria está sempre lotado. Motivo? Os restaurantes são pequenos, na verdade, são minúsculos. A grande maioria tem apenas 6 a 8 mesas (ou menos até). Então, imagine!

SONY DSC

→ Segurança

Assim como qualquer outra região da Escócia, eu achei a Ilha de Skye bem segura. Não tive nenhum problema nos dias que fiquei lá. Claro que é importante não dar bobeira, mas não há necessidade de ficar tipo um louco-obsessivo de olho nas coisas. O índice de criminalidade é praticamente nulo. É tudo muito tranquilo, não há com o que se preocupar!

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Escócia, Hebrides, Highlands, Ilha de Skye, Kyle of Lochalsh
Booking.com
  1. Rakel 10/12/2014 | 21:16

    Muito bom este post e. bem explicado, adorei as dicas da ilha Skye;))

  2. Adriano 16/10/2015 | 00:11

    Ola Bruna,

    Amo a Escócia e eu minha mulher finalmente teremos a oportunidade de conhecer algumas cidades por lá ano que vem, visitaremos Edimburgo, Falkirk, Stirling, Fife e Skye…

    Porém estamos tendo bastante dificuldade em montar nosso roteiro para Skye, tendo em vista que só teremos 2 dias lá, o que você recomenda vermos?

    Poderia também nos recomendar algum site ou contado dos tours por lá?

    Adoramos seu blog e visitamos o mesmo quase todos os dias.

    Um grande abraço.

    • Contando as Horas 17/10/2015 | 18:35

      Oi, Adriano

      O roteiro de Skye é o que dá o maior trabalho mesmo, mas vale a pena. Em dois dias vc consegue conhecer tranquilamente o básico. Eu mesma fiz uma parte das coisas sozinha (ônibus, táxi e a pé) e o restante peguei um tour. Existem vários tours que partem em frente ao escritório do Visit Scotland em Portree. Vc chegou a ver a postagem “Conhecendo a Ilha de SKye”?
      http://contandoashoras.com/2014/12/11/escocia-conhecendo-a-ilha-de-skye/
      Será que eu escrevi qual foi o tour que peguei? Vou procurar, caso não esteja nesse outro post que te indiquei (espero que ainda tenha as anotações guardadas!)

      Quando cheguei em Portree, eu não tinha o tour pela ilha de Skye reservado, fui lá no escritório do Visit Scotland logo que cheguei e lá olhei os panfletos e reservei o que mais gostei. As funcionarias mesmo que ligaram e agendaram o tour pra mim.

      • Adriano 18/10/2015 | 04:35

        Valeu Bruna, achei um post que vc comenta sobre os Tours, o blog tem muito material interessante, muito show…Valeu pelas dicas

        Abraço

        • Contando as Horas 18/10/2015 | 18:33

          Oi, Adriano

          Já publiquei varias coisas sobre o país, ainda falta muuuita coisa, mas aos poucos vou atualizando tudo.
          Se precisar de mais alguma info, estou a disposição! =D

  3. Debora 22/04/2016 | 21:17

    Olá, Bruna!! Estou amando seus posts!
    Eu e meu namorado estaremos em Edimburgo em novembro deste ano e gostaria de saber se vale a pena ir para as ilhas Skye nesta estação do ano… Quase inverno, né?
    Estamos encantados com a beleza do lugar, mas gostaríamos de saber se você tem alguma dica sobre o outono.
    Grande abraço!
    Débora.

    • Contando as Horas 30/04/2016 | 16:07

      Oi, Debora

      Sempre dá pra ir sim, mas o dia começa a escurecer mais cedo do que de costume, por volta das 17:00. Então vc precisa se programar pra levantar cedo e aproveitar melhor o dia, mas dá pra ir sim, não tem nenhum problema. Outro detalhe que vcs devem ficar atentos é o tipo de transporte que vc vão usar, se for ônibus, tem poucos horários, o que exige uma programação mais detalhada.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  4. Marlon 07/05/2016 | 08:08

    Excelente post! Estou indo agora pra Skye e suas informações ajudaram bem. Obrigado!

    • Contando as Horas 10/05/2016 | 00:53

      Oi, Marlon

      Obrigada pelo comentário! Espero que tenha gostado da Ilha de Skye e da Escócia!

  5. Joana Lucia da Costa 30/08/2016 | 11:54

    Obrigada, Contando as Horas. Minha filha esta na Escocia, na Ilha Skye. Lendo no seu blog fiquei mais tranquila principalmente sabendo que a criminalidade e quase zero. A seguran;a e sempre o quesito mais preocupante. Gostei das dicas, passei pra minha filha varias delas.
    Obrigada!!

    • Contando as Horas 31/08/2016 | 21:40

      Oi, Joana

      Pode ficar bem despreocupada, a ilha de Skye é muito tranquila!

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

  6. karen 07/09/2016 | 10:20

    adorei seu post, muito obrigada! Estava pensando em ficar em Inverness, pra juntar Ilha + Lago Ness, mas vi que é bem longe e tambem Inverness nao é tao legal assim. Vc visitou o lago? SEria um bate e volta da ilha?

    • Contando as Horas 09/09/2016 | 18:16

      Oi, Karen

      Já visitei o Lago Ness sim. Aqui no blog ja tem 2 posts falando desse passeio.

      Pra ir ao Lago Ness partindo da Ilha de Skye é muito longe, não seria viavel. O ideal mesmo é vc ir a Inverness, fazer o passeio de barco pelo Loch Ness, conhecer o Urquhart Castle e depois seguir pra Portree.

  7. Duane 07/11/2016 | 16:34

    ONDE ESSE SITE TAVA QUANDO EU FUI PRA DUBLIN EM JULHO? ISSO TERIA ME AJUDADO MUITO!
    Agora talvez me ajude a planejar uma viagm pras highlands daqui 3 anos. :)

    • Contando as Horas 08/11/2016 | 22:53

      Oi, Duane

      Hahaha achei engraçado esse teu comentário!
      Salva meu blog ai no favoritos do teu computador ou segue as redes sociais, assim vc não perde nada sobre a Escócia.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

Deixe o seu comentário...