26.01
2015

El Calafate: Sobrevivi ao Big Ice

Um dos passeios que eu mais queria fazer em El Calafate era caminhar no gelo. Eu já tive a oportunidade de fazer isso na Islândia, mas não tive coragem suficiente pra encarar esse desafio sozinha. Então nessa viagem, não deixei a chance passar.

SONY DSC

Lembro que quando comecei as pesquisas sobre esse passeio, logo eu enviei um email pra Hielo y Aventura, que é a unica empresa autorizada pelo Parque Nacional Los Glaciares a levar turistas na geleira Perito Moreno, pedindo maiores detalhes sobre as diferenças entre cada uma das duas opções de caminhada no gelo, que são: 

SONY DSC

Minitrekking: apenas pessoas com idade entre 10 e 65 anos podem fazer esse tour. Esse tour acontece somente de agosto até maio. O tempo de duração da caminhada no gelo é de 1 hora e 30 minutos caminhando no gelo. Tem grau de dificuldade médio. Basicamente essa tour é assim: navegação de 20 minutos pelo Lago Argentino até chegar na geleira, caminhada no gelo de 1 hora e 30 minutos, navegação de volta pelo Lago Argentino e passeio de 1 hora nas passarelas. No total, esse passeio leva aproximadamente umas 3 horas e 30 minutos (mais o tempo de ida e volta entre El Calafate e o Parque Nacional).

** Se você quiser reservar o passeio “Minitrekking”, é só clicar aqui. **

IMG_5763

Antes de começar o Big Ice, a gente tem apenas 30 minutos nas passarelas. Nesse tempo, o ideal é caminhar apenas pela parte laranja do trajeto, pra dar tempo de voltar pro ônibus antes de começar a travessia de barco até a geleira

Big Ice: somente pessoas com idade entre 18 e 50 anos podem fazer esse passeio. Esse passeio acontece entre os meses de setembro e abril. O tempo de duração da caminhada no gelo é de 3 horas e 30 minutos. Grau de dificuldade alta. Basicamente o tour é assim: 30 minutos de passeio pelas passarelas, navegação de 20 minutos pelo Lago Argentino até chegar na geleira, caminhada de 1 hora e 30 minutos pela floresta as margens da geleira, 3 horas e 30 minutos de caminhada no gelo, mais 1 hora e 30 minutos de caminhada pela floresta e mais 20 minutos de navegação de volta pelo Lago Argentino. No total, esse passeio dura em torno de 7 horas (mais o tempo de ida e volta entre El Calafate e o Parque Nacional).

** Se você quiser reservar o passeio “Big Ice”, é só clicar aqui. **

SONY DSC

Obs. 1: É possivel contratar apenas o passeio ou ainda, o passeio mais o transfer entre El Calafate e o Parque Nacional Los Glaciares. Nós optamos por pegar com o transfer.

SONY DSC

IMG_5759

Como o título desse post já indica, nós resolvemos encarar o Big Ice. Claro que no começo a gente estava meio apreensivo diante das 3 horas e 30 minutos de caminhada no gelo. Mas como a internet está ai pra ajudar todo mundo, fizemos uma pesquisa mais objetiva e achamos alguns relatos por ai de pouquíssimas pessoas que fizeram e mesmo com todo o empenho (é um passeio relativamente puxado), todos recomendavam muito essa opção. Ficamos bem motivados com os relatos e resolvemos que o Big Ice seria o escolhido.

SONY DSC

Após enviar um email de confirmação pra Hielo y Aventura de que fariamos o Big Ice, fomos surpreendidos com o email de resposta. Nesse email estavam alguns formulários que precisamos preencher, assinar, bater foto e enviar pra eles. Recebi dois formulários, um relativo ao pagamento (é uma espécie de formulário de autorização de debito do valor do tour no cartão de crédito e deve ser pago antecipadamente, claro) e outro relacionado as nossas condições físicas (pede idade, tipo sanguineo e se tem alguma doença ou problema de saúde de acordo com o que está listado, com por exemplo, asma, diabetes, se toma algum remedio de uso continuo, se tem vertigem, entre outros). Preenchemos tudo e enviamos o mais breve possível. No dia seguinte já recebemos a resposta de que estava tudo certo com o nosso pagamento e agendamento do tour. Obs.: Eu reservei esse tour com 2 meses de antecedência e recomendo fortemente que todo mundo faça o mesmo.

SONY DSC

Outras dicas:

– O Big Ice começa super cedo, eles passam buscar no hotel entre 07:00 e 07:30.

IMG_5766

– Como é um passeio de dia todo, é necessário levar algo pra comer e beber, claro. Se alguém mais for fazer esse tour em um dia após um feriado (que foi o nosso caso, fizemos no dia seguinte ao dia 25 de dezembro), não precisa ficar desesperado com medo de que não vai ter o que comprar pra comer. Lá no próprio Parque Nacional tem uma lanchonete, eles vendem diversas coisas, desde sanduiches, bolachas, chocolates, barras de cereais, água, refri, sucos, entre outros. Claro que o preço é um pouco mais caro do que se comprasse no centro, mas também não é nada tãão absurdo assim. Eu comprei meu lanche lá mesmo no Parque Nacional.

SONY DSC

O barco nos leva até a lateral esquerda do Brazo Rico, que é onde começa tanto o Minitrekking como o Big Ice

– Banheiros: outro assunto que não há necessidade de se preocupar. Existe um banheiro enooorme junto a lanchonete, dentro do Parque Nacional. Quem optar por fazer o Minitrekking, existe um banheiro logo antes de iniciar a caminhada no gelo. E pra quem optar por fazer o Big Ice, existe duas opções de banheiro pelo caminho, uma antes de começar a trilha pela floresta e outra antes de começar a caminhada no gelo. Super tranquilo, não há com o que se preocupar.

SONY DSC

SONY DSC

Primeira parada para usar os banheiros

Obs. 2: Antes do ônibus entrar no Parque Nacional, os funcionários entram no ônibus pra cobrar a taxa de entrada do parque. Atualmente essa taxa custa 150,00 pesos argentinos pra quem tiver passaporte brasileiro, pois o Brasil faz parte do Mercosul. Só paga esse valor quem mostrar o passaporte. Quem não levar o passaporte tem que pagar o valor pra estrangeiros, que custa 250,00 pesos. Esses valores são de dezembro de 2014. Eles aceitam tanto pesos argentino como dolares, porém quem for pagar em dolar, paga a conversão de cambio oficial da moeda determinada pelo Banco La Nación.

SONY DSC

Dica extra: na minha opinião, é interessante fazer o Big Ice por primeiro, pois além de ser o passeio mais cansativo, ele dá uma boa base pra entender melhor os outros passeios, principalmente o Museu do Gelo. Pois tudo o que a gente viu ao vivo e a cores durante o Big Ice, dias depois vimos as explicações no Museu do Gelo, o que facilitou bastante o nosso entendimento sobre diversas coisas.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

El Calafate está localizada a 80 km do Porto Bajo de Las Sombras, local onde inicia o Big Ice. O Porto de onde partem os barcos que vão até a geleira é relativamente pequeno. Nosso grupo era composto por 60 pessoas (nós eramos os 2 únicos brasileiros!) e quando chegamos no Porto, já havia um barco nos esperando.

SONY DSC

Outra dica extra: Quem quiser ver a geleira Perito Moreno ainda do ônibus, é legal sentar do lado esquerdo. Esse é o único momento que a gente tem a possibilidade de ver o Perito Moreno por inteiro, mesmo que seja ainda de longe. Obviamente que quem não conseguir sentar no lado esquerdo na ida, deve sentar no lado direto na volta, pois essa vai ser a ultima chance de ver a geleira por completo.

SONY DSC

SONY DSC

A travessia pelo Lago Argentino é rapidinha, algo em torno de uns 15 a 20 minutos. Logo após o barco partir, as portas do barco são liberadas pra gente ir na parte superior tirar fotos. Claro que o vento é fortíssimo e geladíssimo. Ninguém aguenta ficar o tempo todo lá no alto. Tem que ser breve, tirar as fotos e fazer os videos rapidinho e descer.

SONY DSC

SONY DSC

Chegando do outro lado do Lago Argentino, existe uma primeira parada pra quem precisar usar o banheiro. Nessa hora, o nosso grupo que tinha no total 60 pessoas foi dividido em pessoas que falam inglês e pessoas que falam espanhol. Nos acabamos ficando no grupo de espanhol, pq tinha muito mais pessoas pro grupo de inglês do que eles imaginaram. Depois de feita essa divisão, cada grupo separado por idioma foi dividido em três partes. No final, nosso grupo tinha apenas 10 pessoas e dois guias.

SONY DSC

SONY DSC

Um dos guias checando se dava pra seguir por esse caminho

Continuando o passeio, a próxima parte é a caminhada pela floresta, margeando toda a lateral da geleira Perito Moreno. Essa caminhada é cheia de subidas e descidas. Como o tempo estava relativamente bom (com sol entre nuvens), o trajeto tava bem tranquilo. Poucas partes exigiam um pouco mais de atenção e cuidado.

SONY DSC

SONY DSC

Ao chegar ao fim a caminhada pela floresta, é feito uma segunda parada. Nesse local enquanto as pessoas colocam um cinto de segurança e provam os grampos de acordo com o tamanho do pé, quem precisar ir ao banheiro, essa é a ultima chance antes de começar a caminhada no gelo.

SONY DSC

SONY DSC

Com os grampos na mão, a gente tem mais um pequeno trajetinho até colocar os pés de fato no Glaciar Perito Moreno. Uhulll!! Que emoção!

SONY DSC

SONY DSC

Ali os guias ajudam todo mundo a colocar os grampos nos pés. É interessante colocar o quanto antes, pra dar um tempo de ir se acostumando a caminhar no gelo.

SONY DSC

SONY DSC

Antes da caminhada no gelo começar pra valer, os guias ensinam como andar com os grampos, como subir e descer. É bom prestar bem atenção pra não ter problema.

SONY DSC

SONY DSC

Os primeiros 10 minutos são meio estranhos. Caminhar com aqueles grampos nos pés não é complicado, mas demora um tempinho até se acostumar e pegar o jeito.

SONY DSC

SONY DSC

IMG_5786

No inicio da caminhada, boa parte do trajeto é mais plano. Depois começam a aparecer subidas e descidas. Logo começa a parte mais legal do tour.

IMG_5795

Pequenos rios formados pelo derretimento do gelo cruzam o nosso caminho.

SONY DSC

As cores são impressionantes. Os tons de branco e azul se modificam a cada minutos. Vimos tons de azul claro até tons de azul mais escuro.

SONY DSC

SONY DSC

Sem falar nas diversas formas de gelo e muuuitas fendas que encontramos pelo caminho.

IMG_5816

O guia também nos mostrou algumas curiosidades que acontecem ali na geleira, como por exemplo, a formação de alguns buracos. Esses buracos são formados por que pedras costumam afundar.

SONY DSC

Prepare a máquina fotografica e as baterias extras, pois é impossivel parar de fotografar!

IMG_5812

No meio da caminhada, a gente faz uma parada relativamente rápida pro almoço.

SONY DSC

IMG_5821

Depois do almoço, a gente entra numa parte mais legal da geleira. É uma parte mais complicadinha de caminhar, pois é cheio de subidas e descidas mais ingremes. Mas os guias são bem atenciosos e ajudam a todos (principalmente as mulheres) nessa etapa.

SONY DSC

SONY DSC

É dificil descrever esse passeio, só indo lá pra ver e entender o que são essas geleiras.

SONY DSC

SONY DSC

O pessoal fazendo o Minitrekking, beeem no comecinho da geleira

Foi cansativo? Claro que foi. Valeu a pena? Sem duvida alguma! Se algum dia tiver outra oportunidade de caminhar em uma geleira, com certeza eu encaro esse desafio de novo!

SONY DSC

Depois da caminhada no gelo, é hora de voltar ao acampamento, largar os grampos e a cinta de segurança e iniciar todo o trajeto de volta pela floresta.

IMG_5831

Por causa do vento (que era absurdo de forte), o whisky com alfajor foi servido dentro do barco.

SONY DSC

Obs. 3: A título de curiosidade, para fazer o Big Ice, nós pagamos: 1500,00 pesos argentinos pelo passeio + 180,00 pesos argentinos pelo transfer + 150,00 pesos argentinos de entrada no Parque Nacional = 1850,00 pesos argentinos (mais ou menos uns 190,00 dólares). Como deu pra perceber, não é um tour nenhum pouco barato, mas garanto que vale cada centavo!

** Se você gostou das dicas desse blog e quiser dar uma força reservando os passeios em El Calafate (ou especificamente os tours Big Ice ou Minitrekking) através de uma empresa parceira do blog, a Argentina 4u, para iniciar as pesquisas, é só clicar nos respectivos links em vermelho. Obrigada!!! **

** Importante: Ao reservar um passeio com empresa Argentina 4u através de algum link deste post, será repassado uma comissão ao blog Contando as Horas **

** Não sabe como utilizar o site da Argentina 4u? Aqui vai um post bem detalhado sobre como escolher e reservar um passeio. **

** Precisando de hotel em El Calafate? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Bariloche

Todos os posts sobre Buenos Aires

Todos os posts sobre El Calafate

Todos os posts sobre Ushuaia

Todos os posts sobre Villa La Angostura

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Argentina, El Calafate
Booking.com
  1. Bruna Klein 31/05/2015 | 15:28

    Boa tarde Bruna, Vou para El Calafate em dez/15. Estou pensando em fazer o Big Ice, mas tenho um pouco de receio pelo preparo físico, fizestes algum treinamento especial ou somente caminhadas? Obrigada, Bruna Klein

    • Contando as Horas 31/05/2015 | 18:29

      Oi, Bruna

      Então, eu faço academia (musculação/caminhada e corrida na esteira) 3 vezes por semana apenas. Não fiz nenhum treinamento especifico pra nada. Se vc não faz nenhuma atividade física, te aconselho a dar umas caminhadas antes de ir viajar, pra vc já sentir todas as dores antes da viagem, pq esse passeio é puxado, mas como os guias são super prestativos, a gente se acalma e consegue aproveitar muito bem. É super tranquilo, muito mais tranquilo do que eu imaginava.

      • Bruna 17/06/2015 | 15:09

        Obrigada pelo retorno! Já estou caminhando e até tentando umas corridinhas! Acho que até dezembro dá para arriscar então! Obrigada

  2. Renata 02/06/2015 | 17:14

    Parabéns e obrigada pelo seu relato Bruna!

    Estou pensando em ir pra El Calafate em setembro, esse foi o melhor relato que li sobre o big ice! Fiquei com muita vontade de fazer esse passeio!!!

    Bjss

    • Contando as Horas 07/06/2015 | 18:07

      Oi, Renata

      Faça, é a única coisa que posso te dizer. Vale muuuito a pena! É muito legal mesmo. Uma coisa única pra se fazer ao menos uma vez na vida!

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. Vânia Prioto 18/10/2015 | 23:40

    Bruna, tudo bem?
    Adorei seu blog! Parabéns!!!
    Chegaremos em Calafate dia 31/12 no final do dia.
    Você saberia me dizer se a cidade fica aberta durante a noite (após as 18hs) na véspera do feriado?
    Estou preocupada, por que é Réveillon no outro dia e acredito que tudo permaneça fechado. Gostaria de encontrar pelo menos um supermercado aberto! Rs
    Não existe nenhum relato de como funciona a cidade no Réveillon.
    Suspeito que eles não comemoram como nós brasileiros.
    Você chegou a passar o dia 25 pela cidade? Estava tudo fechado?
    Outra dúvida, qual calça você usou para o Big Ice? Possui a necessidade de usar calça impermeável?

    Desde já agradeço atenção!
    Obrigada!!!!
    Bjaoooo

    • Contando as Horas 22/10/2015 | 21:52

      Oi, Vânia

      Não posso te garantir, mas eu acredito que sim. Nós chegamos em El Calafate a tarde, no dia 25 de dezembro e algumas coisas estavam abertas, principalmente restaurantes, bares e tal. No comércio em geral (lojas, supermercado e tal), eram pouquíssimas coisas que estavam funcionando.

      Eu usei uma calça dessas de esporte, tipo um nylon, mas impermeável. Não há necessidade de ser impermeável, é interessante apenas que seja uma calça com tecido maleável, pra ficar mais fácil de caminhar, subir e descer na geleira.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  4. Gláucio Ribeiro 21/12/2015 | 22:31

    Oi Bruna! Tudo bem?
    Muito bacana seu relato! Parabéns pela trip. Estou indo para lá no dia 11/02!

    Ó, vc sabe se em El Calafate eu consigo alugar roupas especiais, caso eu precise? Como calças e casacos impermeáveis. Vc alugou alguma roupa ou acessório?

    Obrigado pela atenção.

    Gláucio

    • Contando as Horas 22/12/2015 | 00:44

      Oi, Gláucio

      Lá em El Calafate eu não aluguei nada. Levei roupas que eu ja tinha comprado em outras viagens. Comprei apenas a calça impermeavel na Centauro (na época, paguei 30,00 reais, tava na promoção) e la em Ushuaia peguei a promoçao do casaco.

      O legal de viajar na “baixa temporada” é que normalmente vc consegue comprar algumas coisas na promoção, mas claro, só valeria a pena se vc curte esse tipo de viagem pro frio e for usar mais vezes. So pra essa viagem vc pode improvisar.

      Mas assim, nao sei te dizer sobre aluguel de roupas, mas eu imagino que tenham algumas na cidade, afinal, nem todo mundo tem essas roupas especificas pra frio e la as temperaturas costumam ser baixas o ano inteiro. Vou ficar te devendo uma info mais concreta sobre aluguel de roupas.

    • Contando as Horas 22/12/2015 | 00:47

      Ah, aqui nesse post tem mais infos sobre as roupas que usei na Patagônia.. Não sei se vc já viu?!??! Vc pode pegar algumas dicas aqui:

      http://contandoashoras.com/2015/02/05/patagonia-argentina-o-que-levar-na-mala/

  5. Juliana 03/05/2016 | 20:53

    Oi, Bruna. Você falou que a única empresa autorizada a fazer o MiniTrekking é a Hielo Y Aventura. Essa outra empresa que você indicou também pode? Estou na dúvida se deixo para contratar o serviço lá ou se reservo antes. Vou agora em maio de 2016. Vi na Hielo que esse passeio só é oferecido até o dia 01.05. Obrigada.

    • Contando as Horas 06/05/2016 | 14:46

      Oi, Juliana

      A unica empresa que faz esse passeio é a Hielo y Aventura, mas essa outra empresa que indico no post revende os passeios também, caso você queira fazer o procedimento online e deixar tudo pago antes da viagem. Tem datas especificas pra acontecer, no inverno tem passeios que não “funcionam” por causa do clima. Eu recomendo contratar antes, pois tanto o Mini trekking como o Big Ice são suuuuuper procurados, praticamente 99% das pessoas que viajam a El Calafate fazem esse passeio.

  6. rosana 06/08/2016 | 23:02

    Oi Bruna,

    Muito bom seu blog! Estarei em El Calafate dia 20/09. Estou na dúvida sobre fazer o minitrekking ou Big Ice. Confesso que o big ice dá muito mais frio na barriga, mas também penso que é uma oportunidade única. O que realmente me deixa na dúvida é com relação ao período que irei. Qual seria o tour mais apropriado? Fico na dúvida não só por causa do gelo, mas também pela temperatura muito baixa (sou muito friorenta). Não é a melhor época. Ouviu comentarem alguma coisa ou conhece alguém que já fez esta excursão neste período?

    • Contando as Horas 10/08/2016 | 16:44

      Oi, Rosana

      Olha, se vc tá preocupada com o frio, eu acho que isso é irrelevante. Mesmo no verão (quando fui era dezembro) tava frio também, então acho que isso não seria motivo pra vc desanimar de encarar o Big Ice. É muito legal! É puxado sim, mas tenho certeza que vc vai adorar. A gente nem viu o tempo passar enquanto estava na no meio da geleira. É uma experiência unica!

      Acredito que se vc usar as roupas certas, vc não terá maiores problemas. Não sei se vc ja viu o post que escrevi sobre as roupas que levei pra essa viagem?!?! http://contandoashoras.com/2015/02/05/patagonia-argentina-o-que-levar-na-mala/

  7. Cristina 23/09/2016 | 16:06

    Oi. Estou programando uma viagem para minha família de 7 pessoas. Tentarei reservar todos os tours por aqui, para te ajudar com o site, que é muito bom. Parabéns.

    • Contando as Horas 02/10/2016 | 19:28

      Oi, Cristina

      Muito obrigadaaaa!! :D
      Se precisar de qualquer info, é só me escrever.

Deixe o seu comentário...