11.02
2015

Argentina, um dos melhores lugares do mundo pra comer bem!

Eu não vou contar nenhum segredo nesse post, mas quem estiver buscando um país perto do Brasil e que tenha comidas espetaculares, não tenho a menor duvida em indicar a Argentina.

Então uma coisa nos sabiamos que não seria necessario nos preocupar: comidas!

IMG_5698

A Argentina tem uma gastronomia muito parecida com a que estamos acostumados aqui no sul do Brasil, com muita carne e frutos do mar. Mas claro que alguns tipos de comidas são encontrados com mais facilidade lá. 

IMG_5431

Então por exemplo, quem for a Ushuaia, é legal priorizar os frutos do mar. Ushuaia fica de frente para o Canal de Beagle e por estar localizada em uma ilha, esse é o melhor lugar pra encontrar frutos do mar com facilidade e o melhor de tudo, fresquinhos!

IMG_5573

Já quem for a El Calafate, é melhor fazer o mesmo que em Buenos Aires e priorizar as carnes. Em El Calafate, o cordeiro é presença garantida em todos os cardápios.

IMG_5168

Em uma viagem a Argentina, prepare-se pra fazer o sacrificio de encarar tudo isso:

– Centolla: os carangueijos gigantes estão em praticamente todos os cardápios dos melhores restaurantes da cidade. Como se não bastasse isso, alguns restaurantes se definem como sendo especialistas em centolla, então as opções de pratos servidos serão enormes. Existe sopa, panqueca, crepe, bolinho de centolla, além é claro, dos pratos onde ela é servida por inteiro ou em natura. A centolla é um mix de camarão com lagosta, tem um gosto bem suave e na minha opinião, é excelente.

IMG_4888

Quem quiser provar centolla, é melhor fazer isso em Ushuaia, pois em El Calafate não é tão fácil de encontrar. Todos os dias que fiquei em Ushuaia eu comi centolla, claro.

Em Ushuaia encontramos centolla no hotel que nos hospedamos, no restaurante Villaggio (que se diz especialista em centolla) e no Kaupé. Além disso, diversas pessoas nos indicaram os restaurantes Tia Elvira e Tante Nina, mas as duas vezes que passamos em frente ambos estavam fechados.

– Merluza Negra: é um peixe de água salgada, encontrado especialmente nas águas geladas da região sul da Patagônia. A carne de merluza é bem saborosa e macia. Uma delícia!

Também encontramos com mais facilidade em Ushuaia. O único dia que comi Merluza Negra foi no restaurante Kaupé, em Ushuaia.

IMG_4980

– Sorvete de Doce de Leite e Calafate: dispensa qualquer apresentação. Quem for a Argentina não pode perder de comer um sorvete de doce de leite e quem for a Patagônia, procure pelo sorvete de calafate, uma frutinha local (parecida com mirtilo) que é excelente!

Toda vez que encontravamos no cardápio sorvete, não precisava nem pedir quais eram os sabores oferecidos, pq os de doce de leite e de calafate estavam sempre incluidos.

IMG_5717

Não tivemos a menor dificuldade em encontrar sorvete de doce de leite e de calafate nem em Ushuaia e muito menos em El Calafate. Qualquer sorveteria ou restaurante tinha essas opções.

– Alfajor de Doce de Leite e Calafate: outro produto argentino que dispensa apresentação são os alfajores. Geeeente, que delicia! Impossivel comer apenas um. Praticamente todos os dias eu tinha que comprar um alfajor.

IMG_4965

Os melhores que encontramos foram nas lojas da Ovejitas de la Patagônia (que tem tanto em Ushuaia como em El Calafate) e também os de maizena com doce de leite da Cachafaz. Na Ovejitas de la Patagonia de Ushuaia nos batiamos ponto todos os dias e os alfajores da Cachafaz eu comprei 5 caixas pra trazer pra casa! Sério mesmo, não deixem de provar esses alfajores! Ninguém vai se arrepender!

IMG_6157

– Chocolate quente: aproveitando que Ushuaia e El Calafate fazia um friozão tremendo (mesmo em pleno verão), usamos a desculpa de que precisavamos todos os dias comer um alfajor acompanhado de chocolate quente.

O unico lugar que tomamos chocolate quente foi nas Ovejitas de la Patagonia de Ushuaia. Como todos os dias nos estavamos lá, as atendentes até já sabiam os nossos pedidos! Realmente, o chocolate quentes deles é imperdível também!

IMG_5421

– Empanadas: outra gostosura argentina são as empanadas. Aproveitamos pra comer bastante nos dias que ficamos em El Calafate. Geralmente as empanadas são servidas como entrada na maioria dos restaurantes. Pra quem quiser provar com ingredientes locais, recomendo as de cordeiro patagonico, de centolla e a caprese.

IMG_5866

Todas as vezes que fomos jantar no Casimiro Bigua em El Calafate nos pediamos empanadas como entrada! São ótimas!

– Medialunas: é a versão argentina do croissant. É uma boa opção pra café da manhã e lanchinho da tarde. Comia tooooodos os dias no hotel! Existem medialunas doces, salgadas e recheadas (geralmente com presunto e queijo). Uma delícia!

IMG_4838

– Cordeiro Patagônico: outro prato argentino que dispensa apresentação. Pra quem não sabe, cordeiro é o mesmo que ovelha. Então né, pra quem é carnívoro, esse é um dos pratos mais tradicionais da patagônia. Nos aproveitamos pra comer o cordeiro em El Calafate. Foi muito facil achar por lá. Além do próprio cordeiro servido em estilo parrillada (churrasco), existe também risoto, emapanadas, entre outros pratos feitos com carne de ovelha.

IMG_5276

IMG_5875

– Parrillada: o unico dia que comemos um asado argentino foi (também) após o passeio 4×4 em Ushuaia. Naquele dia foi servido também um bifão (que não sei qual era o tipo de corte), mas que tava excelente!

IMG_5230

Um ótimo lugar pra procurar uma parrillada é em El Calafate, onde existem diversas opções de restaurantes que servem um autentico churrasco argentino.

– Choripán: A única vez que comemos choripán foi no almoço oferecido após o passeio 4×4. Basicamente o choripán é um pão com linguiça, sendo que a linguiça é assada na brasa. Huuumm!!!

IMG_5229

– Vinhos Argentinos: Os vinhos argentinos estão entre os melhores do mundo, isso não é novidade pra ninguém. Quem estiver na Patagônia e quiser tomar vinhos produzidos ali mesmo nessa região, deve procurar por vinhos feitos na cidade de Neuquén. Não foram todos os dias que a gente escolheu tomar vinho, mas sempre que queriamos, nos procuravamos priorizar os vinhos de Mendoza e da Patagônia, claro.

IMG_5857

Então entre os nossos preferidos nessa viagem, estavam os vinhos da Bodega Zuccardi e Catena Zapata produzidos na região de Mendoza, além dos vinhos da Bodega del Fin de Mundo (malbec e chardonnay principalmente) produzidos em Neuquén.

– Cervejas artesanais: Além da Quilmes, na Patagônia nós encontramos diversos outros tipos de cervejas produzidas em cervejarias locais. As três que nos provamos e gostamos bastante foram: Cape Horn, Beagle e Patagônia. Todas elas tem versão pilsen, ale e stout, entre outros.

IMG_4773

IMG_4974

IMG_5433

– Outras dicas: 

Propina: em espanhol quer dizer gorjeta, portanto, como raramente vem incluida no valor final da conta, geralmente o indicado é deixar 10% do valor. Costumavamos deixar gorjeta apenas onde realmente nos gostavamos do atendimento.

IMG_5102

Churros de Doce de Leite

Cubierto: ao receber uma conta em alguns restaurantes na Argentina é comum ser cobrada uma taxa chamada “Cubierto”. Segundo ouvimos uma garçonete explicar para uns brasileiros que estavam sentados em uma mesa próxima, essa taxa é regulamentada por lei e pelo que entendi é mais ou menos como o nosso couvert. É obrigatório pagar. E ele não substitui a gorjeta. Não se surpreenda se isso aparecer na sua conta!

IMG_5590

Mousse de maracujá, mousse de calafate e creme brulée de doce de leite

Como deu pra perceber, regime e Argentina definitivamente não combinam!

** Precisando de hotel na Argentina? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Bariloche

Todos os posts sobre Buenos Aires

Todos os posts sobre El Calafate

Todos os posts sobre Ushuaia

Todos os posts sobre Villa La Angostura

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Argentina, Bariloche, Buenos Aires, El Calafate, Ushuaia
Booking.com
  1. Flávia Donohoe 12/02/2015 | 12:57

    Ótimo post! As comidas argentinas são realmente uma perdição. Me lembro na primeira vez que fui a Buenos Aires com uma amiga, e ela pensou que cubiertos era na verdade a parte que cobria o restaurante, ou seja, deveríamos pagar pois estávamos dentro do restaurante! Essa expressão se refere aos talheres, em todo o território eles cobram a taxa pelos talheres que usamos! Abraços
    Flávia.

    • Contando as Horas 13/02/2015 | 01:45

      Oi, Flávia

      Não gosto nem de lembrar dessa parte, pq né, as comidas argentinas são excelentes. Escrever esse post e selecionar as fotos nao foi nada fácil hehe =DD

      Legal essas infos, eu não lembrava mais desse tal “cubiertos”. Mas quanto mais infos a gente tem, melhor. Assim evita constrangimentos.

      Obrigada pela visita aqui no blog! =D

  2. Amanda Saviano 13/02/2015 | 19:24

    Existe alguma comida de rua tradicional? Nunca fui pra Argentina e morro e vontade! As fotos estão lindas!

    • Contando as Horas 16/02/2015 | 18:55

      Oi, Amanda

      Deve existir, mas não vi nada em Ushuaia e em El Calafate. Talvez seja mais comum em Buenos Aires, mas como faz tempo que estive lá, não lembro. Talvez o mais tradicional seja ainda os churros de doce de leite.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. ALEXANDRE SILVA 28/08/2015 | 16:42

    Gostaria de ir a Ushuaia e El calafate no natal/15, vale a pena? Existem passeios nesta época ou as coisas param?
    Obrigado, Alexandre

  4. marilia 03/11/2016 | 17:27

    È sempre bom saber as novidades das cidades que vamos visitar.Abs.

Deixe o seu comentário...