15.03
2015

Cinco dicas pra facilitar uma visita ao Panamá

Ano passado eu estive pela primeira vez no Panamá, gostei tanto do que vi, que esse ano resolvi voltar. Fiquei apenas 1 dia, o que claro, foi pouquíssimo, mas né, já deu pra aproveitar mais um pouquinho.

Em uma primeira visita, principalmente quando a gente se surpreende positivamente com o destino, a gente acaba não prestando taaaanto atenção em diversos detalhes, mas agora nessa segunda visita, eu observei melhor algumas coisas. Esão esses detalhes que vou dividir aqui nesse post.

IMG_5306

– Roupas 

No Panamá é verão o ano todo, até aqui não to contando nenhuma novidade. O que muitas pessoas não sabem é que, tanto no aeroporto, como em hotéis, restaurantes, shoppings e lojas, o pessoal costuma exagerar na climatização dos ambientes. E lá eles exageram meeeesmo. Cada vez que eu entrava em um lugar, eu praticamente congelava. Tanto que quem viu as fotos dessa ultima viagem, eu estava de calça e na bolsa, levei um casaquinho de linha fininho. Não é exagero, realmente é necessário levar um casaquinho mais leve, pois na rua a temperatura chega facilmente a 30 a 34 graus e dentro dos lugares, a temperatura cai drasticamente. 

– Táxis

Existem dois tipos de táxis na Cidade do Panamá: os brancos e os amarelos.

IMG_5031

Táxis brancos em frente a área de desembarque

Os táxis brancos (táxi totalmente branco): Quem chega ao Panamá, logo após passar pela imigração e alfandega, vai sair no saguão de desembarque. Muitas pessoas vão estar ali abordando os turistas, mas não dê bola pra essas pessoas. Siga adiante e procure pelo balcão de solicitação de táxis do aeroporto. O pessoal é super atencioso, eles explicam como funciona o esquema, o valor cobrado e nos encaminham até o táxi.

Na primeira viagem que fiz ao Panamá, no ano passado, eu contratei um guia brasileiro pra andar comigo pra lá e pra cá, afinal, era minha primeira vez por lá, e eu estava um pouco insegura. Nessa ultima viagem, no mês passado, eu acabei me deslocando por conta e logo que cheguei na Cidade do Panamá, eu precisei pegar um táxi do aeroporto até o hotel no centro da cidade.

O preço do táxi entre aeroporto e centro da cidade (região onde ficam a maioria dos hotéis) tem valor fixo: 30,00 dólares. Existem diversos tipos de táxis, carros ou caminhonetes, então facilmente dá pra encontrar um que acomode poucas ou muitas pessoas.

IMG_5242

Os táxis amarelos (com listras pretas): Dentro da cidade e nos arredores (Eclusas de Miraflores, na região do Canal do Panamá voltada para o oceano Pacífico), os táxis são amarelos. Um aviso: diferentemente do que encontramos aqui no Brasil, os táxis no Panamá não tem táximetro, então o preço deve ser combinado antes do embarque. Caso alguém pegue um táxi em um shopping, geralmente eles oferecem um serviço onde a gente solicita o táxi e o valor é acertado ali mesmo na saida do shopping. Quem for ao Canal do Panamá, partindo da região onde estão a maioria dos hotéis, o valor cobrado deve ficar na faixa de 15,00 a 20,00 dolares, não mais que isso.

– Chapéu do Panamá

O verdadeiro chapéu do Panamá é feito no Equador, mas claro, durante a construção do Canal do Panamá, esse chapéu acabou se tornando tão popular, que pra quem não sabe, acha que é um produto original do Panamá.

Deixando de lado essa questão, praticamente todo mundo que vai ao Panamá traz de lembrança um chapéu do Panamá, claro. Existem centenas de lojas por todas as partes que vendem esse chapéus, então com certeza ninguém vai ficar sem o seu.

Mas pra facilitar a vida de todo mundo, nessa ultima visita eu observei melhor os chapéus e já adianto: existem dois modelos, um com aba mais fina e outro com aba mais larga. Sobre as cores, eles tem basicamente duas cores: bege bem clarinho (quase branco) e também vi uns de cor bege (puxando pro marrom claro).

Na loja da National Geographic do aeroporto e no Casco Viejo (no Paseo las Bovedas) tem uma feirinha artesanal, com diversas barraquinhas que vendem chapéu do Panamá. Esses dois lugares me pareceram ser as melhores opções pra comprar esse chapéu.

IMG_5033

– Metro

Apesar de eu não ter andado de metro na Cidade do Panamá, eu queria deixar registrado aqui no blog que, desde abril de 2014 o metro do Panamá está funcionando. Pelo que fiquei sabendo, o metro levou um pouco mais de 3 anos pra ficar pronto. O que convenhamos, foi rapidíssimo (Vide metro de Curitiba, que deveria ter ficado pronto pra Copa e até agora nada)!!

O metro tem apenas uma linha (por enquanto) com 12 estações, que cortam a cidade de norte a sul. Turisticamente falando, essa linha do metro não é tão util pra quem visita o país. Motivo? Pouquíssimas estações ficam próximas das atrações turísticas e da zona hoteleira.

Mas pra quem quiser ver de perto como é o metro do Panamá, ele funciona todos os dias e tem frequencia a cada 5 minutos. Pelo que vi no site, os tickets podem ser comprados tanto nos guiches de atendimento nas estações como nas máquinas Venta y Recarga.

IMG_5096

Cinta Costera passando ao redor do Casco Viejo. Essa foto foi tirada do alto do Cerro Ancón

– Cinta Costera circunda o Casco Viejo

A Cinta Costera é uma avenida / calçadão que se estende desde Punta Paitilla (região com diversos prédios altíssimos) até um pouco adiante do Casco Viejo. Ano passado quando estive no Panamá, as obras que circundavam a parte ao redor do Casco Antiguo estava ainda em costrução, mas esse ano já estava pronta. Inclusive, quando estavamos indo do Biomuseo até o Multiplaza Shopping pra almoçar, passamos por lá.

A parte da Cinta Costera que corre paralela a Avenida Balboa é um local super bonito, ótimo para caminhar, andar de bicicleta, ficar sentado observando o movimento e pq, apreciar  um pouco o oceano Pacífico.

* Precisando de hospedagem no Panamá? Para iniciar as pesquisas no site Booking, é só clicar aqui. *

Posts relacionados:

Todos os posts sobre o Panamá

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Cidade do Panamá, Panamá
Booking.com
  1. Humberto Antonio Siqueira 20/08/2015 | 15:51

    Gostei muito do que li, tanto que copiei para servir de orientação quando eu chegar ao Panamá. Eu e minha esposa viajaremos no próximo dia 22, sábado, retornando no sábado seguinte, 29, saindo e chegando de Manaus pela Copa Airlines. Não temos um roteiro definido. Vimos pelo Google os principais pontos turísticos, mas nada fala como chegar até San Blás. Só que tem de ser agendado por uma agência e até agora não encontrei nenhuma. Só pretendemos ficar um dia e uma noite por lá. Poderia me ajudar com algumas dicas?
    Obrigado.
    Humberto.
    +55 (92)-982346197 – WatsApp e Tim.

    • Contando as Horas 22/08/2015 | 16:45

      Oi, Humberto

      Isso mesmo, San Blás exigem um planejamento melhor. Infelizmente eu nunca fui, então fica dificil te falar alguma coisa.

  2. Rachel 12/01/2016 | 17:20

    Oi, estou precisando de uma dica. Em junho de 2016, irei fazer uma conexão de 10 horas no aeroporto de Panamá, vou fazer um city tour neste período de 4 horas, mais é possível tomar banho no aeroporto do Panamá, sem precisar acessar alguma sala vip? Obrigada.

    • Contando as Horas 13/01/2016 | 15:37

      Oi, Rachel

      Baaahh, não sei te dizer. Não lembro de ter visto chuveiro ou algo do tipo no aeroporto. Talvez em um hotel próximo ao aeroporto seja a melhor opção nesse caso. Infelizmente vou ficar de devendo uma info mais precisa sobre esse assunto. De qualquer forma, obrigada pela visita aqui no blog!

Deixe o seu comentário...