01.04
2015

Berwick-upon-Tweed: A cidade mais escocesa da Inglaterra!

Não quero criar nenhuma polêmica com o título desse post, mas não sou eu quem estou afirmando isso ai não. Eu só estou reproduzindo o desejo dos moradores de Berwick-upon-Tweed. Segundo algumas pesquisas, 4 em cada 5 moradores dessa cidade gostariam de que Berwick-upon-Tweed pertencesse a Escócia.

Quando eu li esse dado, pensei: Preciso urgentemente conhecer essa cidade e principalmente, essas pessoas!!! Brincadeiras a parte, de imediato eu já gostei desse lugar! Então pq não aproveitar e ir conhecer?

maq sony antiga 403

Pra ter uma idéia de como esse desejo é pra valer, os times de futebol e de rugby da cidade participam dos campeonatos escoceses e não dos campeonatos disputados na Inglaterra!!! Pode uma coisa dessas? Nunca tinha visto algo parecido até então! 

Berwick-upon-Tweed é conhecida por ser a cidade mais ao norte da Inglaterra e está localizada a apenas 4 km da fronteira com a Escócia. Nesse dia, eu combinei um passeio a Dunbar (ultima cidade escocesa) com Berwick-upon-Tweed (a primeira cidade inglesa). E olha, o dia foi na medida. Ambas as cidades são super pequenas e tem apenas 2 ou 3 atrações, então dá conhecer as duas no mesmo dia sem nenhum problema.

maq sony antiga 418

** Quem quiser ver o post sobre a cidade escocesa de Dunbar, é só clicar aqui.

Pra quem já leu meia duzia de posts aqui no blog, sabe muito bem que acho a história do Reino Unido muito interessante. Pra mim, muito do que o país é hoje em dia vem do orgulho que cada um dos países integrantes desse reino tem das suas conquistas. E ver todos esses países juntos até hoje, deixam essa história muito mais interessante. E pra mim, Berwick-upon-Tweed representa muito bem essa mistura toda!

maq sony antiga 398

Berwick-upon-Tweed pertencia a Escócia, passou anos assim. Devido a sua localização estratégica, próxima ao rio Tweed e do mar, ela era uma importante cidade portuária para a Escócia. Mas os dias de paz nesse lugar logo chegariam ao fim. Um belo dia os ingleses resolveram que queriam ampliar o seu territorio e começaram a invadir e saquear as cidades de fronteira entre esses dois países e Berwick-upon-Tweed não escapou.

maq sony antiga 360

O encontro do rio Tweed com o mar

Claro que os moradores da cidade não iriam deixar isso barato. Foi ai que começou a grande disputa. Berwick-upon-Tweed, apesar de ser um vilarejo minusculo, “trocou de mãos” entre Escócia e Inglaterra mais de 14 vezes durante toda a sua história. O resultado dessas batalhas todo mundo já sabe, Berwick-upon-Tweed hoje em dia pertence a Inglaterra e não é atoa que os seus moradores ainda preferiam que as coisas tivessem ficado como sempre foi antes desse capitulo da história.

maq sony antiga 367

Pela cidade e por essa região passa o rio Tweed, que mesmo antigamente nunca foi motivo para deixar de ligar os dois países. Existem três pontes que atravessam o rio, a Old Berwick Bridge, Royal Berwick Bridge e a Royal Border Bridge.

maq sony antiga 374

Old Berwick Bridge (ao fundo) e Royal Berwick Bridge

Dessas pontes, a mais importante em termos históricos é a Old Berwick Bridge,  já foi destruida e construida 5 vezes ao longo da história, sendo que a ultima versão é essa que vemos hoje em dia, que foi inaugurada pela Rainha Victoria. Essa ponte tem apenas um sentido, ou seja, apenas carros que estão indo da Escócia para a Inglaterra passam por ali.

maq sony antiga 383

maq sony antiga 379

Mas pra quem gosta de andar de trem, a Royal Border Bridge exerce uma importância fundamental nessa região, seja no deslocamento de pessoas ou mercadorias entre Escócia e Inglaterra. Quem vai da Escócia para as cidades do norte da Inglaterra ou ainda, quem vai de Edimburgo para Londres, vai passar por essa ponte. É bem fácil de identificá-la, pois ela é uma ponte super alta, feita de 28 arcos e que quando a gente está atravessando ela, dá pra ver o mar e um pouco do rio Tweed.

Mas e afinal, o que tem de interessante pra visitar nessa cidade?

maq sony antiga 419

Qualquer portão tipo esse dá acesso as muralhas

Obviamente o que levou até lá foi a possibilidade de conhecer algumas coisas relacionadas a esse período de disputa entre Escócia e Inglaterra pela posse dessa cidade. Berwick-upon-Tweed tem um sistema de muralhas defensivas e barracões para guardar materiais defensivos muito bem preservado, conhecido como Berwick-upon-Tweed Ramparts and Barracks (quem quiser ver uma foto aérea da cidade e das muralhas pra entender melhor do que eu to falando, é só clicar nesse link em vermelho).

maq sony antiga 407

maq sony antiga 406

Quando foi “decidido” que a cidade faria parte da Inglaterra, os ingleses trataram logo de criar um sistema de defesa muito bem articulado. Quem for até lá, pode visitar essas muralhas. Lá do alto se tem as melhores vistas do rio, da cidade e da região. Quem tiver interesse, dá pra caminhar por toda a extensão dessa muralha, que é formada por dois conjuntos defensivos:

maq sony antiga 364

– o primeiro, foi construido a mando do rei Edward II e apenas uma pequena parte ainda existe.

– o segundo, muito bem preservado hoje em dia, é por onde a gente faz a caminhada por essa muralha. Ela cerca toda a cidade e tem 4 portões de acesso.

maq sony antiga 405

Antigamente, rodeando toda essas muralhas existiam fossos de água, que pretendiam dificultar a invasão de inimigos. Essa parte a gente consegue ver, porém, obviamente sem água.

maq sony antiga 361

maq sony antiga 414

maq sony antiga 412

A volta completa pela muralha leva um pouco mais de meia hora. E o melhor de tudo, está aberta o ano todo e a entrada é gratuita.

maq sony antiga 399

maq sony antiga 415

E claro que como toda cidade que se preze nesse pais, Berwick tinha um castelo. O Berwick Castle foi fundado no século 12 pelo rei escoces David I, porém pouco tempo depois, durante um certo periodo em que a cidade voltou a fazer parte da Inglaterra, o rei inglês Edward I resolveu que ele deveria ser ampliado e mandou construir muralhas de proteção. Infelizmente hoje em dia, esse castelo está em ruínas, mas ainda assim, dá pra caminhar até lá e ver o que restou.

maq sony antiga 393

Na verdade, como o castelo estava mais em ruinas do que de pé, uma boa parte dele ainda foi destruído para que houvesse espaço para construir a Royal Border Bridge, os trilhos de trem e a estação de trem da cidade.

maq sony antiga 387

E por fim, enquanto a gente está caminhando pela cidade ou pelas muralhas, algumas placas com o escrito “The Lowry Trail” vão chamar atenção. Laurence Stephen Lowry foi um dos mais importantes pintores britânicos do século 20. Apesar de ele não ter nascido em Berwick-upon-Tweed, ele costumava passar suas férias lá, pois gostava muito de explorar e pintar essa região da Inglaterra.

maq sony antiga 356

maq sony antiga 417

No total, existem 18 placas espalhadas pela cidade. Cada uma das placas mostra exatamente o local de frente pro lugar onde elas foram pintadas. Eu não cheguei a percorrer toda essa trilha, mas enquanto estava andando pra lá e pra cá pela cidade acabei encontrando algumas por acaso.

maq sony antiga 373

Para ir até lá, é possível ir de ônibus ou trem. Eu dei preferencia em me deslocar de trem, pois de manhã conheci Dunbar e depois do almoço segui até Berwick-upon-Tweed. Berwick upon Tweed fica a 88 km de Edimburgo e o tempo de viagem é de 45 minutos. Quem for até Dunbar primeiro, para seguir viagem até Berwick upon Tweed, as duas unicas empresas que fazem esse trajeto são: East Coast e a Cross Country e o trajeto dura aproximadamente 25 minutos. A estação de trem da cidade é super pequena, com apenas duas plataformas.

maq sony antiga 422

Essa estação de trem fica situada onde era o Great Hall do antigo Castelo de Berwick (que hoje em dia sobrou praticamente nada e o pouco que existe está em ruínas), inclusive tem uma placa na estação que conta isso e mostra os brasões de armas da Escócia e da Inglaterra.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Berwick upon Tweed, Inglaterra
Booking.com
  1. Luiz Carlos Brasil 08/04/2015 | 20:36

    Gostei muito. Em junho estaremos correndo o Reino Unido. Mas visitar esta cidade vai ficar para quando for com mais tempo ou especificamente para explorar esta região. Parabens Bruna, tenho gostado muito dos teus posts.
    Bruna, eu também sou de Santa Catarina e, nascí e moro em Florianópolis.

    • Contando as Horas 08/04/2015 | 23:40

      Oi, Luiz

      Obrigada!! Realmente, o Reino Unido definitivamente não é um país pra ser explorado em apenas uma unica viagem. Existem milhares de cidades e regiões legais. Vale a pena organizar uma viagem pra conhecer cidades menores também.

      Obrigada pela visita aqui no blog! =DD

Deixe o seu comentário...