03.05
2015

St Kitts e Nevis: Informações práticas

* Post atualizado em janeiro de 2017.

Depois que eu morei um tempo em Edimburgo, eu sempre me interessei mais ainda por tudo que envolve o Reino Unido. Como todo mundo sabe, os britânicos conquistaram diversos territórios espalhados por esse mundo, e obviamente, o Caribe não ficou de fora. St Kitts foi a primeira colônia britânica no Caribe e a ilha foi muito usada como base para conquistar outras ilhas da região.

Eu já tive a oportunidade de conhecer Barbados (outra ilha que também foi colônia britânica) e gostei muito de tudo que vi. Então pensei: vou procurar outra ilha com colonização britânica pra incluir nessa viagem. Foi ai que surgiu a ideia de conhecer St Kitts e Nevis.

Mas pq St Kitts e Nevis? Pq ela ainda é uma ilha caribenha original. Não vi lojas de grandes marcas (de luxo principalmente) por lá, nem mesmo restaurantes de redes de fast food ou algo do tipo dessas grandes redes internacionais. Quem for a essa ilha, certamente vai ter uma experiência muito mais original de como um dia todas as outras ilhas caribenhas já foram.

IMG_6800

Vista do avião (sente no lado esquerdo se quiser ter essa vista na chegada)

Pra ter uma idéia, St Kitts e Nevis é considerado o menor país das Américas (e consequentemente a menor ilha do Caribe) e também a que tem menor população. Segundo o nosso guia/taxista, a população do país não passa de 50 mil habitantes!!!!

St Kitts e Nevis é uma ilha do Caribe formada por duas ilhas: St Kitts (a ilha principal) e Nevis (a ilha menorzinha). Cada uma das ilhas tem sua capital, seu aeroporto e seu porto, mas praticamente tudo gira em torno de Basseterre, a capital de St Kitts e arredores. 

♦♦ Vistos e Vacinas 

Brasileiros não precisam de visto quando estiverem viajando a turismo para St Kitts e Nevis. Porém, é necessário se vacinar e ter o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela.

Na prática: Ninguém me pediu pra ver o certificado de vacina contra febre amarela, mas eu levei mesmo assim.

** Quem quiser ver um post sobre com informações detalhas sobre como se vacinar e tirar o certificado internacional de vacinação contra Febre Amarela, é só clicar aqui.

IMG_6778

♦♦ Como ir até St Kitts e Nevis 

Obviamente, não existem voos direto do Brasil até St Kitts e Nevis, então será necessário ir até algum país da América Central, aos Estados Unidos, Canadá ou alguma ilha do Caribe antes, pra dai sim conseguir chegar em St Kitts e Nevis. Obs.: Quem for via EUA e Canadá precisa ter visto desses países.

Eu parti do Brasil em um voo com a Copa Airlines. Do Panamá eu fui até St Maarten/St Martin primeiro e como sei que por via aérea é quase impossivel ir até St Kitts e Nevis sem ao menos fazer conexão em alguma outra ilha do Caribe, aproveitei e inclui essa ilha nesse meu roteiro. Depois de passar uns dias em St Maarten/St Martin, eu peguei um voo até Basseterre, a capital de St Kitts e Nevis. Duas empresas que eu sei que voam até lá partindo de St Maarten/St Martin são: a Liat Airline e a Winair, pq foi as duas empresas que usei nesse trajeto.

IMG_6780

** Para ver o post sobre como foi voar com a Liat Airlines, clique aqui -> Caribe: Voando Liat Airlines pela primeira vez.

** Para ver o post sobre como foi voar com a Winair, clique aqui -> Caribe: Voando Winair pela primeira vez.

Durante os dias que fiquei em St Kitts, também encontrei alguns brasileiros que estavam em um cruzeiro e passaram o dia por lá. Portanto, se a intenção não for ficar muitos dias ou se for muito complicado ir até lá por via aérea, um cruzeiro pode ser uma boa opção.

♦♦ Chegando em St Kitts e Nevis – Aeroporto Internacional Robert L. Bradshaw International Airport

Existem dois aeroportos no país, um em cada uma das ilhas. O maior deles é o Robert L. Bradshaw International Airport, que fica na ilha de St Kitts. É nesse aeroporto onde chegam a maioria dos voos vindos de outras ilhas do Caribe, América do Norte e até da Europa. Foi esse aeroporto que eu cheguei e fui embora de St Kitts.

Esse aeroporto recebeu esse nome em homenagem a um ex-primeiro ministro do país. Pelo que li, passou por uma grande reforma em 2006. Apesar de ser um aeroporto pequeno, ele é bem organizado (os anuncios de segurança do aeroporto são os mesmos que a gente ouve no Aeroporto de Heathrow em Londres – mesma voz e musiquinha!!). Tem dois andares, onde no primeiro andar ficam a área de check-in e desembarque (não se conectam internamente) e no segundo andar fica a área de embarque.

IMG_7032

Não espere muito no quesito coisas pra fazer pra ajudar a passar o tempo. A área de embarque é minuscula, tem umas 4 ou 5 lojas apenas e 1 ou 2 lanchonetes e só.

O outro aeroporto, o Vance W. Amory International Airport (IATA: NEV) fica na ilha de Nevis e pelo que pesquisei, somente existem voos para outras ilhas do Caribe, ali não chegam voos vindos de outros continentes.

♦♦ Desembarcando em St Kitts e Nevis: Formulários de imigração, imigração e alfândega

Nosso voo saiu de St Maarten/St Martin com quase 30 minutos de atraso e com isso, nosso voo chegou em St Kitts junto com mais dois voos vindos dos Estados Unidos e um vindo do Canadá. Foi até engraçado ver toda aquela gente cheia de casacões de frio e a gente de vestido e chinelo.

IMG_7041

Então, como dá pra imaginar, a fila da imigração tava enoooooorme. Acho que ficamos uns 20 a 30 minutos aguardando até chegar a nossa vez.

Na hora do check-in, lá no aeroporto de St Maartin/St Martin, nos recebemos o “Immigration/Customs Form”, um formulário que todos os turistas precisam preencher e entregar na imigração lá em St Kitts. Basicamente eles pedem os dados pessoais, dados do voo e coisas referentes a viagem, além daquelas perguntinhas estilo visto americano sobre o que estamos levando nas bagagens.

Sobre a imigração, por incrível que pareça a unica coisa que o oficial nos pediu era até quando a gente iria ficar lá e foi só. Não precisamos mostrar nenhum comprovante, nada (mas é altamente recomendado levar comprovante de passagem de volta, reserva de hotel e seguro viagem, vai que eles peçam pra ver, né?). Ele carimbou o passaporte e também o formulário de imigração e nos devolveu esse formulário. Disse que precisaríamos apresentar esse papel no dia que fossemos embora de St Kitts. Então né, importante guardar esse papel muito bem guardado pra evitar futuros problemas na hora de ir embora da ilha.

IMG_7018

Depois de passar na imigração, é hora de retirar as bagagens. Existem apenas 2 esteiras e cada uma já é previamente definida de acordo com a cia aérea que a gente voou. Existem placas informando em qual esteira as malas de uma determinada cia aérea vão ser colocadas. Ali nessa área também tem policiais e cachorros que ficam o tempo todo na esteira pra tentar identificar o carregamento de coisas ilegais.

Antes de deixar o aeroporto, a gente precisa passar pela Alfandega e dizer o que estamos carregando na nossa mala e bagagem de mão. Ai sim eles nos liberam pra sair. Importante: na porta de saida da area de desembarque tem policiais que só deixam a gente sair se eles observarem que a gente passou na alfandega, senão eles mandam as pessoas abrirem as malas e mostrar o que tem lá dentro. Então pra não acontecer isso, é bom não querer dar uma de esperto. É melhor ir na alfandega e falar tudo que esta carregando do que ter que abrir as malas e mostrar tudo pros policiais. Fica a dica!

♦♦ Como ir do aeroporto até qualquer parte da ilha

Esse aeroporto de St Kitts fica bem pertinho da capital Basseterre e da principal região hoteleira dessa ilha, Frigate Bay e arredores.

A herança da colonização britânica está muito presente nessa ilha. Assim como no UK, em St Kitts e Nevis eles também dirigem no lado contrário do que nós aqui no Brasil. Portanto, eu nem cheguei a cogitar a alugar um carro ou qqer coisa do tipo, pois sei lá, acho meio perigoso. Então o jeito foi pesquisar como era o transporte publico na ilha e a questão dos táxis.

IMG_7037

Pra ir do aeroporto a Basseterre ou a qualquer outro lugar da ilha, pelo que pesquisei, o mais indicado era pegar um táxi. E foi o que fizemos. Ao sair da área de desembarque, existe um quiosque onde uma funcionária já diz o preço da corrida e nos encaminha até o táxi. Nenhum táxi em St Kitts tem taxímetro, então, as tarifas são tabeladas. Não há muito com o que se preocupar, eles costumam ser bem corretos nas cobranças. Existe uma tabela do lado de fora do aeroporto, onde estão todos os valores cobrados para ir a qualquer parte da ilha. O preço do táxi do aeroporto até o hotel foi de 16,00 dólares.

Os táxis por lá não tem uma cor padrão definida, então os táxis podem ser de qualquer cor. Mas é importante dizer que todos os carros são identificados com uma placa “Taxi” no vidro da frente e ainda, as placas do carro são amarelas e identificadas com as letras T ou TA.

Obs.: A mesma tarifa é cobrada para o transporte de até 4 pessoas. Se o táxi for usado entre as 22:00 e 06:00 será cobrado uma taxa de 50% a mais no valor final da corrida.

IMG_7033

Outras opções de meio de transporte que eu não usei, mas vi que existem: Micro ônibus (são identificados pela letra H em cor verde no topo do carro, mas pelo que li na internet, esses ônibus transportam mais os moradores e por isso, eles não costumam circular na região sul de St Kitts, na região de Frigate Bay e na Southern Peninsula – aquela parte mais fina da ilha, pq é uma região mais turística), Trem (existe uma linha de trem em St Kitts, mas ela é turística. Quem quiser, pode fazer a rota St Kitts Scenic Railway, que vai de Sandy Point até Basseterre. Essa estrada de trem foi construída pra transportar cana de açúcar antigamente, mas hoje em dia só é usada para o transporte de turistas mesmo) e ainda os Ferries (a principal rota feita por barcos é entre Basseterre e Charlestown, as capitais de cada uma das ilhas. Pelo que o nosso guia/motorista nos disse, o tempo de travessia entre uma ilha e outra é de 45 minutos. Além da passagem, é necessário pagar por uma taxa portuária. Eu queria muito ter ido até a ilha de Nevis, mas não deu tempo, infelizmente).

Dica: Quem se hospedar no mesmo hotel que nós, o Marriott Resort & The Royal Beach Casino (para ver o post sobre a nossa hospedagem por lá, é só clicar aqui), pode solicitar os serviços de táxi do Sr Carlton Browne. Segundo ele, é só pedir na recepção do hotel, que eles entram em contato. Ele nos levou conhecer Basseterre e dar uma volta completa por toda a ilha. Ele trabalha como taxista e guia. Apesar dele falar um pouco baixo deeeemais, nos gostamos bastante. Ele tem uma caminhonete (não sei o modelo) cor bege (essa da foto abaixo), impecavelmente limpa. Recomendo bastante os serviços dele, sem falar que ele é super pontual e de confiança.

IMG_7039

♦♦ Seguro de viagem 

Quem resolver ir a St Kitts e Nevis precisa providenciar um seguro de viagem internacional para cobrir os dias da viagem.

O blog tem uma parceria com as empresas Mondial Assistance e Real Seguros, então quem precisar comprar seguro viagem, pode utilizar essas empresas. São as mesmas onde eu compro os meus próprios seguros de viagem toda vez que vou viajar pra fora do Brasil.

♦♦ Diferença de fuso horário

Nenhuma ilha do Caribe fica no mesmo fuso horário que o Brasil. Portanto, é sempre indicado verificar direitinho qual época do ano vai acontecer a viagem, pq dependendo, a diferença de fuso horário pode ser de 1 ou de 2 horas.

Quando eu tive lá no inicio de fevereiro desse ano, ainda era horário de verão aqui no Brasil, então essa diferença de horário era de 2 horas, ou seja, 2 hoas a menos em St Kitts e Nevis.

IMG_7042

♦♦ Tomada

As tomadas em St Kitts são diferentes das que temos aqui no Brasil, então será necessário ter um adaptador de tomadas pra pode ligar eletrônicos. As tomadas por lá são aquelas de dois pinos finos, meio quadradinhos.

♦♦ Estação do ano em St Kitts e Nevis

Como todas as ilhas do Caribe, St Kitts e Nevis também tem apenas duas estações: a seca e a úmida. A estação seca (alta temporada) vai de dezembro até abril, enquanto a estação das chuvas fica entre maio e novembro. Importante saber que essa ilha fica na rota dos furacões, então é bom evitar os meses de agosto até novembro.

Nos viajamos pra lá no inicio de fevereiro e o clima estava muito agradável. Sol todos os dias e temperatura na faixa dos 27 a 29 graus.

IMG_7056

♦♦ Dinheiro: Qual a melhor moeda pra levar a St Kitts e Nevis?

Na teoria, a moeda oficial de St Kitts e Nevis é o Dólar do Caribe Oriental ou East Caribbean Dollar (EC$). Essa é a moeda oficial de mais outras 9 ilhas que são membros da Organização dos Estados do Caribe Oriental. A taxa de cambio é fixa com o dólar americano, onde 1 US$ = 2,70 EC$.

Na prática, o dólar americano é super bem aceito em toda a ilha. Em nenhum momento vi ninguém falar de conversão ou de dar troco em Dólar do Caribe Oriental. Todas as coisas que comprei eu paguei com dólar americano e recebi o troco em dólar americano. Não há necessidade de se preocupar com isso.

Particularmente, eu até acho que eles mesmos já converteram as coisas pro dólar americano e só usam essa moeda mesmo, pq não vi esse tal Dólar do Caribe Oriental em nenhum lugar.

IMG_7049

♦♦ Os Kittitian ou Nevisian (não sei qual a tradução correta pra essas palavras!)

Acho que de todas as ilhas do Caribe que eu já fui até hoje, sem duvida alguma, essa foi a ilha onde eu só tive contato com moradores nativos dessa ilha do Caribe (pq eu sempre perguntei se eles tinham nascido lá! =DD). Eles falam inglês como língua nativa, herança da época da colonização britânica, mas eles não tem sotaque inglês, escocês ou irlandês e muito menos achei que eles tem sotaque parecido com o americano. Achei o sotaque deles super tranquilo de entender. E claro, sou só elogios quanto a hospitalidade e a simpatia desse povo.

♦♦ Segurança

Como todas as outras ilhas do Caribe que já fui até hoje (Barbados, Aruba e St Maarten/St Martin) eu não tenho do que reclamar nesse sentido. Alias, esse foi um assunto que me surpreendeu muito. Lembro que a primeira viagem que fiz ao Caribe eu fui a Barbados e esse era uma das coisas que mais me preocupou.

IMG_6773

St Kitts em primeiro plano e a Ilha de Nevis mais ao fundo

Claro que é importante não facilitar e ficar sempre ligado, mas no geral, eu achei St Kitts e Nevis bem segura. Nunca passei por nenhum momento que me deixasse com medo ou desconfiada. Inclusive já deixei minhas coisas (dinheiro, máquina fotografica e todo mais) na praia pra poder entrar na água e em nenhum momento fiquei com a impressão de que alguém fosse querer me roubar.

Quem tiver com planos de ir pra lá, pode viajar despreocupado, pois a ilha é muito segura nesse sentido. Alias, tirando os turistas, as únicas pessoas vemos por lá são os moradores que trabalham nos bares, restaurantes e alugando cadeiras e guarda-sol na praia, fora isso, a maioria dos turistas são pessoas que estão fazendo cruzeiro pelo Caribe.

** Precisando de hotel em St Kitts e Nevis? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Aruba

Todos os posts sobre Barbados

Todos os posts sobre St Maartin/St Martin

Todos os posts sobre St Kitts e Nevis

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Caribe, St Kitts e Nevis
Booking.com
  1. St Kitts estudante habitação 15/07/2016 | 10:23

    O dólar dos EUA é aceito em todas as ilhas . Se você é um turista que visita , em seguida, as lojas vão dar-lhe a sua mudança em dólares americanos. Se você não é um visitante , então você teria que solicitar sua mudança em dólares americanos em vez de dólares do Caribe Oriental

    • Contando as Horas 15/07/2016 | 22:31

      Olá!!

      Em todos os lugares que fui, tanto em St Kitts como em outras ilhas, sempre usei o dólar e sempre foi bem aceito. Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. luciano 26/08/2016 | 02:03

    Gostei muito de st kitts neveis fiquei nessa ilha 4 meses

    • Contando as Horas 29/08/2016 | 13:14

      Oi, Luciano

      Ah é? Que legal!! Uma ilha ainda original no Caribe! Gostei bastante de lá! :D

  3. Angela 13/10/2016 | 22:22

    Muito bom seu relato. Eu moro aqui em Saint Kitts há 2 anos. Gosto muito. Só tenho um aparte a fazer. Aqui usamos continuamente o EC (dolar do Caribe Oriental). O que acontece é que não existe ágio nem cambio negro, então as pessoas facilitam a vida do turista fazendo os cambios em dólares US.

    • Contando as Horas 17/10/2016 | 12:09

      Oi, Angela

      Super legal! :D

      Ah é? Não sabia disso. Obrigada pelo comentário e esclarecimentos! :D

  4. André Rodrigues 11/01/2017 | 15:08

    ótimas dicas estarei parando nessa ilha dia 18 de abril num cruzeiro que vai partir de Fort Lauderdale com destino a South Hampton na Inglaterra e estava pesquisando dicas do que fazer em um dia lá na ilha qdo me deparei com seu blog eheh

Deixe o seu comentário...