25.05
2015

Curitiba: Parque Tanguá

O que não falta em Curitiba são parques legais pra conhecer, caminhar, se exercitar ou apenas ficar sentado vendo a vida passar.

SONY DSC

Eu tenho a impressão de que depois do Parque Barigui, o Parque Tanguá é um dos mais populares de Curitiba. 

SONY DSC

O que não facilita muito a vida dos turistas é que esse parque fica na região norte da cidade, quase na divisa com Almirante Tamandaré, ou seja, super longe de tudo.

SONY DSC

Esse parque está localizado em uma área onde antes existiam duas grandes pedreiras e que desde 1996, ano da sua criação, estão desativadas.

Na verdade, esse parque foi criado para garantir a preservação da bacia norte do rio Barigui, um dos rios mais importantes que passa por Curitiba.

SONY DSC

Esse parque pode ser dividido em duas partes, a parte alta (onde fica o jardim Poty Lazzarotto e o mirante) e a parte baixa, onde ficam dois lagos, um túnel, pista de caminhada/corrida, ciclovia e um ancoradouro.

IMG_8048

Entre todas as opções de atrações nesse parque, eu destaco três:

– Jardim Poty Lazzarotto: é o jardim que vemos logo na entrada desse parque, que presta homenagem a um artista local. Ele fica de frente para o mirante, tem duas fontes e é super bem enfeitados com flores. Tem alguns banquinhos nos arredores, que certamente vale a pena sentar e curtir um pouco a paisagem.

SONY DSC

SONY DSC

– Mirante: é a construção laranja que fica “nos fundos” do jardim. O acesso as torres e a todo o mirante é feito por escadas que podem ser acessadas de ambos os lados. O mirante tem 65 metros de altura e garantem uma visão privilegiada de todo o parque e arredores.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

– Túnel entre as Pedreiras: também na parte inferior do parque, logo abaixo da cascata fica um túnel de 45 metros de extensão que atravessa uma das pedreiras. Esse túnel pode ser atravessado a pé, através de uma passarela. Dali se tem uma ótima visão do restante do parque, do ancoradouro e do lago maior.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Dica: O legal é começar a visita pelos jardins, visitar o mirante e depois descer pelo lado esquerdo de quem entra no parque para a parte baixa. Assim dá pra visitar tudo de mais importante logo no inicio e deixar o trecho de subida final do parque (que não tem nada de interessante) por ultimo.

SONY DSC

SONY DSC

Esse parque também é muito famoso por ser um dos melhores lugares da cidade pra fotografar o por-do-sol. Infelizmente no dia que estive lá, tava nublado, mas certamente não faltarão outras oportunidades!

SONY DSC

Ah, junto ao mirante tem uma lojinha de souvenirs e uma lanchonete.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Curitiba

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Curitiba, Paraná
Booking.com
Deixe o seu comentário...