26.05
2015

Curitiba: Andando de transporte público

Curitiba sempre teve a fama de ter o melhor sistema de transporte público do Brasil. Eu não posso garantir que isso seja 100% verdade, mas de fato, eu acho que a coisa funciona relativamente bem.

IMG_7828

O único meio de transporte público da cidade é o ônibus. E claro, como toda boa capital que se preze, existem vários tipos de ônibus, sejam eles os urbanos ou metropolitanos.

Pra andar de transporte público em Curitiba e não ter nenhum problema, é importante ter conhecimento de três coisas: 

IMG_7934

– Parada de ônibus: são paradas de ônibus normal, dessas que a gente encontra em qualquer calçada de qualquer cidade pelo Brasil;

– Estações-Tubo: essas estações se tornaram símbolo da cidade, mas pra conseguir conhecer uma estação tubo, os únicos ônibus que passam por essas estações são: o Biarticulado e o Ligeirinho.

SONY DSC

– Terminais: a cidade é servida por diversos terminais, como por exemplo: Terminal do Campo Comprido, Terminal Campina do Siqueira, Terminal Centenário, Terminal Capão Raso, entre outros. Esses terminais tem a função de possibilitar a conexão entre bairros e outras cidades da região metropolitana usando apenas uma única passagem por trecho.

Qual é a principal diferença entre eles? A tarifa integrada, ou seja, quem anda nos ônibus que passam pelas estações tubo e pelos terminais pode trocar de ônibus sem a necessidade de pagar uma nova passagem (exceto os ônibus Ligeirinho que servem a região metropolitana). Quem usar as paradas de ônibus normais, cada vez que embarcar em um ônibus vai precisar pagar uma passagem.

Como eu disse anteriormente, Curitiba conta com diversos tipos de ônibus. Cada ônibus tem uma cor diferente, o que em outras palavras quer dizer que cada ônibus circula por uma determinada área da cidade, em um trajeto especifico.

Os principais tipos de ônibus existentes em Curitiba são:

– Biarticulado: todos os ônibus são vermelhos e como o proprio nome já indica, são biarticulados. Eles andam somente em canaletas exclusivas e param somente nas estações tubo ou em terminais. É interessante ficar ligado que, como esses ônibus são compridos, eles tem portas especificas para entrar e sair do ônibus, o que convenhamos, agiliza muito o processo. Quem for usar esse ônibus pode ficar despreocupado, pois ele para obrigatoriamente em todas as estações, então não há necessidade de apertar botão ou puxar cordinha pra informar o motorista de que quer descer. Esse era o ônibus que eu andava todo santo dia pra ir pra faculdade (tinha uma época que eu sabia decor o nome de todas as estações e até a gravação dos embarques/desembarques).

IMG_2025

– Triarticulado: esses ônibus são azuis e como o proprio nome já indicam, são triarticulados, ou seja, são enormes. Esses ônibus são novidade pra mim, pois eles são relativamente recentes, então eu nunca andei nesse tipo de ônibus. Pelo que eu já observei, assim como os ônibus biarticulados, eles também só utilizam estações tubo e terminais.

– Ligeirinho: esses ônibus tem cor cinza e como o próprio nome já indica, eles fazem pouquíssimas paradas. Esse ônibus também utiliza as estações tubo (mas estações tubo diferente das que o biarticulado e triarticulado usam). Esses ônibus fazem linhas tanto em Curitiba como vão até cidades da região metropolitana (Araucária, Campo Largo, entre outras). Eu usei pouquíssimas vezes esse ônibus, pq como ele é um ônibus de tamanho normal, geralmente nos horários de pico, ele lota muito mais facilmente.

IMG_7813

– Interbairros: esses ônibus tem cor verde. Eles são meio que um mix de onibus convencional com biarticulado. Eles ligam o centro de Curitiba (sem ficar andando pelo centro da cidade) aos bairros e tem seis linhas chamadas de Interbairros I, II, III, IV, V e VI. Já andei algumas vezes nesse tipo de ônibus, geralmente eu fazia o trajeto até o bairro Portão, onde tinha alguns colegas de aula que moravam lá.

SONY DSC

– Convencionais: esses ônibus tem cor amarela. Esses são os ônibus normais, que a gente tá acostumado a ver por ai. Eles usam as paradas de ônibus apenas. Esses ônibus param em paradas especificas, na rua mesmo. Cada viagem é necessário comprar um bilhete novo.

IMG_8032

Além desses tipos de ônibus que citei no post, existem outros, mas eles não serão uteis, como por exemplo os ônibus Alimentadores (cor laranja), Circular Centro (cor branca) ou Inter Hospitais (cor branca).

Para comprar a passagem para usar nos ônibus de Curitiba existem 3 possibilidades:

– Dinheiro: Dependendo do tipo de ônibus, o pagamento é feito diretamente dentro do ônibus ou com os cobradores nas estações tubo. Atualmente, quem for comprar uma passagem pagando em dinheiro, o valor é de 3,30 reais (valor de maio de 2015).

– Cartão Transporte Avulso: é um cartão indicado pra quem não utiliza os ônibus com frequencia. Esse cartão é carregado com o equivalente ao valor de uma passagem, onde no total podem ser colocados 25 passagens. O cartão custa 3,00 reais e cada passagem (valor de maio de 2015) custa 3,15 reais.

– Cartão Transporte Usuário: esse é um cartão indicado pra quem utiliza muito o transporte público, ou seja, pra quem é morador da cidade. É necessário se cadastrar nos postos de atendimento da URBS, levando alguns documentos.

IMG_7805

Existem diversos lugares onde é possível comprar ou recarregar os cartões, como por exemplo: na central da URBS que fica na rodoviária, pela internet (mas é cobrado uma taxa), em postos credenciados e em alguns terminais e estações tubo. Para ver maiores detalhes, é só clicar aqui.

Obs. 1: Aos domingos, o número de ônibus é reduzido e a tarifa é mais barata, geralmente o valor da passagem fica a metade do preço cobrado em um dia útil.

Obs. 2: Os horários de pico são até as 09:00 e após as 17:00.

Obs. 3: Lembrando que, quem utilizar ônibus que passem pelas estações tubo ou pelos terminais, pode embarcar e desembarcar quantas vezes quiser usando sempre a mesma passagem.

No geral, os ônibus de Curitiba são bons. O interessante é evitar os horários de pico, principalmente em dias de chuva, pois tanto as estações tubo, terminais ou paradas de ônibus ficam lo-ta-dos. Ai é ter paciencia e se nao der pra pegar o primeiro ônibus que passar, o jeito é esperar o próximo.

Ah, e quem for a Curitiba e quiser se aventurar em um ônibus de linha que não seja a Linha Turismo, existe um aplicativo para o celular, o Moovit, que funciona muito bem em Curitiba.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Curitiba

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Curitiba, Paraná
Booking.com
Deixe o seu comentário...