11.06
2015

L’Histoire de Manon: O dia que eu vi um Ballet na Ópera Garnier em Paris

A maioria das pessoas que vão a Europa sonham em conhecer os teatros e casas de shows de fama mundial. E eu também me incluo nessa listinha! Então sempre que possível, eu tento encaixar uma visita ou até mesmo uma apresentação no nosso roteiro.

Em Paris, com certeza absoluta, um lugar que vale a visita é a Ópera Garnier, uma das casas de óperas mais famosas da França e do mundo.

SONY DSC

O encantamento todo já começa com a sua fachada exterior, que é super bonita e muito bem decorada. Apesar de não ser fácil achar um bom lugar pra parar e olhar tudo com calma, vale a pena tentar! 

SONY DSC

A Ópera Garnier foi construída durante o período da grande reforma urbana de Paris, projetada pelo Barão Haussamann. A escolha do arquiteto para construir uma casa de ópera se deu através de um concurso público, onde o vencedor foi o arquiteto Charles Garnier. Tá ai o pq esse lugar recebeu esse nome!

IMG_1649

Meus pais e meu irmão já tinha ido lá outras vezes, tanto pra visitar como pra assistir alguma apresentação. Eu era a única que não tinha ido lá até então. Durante os preparativos do roteiro dessa ultima viagem a Paris, a gente resolveu olhar a programação e achamos que valia a pena assistir a um ballet. O Ballet escolhido foi: L’Histoire de Manon.

IMG_8882

Os nossos ingressos eu comprei no próprio site da Opera Garnier com mais de 2 meses de antecedência. Quem fizer isso, logo apos concluir o processo de reserva e pagamento, já recebe os tickets no email. É só imprimir e levar os ingressos no dia da apresentação.

Eles recomendam chegar com pelo menos 30 minutos de antecedência, o que eu também aconselho. Primeiro pq temos que passar por um controle de segurança e depois pq tem sempre uma filinha pra se enfrentar pra poder de fato ter acesso ao salão onde vai acontecer a apresentação.

SONY DSC

Ao contrário do que eu imaginava, o salão não é enooorme (é muito menos que o Royal Albert Hall, em Londres, por exemplo), mas em compensação a decoração é impecável.

SONY DSC

SONY DSC

Tudo é revestido com veludo vermelho, as colunas são de mármore e as superfícies das estátuas e adornos são todas folheadas a ouro. Espetácular! E o maior destaque desse salão é o teto, obra de Marc Chagall. E o que é aquele lustre?!?! Achei tudo tão bonito, que enquanto a apresentação não começou, eu não parei de bater foto um único minuto!

IMG_1684

O ballet L’Historie de Manon, apesar de não ser muito conhecido por nos brasileiros, é uma das que esta sempre em cartaz mundo a fora. Pra ter uma ideia, a primeira vez que ele foi apresentado ao público pela primeira vez foi em 1974.

A história é bem bonita e um pouco trágica. Dois rapazes disputam o amor de Manon e ainda, pra deixar a história mais interessante, um senhor mais velho, mas cheio da grana também entra na história. A história começa na França e termina nos Estados Unidos.

SONY DSC

O ballet começou pontualmente no horário marcado. No total, a apresentação teve 2 horas e 35 minutos, com 2 intervalos. Esse ballet tinha entrado em cartaz no dia 20 de abril e nos assistimos no dia 30 de abril. Infelizmente ele não está mais em cartaz nessa temporada, mas certamente não é dificil de encontrar esse ballet em outras grandes casas de shows pelo mundo.

A apresentação é super bonita. O figurino e o cenário eu achei muito bem feitos. E os artistas, dispensa qualquer comentário, tudo perfeito! Vale muito a pena!

SONY DSC

Ah, e antes que eu me esqueça… Apenas no final do ballet eu pude apreciar melhor a beleza da Ópera Garnier, pois na entrada era praticamente impossivel (muuuita gente!). Com toda a certeza, os grandes destaques são a sua escada central, as estátuas, os lustres e as luminárias. Tudo impecavelmente em bom estado de conservação… Perfeito! Adorei ter conhecido a Ópera Garnier!

Na Ópera Garnier acontecem apresentação de concertos, óperas e ballet. Quem quiser olhar a programação, é só clicar aqui.

Para ver a disposição das cadeiras e dos camarotes na planta do teatro, é só clicar aqui.

IMG_8885

Uns meses atrás, meu irmão escreveu um post com dicas sobre como comprar ingresso, que roupas usar e quais shows ver em Paris, pra ver esse post, é só clicar qui.

E ainda, quem não conseguir assistir nenhuma apresentação, é possível visitar a Ópera Garnier durante o dia. Ao comprar o ticket pela internet, ele tem validade de 1 ano a partir da data da compra. Legal, né!?!? Para comprar o ingresso e ver a questão de horario das visitas e valores, é só clicar aqui.

A Ópera Garnier fica na Avenue de l’Opéra, pertíssimo das lojas de departamento Galerie Lafayette e Printemps. Tem uma estação de metro literalmente na porta, chamada de Opéra.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em França, Paris
Booking.com
Deixe o seu comentário...