18.06
2015

Paris: Museu e Igreja de Val-de-Grâce

Juro que não sei de onde minha mãe acha alguns lugares pra gente visitar em nossas viagem. Uma das ultimas descobertas dela foram: o Museu do Serviço de Saúde do Exército e a Igreja Val-de-Grâce.

SONY DSC

Pra quem nunca tinha ouvido falar desses dois lugares, não se preocupe, eu também não. E pelo visto, praticamente mais ninguém, pq foi bem dificil achar informações sobre esses lugares (em português mesmo, eu não achei nada!). 

SONY DSC

Val-de-Grace é um complexo formado por um hospital militar, um museu, uma biblioteca, uma escola médica militar, uma igreja e um jardim. Todas essas atrações ficam no 5 arrondissement de Paris, mesma região onde está o Quartier Latin e muito próximo de St Germain des Près.

SONY DSC

De todas as coisas que fazem parte do complexo, obviamente só é possível visitar o Musée du Service de Santé des Armées, a L’église du Val-de-Grace e os seus jardins. Então por exemplo, quem for ao Jardim de Luxemburgo e ao Panthéon, pode dar uma esticadinha e incluir mais essas atrações no roteiro.

SONY DSC

A história da construção dessa igreja foi meio estranha, pois vejam bem.. No século 15, o Rei Louis 13 casou com a rainha Ana da Áustria. Como todo mundo sabe, naquela época a noticia de que um herdeiro estava a caminho era muito aguardada. Só que Ana da Áustria não conseguia engravidar.

SONY DSC

SONY DSC

Por diversas vezes ela foi abandonada pelo rei e precisou passar uma temporada no monastério de Val-de-Grace. A unica solução que ela encontrou pra não ser mais abandonada pelo rei era a de inventar uma falsa gravidez pra ganhar tempo. Mas por sorte, logo ela realmente ficou gravida e deu a luz ao Rei Louis 14, que ficou conhecido como o Rei-Sol.

SONY DSC

SONY DSC

Quando seu filho tinha apenas 5 anos de idade, o rei Louis 13 morreu, com isso, Ana da Áustria se tornou rainha regente. Foi durante o seu reinado que ela cumpriu a promessa que fez para ficar grávida: mandou construir a belíssima Igreja de estilo barroco chamada de Val-de-Grâce.

SONY DSC

Um dos grandes destaques dessa igreja é a sua cúpula, inspirada na cúpula da Basílica de São Pedro, no Vaticano, decorada com afrescos de Pierre Mingnard, além de algumas esculturas.

SONY DSC

Junto a igreja, ela também mandou construir um palácio, que passou a ser sua residencia. Na época da Revolução Francesa, o palácio foi transformado em um hospital militar. Hoje em dia, nesse lugar fica o Museu do Serviço de Saúde do Exército.

IMG_8733

Apesar de ser um museu pequeno, ele conta uma história bem interessante sobre algumas técnicas usadas nesse hospital militar durante as guerras, como por exemplo: as técnicas de limpeza em hospitais surgiram ali, o inicio das cirurgias faciais, amputação de pernas, preenchimentos faciais, uso de muletas e cadeiras de rodas também.

SONY DSC

O legal (apesar de ser um tema nada agradável, digamos assim), é que ele é bem objetivo e didático. Tudo é ilustrado com fotos reais ou montagem de algumas situações com bonecos de cera.

SONY DSC

SONY DSC

Pra quem estuda/estudou medicina, farmácia ou até mesmo odontologia, esse museu é uma ótima opção pra visitar. Originalmente, a gente não tinha incluido o museu no roteiro, mas como pra chegar até a igreja é necessário passar pelo museu, acabou que ele se tornou uma boa surpresa.

SONY DSC

SONY DSC

A Igreja e o Museu abrem apenas as terças, quartas, sábados e domingos das 12:00 as 18:00. A entrada é meio escondida e é necessário pedir através de um interfone que o portão de entrada seja aberto. Ai é só seguir as placas, não tem erro! Valor de 5,00 euros/pessoa (valor de abril de 2015).

SONY DSC

O Complexo Val-de-Grâce fica entre a rue de Val-de-Grace e a rue Saint-Jacques, pertinho do Jardim de Luxemburgo. A estação de RER mais próxima é a Port-Royal. São uns 10 minutinhos de caminhada. Bem tranquilo, não tem erro!

SONY DSC

Ah, e infelizmente a fachada principal da igreja está sendo restaurada, então pra garantir alguma foto, é necessário ir até os jardins.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em França, Paris
Booking.com
  1. Julles 28/06/2015 | 03:07

    Nossa, que bacana! Estou planejando uma viagem pela Europa e, entre muitas fontes de pesquisa, seu site se destaca muito. Obrigada por todos os posts interessantíssimos e diferentes! Esse é, com certeza, um lugar que eu vou visitar, porém nunca teria ouvido falar, se não fosse por aqui. <3

    • Contando as Horas 28/06/2015 | 05:27

      Oi, Julles

      Que legal!! Fico feliz que tenha gostado do blog e que os posts foram úteis pra vc organizar a tua viagem!

      Então, nem eu tinha ouvido falar até então. E olha que to sempre lendo e acompanhando blogs e tal. É um lugar bem fora do trecho super turístico de Paris. Eu gostei de conhecer, achei a igreja super bonita e o museu bem interessante!

      Obrigada pela visita aqui no blog! =D

  2. Juarez Gonçalves 23/09/2016 | 11:23

    Bruna, gostei demais da tua dica.
    Sabia do Val-de-Grâce pelo relato que Victor Hugo faz em Notre Dame de Paris, na edição completa feita em meados do século 19, onde este conjunto arquitetônico era citado entre os monumentos renascentistas que mereciam a preservação para o futuro de Paris.
    Estive na cidade em 2014, 2015 e 2016, garimpando com minha esposa muitas coisas nem tão óbvias e outras bem conhecidas.
    Por alguma razão o Val-de-Grâce ficou de fora, mas com a tua dica ele se torna o primeiro novo compromisso para voltar a Paris.
    Obrigado e sucesso com teu blog!

    • Contando as Horas 02/10/2016 | 19:02

      Oi, Juarez

      Que legal!!! Paris tem atrações para inumeras viagens, né?!? Minha mãe que achou esse lugar pesquisando na internet e nós fomos lá conhecer. Achei bem legal, valeu o passeio.

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

Deixe o seu comentário...