28.08
2015

Dica de Hotel em Bariloche: Hotel Arelauquen Lodge

Quem estiver com planos de ir a Bariloche e não quiser se hospedar na área mais central da cidade, uma ótima opção de hospedagem fora do centro é o Hotel Arelauquen Lodge, integrante da rede P Hotels.

IMG_0442_Fotor

Esse hotel está localizado dentro do Arelauquen Golf & Country Club, onde estão também o mais importante campo de golf da Patagônia, um dos melhores clubes de polo da região, um condominio de casas particulares e o lago Gutierrez. 

DSC_0297 (2)_Fotor

Cerro Otto ao fundo visto dos jardins do hotel

A área onde o hotel está localizado é muito bonita, aos pés do Cerro Otto e de frente pra o Cerro Catedral e o Lago Gutierrez.

DSC_0303 (2)_Fotor

O edificio onde está localizado o hotel parece um grande chalé, com estilo bem rústico, com muita madeira na decoração.

DSC_0309 (2)_Fotor

Cerro Otto e o hotel

O hotel conta com apenas 28 quartos, podendo ter vista para o jardim, para as montanhas ou para o lago. Cada um com uma decoração diferenciada. Como nós estavamos em 12 pessoas, nós reservamos 5 quartos, onde as configurações para nos atender eram diferentes, como:

IMG_0464_Fotor

– Três quartos tinham a mesma configuração e eram com cama de casal, com apenas 1 banheiro e uma cozinha pequena.

– Um quarto tinha uma cama de casal e uma cama de solteiro, apenas 1 banheiro e uma cozinha pequena.

– Um quarto era tipo um mini apartamento, onde tinham dois quartos cada um com o seu banheiro e uma pequena cozinha.

IMG_0980_Fotor

IMG_0978_Fotor

IMG_0981_Fotor

No total, o hotel tem quatro andares, onde no primeiro andar esta a recepção, o bar, o restaurante e alguns quartos. No segundo e terceiro andar tem apenas quartos e no andar inferior estão a piscina coberta ou ao ar livre, academia, jacuzzi e mais alguns quartos.

DSC_0206_Fotor

DSC_0790_Fotor

DSC_0217_Fotor

O meu quarto estava localizado no primeiro andar e ficava de frente para o campo de golf, Cerro Catedral e lago Gutierrez. O tamanho era ideal para acomodar confortavelmente duas pessoas com 2 bagagens. Tinha cama de casal king size, cozinha totalmente equipada (com microondas, pratos, fogão, geladeira, louças e panelas), tv de tela plana, calefação, climatizador (tanto pro frio quanto pro calor), cafeteira, cofre e escrivaninha.

DSC_0208_Fotor

DSC_0794_Fotor

O banheiro não era suuuuper espaçoso, mas também era minusculo, digamos que era na medida. Pra quem gosta de banheira, já adianto, não tinha. O banheiro era composto apenas por chuveiro. Tem secador de cabelo e produtinhos de beleza do próprio hotel (shampoo, condicionador, creme pro corpo e sabonete). Usei tudo e achei ótimos!

DSC_0210_Fotor

DSC_0209_Fotor

Apesar de não termos usado quase nunca, o hotel tem elevador. Outro serviço que o hotel oferece é o de room service 24 horas, concierge pra quem precisa reservar algum passeio ou transfer para o aeroporto ou reserva de restaurante.

IMG_0985_Fotor

IMG_0460_Fotor

Falando em restaurante, o restaurante do hotel se chama EPIC. Não lembro ao certo quantas vezes estivemos lá, mas foram muitas vezes, geralmente no horário da janta. Na primeira noite o hotel oferece 15% de desconto para quem resolver jantar ali. Resolvemos experimentar. A experiencia foi muito boa, tanto que voltamos diversas vezes.

IMG_0975_Fotor

O restaurante não é muito grande, mas tem um janelão enorme para as montanhas. O restaurante combina cozinha internacional com inspiração regional, sob os cuidados do Chef Julián del Pino. Dependendo do horario (almoço, lanche ou jantar) o cardapio pode variar um pouco, mas a maioria dos pratos principais permanecem.

IMG_0472_Fotor

IMG_0475_Fotor

IMG_0476_Fotor

De todas as opções de pratos servidos, eu provei o salmão, massa a bolonhesa e carne de vitela. Todos estavam muito bom!!! Sobre as sobremesas, eu não consegui variar muito, pois desde o primeiro dia que pedi o “Volcán de Dulce de Leche” eu nunca mais consegui ter coragem de pedir outra sobremesa. Tá sendo uma tortura ver as fotos pra colocar nesse post!

IMG_0477_Fotor

Sobre o Café da manhã, ele é servido no mesmo ambiente onde está localizado o restaurante. O esquema por lá é um pouco diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil, pois não existe um buffet onde a gente vai lá e se serve. Na verdade, a opção oferecida pelo hotel é a seguinte: na mesa tem um cardápio onde a gente escolhe o que quer comer. Pode pedir a vontade, quantas vezes quiser cada coisa. Se quiser repetir, também pode. Como ficamos 6 dias lá, deu pra provar quase tudo do cardápio.

IMG_0484_Fotor

IMG_0627_Fotor

Pelo que fiquei sabendo, tudo o que é servido no café da manhã é produzido no próprio hotel, desde o pão, croissants, as geléias (a geléia de morango é espetacular!!!!!! Se fosse possível, qu queria ter trazido um pote pra casa!!), os scones, sucos naturais, doce de leite, frutas, entre outros.

IMG_0628_Fotor

Dica: No momento que fizer o primeiro pedido, já escolha tudo o que quer comer. Eles vão trazendo aos poucos e vem tudo rapidinho. Eu fiz isso todas as vezes e não tive problemas. Meu pai, por exemplo, deixou pra pedir as coisas por etapas e tudo demorou mais do que o previsto. Então fica a dica!

IMG_0719_Fotor

Ahhhh.. E claro que eu não poderia deixar de falar do Wi-fi. O wi-fi é gratuito em todo o hotel e funcionava super bem. Consegui acessar emails, colocar fotos nas redes sociais e usar o whats app sem nenhum problema.

IMG_0500_Fotor

Os funcionários do hotel foram espetaculares. Desde o pessoal na recepção até os garçons e as camareiras, todos muito atenciosos e prestativos. Todos eles nos chamavam pelo nome e até já sabiam alguns dos nossos gostos!

IMG_0438_Fotor

DSC_0320 (2)_Fotor

E ainda, o hotel oferece transporte gratuito para o Cerro Catedral e tem deposito para os equipamentos de esqui, golf ou ciclismo, caso seja necessário.

IMG_0496_Fotor

Cerro Catedral visto do hotel

E pra finalizar esse post que já tá enorme, a unica regra do hotel que não nos agradou muito foi as condições de pagamento. A unica opção era o pagamento antecipado do valor total. Fizemos isso, obviamente. Mas devido ao cancelamento do voo entre Buenos Aires e Bariloche por parte da Aerolineas Argentinas, acabamos perdendo um dia em Bariloche e também não conseguimos recuperar o dinheiro desse dia de reserva. Infelizmente, isso faz parte e sabíamos que poderíamos correr esse risco. Fica o alerta.

IMG_0721_Fotor

Cerro Catedral visto do hotel ao amanhecer, onde no inverno acontece por voltadas 08:00

O Hotel Arelauquen Lodge fica na Ruta 82, Lago Gutierrez, 8400. Fica a 12 km do centro da cidade e a 15 km do aeroporto. O Cerro Catedral e o Cerro Otto estão super perto do hotel, coisa de uns 15 minutos de carro.

** Se você gostou das dicas desse blog e quiser dar uma força reservando hotel em Bariloche através do site Booking, para iniciar as pesquisas, é só clicar aqui -> Reservar hotel em Bariloche. Obrigada!!! **

** Importante: Ao reservar um hotel através de um link do site Booking aqui nesse post, erá repassado uma comissão ao blog Contando as Horas. **

** Não sabe como utilizar o site do Booking? Aqui vai um post bem detalhado sobre como escolher e reservar um hotel. **

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Bariloche

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Argentina, Bariloche, Hotéis
Booking.com
  1. Yasmin 31/08/2015 | 15:18

    Quanta saudade! Esse hotel é incrível, ficará para sempre na minha memória.

    Olhando as fotos das comidas me deu uma fome ahhaha essa pizza de salmão era incrível e o vulcão de doce de leite então… o melhor que já provei!

    Obs cabe mencionar o Federico, o melhor garçom do hotel que fazia o melhor drink: Amarula Frozen :)

    • Contando as Horas 01/09/2015 | 00:38

      Nossa, guria! Nem fala! Foi uma verdadeira tortura escrever e selecionar as fotos das comidas desse post. Esse hotel é sensacional.

      Ah, verdade. O Frederico, a Florencia e a Regina nos trataram super bem! =DD

Deixe o seu comentário...