10.11
2015

Roteiro de 1 dia em Mariana – MG

Pertinho de Ouro Preto, mais especificamente a 12 km de distância, fica a cidade histórica de Mariana, a primeira capital de Minas Gerais.

DSC_0778

Diz a história que a cidade que produzisse maior quantidade de ouro seria elevada a cidade e também receberia o titulo de capital da então capitania de Minas Gerais. Devido a presença de algumas minas de ouro na região, não foi difícil imaginar que Mariana conseguiria vencer essa disputa. Mas infelizmente esse período durou pouco, pois logo Belo Horizonte se destacou por ser uma cidade muito moderna e desenvolvida para aquela época e assim, Mariana acabou perdendo esse título. 

Quem quer fugir um pouco da muvuca de Ouro Preto, Mariana é uma boa opção. Com aproximadamente 60 mil habitantes, a cidade é tão tranquila, que as vezes parece que a gente está caminhando em um vilarejo cenário de um filme.

DSC_0702

Todo e qualquer roteiro em Mariana começa na Praça de Minas Gerais, a principal praça da cidade. É ali onde estão as atrações de maior destaque da cidade: a antiga Casa da Câmara e Cadeia, a Igreja São Francisco de Assis, a Igreja Nossa Senhora do Carmo e o Pelourinho.

DSC_0861

Eu comecei a minha visita pela Igreja Nossa Senhora do Carmo (a que fica a direita em todas as fotos), uma igreja de estilo rococó que foi construída no final do século 18. Apesar de ser uma igreja com decoração interna mais simples e menos ostensiva, ela é muito bonita.

DSC_0774

DSC_0775

Não deixe de ver, logo na entrada, um painel com as fotos que mostram os estragos feitos por um incêndio que aconteceu em 1999. Obviamente a igreja passou por uma reforma, mas muitos detalhes da antiga decoração foram perdidos, como, por exemplo, o teto pintado. Abre de terça a domingo e a entrada custa 2,00 reais.

DSC_0669

DSC_0667

DSC_0676

DSC_0670

Saindo dali, perguntei para algumas pessoas que ficam ali na pracinha oferecendo serviço de guia o motivo de a outra igreja, a Igreja São Francisco de Assis, estar fechada. Pelo que me falaram, ela está abandonada e sem nenhuma manutenção. Uma pena, pois o projeto dessa igreja é obra de Aleijadinho e as pinturas decorativas internas eram de Mestre Ataíde. Queria muito ter visto!! Ah, e Mestre Ataíde, que nasceu em Mariana, está enterrado nessa igreja.

DSC_0784

DSC_0684

DSC_0681

E bem em frente a essas duas igrejas fica o Pelourinho, local onde os escravos eram castigados e torturado.

DSC_0678

DSC_0700

E do outro lado da rua, nessa mesma praça, fica a Casa da Câmara e Cadeia, local onde antigamente ficam alguns órgãos públicos do município e a cadeia. Hoje em dia é onde está a Câmara de Vereadores. Apesar de não ser um lugar turístico, dá pra visitar.

DSC_0781

Não deixe de conhecer o plenário da câmara de vereadores, ver o mobiliário de época, as obras de arte nas paredes (tem um quadro da rainha Dona Maria Ana, esposa do rei Dom João V, de onde o nome da cidade foi inspirado), as três celas da cadeia (localizadas no andar inferior. Cada uma das celas era pra prender os brancos, outra os negros e outra para as mulheres) e claro, a vista da Praça de Minas Gerais das janelas da Casa da Câmara. Ah, e logo acima da porta principal, tem um o símbolo da coroa portuguesa feito em pedra-sabão, super bonito!

DSC_0693

DSC_0855

DSC_0858

DSC_0859

DSC_0692

DSC_0698

Seguindo pela rua Dom Silvério em direção a Igreja de São Pedro dos Clérigos, no caminho encontramos diversas casinhas super botinhas, sendo que uma delas se destaca: a casa onde morou o pintor Mestre Ataíde. Fácil de identificar, pois tem uma placa na fachada informando.

DSC_0710

DSC_0758

DSC_0756

DSC_0715

Mais uns 10 minutos de caminhada e logo se chega a Igreja de São Pedro dos Clérigos, uma igreja barroca com localização privilégiada na cidade.

DSC_0736

Lá do alto da colina da pra ver Mariana por completo, inclusive as torres das Igrejas da Praça de Minas Gerais, entre outras igrejas.

DSC_0727

DSC_0741

Quem não se contentar com a visão ali da pracinha em frente a essa igreja, também pode subir em uma das suas torres e ver toda a cidade lá do alto. Fica a dica!

DSC_0763

Em frente a essa igreja, tem um acesso que liga a parte baixa da cidade, mas sei lá, fiquei meio com medo de não saber onde eu ia e acabei voltando pela mesma rua que eu fui e quando cheguei na Rua Direita, segui caminhando até o final da rua, onde está a Catedral Basílica da Sé, considerada uma das igrejas mais bonitas da cidade. E é verdade!

DSC_0787

DSC_0811

DSC_0803

DSC_0797

Apesar de ter uma fachada suuuper simples, logo ao entrar a gente já pode ver os seus altares laterais e o altar principal totalmente decorados, além dos lustres de cristal da Boêmia.

DSC_0795

DSC_0794

Vale dizer que a entrada dessa Igreja é paga, custa 5,00 reais (valor de agosto de 2015) e dá direito também a visitar o Museu Arquidiocesano de Arte Sacra (não dá pra fotografar, cada sala tem um funcionário cuidando!). Esse museu possui um dos mais ricos acervos de Arte Sacra do país, com mais de 2 mil peças produzidas durante os séculos 18 e 19, como estatuas, pinturas, vestimentas religiosas, objetos litúrgicos de prata e ouro, entre outros. Sem duvida alguma, os grandes destaques do museu são as obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde, claro.

DSC_0812

A rua que passa ao lado da Catedral Basílica da Sé, a rua Frei Durão, nos leva até a uma pracinha super bonitinha, a Praça Gomes Freire. Ali tem um pequeno lago, um coreto e diversos bancos onde vi várias pessoas fazendo um lanche no horário do almoço ou simplesmente vendo o movimento. Nos arredores dessa praça ficam algumas lojas de artesanato e restaurantes.

DSC_0837

Fiquei ali um tempinho também, aproveitei pra fazer um lanche rápido e depois segui pela rua Frei Durão lado a lado com diversas crianças que estavam indo pra escola.

DSC_0841

Se subir por essa rua, logo se chega a Praça de Minas Gerais

Bem do lado dessa escola, fica o portão de entrada que dá acesso ao Seminário Maior São José. Mariana se destaca por ter sido o primeiro centro religioso e também por ser sede do primeiro bispado do estado de Minas Gerais.

DSC_0834

DSC_0832

No dia que estive lá não dava pra visitar o seminário (nem sei se é possível), mas resolvi ir mesmo assim, pois tinha visto umas fotos na internet e achei o lugar super bonito. Repare nas palmeiras imperiais que enfeitam a praça logo em frente ao seminário, super bonitas! Lugar super fotogênico!

DSC_0822

DSC_0816

DSC_0819

E Mariana basicamente é isso ai! Acho que não levei nem 4 horas pra conhecer a cidade. E olha que eu deeeemoro pra visitar qualquer coisa, gosto de olhar tudo e bater muitas fotos.

Quem quiser, pode aproveitar o dia e visitar também uma Mina de Ouro que fica ali pertinho, tema para o próximo post!

DSC_0828

Para ir até Marina é muito simples. Quem for de Belo Horizonte deve pegar um ônibus com a empresa Viação Pássaro Verde e quem optar por ir de Ouro Preto, como eu fiz, a empresa que faz esse trajeto é a Viação Transcotta. O trajeto de 12 km é percorrido em uns 30 minutos. É só pedir pro cobrador avisar quando estiver chegando perto da Praça de Minas Gerais. Eu fiz isso e foi bem tranquilo! Na volta, eu peguei o ônibus no mesmo lugar, só que do outro lado da rua e fui até a Mina de Ouro e depois segui pra Ouro Preto. O preço da passagem entre Ouro Preto e Mariana custa mais ou menos uns 3,35 reais cada trecho (valor de agosto de 2015).

Obs.: Assim como em Ouro Preto, as principais atrações da cidade não abrem as segundas-feiras.

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Mariana, Minas Gerais
Booking.com
  1. Fernanda Scafi 10/11/2015 | 17:24

    Não sei que dia da semana que é, mas o concerto com o órgão antigo na Catedral é lindo demais!!!

    • Contando as Horas 12/11/2015 | 15:21

      Oi, guria

      Sério? Não sabia que tinha um concerto. Vou tentar procurar no google alguma informação sobre isso.

      Obrigada pela dica!

  2. Bruno Cardoso 22/11/2015 | 13:16

    De cada vez que leio mais sobre estas cidades mineiras com tantos vestígios da presença portuguesa no Brasil mais eu fico com vontade de as conhecer. Mariana, Ouro Preto, São Joao del Rey, etc etc. Muito interessantes estes posts. Estão nos meus favoritos para quando for aí conhecer isso.

    • Contando as Horas 25/11/2015 | 14:13

      Oi, Bruno

      Essa região do Brasil tem uma história muito interessante mesmo e a ligação com os Portugueses tbm está muito presente. Que legal que vc gostou da série de posts. Eu tbm gostei bastante de conhecer e de escrever sobre esses lugares aqui no blog!

      Obrigada pela visita!! =DD

  3. Elaine Bernardo 05/04/2016 | 19:37

    Gostei muito! Em Maio quero passear por todo esse cenário encantador.

    Obrigada!

    • Contando as Horas 06/04/2016 | 02:05

      Oi, Elaine

      É muito legal mesmo.. Vc vai adorar as cidades historicas de Minas Gerais.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

Deixe o seu comentário...