25.11
2015

Schloss Charlottenburg, a residência de verão dos reis da Prússia em Berlim

Quem for a Berlim e quiser visitar uma atração diferente, algo que fuja um pouco do tema guerras, Muro de Berlim e Hitler, pode incluir no roteiro o Schloss Charlottenburg.

SONY DSC

O Castelo de Charlottenburg era a residência de verão dos reis da Prússia em Berlim. Esse palácio foi construído a mando do rei Frederico I da Prússia, como homenagem a sua esposa, Sophie Charlotte. 

SONY DSC

SONY DSC

Esse era o local preferido dos membros da Casa dos Hohenzollern, até que o rei Frederico II, se interessou por uma região no local onde hoje está localizada a cidade de Potsdam e resolveu desde então, passar suas férias de verão no Palácio de Sanssouci (tema para outro post!!).

SONY DSC

Estátua equestre do rei Frederico I

Esse palácio está localizado um pouco fora do centro de Berlim. Quem for até lá, vai poder visitar o próprio palácio, os seus jardins e o museu de porcelana Belvedere.

SONY DSC

A visita começa pelo palácio, que logo que foi construído era muito menor do que toda a estrutura que vemos hoje em dia. Conforme os diversos reis da Prússia foram passando por ali, cada um aumentava e decorava o palácio a seu gosto.

SONY DSC

O palácio é claramente dividido em duas alas, a Ala Antiga (Alte Schloss) e a Ala Nova (Neuer Flügel). Na ala antiga, o que a gente vê ali são salas com decoração de extremo bom gosto. E claro, não dá pra deixar de reparar nos mobiliários de época, nos lustres, porcelanas e coleções de obras de arte que pertenceram a família real da Prússia.

SONY DSC

Na minha opinião, uma das salas mais bonitas é a Sala das Porcelanas, que como o próprio nome ja indica, está decorada com peças de porcelana do chão até o teto. Super diferente e muito bonita!

SONY DSC

SONY DSC

Também gostei bastante de uma sala oval, que fica de frente para os jardins. Os destaques dessa sala são suas paredes espelhadas emolduradas por decoração de ouro e seu lustre.

SONY DSC

SONY DSC

E as salas da ala mais nova do palácio? Maravilhosas! É nessa ala onde estão os aposentos do rei Frederico II. Essa ala apesar de ser menor, é a parte que tem as salas mais bem decoradas de todo o palácio.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Depois de visitar o palácio, é hora de desbravar os jardins. O Schlossgarten, como ele é chamado, é uma área super bonita e agradável pra caminhar. Lado a lado com o jardim corre o rio Spree, o rio que cruza toda a cidade de Berlim.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Nos jardim também tem um pequeno lago, pontes e lugares super bonitos que rende ótimas fotos!

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

É nos jardins também onde estão localizados, por exemplo, o Belvedere, que atualmente abriga um museu dedicado as porcelanas. O lugar é pequeno, tem três andares e diversos exemplares de porcelanas em exibição, com destaque para as porcelanas da Königlichen Porzellan-Manufaktur, uma empresa alemã fundada por Frederico II da Prússia, para competir com as porcelanas de Sèvres, Meissen, entre outras que circulavam pelas cortes europeias naquela época.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Dizem que também tem um mausoléu, local onde estão enterrados reis e rainhas da Prússia. A gente acabou não visitando esse lugar, mas quem tiver interesse, fica a dica!

IMG_6623

Para ir até lá, a melhor forma é ir de metro. Existem duas estações de metro ali perto, a Sophie-Charlotte-Platz (linha U2) ou a estação Richard-Wagner-Platz (linha U7). Nós optamos por descer na estação Richard-Wagner-Platz, que nós pareceu ser a estação mais próxima a entrada do palácio.

IMG_9302

Obs.: O palácio não abre pra visita as segundas-feiras. Quem tiver interesse em fotografar o palácio internamente deve comprar uma permissão que custa 3,00 euros (valor de maio de 2015), além do valor do ticket para visitar o palácio. A visita aos jardins é gratuita, é só entrar por uma das laterais do palácio.

** Precisando de hotel em Berlim? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Alemanha

Todos os posts sobre Berlim

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Alemanha, Berlim
Booking.com
  1. Fernanda Scafi 27/11/2015 | 19:54

    No dia que eu fui estava tão frio e tão nublado que não deu pra conhecer o jardim de jeito nenhum… Vou ter que voltar!!! hahaha Olha eu querendo aumentar a lista de coisas a fazer em Berlim, só pra ter que voltar imediatamente!! rs

    • Contando as Horas 28/11/2015 | 01:38

      Oi, Fernanda

      Guuuriaaa, nem fala! Eu também já to querendo voltar, principalmente agora que as redes sociais estão tomadas por fotos dos mercadinhos de natal, das cores do outono e tudo mais.

      Mas não deixa de incluir esse palácio e seus jardins no teu próximo roteiro, vale muito a pena conhecer! =DD

Deixe o seu comentário...