30.07
2016

Na prática as novas regras de segurança nos aeroportos do Brasil

Uns 10 dias atras o assunto em todos os jornais e sites de noticias era o mesmo: As novas regras de segurança nos aeroportos do Brasil. Alguém lembra disso?

Eu tenho costume de sempre deixar a tv ligada na Globo News, e sério, vi, revi, vi de novo, vi tantas vezes as reportagens falando que a partir do dia 18 de julho as regras de segurança mudariam, que sério, cheguei a decorar a noticia.

aeroporto cwb

Ai chegou o tal dia 18 de julho, segunda-feira, e o caos se instalou em todos os aeroportos do Brasil. Muitas pessoas sabiam que as novas regras entrariam em vigor, mas muitas outras não (juro que não sei em que planeta essas pessoas vivem!).

Essa semana eu estive no aeroporto de Curitiba pra pegar o voo pra Santa Catarina (com conexão em Guarulhos) e vou contar aqui nesse post como foi a minha experiência. 

Antes de qualquer coisa, quem já esteve na Europa nesses ultimos anos, já vivenciou de perto todas essas novas regras de segurança que foram implantadas aqui no Brasil. É tudo muito simples e não tem mistério. Alias, essas regras já eram validas para voos internacionais e agora, passaram a valer também em voos domésticos.

Ao chegar no aeroporto, todo mundo deve fazer o seguinte:

– Tirar casaco, cachecol e botas/sapatos

– Tirar cintos, joias, relógios, moedas, enfim, todos os objetos de metal

– Tirar o notebook da bolsa

– Tirar os líquidos da bolsa

Simples, né? Pois então, era somente isso que estava entrando em vigor aqui no Brasil no dia 18 de julho.

A minha experiência foi a seguinte:

Eu tava viajando com duas malas, uma grande (que foi despachada) e outra mala tamanho cabine (que levei como bagagem de mão) onde levei todas as minhas tralhas eletronicas (maquina fotografica, gopro, carregadores), coisas de banheiro, maquiagens, chapinha, oculos de sol, notebook e algumas roupas (um casaco e duas blusas de lã).

Chegando no aeroporto, depois de despachar minha mala grande, me dirigi ao setor de segurança. Era por volta de umas 09:00 da manhã e a fila tava beeeem tranquila (acho que tinha umas 10 pessoas na minha frente) e o processo tava bem agilizado.

Quando chegou a minha vez, não precisei tirar o tenis, nem o casaco e nem os liquidos (maquiagens, cremes e tal) da bagagem, apenas me pediram pra tirar o notebook da mala. E foi só isso!

Em resumo: Não notei nada de diferente, antes mesmo de serem implementadas essas novas regras eu já tirava o notebook da bagagem de mão em algumas ocasiões, mas em muitas outras não. Não sei se essas regras estão mais rigidas apenas nos aeroportos com mais voos vindos do exterior ou com maior movimentação de passageiros, como o caso do aeroporto de Guarulhos, do Galeão ou de Brasília, por exemplo. No aeroporto de Curitiba, ao menos nessa semana, eu não notei nada de diferente!! Vai entender!

Como vi no noticiario as filas e todo o caos devido a essas novas regras, cheguei com umas 3 horas de antecedência no aeroporto. Achei melhor ficar sentada na sala de embarque do que passar perrengue na fila de segurança. Maaas, bem no fim, me preocupei atoa. Poderia ter ficado dormindo uma hora a mais, tranquilamente.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Dicas de Viagem

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Dicas de Viagem
Booking.com
Deixe o seu comentário...