22.08
2016

Holanda: A moderna cidade de Roterdã

Uma cidade que eu não tinha grandes ambições turísticas era Roterdã, a segunda maior cidade da Holanda. Na verdade, eu acabei incluindo ela no meu roteiro meio por caso.

edimbra 2011 170

Obviamente que Roterdã tem várias atrações turísticas a serem conhecidas, reserva uma surpresa arquitetônica a cada esquina. Toda essa modernidade se deve ao fato de que durante a Segunda Guerra Mundial a cidade foi arrasada, precisando ser totalmente reconstruída, ganhando o título de cidade mais moderna da Holanda. É bem verdade que algumas construções são bem diferentes, outras são super ousadas e outras beiram ao ridículo. 

roterda mapa

No meu roteiro estavam umas 3 ou 4 atrações que eu fazia muita questão de conhecer e o resto do tempo usei pra caminhar sem pressa e sem destino.

edimbra 2011 221

Roterdã fica a 65 km de Amsterdã, ou seja, o trajeto a ser percorrido de trem dura mais ou menos uns 40 minutos. A cidade tem 7 estações de trem, e pra quem já quiser desembarcar no centrão da cidade, é melhor desembarcar na estação Blaak.

edimbra 2011 167

Meu roteiro começou indo direto a Grotekerkplein, a praça onde fica a principal igreja da cidade, a Grote of Sint-Laurenskerk, uma igreja protestante construída no final do século 16. Nem em frente a essa igreja fica a estátua de Erasmus, a estátua mais antiga do país e um homenagem ao teólogo e filosofo holandês Desiderius Erasmus.

edimbra 2011 173

Não muito longe dali, fui conhecer a atração mais famosa da cidade, a Cube House ou em holandês Kubuswoning. Foi construída na década de 80 pelo arquiteto Piet Blom. No total, a casa é composta por 32 cubos, lado a lado. Além dessa arquitetura muito louca, o mais engraçado é que tem pessoas que moram ali de verdade.

edimbra 2011 198

Devido ao grande numero de turistas por ali, um desses moradores resolveu abrir as portas da sua casa para visitação.  Cada casa tem três andares mais o térreo. Se não me falha a memória, no primeiro andar fica a cozinha e uma sala, no segundo andar ficam os quartos e banheiro e no ultimo andar tem uma pequena varanda com um pequeno jardim. Pra quem gosta de arquitetura diferente, vale a pena dar uma passada lá, sem duvida!

edimbra 2011 201

Lembro que uns 5 minutos depois de sair da Cube House começou a cair um mega chuvão e eu precisei entrar em um café pra esperar a chuva parar. Tava chovendo muito forte mesmo. Perdi um pouco mais de 1 hora com essa chuva toda, mas ainda deu tempo de conhecer mais algumas coisinhas.

edimbra 2011 204

edimbra 2011 211

edimbra 2011 215

edimbra 2011 217

Dali eu segui até o Porto de Roterdã, pois eu queria ver de perto outra grande atração da cidade, a Erasmusbrug, a ponte mais fotografada da cidade. Essa ponte foi construída sobre o rio Nieuwe Maas, o rio que atravessa toda a cidade.

edimbra 2011 236

edimbra 2011 232

edimbra 2011 235

No caminho de volta para estação, acabei passando meio sem querer pelo Museu Boijmans Van Beuningen, uma especie de galeria de arte com foco nas obras de Boijmans e Van Beuningen, mas também de diversos outros pintores famosos, como Van Gogh, Rembrandt, Dali, entre outros. Eu não visitei internamente, apenas caminhei pelos jardins, onde estão espalhados diversas estátuas.

edimbra 2011 229

edimbra 2011 223

E caminhei meio sem rumo por alguns canais, onde vi muitas estátuas e coisas inusitadas pelo caminho.

edimbra 2011 212

edimbra 2011 237

Se não tivesse perdido aquela 1 hora e pouco esperando o diluvio passar, teria feito um passeio no barco Spido, para percorrer o Porto de Roterdã, o maior porto da Europa. Além disso, em 2014, a cidade ganhou mais uma atração, De Markthal, um prédio residencial, com escritórios e com o maior mercado coberto da Holanda localizado no centro, mas o que mais chama atenção mesmo é a sua arquitetura mutcho loca!

edimbra 2011 171

Obs.: Apesar de não parecer, essas fotos foram tiradas no mesmo dia. Clima da Holanda é meio louco!

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Amsterdã

Todos os posts sobre Delft

Todos os posts sobre Gouda

Todos os posts sobre Keukenhof

Todos os posts sobre Zaanse Schans

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Holanda, Roterdã
Booking.com
Deixe o seu comentário...