25.08
2016

A Lei Escocesa para… Barulho

Todo mundo já ouviu uma história de alguém que tem um vizinho muito barulhento, certo? Aquele vizinho que precisa escutar musica no ultimo volume ou que resolve reformar a casa em um domingo de manhã ou que dá uma festa daquelas todo santo mês.

Assim como aqui no Brasil, no UK também existem regras de boa vizinhança que precisam ser cumpridas.

edi

Castelo de Edimburgo e Princes Street Gardens visto da Princes Street

No tempo que morei na Escócia, eu morava em uma residência estudantil, eu não tinha tv e muito menos radio em casa. Quando queria ouvir uma musica, tinha que ouvir no Youtube e se queria ver tv, tinha que ir na Área Comum da Residência Estudantil. Quase todo final de semana eu tava viajando, então quase nunca parava em casa. Se queria me reunir com meus colegas, preferia fazer isso em um restaurante ou pub. Portanto, sempre fui uma vizinha exemplar. Nunca recebi nenhuma reclamação. 

Obviamente que já tive vizinhos sem noção por lá, mas nem era por musica alta ou qualquer outro tipo de barulho. Geralmente o que acontecia era uma algazarra gigantesca no corredor, de madrugada, em qualquer dia da semana, quando o pessoal voltava super “feliz” pra casa, se é que vocês me entendem.

Se o incomodo for rápido, não costumo reclamar. Assim como, também não reclamo se isso acontecer eventualmente. Agora quando a coisa é com muita frequência, acho valido reclamar, com educação.

A lei escocesa aconselha primeiro conversar com o vizinho. Se os barulhos persistirem, eles sugerem que você faça uma espécie de diário anotando o dia, horário e tipo de barulho. E aconselham a enviar uma carta com esse dados explicando a situação.

Se nada disso revolver, ai sim é indicado buscar ajuda das autoridades. Em um primeiro momento sera enviado alguém até a sua casa pra verificar o barulho. Será dado uma advertência. Se a coisa não melhorar ou não cessar, multas são aplicadas.

As multas pra qualquer coisa (assim como as leis) costumam se mais severas que aqui no Brasil, portanto, acho valido saber certinho todas as regras do jogo. Nesse caso, a multa máxima pode chegar a 5.000 mil libras. E se não for paga, cada dia que passa é cobrado mais 500,00 libras de multa. Se o barulho causado por feito por uma industria ou empresa, a multa pode chegar a 20.000 mil libras. Ou seja, como eu disse, a lei costuma ser severa.

Pra ter uma ideia, a policia tem o direito de confiscar o equipamento ou o que quer que seja que esteja fazendo o barulho, se necessário, por até 28 dias. Se a pessoa que teve o equipamento confiscado não gostar nada da ideia e quiser recuperá-lo o mais rápido possível, terá que pagar uma taxa relacionada a todos os gastos que a policia teve pra fazer essa operação.

E em últimos casos, se nada resolver, é possível fazer uma reclamação formal ao Sheriff Court do seu bairro contra o vizinho/empresa barulhenta. Se você ganhar o caso e mesmo assim os barulhos persistirem, é possivel processar, mas os custo de todo esse processo são altos.

Portanto, na duvida, seja sempre educado ao reclamar. Muitas vezes a pessoa simplesmente não se deu conta de que está fazendo tanto barulho a ponto de incomodar os vizinhos. Uma simples conversa em um tom mais amigável pode ser suficiente para resolver o problema!

Obs.: Lembrando ainda que, quem resolver morar em apartamento ou em residência estudantil, esses lugares podem ter leis especificas para essa questão, indo desde simples advertências até multas.

As Leis Escocesas (como as leis de todos os países) estão sempre em constante mudança. O blog aconselha sempre, antes de qualquer viagem a Escócia, conferir se as leis não foram alteradas novamente. Essas infos podem ser checadas no site do Governo Escocês -> Scottish Government ou também, no site do Governo do Reino Unido -> Gov Uk.

** Precisando de hotel na Escócia? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

A Lei Escocesa para…

A Lei Escocesa para… Cigarro

A Lei Escocesa para… Bebida

A Lei Escocesa para… Drogas

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em A Lei Escocesa, Escócia
Booking.com
  1. Leticia de Rossi Moura Farinon 13/11/2016 | 00:30

    Olá! você poderia falar sobre o custo de vida na escócia? Dificuldades de conseguir empregos e etc. ? Sabe dizer se com a cidadania Italiana, podemos acessar o país livremente ? Agradecida.

    • Contando as Horas 16/11/2016 | 00:30

      Oi, Leticia

      O custo de vida na Escócia é mais baixo que comparado com a Inglaterra. Dentro da Escócia, por exemplo, o custo de vida em Edimburgo e Inverness costuma ser mais caro que em Glasgow, Aberdeen ou Dundee, por exemplo. Obviamente que em Edimburgo é bem mais caro entre todas essas opções, só perde mesmo pra Londres.

      A dificuldade de arrumar um emprego está totalmente relacionado com o teu nivel de inglês e a demanda pra uma determinada profissão no país. Com cidadania italiana fica mais facil, do que indo apenas com o passaporte brasileiro, mas claro que isso, hoje em dia, não é garantia de nada.

Deixe o seu comentário...