15.11
2016

Pernambuco: Informações práticas

Nessa minha primeira viagem ao Nordeste, eu resolvi incluir no meu roteiro os estados da Paraíba e Pernambuco. Em Pernambuco, meu foco foram as praias no litoral sul e antes de vir embora, aproveitei pra conhecer Olinda também. Os outros lugares, ficaram para uma outra oportunidade.

IMG_2968

Nesse post eu vou compartilhar algumas informações e dicas pra quem estiver pensando em se aventurar por lá também. Vamos lá?!?! 

→ Localização

Pernambuco faz fronteira com 5 estados: Alagoas, Bahia, Piaui, Ceará e Paraíba. A sua capital é Recife, localizada no litoral, bem no meio do estado, facilitando os deslocamentos para as praias do litoral norte e litoral sul.

DSC_6728

→ Melhor época (estações do ano)

Como todo mundo já sabe, o Nordeste tem apenas duas estações: a seca e a chuvosa. Dizem que os melhores meses, quando o tempo está mais seco, vão de outubro a março. Já a estação chuvosa vai de abril a setembro.

DSC_6608

Reserva do Paiva, em Cabo de Santo Agostinho

Diz que a época com maior quantidade de chuva acontece no periodo de inverno, nos meses de junho, julho e agosto.

Quem vai para o Nordeste para aproveitar as suas praias, deve ficar atento a tábua das marés e as fases da lua, ambos interferem diretamente nas condições do mar e consequentemente, de muito passeios. Pretendo escrever um post especifico sobre esse assunto mais adiante.

DSC_6766

Praia Enseada dos Corais, em Cabo de Santo Agostinho

Minha experiência: essa foi minha primeira viagem ao Nordeste, fui no mês de outubro, peguei a tábua das marés e fases da lua favoráveis a maior parte do tempo. O clima estava ótimo, em Pernambuco mesmo, não peguei nenhum dia de chuva. Sempre tinha céu azul e muito sol, com temperaturas agradáveis.

Lembre-se, o dia começa super cedo no Nordeste, por volta das 05:00 da manha o sol está a pino e o por do sol também acontece muito cedo, lá pelas 17:00. Levante cedo!

DSC_6948

Praia de Calhetas, em Cabo de Santo Agostinho

→ Como ir até Pernambuco

Quem mora aqui no sul do Brasil, obviamente chegará a Pernambuco de avião. Comparando com a Paraíba, a oferta de voos, horários e cias aéreas é muito mais em Pernambuco, garantindo um preço melhor.

A maioria dos voos exigem uma conexão pelo caminho, que geralmente acontece em São Paulo, Brasília ou Rio de Janeiro.

Se as passagens estiverem caras, é possivel usar milhas. Além disso, dependendo dos lugares que estão no roteiro, é possível desembarcar em Maceio e de lá seguir viagem de ônibus para Pernambuco.

IMG_3303

No meu caso, meu roteiro ficou assim:

– Trecho de ida: Floripa – conexão no Aeroporto de Congonhas – João Pessoa.

– De João Pessoa a Recife de ônibus, são apenas 120 km de distância.

– Trecho de volta: Recife – conexão no Aeroporto de Guarulhos – Chapecó.

Os preços das passagens partindo aqui do sul do Brasil são carissimas, me restando apenas a possibilidade de emitir com milhas Smiles, portanto, voei Gol todos os trechos. Gastei 48 mil milhas + 55,36 reais de taxas de embarque.

→ Partindo de Recife – Aerporto Internacional de Recife (IATA: REC)

O Aeroporto Internacional de Recife é o principal aeroporto de Pernambuco e é considerado o maior aeroporto do Nordeste. Fica ao sul de Recife, quase na divida com a cidade de Jaboatão dos Guararapes. Fica a 11 km do centro de Recife. Desde fevereiro desse ano, foi transformado em hub da cia aérea Azul, com bastante opções de voos para todas as capitais do Nordste e algumas capitais da região Norte. Todas as principais cias aéreas brasileiras (Gol, Latam, Azul e Avianca) voam pra lá.

DSC_7211

Praia dos Carneiros, em Tamandaré

Como meu voo chegou em João Pessoa e de lá eu segui viagem para o Recife de ônibus, acabei conhecendo o aeroporto somente no trecho da volta dessa minha viagem.

Eu tinha lido na internet que esse aeroporto era um dos mais modernos do Brasil, mas não sei não, ao menos nas partes onde eu andei, não vi nada demais.

DSC_7515

Praia dos Carneiros, em Tamandaré

→ Como ir do Aeroporto até o centro

Para ir do aeroporto até o centro ou para outras partes do estado, é possivel pegar o metro, ônibus ou táxi.

Meu voo tava marcado pra sair as 04:00 da manhã e como eu não estava hospedada em Recife, tive que me deslocar com muita antecedência. Nos ultimos dias dessa viagem a gente ficou em Olinda e de madrugada, a unica opção era pegar um táxi. Nós saimos as 01:45 de Olinda e chegamos as 02:15 no aeroporto. O trajeto teve preço fechado (não foi usado o taximetro), pagamos 60,00 reais.

DSC_7551

Praia dos Carneiros, em Tamandaré

→ Diferença de fuso horário

Se você morar aqui no sul do Brasil e estiver viajando para o Nordeste numa época que o horário de verão já esteja em vigor, haverá diferença de horário. No Nordeste será 1 hora a menos do que aqui na região sul do Brasil. No restante dos meses, o horário fica igual.

DSC_7694

Na estrada rumo as praias do litoral sul pernambucano

→ Quanto dias ficar em Pernambuco

Essa pergunta é sempre muito dificil de responder, pq tudo depende. Eu não tinha intenção de conhecer o estado todo nessa viagem e como só tinha 1 semana, resolvi focar a viagem nas praias do Litoral Sul.

DSC_7765

Praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca

Obviamente que o tempo que fiquei em cada lugar não é o ideal, poderia facilmente ter fica pelo menos mais 1 ou 2 dias em cada lugar, mas eu achei que esse roteiro deu na medida pro que eu tinha em mente. Consegui aproveitar o hotel, fazer os principais passeios e curtir as praias.

DSC_8195

Na Vila de Porto de Galinhas, em Ipojuca

Meu roteiro ficou assim:

2 dias em Cabo de Santo Agostinho

2 dias em Tamandaré

2 dias em Porto de Galinhas

1 dia em Olinda

Nos próximos posts vem todos os detalhes do hotéis escolhidos e passeios realizados.

DSC_7842

Praia do Muro Alto, em Ipojuca

→ Os Pernambucanos

Obviamente que eu já tinha conhecido pessoas do Nordeste em outras oportunidades ao longo da minha vida. Na época da faculdade, tive alguns colegas da região Norte e Nordeste. Quando morei em Edimburgo também estudei com um brasileiro que se não me falha a memória era da Bahia.

DSC_8014

Pontal do Maracaípe, em Ipojuca

No geral, eu achei o povo Nordestino exatamente tudo o que a gente vê e ouve por ai: pessoas muito alegres e simpáticas.

Em Pernambuco mesmo, tive pouco contato com pessoas nascidas lá, parece que o estado já foi invadido por pessoas de outras partes do Brasil e do exterior.

DSC_8615

Olinda

→ Segurança em Pernambuco

Esse é um tópico bastante delicado, até pq eu não conheço praticamente nada do Nordeste e meu unico parametro para efeito de comparação é a Paraíba.

DSC_8837

Olinda

Vou ser bem sincera: diversas vezes fiquei com medo. Se nas praias da Paraíba não vi gente atoa ou suspeita, na maior parte das praias de Pernambuco eu vi. Claro que nas praias onde fiquei mais tempo (Praia do Paiva, Porto de Galinhas, Muro Alto, Carneiros) eu achei super tranquilo, já em outras praias, muitas vezes, nem a minha camera eu peguei pra tirar foto. Obvio que não fiz isso achando que alguém viria me assaltar, mas foi por pura precaução. Sabe quando vc chega em um determinado lugar e parece que o ambiente não te deixa muito a vontade pra fazer o que vc quiser a hora que for? Foi isso que senti em alguns lugares.

IMG_3170

Olinda

Essa é só a minha opinião. Pode ser que outras pessoas tenham ido pra lá e tenham tido experiências e impressoes diferentes. Mas como isso aqui é um blog e eu escrevo sobre minhas experiências, achei importante compartilhar.

IMG_2512

Porto do sol na Praia de Tamandaré, em Tamandaré

Outros Blogs

Dois blogs que me ajudaram muito a definir o roteiro dessa viagem a Pernambuco foram: Tem que ir e o Janelas Abertas. Dá uma olha nos posts lá também!

DSC_7742

Por do sol visto do hotel na Praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca

** Precisando de hotel em Pernambuco? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Pernambuco

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Brasil, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Olinda, Pernambuco, Recife, Tamandaré
Booking.com
Deixe o seu comentário...