22.11
2016

Bélgica: Dinant, a terra da cerveja Leffe

Depois de passar o final de semana em Bruxelas, alugamos um carro e seguimos em direção a região da Valônia, a parte francesa da Bélgica. Nossa primeira parada foi em Dinant, uma cidadezinha minuscula, localizada a 90 km de Bruxelas.

dinant (4)

Como o próprio título do post já revela, um dos motivos que nos levou até lá foi o fato de a cerveja Leffe ser produzida lá. Além disso, aproveitamos pra conhecer um pouco mais sobre o Saxofone, instrumento criado por lá também. 

DSC_1103

Quem vem de Bruxelas vai ter a oportunidade de entrar em Dinant passando bem no meio da Rocha Bayard, uma estrada super estreitinha que passa literalmente no meio dessa rocha. Conforme o carro vai chegando mais perto, dá impressão de que não vai ser possivel atravessá-la. Dá até um medinho de arrancar os retrovisores do carro!

dinant (5)

dinant (6)

Em Dinant tudo gira em torno de um rochedo e do rio Meuse, afinal, a cidade literalmente cresceu nesse pequeno espaço e devido a isso, ela é uma cidade que creceu de forma alongada, povoando boa parte das margens do rio.

DSC_1245

DSC_1240

Quem estiver de carro, próximo a prefeitura existe um estacionamento gratuito, que foi onde deixamos o carro pra poder explorar Dinant.

DSC_1223

Nossa primeira parada foi no calçadão as margens do rio Meuse e logo na sequencia, fomos a Ponte Charles de Gaulle, famosa por ter em exibição diversos saxofones coloridos em toda a sua extensão que homenageia um país diferente.

DSC_1183

DSC_1184

DSC_1186

DSC_1222

Ali pertinho da ponte, tem uma estátua que homenageia o General Charles de Gaulle. E é dali onde é tirada a foto cartão postal de Dinant, com vista do rio, da igreja e da cidadela ao fundo. Incrível! A gente não consegue parar de fotografar!

DSC_1191

Depois de garantir as nossas fotos do cartão postal de Dinant, nos seguimos a pé até a Maison Leffe, principal motivo que nos levou até lá. Pra quem gosta de cerveja, esse é um passeio imperdível. A Maison Leffe fica no alto de uma colina, com belas vistas de praticamente toda a cidade.

DSC_0641

DSC_0643

Lá existe um museu que conta a história da primeira cerveja trapista belga, que começou a ser produzida em 1240!! Lá é possível ver atraves de videos ilustrativos como a cerveja começou a ser produzida, a história da Abadia de Leffe, como era a vida dos monges por lá, quais são as cervejas produzidas, ingredientes e objetos usados na produção, entre outras coisas. Reserve 1 hora pra isso, o museu é todo interativo, cheio de videos e esqueminhas.

DSC_0601

DSC_0614

DSC_0602

DSC_0616

Depois disso, vem a parte mais esperada da visita, a degustação. É possivel provar 3 tipos entre os 8 tipos de cervejas Leffe produzidas. E ainda, no final do passeio, a gente ganha uma taça da cerveja Leffe de presente. Adorei!

DSC_0626

DSC_0629

IMG_7776

DSC_0634

Após a visita a Maison Leffe, aproveitamos pra bater algumas fotos da cidade lá do alto da colina de onde se tem boas vistas do outro lado do rio.

DSC_0649

DSC_0648

E atravessamos novamente a Ponte Charles de Gaulle e fomos em direção a principal igreja da cidade, a Igreja da Colegiada de Nossa Senhora de Dinant ou Collégiale Notre Dame de Dinant, uma igreja catolica construida nas bases de um rochedo. Quem tiver em duvida se vale ou não a pena visitar, eu já adianto, vale sim! Lá é possivel ver um dos maiores vitrais de toda a Europa. Vale a pena conferir!

DSC_1208

DSC_1212

DSC_1216

DSC_1111

DSC_1115

DSC_1117

DSC_1120

Ai ao ladinho, se tem acesso a outra grande atração da cidade, a Cidadela de Dinant ou Citadelle de Dinant construida durante o século 11, para vigiar e controlar a passagem de mercadorias pelo rio Meuse.

DSC_1123

O acesso a Cidadela pode ser feito de duas formas: a pé subindo uma escada (um pouco mais de 400 degraus!) ou por teleférico. Nós optamos por subir e descer com o teleférico. A viagem é rapinha, acho que não levou mais do que uns 3 ou 4 minutinhos. Não deixe de reparar na vista da cidade (espetacular!) conforme o teleférico vai se movendo morro acima.

DSC_1140

Hoje em dia a Cidadela é um museu, onde é possivel ver prisões, trincheiras bombardeadas, bunkers, salas de torturas, objetos militares, entre outras coisas.

DSC_1177

DSC_1133

DSC_1134

Além disso, existe uma ala que conta um pouco sobre a Batalha de Dinant, uma batalha que fez parte da Primeira Guerra Mundial, onde franceses e alemães se atacaram pra ver quem ficava com a posse de Dinant. Um dos feridos nessa batalha foi o General frances Charles de Gaulle (por isso a cidade tem diversas homenagens a ele) permitindo que os alemães ficassem de posse dessa cidade.

DSC_1151

DSC_1147

DSC_1139

DSC_1144

Mas sem duvida alguma, o ponto alto da visita fica por conta da vista que as muralhas oferecem. Dá pra ver Dinant inteira lá do alto! Imperdível!

DSC_1132

DSC_1181

DSC_1131

Maison Leffe é essa construção mais escura no centro da foto

E pra quem gosta de visitar cemitérios, lá dentro da Cidadela fica o Cemitério Frances, com mais de mil cruzes brancas que simbolizam os soldados que morreram lutando em Dinant durante a Primeira Guerra Mundial. Eu não visitei, mas fica a dica!

dinant (3)

Pra quem gosta de musicas, instrumentos musicais e saxofone, é em Dinant onde fica Maison de Monsieur Sax, a casa de Adolphe Sax, criador do saxofone. Nós não visitamos o museu, mas paramos pra tirar uma foto com a estátua do Sr Adolphe Sax, que fica bem em frente a entrada da casa.

dinant (1)

dinant (2)

E por fim, fomos caminhando pelo centrinho da cidade, sem pressa, até a Abadia de Nossa Senhora de Leffe ou L’Abbaye Notre-Dame de Leffe construida durante o século 12 por ordem do Conde de Namur, local onde a cerveja Leffe começou a ser produzida.

DSC_1094

DSC_1090

Atualmente a Abadia não está aberta para visitação, então apenas conhecemos e fotografamos por fora. Obviamente que a cerveja já não é mais produzida aqui, afinal, toda a produção foi transferida para a fábrida da AB-Inbev, localizada em Leuven.

DSC_1087

E por fim, se sobrar um tempinho, não deixe de provar o Couque de Dinant, um bolachão duro feito com mel (eu gostei!) e se conseguir encontrar (a gente tentou, mas não tivemos sucesso) as cervejas Cerveja Caracole e Bocq que são produzidas na cidade.

dinant (7)

Obs. 1: Evitar visitar Dinant as segundas-feiras, pq a Maison Leffe não abre para visitas.

Obs. 2: Dinant tem uma estação de trem, a Gare de Dinant, a viagem de Bruxelas ate lá leva aproximadamente 1 hora e 30 minutos. Pra quem quiser conhecer essa cidade e não tiver pretensão de alugar um carro, fica a dica!

DSC_1228

→ Outros blogs

Quatro blogs me ajudaram montar o meu roteiro por Dinant: Donde Vamos Eva (blog em espanhol), Mis Viajes y Sensaciones (blog em espanhol também), Trupe da Trip e Viajoteca. Passa lá pra conferir as fotos e os relatos deles!

** Precisando de hotel em Dinant? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Bélgica

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Bélgica, Dinant
Booking.com
Deixe o seu comentário...