29.11
2016

Dica de Hotel em Chimay: Auberge de Poteaupré

Quando comecei a organizar essa viagem de carro pelas cervejarias na região da Valônia, parte francesa, no sul da Bélgica, uma das coisas que eu queria muito incluir no meu roteiro era dormir uma noite no Auberge de Poteaupré, que fica dentro da cervejaria trapista Chimay.

IMG_7950

O check-in acontece no balcão que fica dentro do restaurante, logo na entrada. Depois de confirmar nossas informações e assinar a reserva, recebemos as chaves e os códigos de entrada do portão externo e da porta da pousada, além da chave do quarto, claro. 

DSC_1071

A pousada tem apenas 7 quartos, que estão localizados no andar logo acima do restaurante/lojinha/museu. O acesso aos quartos é feito somente por escadas.

IMG_7953

Todos com decoração temática diferente, nas cores das cervejas trapistas da Chimay. Nós ficamos no quarto Chimay Bleue (quarto número 4), um quarto relativamente espaçoso, com cama de casal, mesa de trabalho, armário, tv de tela plana, aparelho de som (pré-histórico haha) e telefone.

DSC_1076

DSC_1074

Também tinha aquecedor e ar-condicionado. Como fomos no verão, em setembro, pegamos dias relativamente quentes na Bélgica, e sério, deixamos o ar ligado o tempo todo, tava muito quente.

DSC_1077

DSC_1083

Além disso, ainda tinha um minibar forrado de cervejas Chimay (obviamente) e água. Com relação aos preços, achei bem honestos.

IMG_7934

IMG_7935

IMG_7936

IMG_7960

IMG_7968

As Orval e a Leffe nos compramos durante as visitas que fizemos as respectivas cervejarias

Nosso quarto também tinha uma janelinha com vista para o campo e para a parte externa do restaurante.

DSC_1084

DSC_1085

Quanto ao banheiro, todos os quartos tem banheiro privativo. O banheiro tem espaço bem ok, com banheira apenas. Tem um chuveirinho, mas pra quem quiser usá-lo, precisa fazer uma pequena manobra, já que não tem lugar para pendurar. Como ficamos ali por apenas uma noite, nem me estressei muito com esse detalhe. Eles também oferecem toalhas e produtinhos de higiene.

DSC_1078

DSC_1081

DSC_1080

O hotel tem wifi gratuito e que funciona super bem. Tem local para deixar o carro, que apesar de ficar em uma área aberta, na lateral direita da pousada, não precisamos pagar nada a mais por isso.

A unica coisa que não estava incluída na diária era o café da manhã. Como não sabíamos como seria a nossa dinâmica durante a viagem, preferimos reservar o quarto com o café da manhã. Quem quiser tomar o café ali, precisa pagar por fora mais 10,00 euros/pessoa (além do valor da diária).

DSC_0998

Quem quiser comer alguma coisa durante o almoço ou janta, pode fazer as refeições no restaurante da Chimay. Ali é possível provar os queijos e as cervejas Chimay, além de alguns pratos elaborados com queijo ou cerveja. Recomendo muito, o restaurante é excelente e o atendimento é super agilizado! Vou falar mais sobre ele no próximo post!

IMG_7982

No restaurante é onde é servido também o café da manhã. É bem simples, não vá esperando um banquete! Tem apenas 2 tipos de pães, um tipo de suco, café, chá, queijos Chimay, geleia e frutas.

E por fim, porém não menos importante… O valor da diária para média/alta estação e baixa estação variam. Quando estive lá, era setembro de 2016, média estação e o valor que paguei foi 85,00 euros + 20,00 euros do café da manhã para 2 pessoas, ficando no total 105,00 euros.

IMG_7957

É necessário pagar uma porcentagem adiantado, como forma de garantir a reserva e o valor cobrado foi 25,00 euros. Esse valor pode ser pago via transferência bancária, cartão de crédito ou paypal. Eu fiz pelo paypal e foi super tranquilo.

Dica: Se você fizer muita questão de ficar hospedado aqui, reserve com muita antecedência. Eu fiz a minha reserva com 5 meses de antecedência e não consegui o quarto por dia que eu queria e tive que me contentar em ficar no dia seguinte.

IMG_7930

Eu recomendo que você programe o teu roteiro da seguinte forma (que foi o que eu fiz e foi ótimo): o ideal é chegar lá próximo ao horário do almoço, almoçar no próprio restaurante da Chimay, fazer o check-in, visitar o museu, a lojinha e a abadia. Jantar no restaurante (fique atento aos horários, dependendo do dia, tem horários de abertura variados) e dormir ao menos uma noite no hotel. Assim, todo mundo pode beber e aproveitar bem o passeio. No outro dia, dá pra acordar um pouco mais tarde, tomar o café e seguir viagem.

IMG_7980

Tabela de preços que tinha dentro do quarto

O Auberge de Poteaupré fica na rue Poteaupré, 5, a uns 15 minutos de carro do centro da cidade de Chimay. Fica literalmente no meio do nada, cercado por campo e floresta por todos os lados.

** Se você gostou das dicas desse blog e quiser dar uma força reservando hotel em Chimay através do site Booking, para iniciar as pesquisas, é só clicar aqui -> Reservar hotel em Chimay. Obrigada!!! **

** Importante: Ao reservar um hotel através de um link do site Booking aqui nesse post, será repassado uma comissão ao blog Contando as Horas. **

** Não sabe como utilizar o site do Booking? Aqui vai um post bem detalhado sobre como escolher e reservar um hotel. **

** Precisando de hotel na Bélgica? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem e seguro viagem aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Bélgica

Todos os posts sobre Bruxelas

Todos os posts sobre Chimay

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Bélgica, Chimay, Hotéis
Booking.com
  1. Rodrigo 02/12/2016 | 10:56

    Ah, então essa é aquela cervejaria onde se pode beber e dormir? Gostei!

    Meio off: já ouvi relatos de que, devido a alguns hábitos dos europeus serem diferentes dos nossos, essas toalhinhas menores do banheiro não devem ser confundidas com toalhas de rosto. Sabe se isso procede? Por via das dúvidas, nunca as utilizei…rs.

Deixe o seu comentário...