20.04
2017

Rússia: Um dia no Mosteiro de Sergiev Posad, o “Vaticano Russo”

Um bate-volta legal de se fazer a partir de Moscou é ir até Sergiev Posad (Сергиев Посaд), uma cidade localizada a 70 km ao norte da capital russa, na região chamada de Anel de Ouro (Золотое кольцо).

DSC_2926

Os únicos 2 minutos que o sol apareceu!

A cidade, que atualmente tem uma população de um pouco mais de 100 mil habitantes, se desenvolveu a partir do século 15 em torno de um mosteiro fundado no século anterior pelo monge Sérgio de Radonezh, que rapidamente se tornou um dos principais centros de peregrinação da Igreja Ortodoxa Russa. 

DSC_2800

Ao longo de sua existência, nem tudo foi um mar de rosas. Durante a época do comunismo, o Mosteiro ficou fechado por quase 26 anos, até que por ordem de Stalin ele foi reaberto. Desde essa época até 1988, o mosteiro foi residencia do Patriarca Russo, quando foi decido que a sede do patriarcado seria transferida para o Mosteiro de Danilov, no centro de Moscou.

DSC_2801

A maioria das pessoas que vão até lá tem como objetivo conhecer uma das principais atrações da cidade, o Mosteiro da Santíssima Trindade de Sergiev Posad ou The Holy Trinity St Sergius Lavra (Троице-Сергиева Лавра), declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1993.

DSC_2813

DSC_2812

Considerado um dos maiores mosteiro da Rússia, o mosteiro recebeu o titulo de Lavra pela Imperatriz Elizabeth, filha de Pedro, o Grande. Lavra é a maior classificação que um lugar sagrado pode receber dentro a Igreja Ortodoxa Russa.

DSC_2922

Ele é totalmente cercado por uma muralha com diversas torres e um portão de entrada, totalmente decorado com afrescos que contam um pouco sobre a vida de São Sérgio.

DSC_2920

DSC_2918

DSC_2919

Dentro das muralhas estão diversas igrejas, palácios, residencias dos monges e a casa do Patriarca russo.

DSC_2820

Quando estiver indo ao Mosteiro, procure pelo Lavra View Point, considerado o melhor lugar pra ver todo o complexo.

IMG_8955

DSC_2798

Com toda a certeza algumas cúpulas coloridas vão chamar atenção, entre elas, as que pertencem a Catedral da Assunção (Успенский Собор ou Uspensky Sobor), a igreja com cúpulas azuis e douradas. Ela é considerada a mais importante do mosteiro. É onde estão enterrados São Sérgio, o santo patrono da Rússia, o Czar Boris Godunov, o único que não está enterrado no Kremlin de Moscou ou na Catedral de Pedro e Paulo em São Petersburgo e os últimos patriarcas russos.

DSC_2853

DSC_2892

DSC_2830

DSC_2824

DSC_2828

Logo ao lado fica a maior construção do complexo, o Campanário. Tem 88 metros de altura e infelizmente não dá pra visitar (já imaginou como seria a vista lá do alto? sensacional!).

IMG_8967

DSC_2878

E praticamente em frente fica uma capelinha (cor salmão com branco) com uma fonte, que dizem ser milagrosa.

DSC_2837

Outra igreja importante é a Catedral da Santíssima Trindade de São Sergio (Troitse-Sergieva Lavra – igreja bege com torres douradas), considerada a mais antiga do complexo. Ela foi construída exatamente no mesmo local onde São Sergio construiu a primeira igreja de madeira durante o século 14. Nessa igreja estão guardadas em um relicário de prata as relíquias pertencentes a São Sergio. Não deixe de olhar com calma as suas iconóstases e procure pelo ícone da Santíssima Trindade, super bonito.

DSC_2883

DSC_2839

Do outro lado da pracinha fica a Igreja do Espirito Sagrado (igreja branca quadrada com um domo azul com uma listra dourada), a segunda construção mais antiga do mosteiro. Infelizmente ela não está aberta a visitação.

DSC_2912

Ao lado fica a Refectory Church of St Sergius como o próprio nome já indica, essa igreja fica junto ao refeitório, local onde os monges se reuniam com os peregrinos para comer. Sem duvida um dos meus lugares preferidos nessa visita. Muuuito bonito!

DSC_2889

DSC_2864

DSC_2875

DSC_2876

DSC_2872

O Metropolitan’s Chambers é um palácio onde o Patriarca fica hospedado durante as suas visitas ao mosteiro. Não dá pra visitar, mas dá pra ver vários monges ortodoxos russos (podem ser facilmente identificados usando túnicas pretas e barba comprida) andando pra lá e pra cá saindo desse edifício.

DSC_2880

DSC_2899

E por fim, um dos últimos lugares que passamos em frente foi o Csar’s Chambers, outro palácio do complexo, construído para abrigar os Czares Russo em visita a cidade. Também não dá pra visitar, inclusive, ele é todo cercado.

DSC_2849

DSC_2851

Essas são as principais construções do complexo, mas ainda existem muitas outras igrejinhas e capelas. Vale a pena visitar tudo!

DSC_2909

♣ Para ir até lá

Existem 2 formas de ir até Sergiev Posad: ônibus ou trem. Nos optamos por ir de trem. Quem optar por ide de trem, existem dois tipos, o Trem Expresso e o Trem Suburbano. O Raul teve a brilhante ideia de ir no trem suburbano, só pq ele não queria ter que acordar uns 40 minutos mais cedo pra pegar o trem expresso. Com isso, ao invés de levar 1 hora pra ir até lá, nos levamos 2 horas!!!!!!

IMG_8918

O trem parte da Estação de trem de Yaroslavskiy (Yoraslavskiy Vokzal), a mesma de onde parte o trem Transiberiano. Essa estação de trem fica junto a estação de metro de Komsomolskaya (linha vermelha).

IMG_8923

IMG_9025

IMG_8929

Se prepare pra aventura que vai ser comprar o ticket do trem. Por sorte, eu havia levado os nomes anotados em alfabeto cirílico. Ao chegar no guiche, depois de tentar falar 1899893 mil vezes o nome da cidade, eu resolvi mostrar o nome em russo e tudo se resolveu. O valor a ser pago foi mostrado na calculadora e o mesmo foi feito pra dizer qual o portão de embarque (onde ficam as catracas) que a gente deveria pegar o trem. Não foi fácil, mas rendeu ótimas histórias!

IMG_8927

Ah! E não deixe de fotografar o trajeto do trem localizado junto ao guichê/máquinas de auto-atendimento, foi isso nos salvou de não ir até a cidade final dessa linha de trem. Os anúncios dentro do trem são feitos apenas em russo.

IMG_8920

Para ir da estação de trem até o Mosteiro, a caminhada dura uns 10 minutinhos e passa pelo Lavra View Point – importantíssimo parar aqui pra tirar a foto cartão postal do lugar (primeira foto desse post)!

IMG_8946

IMG_9003

♣ Curiosidades

– Sérgio de Radonezh foi tão importante, que após sua morte, se tornou santo patrono da Rússia. Esse dia é celebrado no dia 25 de setembro.

– Em 2014 foi comemorado 700 anos do nascimento de São Sérgio.

DSC_2897

Os ícones

– Foi aqui nessa cidade onde as Matrioskas foram criadas durante o inicio do século 20, existe até um museu no centro da cidade, o Muzey Igrushki (Museu do Brinquedo). Nós não visitamos, mas fica a dica!

– Quando estiver no trem, não se assuste com as pessoas que aparecem na porta do vagão e começam a gritar um monte de coisa. Logo em seguida elas passam deixando os produtos no banco. Se você quiser comprar algo, tenha rublos em mãos. Eles vendem de tudo. Meias, sapatos, panos, touca de cabelo e aqueles escovão pra tomar banho (hahaha!), entre outras coisas.

IMG_9037

♣ Informações importantes

– A visita ao mosteiro é gratuita, mas é necessário passar no Centro de Informações retirar os tickets de acesso e comprar permissão para fotos, que custam 100 RUB (5,00 reais), caso queira tirar fotos dentro das igrejas.

– Não dá pra visitar o Mosteiro nos finais de semana, as igrejas do complexo não abrem para o público.

DSC_2898

– Mulheres devem cobrir a cabeça com um lenço, em sinal de respeito. Precisa mesmo! Sem isso, mulheres são barradas. Sempre ande com um lenço na bolsa.

– A visita é relativamente rápida, acho que levamos em torno de 2 horas para ver tudo com calma.

– Esteja preparado pra ver muitas e muitas excursões de chineses!

** Precisando de hotel em Moscou? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Rússia

Todos os posts sobre Moscou

Todos os posts sobre St Petersburgo

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Moscou, Rússia, Sergiev Posad
Booking.com
Deixe o seu comentário...