19.07
2017

Romênia: Sinaia + os Castelos de Peles e Pelisor

Bem no meio do caminho entre Bucareste e Brasov fica a cidadezinha de Sinaia, famosa por ter duas das maiores atrações da Romênia: o Castelo de Peles e o Castelo de Pelisor.

sinaia (7)

Como eu já disse em posts anteriores, eu optei por me hospedar em Sinaia e fazer dois bate-voltas: um para Brasov e outro para conhecer Bran e Rasnov. Mas nesse post aqui eu vou contar como foi minha visita a cidade de Sinaia. 

sinaia (12)

Apesar de todo mundo achar que Sinaia (e seus castelos), uma cidadezinha de apenas 15 mil habitantes, estão localizados na região da Transilvânia, na verdade, essa cidade fica na região de Prahova.

sinaia (4)

sinaia (3)

Um dia é mais que suficiente pra conhecer todas as suas principais atrações e ainda sobra um tempinho pra ficar andando atoa pela cidade.

sinaia (10)

sinaia (11)

sinaia (2)

Quem chegar a Sinaia de trem, a primeira atração será o Parcul Dimitrie Ghica, um parque super bonitinho e bem cuidado, com areas para caminhadas, fontes, estátuas e parquinho para crianças. Todos os finais de tarde eu ia caminhar por ali, pq ele estava quase sempre lotado de moradores e turistas. Tem um clima super familia. Vale a pena conhecer!

sinaia (9)

sinaia (8)

sinaia (6)

Um pouco mais adiante está o Mănăstirea Sinaia, o mosteiro que deu nome a cidade. Ele foi construido durante o século 17, por ordem do Principe Mihail Cantacuzino, depois de sua peregrinação até o Monte Sinai.

DSC_0052_Fotor

Esse mosteiro é formado por duas igrejas que estão abertas a visitação: a Biserica Veche (Old Church) e a a Biserica Mare (Great Church), ambas são igrejas pequenas e que tem o mesmo estilo interno das igrejas ortodoxas russas, vários icones nas pareces e sem banco para sentar.

IMG_9288_Fotor

IMG_9283_Fotor

Junto a essas duas igrejas tem um pequeno jardim, que eu caminhei muito rapidamente pq estava chovendo e um museu, que exibe objetos religiosos da Romênia, entre eles duas reliquias, várias cruzes que datam do século 17 e a primeira biblia traduzida para o romeno. Valor do ticket é de 5 RON equivalente a 4,00 reais (valor de maio de 2017).

DSC_0046_Fotor

IMG_9289_Fotor

IMG_9292_Fotor

Continuando a subir a colina, logo se chega ao complexo dos castelos, local onde estão localizados o Castelo de Peles, Castelo de Pelisor e o Castelo de Foisor (que não dá pra visitar).

peles castle (1)

peles castle (2)

peles castle (3)

O primeiro castelo que fui visitar foi Castelo de Peles (ou em romeno, Castelul Peleş – se pronuncia Pélex), considerado um dos castelos mais bonitos da Romênia. Ele foi construido durante o século 19 a mando do rei Carlos I da Romênia, para ser o palácio de verão da família real. Dizem que a familia real passava quase 6 meses do ano ali, geralmente entre maio e novembro. Foi nesse castelo, também, onde nasceu o rei Carlos II da Romênia, o primeiro rei romeno a ter nascido em solo romeno e a ter sido batizado na religião ortodoxa romena.

peles castle (5)

peles castle (4)

Hoje em dia o castelo pode ser visitado. Entre as salas mais importantes estão a Sala das Armarias, o teatro e os apartamentos Imperiais. Repare que a decoração é bem sobria, com muita madeira. Um dos salões que mais me chamou atenção foi o que tem o teto retratil todo feito de cristal. Lindo! E ainda, ao longo da visita a gente vai passando por vários salões super bem decorados, com mobilias de época, pinturas, tapeçarias, porcelanas, prataria, entre outros.

peles castle (13)

Segundo a guia, esse palácio foi uma das primeiras construções da Europa a ter eletricidade, elevador e calefação. Olha que luxo!

peles castle (10)

Não deixe de conhecer os jardins, inspirado nos jardins ingleses. Apesar de ser pequeno, tem várias estátuas e fontes. Também vale a pena dar uma caminhada por uma pista que circunda todo o jardim, pra ter uma visão melhor do castelo (e claro, pra garantir as melhores fotos com o castelo ao fundo!).

peles castle (6)

peles castle (7)

Fique atento a um detalhe: existem 2 tipos de tickets. O tour mais barato da acesso a apenas uma pequena parte do castelo, onde estão os salões de uso comum. Se quiser visitar os apostentos reais, é necessário comprar o ticket mais caro. Os tours são guiados e claro, não existem muuuitas opções em ingles.  Eu optei pelo tour completo e acho que não levou 1 hora a visita. Eu cheguei cedo, logo no horário que o castelo abria e precisei esperar uns 30 minutos para começar o primeiro tour em inglês. Nesse meio tempo, fiquei tirando umas fotos do jardim.

peles castle (9)

peles castle (8)

O valor do tour completo é de 60 RON equivalente a 47,00 reais e a permissão para foto custa 35 RON, que dá 27,00 reais (é caro, eu sei, mas achei que valeu a pena).

peles castle (11)

peles castle (12)

Depois de visitar o Castelo de Peles, eu aproveitei pra garantir minhas fotos enquanto ainda estava caindo uma garoa beeem fraquinha. E antes de ir embora passei mais uma vez pelo Castelo de Pelisor.

pelisor castle (1)

pelisor castle (2)

Castelo de Pelisor (em romeno, Castelul Pelişor), construido entre o final do século 19 e o inicio do século 20, a mando do rei Carlos I da Romênia para servir de residência de verão ao seu herdeiro, o Principe Fernando de Hohenzollern-Sigmaringen.  Teoricamente dá pra visitar as principais salas do castelo, mas no dia que estive lá, passei pelo castelo duas vezes e nem sinal de que iria abrir suas portas. Fiquei um pouco decepcionada, mas faz parte. Pelo que pesquisei na internet, é possivel conhecer vários salões, os apartamentos do rei e do principe, entre outros. Pelo que pesquisei, esse castelo só tem um tipo de ticket e custa 20 RON (equivalente a 16,00 reais) e também cobra taxa de foto.

pelisor castle (3)

pelisor castle (4)

Obs. 1: Se você realmente quiser tirar foto dentro do castelo eu recomendo comprar a permissão de foto, as guias e os funcionários que ficam de olho em cada sala são super chatos e não deixam tirar fotos de nada. Nem adianta tentar!

IMG_9271_Fotor

Pra chegar na minha proxima parada eu tive que caminhar um pouco, acho que levei algo em torno de uns 30 minutos para ir até a proxima atração da cidade, os teleféricos de Sinaia.

DSC_0039_Fotor

Sinaia está localizada bem no meio de montanhas super altas que fazem parte do Parcul Natural Bucegi, um dos principais parques da Romênia. Esse parque é formado por varias montanhas, que podem ser acessadas atraves de teleféricos.  Cada altura da montanha é chamada de Cota (Cota 1000, Cota 1400 e Cota 2000). Eu comecei meu trajeto na Cota 1400. Ali os teleféricos estão sempre funcionando, é só chegar, comprar o ticket e embarcar.

DSC_0022_Fotor

DSC_0017_Fotor

Quando cheguei na Cota 2000, a mais alta de todas, começou a cair uma meeeega chuva, que inviabilizou meu passeio e as minhas fotos. Fiquei morrendo de raiva. O dia todo estava alternando entre garoa e sol e bem na hora que supostamente eu ia ter uma vista legal de Sinaia e de toda a região, desandou a cair uma chuvarada. Puro azar!

DSC_0023_Fotor

Pra descer da Cota 2000 até a Cota 1000, eu tive que comprar outro ticket. Quando tava no meio do caminho o tempo começou a melhorar e quando cheguei de volta a cidade, a neblina tinha até sumido. Haja paciência com o clima, né?!?! Bom, em resumo, me conformei que perdi o passeio e não consegui nenhuma ver nada direito (e claro, nenhuma foto legal pra contar história).

DSC_0030_Fotor

O valor para ir da Cota 1400 até a Cota 2000 é de 20 RON (16,00 reais) e para ir da Cota 2000 até a Cota 1000 é de 25 RON (20,00 reais).

DSC_0037_Fotor

Se o tempo tiver bom, recomendo muito a subida até a Cota 2000, que é de onde dá pra ter uma visão completa de Sinaia e de toda essa região.

DSC_0036_Fotor

Quando terminar a visita nas montanhas que rodeiam Sinaia, aproveite para descer até a rua principal da cidade, o Bulevardul Carol I. Ali estão os principais restaurantes, lojas, supermercados e lojinhas de souvernirs da cidade.

Obs. 2: Sinaia fica bem no meio do caminho entre Bucareste e Brasov. Fica a 48 km ao sul de Brasov e 124 km ao norte de Bucareste.

** Solicite seu roteiro personalizado para Romênia aqui.

** Reserve seu hotel na Romênia aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Romênia

Todos os posts sobre Bucareste

Todos os posts sobre Sinaia

Todos os posts sobre Brasov

Todos os posts sobre Bran

Todos os posts sobre Rasnov

Todos os posts sobre Constanta

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Romênia, Sinaia
Booking.com
  1. sonia ramos 21/07/2017 | 04:28

    Olá Bruna
    Sempre tive sonho de conhecer a Romenia, mas com algum receio pelas deslocações.
    Já percebi que não usou carro , só comboio, mas parece-lhe que seria tranquilo?
    E se tivermos de pedir indicações em inglês?
    obrigada
    Sonia

    • Contando as Horas 23/07/2017 | 16:15

      Oi, Sonia

      Nossa, a Romênia me surpreendeu muito, em todos os sentidos. Achei muito tranquilo se locomover com trem ou onibus pela Transilvânia. Tem que ficar um pouco mais ligada em Bucareste, la eles tem mania de tentar tirar proveito dos turistas. Qto a comunicação inglês, achei super tranquilo tbm. Em tds os lugares que fui me comuniquei em ingles, nao passei por nenhum aperto.

  2. sonia ramos 25/07/2017 | 07:30

    obrigada Bruna

Deixe o seu comentário...