13.08
2017

Hospedagem em Alta Floresta: Cristalino Logde, hotel localizado na Floresta Amazônica Mato-grossense

Não é segredo pra ninguém… Um dos lugares que mais gostei de conhecer aqui nesse nosso Brasilzão foi a Amazônia. Eu estive lá pela primeira vez em novembro de 2015 (época de seca) e agora em 2017 eu voltei em abril (época de chuva). Como esse lugar muda com-ple-ta-men-te! É incrivel!!!

Na primeira viagem a essa região da Floresta Amazônica eu escolhi ir ao Amazonas, já nessa minha ultima viagem eu estive na região Amazônica do estado do Mato Grosso. Muitas pessoas não sabem que no norte do estado do Mato Grosso existe esse bioma.

cristalino lodge

Um dos principais destaques de hotelaria nessa região do estado do Mato Grosso é o Cristalino Lodge, membro do Sul Hotels – Small & Unique Lodgings, um hotel de selva localizado perto da cidade de Alta Floresta, quase na divisa com o estado do Pará. Conseguiu se localizar? 

cristalino lodge (2)

A cidade de Alta Floresta é super pequena, tem aproximadamente uns 50 mil habitantes e está localizada as margens do rio Teles Pires. Quem estiver se perguntando como ir até lá, é bem simples. Existem voos diretos a partir de Cuiabá operados apenas pela Azul e quem tiver coraaagem, dá pra ir de carro também, mas a viagem é longa, afinal, são 830 km de distância entre Cuiabá e Alta Floresta.

cristalino lodge (3)

cristalino lodge (2)

Como eu estava em Cuiabá para participar de uma feira de turismo, eu peguei um voo da Azul até o aeroporto Piloto Osvaldo Marques Dias, o aeroporto de Alta Floresta (IATA: AFL). O trajeto é super tranquilo e os horários dos voos quando fui (em abril 2017) eram ótimos, sempre por volta do meio dia.

cristalino lodge (4)

cristalino lodge (5)

Quando cheguei no aeroporto de Alta Floresta, já havia um funcionário do hotel me esperando no saguão de desembarque. O trajeto entre o aeroporto e o hotel é feito em duas etapas: a primeira etapa é via terreste e tem duração de 1 hora (pode ser em um carro ou van, dependendo do numero de pessoas) e a segunda etapa é via fluvial e tem duração de uns 20 a 30 minutos (o transporte é feito em um barco, que atravessa o rio Teles Pires e depois entra no rio Cristalino).

cristalino lodge (1)

cristalino lodge (7)

cristalino lodge (6)

Inaugurado em 2008, quando ainda era um local para acampamento com redes, esse hotel é considerado um dos primeiros hoteis de selva voltado exclusivamente para o ecoturismo aqui no Brasil. Com o aumento do interesse de turistas nessa região, o hotel foi sendo ampliado e modernizado, trazendo muito conforto a todos turistas que visitam a Amazônia Matogrossense.

cristalino lodge (3)

O Cristalino Lodge está localizado na margem direita do rio Cristalino, em uma RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural, uma area privada, as margens do rio Cristalino (dai vem o nome do Lodge), onde o principal objetivo é se comprometer a conservar a diversidade biologica endemica dessa região do Brasil. Dentro dessa reserva, existe um hotel, area para trilhas e um centro de pequisa e conservação. É super legal o trabalho que eles fazem ali!

cristalino lodge (11)

O hotel tem apenas 16 quartos dividiso em 5 tipos: Apartamentos Standard, Apartamentos Superiores, Bangalôs Junior, Bangalô e Bangalô Especial. Todos os quartos ficam super perto um dos outros, exceto os Bangalôs Junior, que ficam um pouco mais afastados.

cristalino lodge (26)

cristalino lodge (25)

cristalino lodge (9)

Eu fiquei hospedada em um Bangalô com 75 metros quadrados. A decoração é bem clean e moderna, toda de madeira escura. As janelas são apenas telas, portanto, você vai ouvir o barulho da mata o tempo todo! No primeiro dia é meio estranho, mas depois a gente acostuma. Meu quarto tinha uma cama de casal king size, além de duas outras camas de solteiro. Piso é de cerâmica. Também tinha duas poltronas, armarios abertos para pendurar as roupas, lugar especifico para colocar as malas e cofre digital.

cristalino lodge (1)

cristalino lodge (4)

Ah, uma observação importante: existem apenas ventiladores no quarto (não tem ar-condicionado) e não tem tv e nem radio. Até ano passado o hotel operada com energia até as 22 horas, mas hoje em dia, com a instalação de painéis solares, todos os quartos tem energia 24 horas por dia! Ufaaa! Já pensou ouvir um barulho na mata e não não poder acender a luz no meio da noite? Não gosto nem de pensar nessa possibilidade!

cristalino lodge (3)

cristalino lodge (8)

O banheiro é todo dividido. A pia fica numa area aberta, o vaso e o chuveiro ficam em partes separadas. Achei super legal. As amenidades são da Granado, que dispensa maiores apresentações. Usei tudo e gostei muito! Ah, ainda tinha secador de cabelo e toalhas para usar para tomar banho de rio.

cristalino lodge (6)

cristalino lodge (2)

cristalino lodge (5)

cristalino lodge (7)

E ainda.. do lado de fora tem um varandinha com rede, jardim privativo e uma area com uma ducha ao ar livre pra quem quiser tomar banho literalmente no meio do mato!

cristalino lodge (15)

O hotel também conta com as areas comuns, onde estão localizados uma area muito confortavel pra ficar de bobeira depois do almoço…

cristalino lodge (28)

cristalino lodge (21)

cristalino lodge (13)

Um bar, onde sempre tem a disposição dos hospedes água, castanhas e bolos… Aqui também é onde são feitos os pedidos das bebidas alcoolicas, a unica coisa que não está incluida no valor do pacote. O atendimento é feito pelo Manuel, um português suuuper gente boa! Conversei muito com ele!

cristalino lodge (18)

Do ladinho do bar fica o restaurante, onde as três refeições do dia são servidas (café da manhã, almoço e jantar). As refeições são servidas no esquema de buffet e sempre tem pelo menos 2 ou 3 opções de cada coisa. A comida é uma delicia, gostei de tudo! Devo ter ganhado facinho uns 5 kg lá! hahaha :D

cristalino lodge (10)

Café da manhã

cristalino lodge (20)

Almoço

cristalino lodge (27)

Lanche da tarde

cristalino lodge (24)

cristalino lodge (14)

Jantar

Nesse mesmo espaço também fica uma lojinha de souvernirs, um lugar para praticar ioga / um espaço para eventos, além de banheiros (não há necessidade de ir até os quartos).

cristalino lodge (12)

A noite, o clima fica mais fresquinho e eles acendem uma fogueira bem no meio desse espaço. Super legal sentar ali em frente ao fogo e ficar observando as estrelas!

cristalino lodge (23)

cristalino lodge (22)

E se você chegou até essa parte do texto e está se perguntado o que tem pra fazer lá, eu já adianto: atividades não vão faltar!

cristalino lodge (16)

DSC_9354_Fotor

Deck Flutuante e Banho no rio Cristalino: é uma area super agradável com cadeiras pra pegar sol e descansar. Tem boias (aconselho usar, pq a correnteza é meio forte). A melhor hora para aproveitar é antes do almoço ou logo depois, quando está bem quente e um banho de rio cai super bem (o hotel não tem piscina). O rio Cristalino não é tããão quente como o rio Negro, no Amazonas, mas vale a pena! A noite, eles acendem uma fogueira no deck pra quem quiser tomar um drink, comer alguma coisinha e conversar.

cristalino lodge (19)

cristalino lodge (17)

cristalino lodge (3)

cristalino lodge (2)

cristalino lodge (1)

Trilhas: Existem 3 tipos de trilhas, que juntas, somam quase 30 km, que são: Trilha na Mata, Trilha na Serra e Trilhas Especiais. Entre todas elas, eu apenas não encarei nenhuma das trilhas especiais, por falta de tempo (eu fiquei 2 dias inteiros lá). Cada uma dessas trilhas tem uma duração, um grau de dificuldade e passa por uma area diferente dentro da RPPN.

A primeira trilha que eu fiz foi a Trilha na Mata chamada de Castanheira, que é a mais popular. O passeio começa com um deslocamento de barco rio acima, que dura uns 10 minutos. Essa trilha é super tranquila, tem duração de umas 2 horas, mas pode levar um pouco mais ou menos que isso, dependendo do numero de pessoas, da agilidade em caminhar e do numero de paradas no caminho pra observar plantas e animais. Como só estava eu e a guia, nos fizemos a trilha em 1 hora e 30 minutos, andamos super devagar, ela me mostrou várias coisas pelo caminho, pegadas de animais, plantas, curiosidades, entre outras coisas. Como o nome já indica, o grande destaque dessa trilha é uma Castanheira com mais de 500 anos de idade. É necessário umas 9 pessoas para abraçá-la! Dá pra acreditar nisso? Me senti uma formiguinha ali perto dela!

DSC_9363_Fotor

DSC_9366_Fotor

DSC_9367_Fotor

DSC_9399_Fotor

DSC_9372_Fotor

DSC_9370_Fotor

DSC_9379_Fotor

DSC_9392_Fotor

A segunda trilha que fiz foi a Trilha na Serra. Elas tem esse nome pq existem algumas pequenas serras que variam entre 250 a 450 metros acima do nivel do mar, portanto, o nivel de dificuldade é intermediário. Eu encarei a Trilha da Serra. Esse passeio também começa com um deslocamento de barco rio acima, que dura uns 15 a 20 minutos. Boa parte dessa trilha é subida, algumas areas mais tranquilas, outras com ajudas de cordas ou estruturas montadas de ferro, até chegar no topo, onde se tem uma visão 180 graus de toda a região, um “mar de floresta” e o rio Cristalino escondido no meio da mata. Incrivel! Sem duvida essa foi a trilha mais dificil, mas valeu cada gota de suor!

IMG_8090_Fotor

IMG_8096_Fotor

IMG_8117_Fotor

IMG_8110_Fotor

DSC_9613_Fotor

DSC_9610_Fotor

DSC_9598_Fotor

Consegue ver o rio Cristalino?

DSC_9612_Fotor

Consegue ver as ararinhas e o rio?

DSC_9601_Fotor

E por fim, pra quem se interessar, tem trilhas especiais pra quem quer ver algum tema em especifico, como trilhas para ver borboletas, trilhas para ver bambus, lagos, aves, entre outros. Acaba que nas outras trilhas a gente vê um pouco de cada uma dessas coisas, mas essas trilhas especiais focam mais nisso.

Torres de Observação: O hotel tem duas torres de observação, ambas com 50 metros de altura, cada ums recebeu um nome de um pesquisador importante que já esteve ali. Essas torres foram construidas para proporcionar uma visão total da floresta ate a parte superior da copa das arvores. É um dos passeios mais legais, na minha opinião.

– Torre de Observação 1 – Chip Haven: Essa torre de observação fica pertinho do hotel, uns 20 a 30 minutos de caminhada. Ela é a mais antiga, fiquei com a impressão de que ela é mais instavel (balança um pouco com o vento). Eu estive lá apenas uma vez, de manhã cedo, pra ver o nascer do sol e a nevoa que se forma em meio as arvores, dando todo um charme a vista lá do alto. Diz que essa fina camada de nevoa acontece com mais frequencia nos meses de abril e maio.

cristalino lodge (1)

cristalino lodge (9)

cristalino lodge (4)

cristalino lodge (6)

cristalino lodge (5)

cristalino lodge (7)

cristalino lodge (8)

cristalino lodge (3)

cristalino lodge (2)

No caminho de volta pro hotel, tinha um cipó no caminho

– Torre de Observação 2 – Ted Parker: Essa torre de observação fica mais longe do hotel. Para ir até lá, é necessário atravessar o rio Cristalino de barco (nem 5 minutos de duração) e fazer uma trilha de uns 20 a 30 minutos. Eu estive duas vezes nessa torre, uma de manhã e outra a tarde. Na primeira vez que fui, de manhã, começou a chover, não consegui ver o nascer do sol. E na segunda vez, voltei pq quis tentar ver o por do sol. Essa torre é menorzinha e a estrutura é mais nova.

DSC_9622_Fotor

DSC_9335_Fotor

DSC_9334_Fotor

DSC_9325_Fotor

Quando fui ver o por do sol no final da tarde..

DSC_9625_Fotor

DSC_9636_Fotor

DSC_9629_Fotor

DSC_9627_Fotor

DSC_9628_Fotor

DSC_9642_Fotor

DSC_9649_Fotor

Caiaque: O passeio de caiaque é geralmente feito a tarde, no rio Cristalino. A gente desce o rio Cristalino em direção ao rio Teles Pires. A descida é suuuper legal, bem tranquila e dá pra aproveitar muito a natureza. Logo atras dos caiaques, um funcionario em um barco acompanha todo o trajeto. Ele leva também a bolsa, maquina fotografica e qualquer outra coisa que a gente ache necessário ter em mãos. Eu levei minha toalha de banho (pra me proteger dos mosquitos no final da tarde, dica da guia) e minha máquina fotografica e celular. Quando queria bater uma foto, o funcionario vinha ali pertinho me entregar. E o medo de cair do caiaque molhar tudo, ja pensou?!?

caiaque (4)

caiaque (1)

caiaque (3)

rio Teles Pires

Encontro das Águas entre os rios Teles Pires e Cristalino: Existem 3 momentos onde é possivel ver o encontro das águas desses dois rios: na chegada, no passeio de caiaque na hora de ir embora. O rio Teles Pires tem agua marrom meio barrenta e o rio Cristalino tem água preta transparente. As águas dos dois rios tem temperatura, coloração, entre outros fatores diferentes, é notavel, mas não é taããão impactante como ver o encontro do rio Negro com o rio Solimões formando o rio Amazonas!

caiaque (2)

A esquerda, o rio Cristalino e a direita, rio Teles Pires

Por do sol no rio Teles Pires: Liiiindoooo!!! Maraaaviiiilhoooso!!! Esse passeio é feito em conjunto com o passeio de caiaque. Depois de chegar de caiaque até o rio Teles Pires e dar uma voltinha por ali, o funcionário que vem acompanhando no barco, recolhe o caiaque e a gente segue de barco para um local especificio e fica esperando o por do sol. Sensacional!

por do sol brasil (2)

por do sol brasil (3)

por do sol brasil (4)

por do sol brasil (5)

por do sol brasil (1)

Observação de Aves: Essa região da Amazonia é considerado o destino numero 1 do Brasil para observação de aves. Pelo que a guia me falou, já foram catalogadas quase 600 especies de aves nessa região, o que representa 50% das espécies de aves da Amazônia. Incrivel, né?! Apesar desses dados impressionantes, entre todas as atividades que o hotel oferece, essa foi a unica em especifico que não fiz. Claro que durante os passeios vi algumas aves e tal, mas nada super espefico com binoculos, aqueles radios com sons para atrair os bichos e aparelhos especiais.

cristalino lodge (1)

E como esse post já está enorme, pra terminar, ainda quero escrever algumas considerações:

– O que está incluido: Transfer do aeroporto ida e volta, acomodação, três refeições/dia (café da manhã, almoço e jantar, exceto bebidas alcoolicas, que são pagas a parte) e todas as atividades acompanhadas por um guia.

– É necessário pagar uma taxa de preservação para ter acesso a Reserva Natural do Cristalino, que custa 100,00 por pessoa/pacote.

IMG_7956_Fotor

Consegue ver o macaco?

– Qual a melhor época? Depende! A estação de seca vai de junho a novembro e a estação chuvosa (também chamada por lá de estação verde) vai de dezembro a maio. Eu estive lá em abril, onde teoricamente é época de chuva. Eu quis ir nessa época mesmo pra ver como era a Amazonia com os rios cheios. Peguei chuva no dia da chegada (meeeeega chuvão!) e na manhã seguinte (apenas uma garoa que caiu até umas 08:00 – 09:00). O restante do tempo só peguei sol. Durante o dia é quente, muuuito quente, na faixa de uns 30 graus. A noite é bem agradável, nao chega a ser frio, mas também não faz calor (a tempratura fica na faixa de uns 20 – 23 graus).

– Não tem mosquito, por causa da acidez das águas do rio Cristalino.

– Importante levar capa de chuva (eu peguei chuva apenas uma manhã) e lanterna (para usar nos passeios de manha bem cedo, quando a gente sai do hotel ainda está escuro).

DSC_9431_Fotor

– Tem wifi gratuito nas areas comuns. Funciona super bem! Já no quarto, a internet não pegou nenhum dia.

Então é isso!! Esse é o lugar ideal pra descansar e esquecer da vida. Aproveite pra conhecer a gastronomia regional (é uma delicia), ouvir o som da mata, tomar um banho do rio e claro, se o tempo colaborar, não perca de ver o nascer do sol, o por do sol e de apreciar as estrelas!

Obs.: O blog Contando as Horas também é uma Agência de Viagens. Se você gostou desse hotel, entre em contato comigo, eu posso te ajudar a fazer a reserva e preencher os formulários. Email para contato brunab@contandoashorasviagens.com .

** Solicite um roteiro personalizado para a Amazônia Mato-grossense aqui.

** Reserve seu hotel no Mato Grosso aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Mato Grosso

Todos os posts sobre Cuiabá

Todos os posts sobre Alta Floresta

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Alta Floresta, Brasil, Hotéis, Mato Grosso
Booking.com
Deixe o seu comentário...