16.08
2017

Uniworld Boutique River Cruises: Cruzeiro de Luxo pelos rios da Europa

Ainda faltam muitas experiências pra eu viver nessa minha vida de viajante. Mas agora em maio de 2017, eu consegui riscar mais um item da minha listinha: fazer um Cruzeiro (Fluvial) na Europa! Essa foi a primeira vez na vida que passei uma semana inteirinha dentro de um navio. Que experiência sensacional!

river duchess budapeste

Castelo de Buda, em Budapeste passando pela janelinha da minha cabine!

Como o titulo desse post já indica, diferentemente da maioria das pessoas, meu primeiro cruzeiro foi fluvial. Entre todas as opções de rios existentes na Europa, eu escolhi navegar pelo rio Danúbio, o segundo maior rio da Europa! 

uniworld river duchess (1)

O navio em Belgrado, na Sérvia

A maioria das pessoas estão muito bem familiarizadas com os cruzeiros maritimos, mas cruzeiro fluvial ainda é algo completamente novo para os brasileiros. Existem várias empresas ótimas que oferecem cruzeiros com diversos itinerários pela Europa (e outros continentes), mas eu optei por ter a minha primeira experiência com a Uniworld Boutique River Cruises.

uniworld river duchess (3)

O navio na Croácia

Entre todos os itinerários existentes, os que mais me chamaram atenção foram esses dois: Highlights of Easter Europe (que foi o cruzeiro que eu fiz!!) e todos os roteiros do Europe’s Christmas Markets (deve ser a coisa mais liiindaaa, mas eu não ia aguentar esperar até dezembro!!).

uniworld river duchess (2)

uniworld river duchess (4)

O Highlights of Easter Europe passa por 5 países, tem 9 dias de duração (Sendo dois em solo e o restante dentro do navio. Os 2 dias em terra foram em Bucareste, ficamos hospedados no hotel Radisson Blu Hotel Bucharest. A empresa tem esse cuidado em separar esses dois primeiros dias em solo, pq se acontece algum atraso ou cancelamento de voo, as pessoas não perdem o cruzeiro. Achei isso ótimo!) e pode ser feito de duas formas: começando em Budapeste, na Hungria ou em Bucareste, na Romênia. Como todo mundo já sabe, eu comecei meu cruzeiro na Romênia (e claro, antes disso, ainda aproveitei pra dar uma voltinha pela região da Transilvânia, fui até o Mar Negro e visitei a capital, Bucareste), passei pela Bulgária, segui para a Sérvia, fiz uma breve parada na Croácia e desembarquei em Budapeste, na Hungria.

river duchess (3)

river duchess (4)

O navio usado para fazer esse roteiro foi o River Duchess, completamente renovado em 2012 (e que ainda está tinindo de novo, parece que tinha sido inaugurado no dia que entrei no navio!).

river duchess (2)

Drinks e petiscos de Boas vindas!

Quando entrei no navio pela primeira vez, foi necessário fazer um cadastro e tirar uma foto (coisa rapida e simples!). Eles me entregaram o Cruise card, que além de servir de chave pra entrar na cabine, ele serve pra dizer se você está ou não no navio durante cada excursão. Toda vez que você sai ou volta ao navio, é necessário passar esse cartão em uma maquininha que fica junto a porta de entrada principal do barco.

river duchess (9)

river duchess (10)

O navio tem 5 andares, onde em 4 deles estão as cabines e o ultimo andar é o deck externo.

river duchess (1)

Moselle Deck é o ultimo andar do navio, onde ficam as cabines de categoria 4 e 5.

Main Deck é o andar acima do Moselle, onde ficam as cabines de categoria 3, academia, sala com computador, lojinha, uma area para jogos e uma estação com comidas e bebidas.

uniworld (14)

uniworld (15)

Danube Deck é o terceiro andar, é onde estão as cabines de categoria 2 (onde eu fiquei!!), a recepção e o acesso as areas publicas do navio, como bar, lounge, biblioteca e banheiros). No lounge e bar também eram onde aconteciam as boas-vindas, as apresentações das atividades dos próximos dois dias e onde as pessoas se encontravam antes ou depois das atividades. Essa era uma das áreas mais frequentadas do navio.

uniworld (10)

uniworld (17)

uniworld (18)

uniworld (8)

uniworld (9)

uniworld (11)

Lanche da tarde

Rhine Deck é o segundo andar, é onde estão as cabines de categoria 1 e as suites (todos os quartos desse andar tem varanda francesa). Além disso, é onde ficam o restaurante onde são feitas todas as refeições (café da manhã, almoço e jantar), a lavanderia para hospedes e uma area interna onde são servidos jantares especiais.

uniworld (20)

uniworld (12)

uniworld (13)

river duchess uniworld (1)

Banheiro das Suites tem duas pias, banheira e produtinhos de higiene da Hermès.

uniworld (16)

Lavanderia

Sun Deck é o primeiro andar do navio, é a parte externa, onde estão as espreguiçadeiras, um tabuleiro de xadrez e o centro de comando e controle dos pilotos do navio. Essa era uma area muuuito frequentada do navio, principalmente no final da tarde/inicio de noite, afinal, em maio os dias eram mais longos, com o por do sol acontecendo entre 21:00 – 21:30.

deck (3)

Bulgária a esquerda e Romênia a direita

deck (4)

deck (1)

Em Budapeste

deck (2)

Importante: o navio tem elevador com acesso a todos os decks, menos ao Sun Deck.

river duchess (14)

Budapeste passando pela janela da minha cabine!!! :D

Como eu já comentei anteriormente, minha cabine numero 314 estava localizada no Danube Deck, era de categoria 2 (que significa que tinha uma janela relativamente grande, mas não era varanda francesa).

uniworld (1)

uniworld (2)

Minha cabine tinha 14 metros quadrados, uma cama de casal (jogos de cama Savoir of England, não conhecia essa marca, mas gostei bastante!), mesinha de trabalho/pendeadeira, tv de tela plana, duas cadeiras e uma mesinha e armário. Muito importante: tinha ar-condicionado. Esse tamanho de quarto pra uma pessoa eu achei otimo, já pra duas pessoas acho que ficaria bem ok mais tendendo a ser apertado.

uniworld (7)

uniworld (19)

uniworld (3)

Todos os dias era reposto água mineral, era deixado chocolatinhos belgas e suiços, além da programação do dia seguinte e um presentinho (sempre alguma lembrancinha do país que estavamos visitando).

uniworld (4)

uniworld (5)

uniworld (6)

O banheiro tinha apenas chuveiro (óóótiiiimo!!!), pia com bancada espaçosa, toalha de banho, toalha de rosto, espelho de aumento, roupão, chinelo, secador de cabelo e produtinhos de higiêne da L’Occitane. O banheiro eu achei muuuito pequeno, mas apesar disso, a distribuição dele ajudou a facilitar a movimentação ali dentro.

river duchess uniworld (2)

river duchess uniworld (5)

river duchess uniworld (3)

river duchess uniworld (6)

river duchess uniworld (4)

O navio conta com um restaurante, o Palace Restaurant, onde são servidas todas as refeições, como café da manhã, almoço e jantar. Além disso, é servido lanchinho da tarde no Lounge junto ao Bar.

palace restaurant (7)

Almoço com vista do Monte Gellert, em Budapeste

palace restaurant (2)

O café da manhã e o almoço são servidos em esquema de buffet. Eram tantas opções de pratos frios, quentes, saladas, molhos, acompanhamentos, sobremesas, que sério, passei uma semana no navio e não consegui provar tudo (e olha que me esforcei muuuito!). Os jantares eram a la carte, sempre com várias opções para cada etapa, entrada, sopa, prato principal e sobremesa.

palace restaurant (6)

palace restaurant (4)

Obs.: Achei interessante comentar que existem opções de comidas para todos os tipos de dietas, vegetarianos, veganos, carnivoros, lights, entre outros.

palace restaurant (5)

palace restaurant (1)

Quem não quisesse, por algum motivo, tomar café da manhã, almoçar ou jantar, poderia pedir room service ou ir até o bar e fazer pedido de lanches rápidos.

palace restaurant (3)

Jantar a la carte

Por ser um cruzeiro de luxo, muitas pessoas podem estar se perguntando sobre o dress code. É super tranquilo. De dia todo mundo estava de calça jeans, bermuda, camiseta, vestido, camisa polo. A noite, as pessoas se arrumavam um pouco mais, mas nada exagerado. Não vi ninguém de salto alto ou sapato mega social, a maioria usava sandália, sapatilha, tenis. Super tranquilo!

uniworld (1)

Bulgária

As atividades no navio estão todas incluidas no valor do pacote, só é preciso ir até a recepção e agendar os tours de cada dia (não existe aquele esquema de tours contratados por fora ou algo do tipo, como acontece nos cruzeiros maritimos). Os passeios oferecidos pela Uniworld eram divididos em três categorias:

uniworld (2)

1) City Tour: era feito em um ônibus, com motorista e guia locais, passando pelas principais atrações da cidade e com parada em alguns lugares, geralmente os mais importantes.

2) Do as locals do: esse tour é feito de ônibus, onde as pessoas são levadas até algum lugar especifico para vivenciar alguma coisa muito tipica do local, seja culinária, produção de alguma coisa, visita a alguma escola, fazendas, entre outros lugares.

3) Go active: tour caminhando ou de bike pelas principais atrações da cidade. Geralmente esse era o menos requisitado. Se não houvesse um numero minimo de inscritos, as pessoas tinham que escolher outro tour.

uniworld (4)

Passando por uma das várias eclusas do rio Danubio, na Sérvia

Se caso não quiser fazer nenhum desses tours, não tem problema. Dá pra ficar no navio ou até sair pra dar uma voltinha por conta propria, mas nesse caso, é necessário estar de volta no navio no horário pré-estabelecido. Antes de sair do navio, os funcionários sempre avisam qual é esse horário.

Obs.: Conforme eu for escrevendo os tours que fiz durante os dias que passei no navio, eu atualizo aqui no post.

uniworld (3)

Ainda passando pelas eclusas do Danúbio, na Sérvia

Ah! Antes que eu esqueça, também são oferecidos um jantar de boas vindas (na segunda noite dentro do navio) e um jantar de despedida (ultima noite). Como a nossas duas ultimas noites foi em Budapeste, nos ainda ganhamos um cruzeiro no horário do por do sol pelo rio Danubio, pra ver as luzes se acendendo em Budapeste! Com direito a sabre abrindo a champanhe! Foi sensacional!

river duchess (11)

Portões de Ferro, a parte mais estreita do rio Danubio

Outras infos:

– É necessário viajar com o passaporte com validade com pelo menos 6 meses antes da data final do cruzeiro. A Uniworld é uma empresa americana, se passageiros de outras nacionalidades precisarem de visto para entrar em qualquer um dos países que estão no roteiro, os proprios passageiros devem providenciar esse visto.

uniworld (5)

Portões de Ferro do Danubio

– Logo após fechar a compra do cruzeiro, umas semanas depois é enviado um link com acesso a uma página onde deve ser preenchido um formulário com informações sobre restrições alimentares, preferencias, entre outros. E outro link de acesso para fazer o check-in online. Super tranquilo.

uniworld (7)

Portões de Ferro do Danúbio

– Meu cruzeiro fluvial começou na Romênia, na cidade de Giurgiu, por onde passa o rio Danubio. Essa cidade fica na margem esquerda do rio Danubio, de frente para a cidade de Ruse, na Bulgária.

uniworld (6)

Portões de Ferro do Danúbio

– Uma coisa que achei legal, e que eu não sabia é que, enquanto o navio esta navegando, ele não fica com nenhuma bandeira hasteada. Quando chegamos em algum porto, são colocadas as bandeiras do pais em questão. Então, por exemplo, quando estavamos ancorados na Romênia, antes do cruzeiro começar, a bandeira hasteada era a da Romênia, mesmo a Bulgária estando apenas do outro lado do rio Danubio. O mesmo aconteceu em outros momentos, como por exemplo, quando estavamos na Sérvia e do outro lado estava a Romênia. Achei isso super legal!

river duchess (2)

– Os portos onde os navios atracaram são muito bem localizados, bem no centro de cada uma das cidades. Em Budapeste, por exemplo, o navio ficou parado por 2 dias bem em frente ao Monte Gellert. Em todos os portos que paramos, nenhum deles tinha estrutura tipo lojinhas, mercados, casas de cambio, bares ou restaurantes. Era só o ponto de checagem de passaporte e a rampa/pier de acesso a cidade.

river duchess (3)

– É necessário ficar atendo aos check-ins e controles de passaportes em cada destino. Nessa empresa em especifico, o procedimento é o seguinte. Eles exigem que estejamos de volta no navio 2 horas antes do horário marcado pro navio partir de cada porto. Quando entramos no navio, deixamos nossos passaportes na recepção. É obrigatório! Achei isso legal, pq as vezes acontece do navio precisar atracar em algum porto de madrugada e assim não é necessário acordar todas as pessoas pra passar na imigração. Em alguns portos, por exemplo, na Sérvia e na Croácia, eles exigem que quando cada pessoa voltar ao navio, seja necessario passar no guiche de imigração no porto (Sérvia) ou as autoridades entram no barco e pedem pras pessoas se apresentarem na recepção do navio só pra fazer uma conferencia da foto no passaporte e a cara da pessoa (caso da Croácia). Mas é tudo super rapidinho e sem enrolação!

river duchess (12)

– Não é permitido fumar em nenhuma area interna do navio, existe apenas uma area externa especifica pra quem quer fumar.

river duchess (4)

– Uma das coisas que mais gostei no navio é que existem os principais tipos de tomadas existentes no mundo, então não precisei fazer fila pra carregar meus eletronicos.

river duchess (5)

– Da pra levar comidas industrializadas a bordo, tipo bolachas, chocolates, entre outros. Só não pode levar alimentos crus. Eu tinha levado algumas bolachinhas Milka e chocolates #justincase, mas juro, nem comi nada! Não passei fome nenhum minuto naquele navio!

river duchess (13)

– Internet: existe a opção de internet wifi, mas pra ser bem sincera, só funcionava bem quando estavamos passando por alguma cidade grande no caminho ou quando estavamos parado em algum porto. No restante do trajeto não funcionou. No inicio eu até tentei usar umas vezes, mas quando entendi como era o esquema, acabei deixando pra usar internet só quando estavamos atracados em algum porto.

river duchess (1)

– Quem quiser encarar um cruzeiro sozinho, existe uma tarifa especial que pode ser identificada nos sites dos cruzeiros fluviais como Solo Travelers Savings, Waived Single Supplement ou Reduced Single Supplement Offers. Tem alguns itinerários onde essa opção está disponivel. É possivel ficar sozinho em cabines de qualquer categoria, exceto as suites. Normalmente é cobrado uma taxa de 25% a mais do valor normal de quem divide a cabine. Antigamente não era assim, essa porcentagem era abusiva, aos poucos está baixando. Acredito que muito em breve nem veremos mais esse tipo de coisa por ai!

river duchess (6)

– E por fim, porém não menos importante, se alguém estiver se perguntando qual é a melhor época de fazer um cruzeiro fluvial na Europa, vai de abril até outubro, mas claro que existem roteiros para os meses de inverno, como os itinerários especificos para conhecer Mercadinhos de Natal. Em resumo, é uma viagem para fazer em qualquer época do ano!

river duchess (7)

O idioma oficial no navio é o inglês, obviamente. No caso especifico do meu navio, os pilotos eram holandeses, a equipe que gerenciava as cabines e o restaurantes eram de portugueses e os garçons, arrumadeiras e atendentes eram dos países por onde o roteiro estava passando. Isso eu achei ótimo, pq eles sabiam dar dicas, falar sobre os costumes, atrações, curiosidades, entre outras coisas, o que, sem duvida, deu um toque a mais ao passeio.

river duchess (8)

Pra deixar bem claro, o que esta incluido no valor do cruzeiro: 02 noites de hospedagem em Bucareste, 07 noites no navio, todas as refeições no navio, todos os passeios, todas as bebidas (alcoolicas – siiiim! vinho, cerveja, gin com tonica, drinks, ou não) e gorjetas (siiim! você não precisa dar gorjeta pra nenhum funcionário!).

river duchess (16)

Minhas considerações finais: Mesmo eu estando no navio como Consultora de Viagens, eu amei a experiência. Todos os funcionários, sem exceção, são sensacionais, mas destaco em especial os portugueses, todos super simpáticos, alegres e falantes! A estrutura do navio é impecavel, tudo perfeitamente em ordem, limpissimo (cheguei a ver funcionário limpando com Cif aquelas manchinhas pretas deixadas pelos calçados nas escadas hahaha), o meu quarto estava impecavel (tudo funcionando, super organizado, nada sujo, batido, manchado ou algo do tipo), as comidas do restaurantes, OMG! só de lembrar, tenho vontade de mandar meu CV e trabalhar/morar lá!  Pra não dizer que não tenho nenhuma reclamação, só ficou faltando uma piscina e a internet funcionar melhor. Fora isso, sério mesmo, sou só elogios!

river duchess (17)

Meu primeiro cruzeiro não poderia ter sido melhor! Juro! Amei a experiência!

Obs.: O blog Contando as Horas também é uma Agência de Viagens. Se você se interessou por fazer um cruzeiro fluvial na Europa, entre em contato comigo, eu posso te ajudar a fazer a reserva e preencher os formulários. Email para contato brunab@contandoashorasviagens.com .

** Solicite um roteiro personalizado para a Europa aqui.

** Reserve seu hotel na Europa aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Cruzeiro Fluvial na Europa

Todos os posts sobre a Romênia

Todos os posts sobre a Bulgária

Todos os posts sobre a Sérvia

Todos os posts sobre a Croácia

Todos os posts sobre a Hungria

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Bucareste, Budapeste, Bulgária, Croácia, Cruzeiros, Fluvial - Europa, Hungria, Romênia
Booking.com
  1. Tatiana 16/08/2017 | 22:08

    Adorei o relato Bruna, sou louca para fazer esse cruzeiro e ainda não tinha visto nenhum blogueiro contando a experiência.

    • Contando as Horas 21/08/2017 | 00:30

      Oi, Tatiana

      Vc vai amaaar!! Achei super legal!!
      Sabe que qdo estava pesquisando, tbm nao achei outros relatos em blogs brasileiros. Na verdade, esse ano estive em uma feira de turismo e eles estão apostando bastante que cruzeiros fluviais caiam no gosto dos brasileiros. O marketing tava bem forte! Obrigada pela visita aqui no blog!!

  2. Nick 17/08/2017 | 16:12

    Ai que invejinha (do bem…rsrsrs) que eu tô de você !!!! Adoraria fazer um cruzeiro desses… Agora em junho estive na Provence, e uma noite passeando em Avignon, tinha um navio desses passando pelo rio. Ano que vem vou pro Leste Europeu, mas minha viagem será por terra mesmo…. Abraços !!!!

    • Contando as Horas 21/08/2017 | 00:32

      Oi, Nick

      Hahaha Esse cruzeiro foi sensacional! Mas o Leste Europeu vale muito a pena, com cruzeiro fluvial ou não.

      Sério???? Eu vou pra Provence e Monaco esse ano ainda. Tem dicas??? (E vou pra Escócia de novo tbm :D :D :D )

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. Nick 21/08/2017 | 09:33

    Oi Bruna, sim tenho ótimas dicas da Provence e tb já estive duas vezes em Mõnaco. Passo as dicas por aqui mesmo ? Abraços !!!!

Deixe o seu comentário...