22.01
2018

Escócia: Introdução ao Whisky (As regiões produtoras de Whisky, Whisky Trail e Como é o processo de produção)

O principal produto escocês é o whisky. Praticamente todo mundo que está organizando uma viagem para lá, quer incluir alguma coisa relacionada no roteiro.

Eu resolvi escrever esse post como uma introdução mais atualizada sobre o assunto. Afinal, quem já frequenta o blog a algum tempo, já viu/leu esse outro post aqui: Tudo sobre o Scotch Whisky, o uisque escocês. Nesse outro post eu falo sobre os tipos de whisky, onde onde comprar e outras curiosidades.

Obs.: Esse post contem apenas informações gerais, afinal, eu não sou especialista em whisky. Se quiser saber mais infos sobre qualquer coisa relacionada a essa bebida, aconselho a dar uma olhada nesse site: Whisky.com

1) As regiões produtoras de whisky

A Escócia tem 5 regiões produtoras de whisky: Lowland, Campbeltown, Islay, Highland e Speyside. Essa divisão existe, pois cada uma dessas regiões produzem whiskys com características únicas e sabor diferenciados.

→ Highland: As destilarias de whisky dessa região estão localizadas nos arredores de cidades como Perth, Aberdeen, Pitlochry, Inverness, Ilha de Skye e Ilha de Lewis and Harris. Ela é considerada a maior região produtora de whisky da Escócia e os whiskys produzidos aqui tem caracteristicas mais secas, com sabor comnotas de mel, nozes, entre outros. Destilarias localizadas nessa região: Famous Grouse, Talisker, Edradour, Blair Athol, Dalwhinnie, Ben Nevis, Pulteney, Tullibardine, Tomatin, Glenglassaugh, Glengoyne, Dewar’s, entre outras.

→ Lowland: As destilarias de whisky dessa região estão localizadas nos arredores de Edimburgo, Glasgow e Stirling. Os whiskys produzidos aqui são considerados mais suaves e até ganharam um apelido por esse motivo: Lowlands Ladies, onde os whiskys são mais frutados. Destilarias que podem ser encontradas nessa região: The Clydeside, Glenkinchie, Auchentoshan, entre outras.

→ Campbeltown: As destilarias de whisky dessa região estão localizadas na península de Kyntire, nos arredores da cidade de Campbeltown. Essa região é um pouco mais “isolada”, fica um pouco mais complicada de incluir no roteiro, mas também, não é impossível. Os whiskys produzidos aqui tem sabor mais salgado, com notas de turfa. Destilarias localizadas nessa região: Camplbeltown, Glen Scotia e Springbank.

→ Islay: As destilarias de whisky dessa região estão localizadas na ilha de Islay, na costa oeste da Escócia. Os whiskys dessa região tem caracteristicas unicas e tem sabor mais defumado. Algumas destilarias localizadas nessa região: Laphroaig, Lagavulin, Ardbeg, Bruichladdich, Caol Ila, entre outras.

→ Speyside: Essa região está localizada dentro da área da região de Highland, mas se tornou uma região separada, por alguns motivos. O principal motivo é ser considerada a região com maior produção de whisky. É aqui também onde ficam mais da metade de todas as destilarias de whisky encontradas em solo escoces. E sem esquecer que, é aqui onde está localizada o vilarejo de Dufftown, considerado a capital mundial do single malt. Os whiskys produzidos aqui são mais refinados e são uma mistura de sabores defumado e frutado. Algumas destilarias que podem ser encontradas aqui, são: Glenlivet, Cardhu, Balvenie, Strathisla, Dallas Dhu, Macallan, Glen Moray, Glenfiddich, entre outras.

2) Destilarias de Whisky que eu já visitei

Eu já visitei algumas destilarias de whisky na Escócia, como por exemplo, a Tullibardine, Edradour, Blair Athol e Talisker, todas localizadas na região de Highland. E agora nessa ultima viagem eu conheci a Glenffidich e passei pela Balvenie, destilarias localizadas na região de Speyside.

3) Whisky Trail

A região de Speyside se destaca por ser onde está localizada a Whisky Trail, uma trilha que passa por algumas das destilarias de whisky mais importantes da Escócia. Essa trilha é considerada unica no mundo, e aqui é o unico lugar onde ela existe, portanto, não deixe de incluir ela no roteiro. Essa trilha passa por sete Destilarias Tradicionais, uma Destilaria Histórica e pela Speyside Cooperage (local onde são produzidos e consertados os barris de carvalho).

Agora nessa ultima viagem eu percorri uma pequena parte dessa trilha (eu queria ter conhecido mais, mas durante o inverno, muitas das destilarias fecham pra reforma). Eu estive no vilarejo de Dufftown, considerada a “the malt whisky capital”.

4) Produção de whisky

Pra não ficar muito repetitivo nos outros posts que vou escrever sobre esse assunto, achei que seria interessante falar de uma forma bem breve um pouco sobre como é a produção do whisky.

A produção de whisky geralmente tem 5 etapas:

1) Malting / Malteação: onde os grão são secados, no caso do whisky, o grão maltado é a cevada/barley.

2) Mashing / Mistura: os grãos são misturados com água quente e colocados para cozinhas, formando o mosto.

3) Fermentation / Fermentação: as leveduras são adicionadas ao mostro, que ficaram 2 dias fermentando para ter a produção de álcool.

4) Destilation / Destilação: é quando o whisky passa por duas destilações, geralmente em um alambiques de cobre / pot still). Durante esse processo, durante a segunda destilação, ocorre a produção do que eles chamam de head – heart – tail, onde somente o heart será transformado em whisky, o restante é descartado.

5) Maturation / Maturação: é quando o whisky passará pelo processo de envelhecimento nos barris de carvalho. Esse processo deve durar pelo menos 3 anos.

5) Curiosidades

– Na região de Speyside existe um festival, o Spirit of Speyside Whisky Festival que acontece sempre no mes de maio, com varios eventos especiais e visitas a destilarias que normalmente nao abrem suas portas. Agora em 2018 a data desse festival está marcada para 3 a 7 de maio. Ainda quero muito participar desse festival!!

– Dia 20 de maio é o dia mundial do whisky, o World Whisky Day.

** Solicite um roteiro personalizado para Escócia aqui.

** Reserve seu hotel na Escócia aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre Stirling

Todos os posts sobre Aberdeen

Todos os posts sobre as Highlands

Todos os posts sobre Inverness

Todos os posts sobre a Ilha de Skye

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Dufftown, Escócia, Highlands
Booking.com
Deixe o seu comentário...