23.01
2018

Dufftown: A capital do Whisky Single Malt

A Escócia tem muito mais a oferecer do que apenas visitar Edimburgo, Inverness e Ilha de Skye. Eu sei, esse é o roteiro mais popular, mas existem muitas outras boas opções a serem conhecidas.

Pra quem gosta de whisky, na minha opinião, vale muito a pena incluir pelo menos uma destilaria no roteiro. E quem quiser ir direto ao ponto, Dufftown ou em gaélico escocês Baile Bhainidh, é uma excelente opção, afinal, o vilarejo com menos de 2 mil habitantes carrega o titulo de “The Malt Whisky Capital”. 

Dufftown é bem fácil de ser encaixado no roteiro, a cidade está localizada entre os rios Fiddich e Dullan, aos pés do Conval Hills, na famosa região produtora de whisky de Speyside. Em outras palavras, esse vilarejo fica bem no meio do caminho entre Inverness e Aberdeen. Também fica pertinho de outra cidade legal pra conhecer, Elgin (para ver esse post, clique aqui -> Elgin: a cidade do cashmere escocês).

Quem resolver passar pela região produtora de whisky de Speyside, saiba que aqui é onde fica a maior concentração de destilarias de whisky da Escócia. Mas em Dufftown mesmo, existem apenas 6 destilarias: Balvenie, Dufftown, Glendullan, Glenfiddich, Kininvie e Mortlach. Mais adiante eu conto quais podem ser visitadas.

Mesmo sendo um vilarejo minúsculo, a cidade não faz feio no quesito atrações turísticas. Quer ver?

→ Dufftwon City Centre (onde ficam a Town Square, a Dufftown Clock Tower e o Whisky Museum)

A Town Square é considerada a principal praça de Dufftown, é aqui onde acontecem o encontro das 4 principais ruas da cidade. E bem no meio do encontro dessas quatro ruas, é onde fica um dos cartões postais da cidade, a Dufftown Clock Tower.

E ali pertinho, na Conval Street, está localizado o Whisky Museum. Como eu estive lá no inverno, infelizmente nessa epoca o museu não abre, mas pra quem for no verão (de abril a outubro), dá pra incluir no roteiro.

→ Glenfiddich Distillery

A Glenfiddich (pronuncia: Glenfidirrrr) é a maior e mais famosa destilaria de whisky da região de Speyside. Essa destilaria foi fundada em 1887 e pertence ao grupo William Grant & Sons. Aqui são produzidos apenas whisky single malt. E claro, faz parte da Whisky Trail.

Quem tiver interesse, dá pra visitar. É necessário reservar o tour por email com pelo menos umas 48 horas de antecedência. É importante saber que existem 3 tipos de tours: Explorers Tour (tem duração de 1 hora), Glenfiddich Solera (dura 2 horas e 30 minutos) e o Pioneers Tour (dura em torno de 4 horas).

Eu escolhi fazer o Explorers Tour. Esse tour é o mais básico, da apenas uma ideia geral de tudo relacionado a essa empresa e sua produção de whisky. Durante o passeio a guia foi contando a história da empresa e fomos passando por todas as etapas da produção de whisky. No final, ainda visitamos a ala onde são colocados manualmente os rótulos nas garrafas e ali também foi onde vi algumas das garrafas mais importantes da coleção (varias relíquias!).

E por fim, teve a degustação de 4 tipos de whisky (um de 12 anos, outro de 15 anos e outro de 18 anos, e ainda, um whisky especial, que naquela ocasião era um produzido com cerveja do tipo IPA).

Junto a destilaria tem um restaurante, o Malt Barn Bar (clique aqui para ver o menu e os preços), onde são servidos pratos escoceses. Eu almocei lá e recomendo. Existem varias opções no cardápio, mas eu escolhi as mais tradicionais: Cullen Skink e Haggis e pra acompanhar, uma sidra de maça escocesa.

Tem uma lojinha com diversos produtos a venda, além, é claro, das mais variadas classificações de whiskys.

A titulo de curiosidade, William Grant começou a trabalhar na Mortlach Distillery e mais tarde, quando resolveu abrir sua própria destilaria, a Glenfiddich, comprou os equipamentos dessa destilaria. O rio que fornece água para produção dos whiskys Glenfiddich é o rio Robbie Dhu. E esse é o único whisky escoces da região de Speyside que é totalmente produzido (destilado, envelhecido e engarrafado) em apenas uma unica destilaria.

→ Balvenie Castle

Pertinho da Glenfiddich Distillery fica o único castelo localizado em Dufftown, o Balvenie Castle, um castelo em ruínas construído durante o século 12 e que faz parte da Castle Trail. Foi construido a mando da família Comyn, Earls of Buchan, mas mais tarde virou residencia de John Stewart, Earl of Atholl. Aqui já foram recebidos como hospedes alguns reis e rainhas da Escócia, como por exemplo, Mary, Queen of Scots.

Da pra visitar, mas somente nos meses de verão (de abril a outubro). Eu estive lá no inverno e obviamente, o castelo estava fechado, mas mesmo assim dei uma passadinha lá pra garantir uma foto.

Ah! Ali junto ao castelo tem uma fazenda, onde vi algumas vaquinhas cabeludas da Escócia. Fique sempre atento, pq geralmente mais ao norte do país, é comum ver elas em qualquer canto.

→ Balvenie Distillery

A Balvenie Distillery foi fundada durante o século 19 e faz parte do grupo William Grant & Sons. Seus whiskys são produzidos seguindo os metodos tradicionais.

Quem tiver interesse, essa é a outra destilaria da cidade que abre as portas para visitantes. Como eu já tinha visitado a Glenfiddich, optei por não visitar essa destilaria. Caso opte por incluir no roteiro, os tours tem horários e capacidades limitados. Precisa reservar com antecedência.

→ Outras destilarias

Como já mencionei no inicio do post, existem ainda outras 4 destilarias de whisky na cidade, mas essas não podem ser visitadas. Mas achei interessante deixar registrado aqui que essas destilarias, todas pertencem a grandes grupos, como por exemplo: A Dufftown Distillery, a Glendullan Distillery e a Mortlach Distillery pertencem a Diageo. Já a Kininvie Distillery faze parte do grupo William Grant & Sons.

→ Como ir até lá

Existem duas opções: de carro ou com transporte publico. Eu estava em Inverness e fiz um bate-volta até lá. Primeiro peguei um trem até Elgin, esse trajeto leva uns 40 minutos e custou 18,10 libras ida e volta (valor referente a Dezembro de 2017). E em Elgin, fui até a rodoviária e peguei o ônibus 36 da empresa Stagecoach, esse trajeto levou mais ou menos uns 40 minutos também e custou 9,30 libras ida e volta (Valor referente a Dezembro de 2017). Existe uma parada de ônibus bem em frente as duas destilarias que podem ser visitadas e a parada final dessa linha é em frente a Dufftown Clock Tower. Super tranquilo!

Obs.: Se quiser ver um post de Introdução sobre o Whisky Escoces, clique aqui -> Escócia: Introdução ao Whisky (As regiões produtoras de whisky, Whisky Trail e Como é o processo de produção).

** Solicite um roteiro personalizado para Escócia aqui.

** Reserve seu hotel na Escócia aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre Stirling

Todos os posts sobre Aberdeen

Todos os posts sobre as Highlands

Todos os posts sobre Inverness

Todos os posts sobre a Ilha de Skye

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Dufftown, Escócia
Booking.com
  1. Diógenes 24/01/2018 | 11:51

    Bruna, você fez o Whisky Tour Experience ali próximo ao Castelo de Edimburgo, onde a gente entra num carrinho em formato de barril, escuta uma narração contando sobre o produção do destilado e depois há uma degustação?

    • Contando as Horas 24/01/2018 | 13:00

      Oi, Diógenes

      Fiz sim, mas isso foi na primeira vez que estive na Escócia, em 2008. Faz muito tempo! Uma hora dessas quero ir de novo, deve ter muita coisa diferente pra ver!! Obrigada pela visita aqui no blog! :D

Deixe o seu comentário...