03.04
2018

Chile: Punta Arenas, a capital da Patagônia Chilena

Depois de ter conhecido a Patagônia Argentina, obviamente eu também fiquei com muita vontade de conhecer a Patagônia Chilena. Quem pensa em visitar essa região do Chile, Punta Arenas, além de ser considerada a maior cidade, ela também é a principal porta de entrada para o sul da Patagônia Chilena.

Com 132 mil habitantes, Punta Arenas é a capital da província de Magallanes e da região de Magallanes y de la Antártica Chilena. Ela esta localizada na Península de Brunswick, de frente para o Estreito de Magalhães. 

Assim como Ushuaia, Punta Arenas também foi fundada inicialmente pelo governo chileno para ser uma pequena colônia penal. Conforme os anos foram passando, a cidade foi crescendo até se tornar uma importante cidade portuária.

Quem tiver interesse em conhecer as principais atrações de Punta Arenas, pode separar uma tarde para isso. A parte turística é bem pequena e da pra conhecer praticamente tudo a pé em poucas horas.

Eu comecei meu roteiro pelo ponto mais alto da cidade, o Mirador Cerro de la Cruz. Além de ficar super pertinho do meu hotel, achei que era legal começar por lá, afinal, a partir dali se tem uma vista panorâmica de toda a cidade de Punta Arenas. Dá pra ver os tetos coloridos das casas, as montanhas com neve e as águas do Estreito de Magalhães.

Descendo pelas escadinhas bem em frente ao mirante, segui até minha próxima parada, a Plaza de Armas, onde bem no centro dessa praça fica a estátua do navegador português Fernão de Magalhães (Hernando de Magallanes em espanhol), que dá nome ao Estreito de Magalhães.

Nos arredores dessa praça ficam a Catedral de Punta Arenas, considerada a principal igreja da cidade e o Palácio Sara Braun.

Seguindo pela Av. Gobernador Carlos Bories, uma das principais ruas de comércio da cidade (com lojas, farmácias, casas de cambio, entre outros), logo aparece o rio de las Minas, um rio que corta toda a cidade desembocando no Estreito de Magalhães.

Seguindo em direção ao mar, logo estamos na Costanera del Estrecho, uma avenida localizada de frente para o Estreito de Magalhães. Ao longo dessa avenida segue um calçadão, ótimo para caminhar e ver alguns monumentos ao longo de sua extensão.

O principal monumento é o Monumento a la Goleta Ancud, um barco que foi construído para uma expedição chilena que buscava posse total do Estreito de Magalhães.

Essas foram as principais atrações que visitei no centrinho de Punta Arenas, mas pra quem quiser ver mais da cidade, existem alguns museus (mas dessa vez, nessa viagem em especifico, eu não tava na vibe de visitar museus e deixei todos de fora), como por exemplo: Museo Regional Salesiano Maggiorino Borgatello, Museo Naval y Marítimo de Punta Arenas e o Museo NAO Victoria (considerado um dos mais importantes da cidade, nesse museu fica uma replica do barco que Fernão de Magalhães usou para desbravar essa região).

E por fim, porém não menos importante, apesar de eu também não ter visitado, existe uma Zona Franca em Punta Arenas, onde, segundo fiquei sabendo, vale muito a pena comprar produtos importados sem impostos (principalmente eletrônicos, roupas e cosméticos).

Quem for a Punta Arenas no inverno, existe um centro de Ski chamado Club Andino, localizado dentro da Reserva Nacional Magallanes. Não sei se chega a ter a mesma estrutura do Cerro Castor, em Ushuaia, mas imagino que deve quebrar um ganho pra quem quer se aventurar a praticar esportes de inverno.

** Solicite seu roteiro personalizado para a Patagônia Chilena aqui.

** Reserve seu hotel em Punta Arenas aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Chile

Todos os posts sobre Santiago

Todos os posts sobre Punta Arenas

Todos os posts sobre Puerto Natales

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Chile, Punta Arenas
Booking.com
Deixe o seu comentário...