26.08
2014

Paris: Onde é melhor se hospedar?

Paris tem uma localização estratégica dentro da França. Quem optar por pegar um voo direto partindo do Brasil, a cidade oferece muita coisa e ainda, a possibilidade de fazer alguns bate-voltas, como por exemplo: Palácio de Versalhes, Rouen, Giverny, Bruxelas, Luxemburgo, entre outras.

Com todo mundo já deve imaginar, tudo em Paris gira em torno da região onde está o Museu do Louvre, Champs Elysées, o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel. E realmente, quem puder se hospedar nos arredores dessas atrações, estará muito bem localizado. Mas claro que quem tiver com o orçamento um pouco apertado, não é preciso desistir de conhecer Paris. O negócio é procurar um hotel com uma localização relativamente central, mas que tenha uma estação de metro por perto. O metro cobre muito bem toda a cidade e a região metropolitana.

DSC06019

Quanto aos preços das diárias, em Paris é fácil encontrar suítes de hotéis 5 estrelas que chegam a custar por volta de mil euros, mas também existem opções mais acessíveis, mesmo em hotéis de redes mundialmente conhecidas.

Paris é uma daquelas cidades onde facilmente a gente pode perder dias e mais dias tentando escolher um hotel. As opções são muitas, muitas mesmo. Então para ajudar outras pessoas que estão de viagem marcada pra lá, aqui vai um post com opções de hotéis bem localizados, com uma estação de metro próxima e ainda, com wi-fi free, que nos dias de hoje é muito importante. Quando algum desses requisitos não estiver disponível, eu vou escrever no texto. Continue Lendo…

Postado em França, Hotéis, Paris
Booking.com
25.08
2014

Shows em Paris: Moulin Rouge, Lido, Ópera Garnier e Ópera Bastille

por Raul Bartolamei

Assim como qualquer outra grande cidade europeia, Paris oferece centenas de shows e espetáculos todas as noites. Quando eu tava montando o roteiro da minha viagem, dei preferência para assistir alguns shows nas casas de espetáculos mais famosas da cidade: Moulin Rouge, Ópera Garnier, Lido e Ópera Bastille.

Paris-20120617-00203

Moulin RougeDispensa qualquer apresentação, certo? Quem não reconhece a foto do famoso moinho vermelho, né? Essa é a casa de show de cabaré mas famosa da cidade. É um dos melhores lugar pra ver o estilo de dança francês, o can-can. Todas as noites são realizadas duas apresentações, uma as 21:00 e a outra as 23:00. Os tipos de ingressos oferecidos são: show + jantar, show + garrafa de champagne, somente o show. Na hora de comprar o ticket pelo site, essas são as duas únicas coisas que precisamos escolher. As mesas são escolhidas por eles mesmo. A gente só fica sabendo onde vai sentar no dia do show. Nós optamos pelo show das 21:00, na configuração show + bebidas. Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
24.08
2014

Paris: Como comprar ticket para Torre Eiffel

Quem nunca sonhou em conhecer Paris e ver de perto um dos seus maiores símbolos, a Torre Eiffel, não sabe o que está perdendo. Ultimamente Paris anda sempre lotada, são turistas por todos os lados, mas mesmo assim, vale a pena ir pelo menos uma vez na vida.

Então, pra que ninguém fique perdendo tempo em filas, principalmente na Torre Eiffel onde elas são gigantes, aqui vai um post mostrando o passo a passo de como garantir o ingresso antecipado e consequentemente, evitar essas filas.

IMG_1061

Na primeira vez que estive em Paris, ainda em 2005, nem a cidade e muito menos a torre tinham site oficiais. Na ultima vez que fui, em 2011, a coisa tinha evoluído e ambas já tinham ganhado seu site. Não sei exatamente desde quando, mas agora existe a versão em português para informações sobre a torre, porém a compra do ticket pode ser feita apenas nos seguinte idiomas: francês, inglês e espanhol. Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
23.08
2014

Roteiro de 4 dias em Paris (com mapa)

Paris é um daqueles lugares onde seria possível passar uma vida inteira e ainda assim não conseguir conhecer tudo o que essa cidade oferece. Como poucas pessoas no mundo tem esse privilégio, a gente já se contenta com o que dá. Na verdade, é difícil definir quantos dias seria ideal reservar para um roteiro em Paris, pois tudo depende muito do interesse de cada um. Então, um roteiro bem basicão, incluindo todas as principais atrações de Paris, na minha opinião, deveria ter pelo menos 4 dias.

Mas antes de qualquer coisa, Paris é muito bem servida pelo transporte público, sendo possível se deslocar a praticamente qualquer lugar da cidade de forma rápida, seja de metro, ônibus ou RER. Particularmente, eu prefiro andar de metro, mas há quem ache mais vantagem se deslocar de ônibus ou RER. Cada um desses meios de transporte público tem suas particularidades e como nunca andei de ônibus ou RER, vou me limitar a falar apenas do metro de Paris.

IF

O metro de Paris, mais conhecido por Métropolitain, tem 16 linhas identificadas por cores diferentes com mais de 300 estações. Num primeiro momento, quando a gente olha o mapa do metro, parece que vai ser impossível conseguir sair do lugar. Não há necessidade de se preocupar, é muito simples. Muito simples mesmo. Quem optar por andar de metro, é interessante levar anotado a cor e o nome de todas as estações mais próximas das atrações que vão ser visitadas. Isso facilita muito. A grande maioria das estações de Paris não tem os mesmos nomes das atrações próximas. Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
06.11
2012

Tour no Parc des Princes, o estádio do Paris St Germain

** Estamos recebendo muitas mensagens e emails sobre o tour no estádio Parc des Princes. Acreditamos que os tours estão suspensos, pois não existem essas informações em nenhum lugar no site do PSG. Enviamos um email pedindo detalhes, quando tivermos mais informações atualizamos aqui. Obrigado!

Sempre que possível, quando viajo à Europa, reservo um dia para assistir um jogo ou conhecer algum estádio de futebol e nessa viagem a Paris não foi diferente.

Um dos time mais famoso da França é o Paris Saint Germain (PSG) e já que não foi possivel assitir um jogo, separei uma tarde para fazer o tour no estádio do clube, o Parc des Princes. Continue Lendo…

Postado em França, Jogos de Futebol, Paris
Booking.com
04.11
2012

Roteiro de 8 dias em Paris

Em Dezembro de 2011 foi anunciada a turne do Black Sabbath, um show que fazia horas que eu tava de olho esperando ansioso que viesse a acontecer. Entre as opções estava Paris. Como lá em casa eu era o único que ainda não havia estado na cidade, acabei optando por aliar o útil ao agradável: um show em Paris + minhas férias. E junto comigo ainda estavam a minha namorada e mais um casal de amigos.

Com as passagens compradas e o hotel reservado com uma certa antecedência, no inicio desse ano, fomos pegos de surpresa com a noticia de que o show estava cancelado por motivo de doença de um dos integrantes da banda. Mas a nossa viagem permaneceu e ficou assim:

A passagem foi comprada pela TAP entre São Paulo – Lisboa – Paris e a volta entre Paris – Lisboa – São Paulo em classe economia. O voo também foi com a TAP entre Lisboa – Paris e tinha como destino final o aeroporto de Orly.

O aeroporto de Orly é o segundo aeroporto mais movimentado do país, perdendo apenas para o aeroporto Charles de Gaulle. Fica muito mais próximo ao centro da cidade e são apenas 14 km de distância. Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
17.10
2011

Finalmente.. Montmartre (e um pouco de Amélie Poulain)!!!

Depois do tour pelo Eixo Histórico, ainda tive tempo de visitar o bairro de Montmartre… Finalmente!!! A primeira vez que fui a Paris, ainda em 2005, as informações online eram pouquíssimas e praticamente nenhum site oficial dos principais monumentos existiam, então, não arriscamos e ficamos somente no centrão de Paris.

Basílica do Sacré-Coeur

Mas hoje em dia, o número de sites e blogs com todos os tipos de informações são muuuitos e se dúvidar, as vezes, é possível conhecer bem um lugar sem nem mesmo ter saido de casa. Dessa vez eu deixei o “medo” de lado e fui… Na verdade, já tinha ido na noite anterior, quando fui ver um show no Moulin Rouge. Mas não tive tempo de explorar bem a região.  Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
16.10
2011

Eixo Histórico: do Louvre a La Défense (com uma paradinha na Île de la Cité e na Île St Louis)!!

No domingo, resolvi acordar cedo e aproveitar o maravilhoso dia de sol e calor (tá, o calor não tava tão agradável assim) e fiz o trajeto chamado de Eixo Histórico ou Axe Historique!! O Eixo Histórico passa por quase todos os mais importantes monumentos e ruas da cidade. O Eixo “começa” no Museu do Louvre, passa pela Champs Élysées, pelo Arco do Triunfo e “termina” no Grande Arco, no bairro de La Défense.

Mapinha do Eixo Histórico

O hotel que eu me hospedei foi o mesmo da primeira vez em que estive em Paris e ele fica bem pertinho da Notre-Dame, na região de Saint Germain des Prés.. então, facilitou muito o trajeto.  Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
13.10
2011

Moulin Rouge, em Paris

Sábado à noite quis ver um espetáculo no mais famoso estilo Francês.. E em Paris exitem muitos lugares, porém as casas mais tradicionais que apresentam show de Cabaré, são: Moulin Rouge, Lido e Crazy Horse.

Sendo assim, fui ver de perto como era um show de Cabaré com dancinhas no melhor e mais conhecido estilo Francês, o Can-can e optei por ir no… Moulin Rouge!!!

Moulin Rouge

E pq eu escolhi o Moulin Rouge? Por ser o mais tradicional, famoso e conhecido!! Além do que, na primeira vez que estive em Paris, não tinha tido a oportunidade de conhecer Montmartre!!! Ahhhh, e também pq queria ver o Moinho Vermelho na fachada e tudo o que engloba o estilo Belle-Époque.  Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
12.10
2011

A inspiração de Monet… Giverny!!!

A idéia de conhecer esse lugar surgiu meio por acaso, quando eu estava procurando informações sobre como ir até Strasbourg, e vendo várias fotos, não tive dúvida, mudei na hora o destino e foi assim que resolvi ir até… Giverny!

Chegando em Giverny!!

Seguindo o meu tour pela região da Normandia..

A cidade que ficou conhecida mundialmente devido as obras de Claude Monet é uma pacata cidade (ou vila?) que fica na região da Haute Normandie.

Claude Monet

Tem apenas 500 habitantes, isso mesmo, APENAS 500 HABITANTES!!! Fica nas margens do rio Sena, perto da confluencia com o rio Epte.

A rua principal de Giverny

Muito bem sinalizado!

Floricultura

Como dá pra imaginar, a cidade é suuuuper pequena e tem apenas duas ruas, sendo que a rua principal é chamada de Claude Monet, em homenagem ao seu morador mais ilustre.

Homenagem ao morador mais ilustre da cidade!

Monet chegou na cidade por volta de 1883, alugou uma casa e parte dos terrenos ao redor para passar uma temporada. Anos mais tarde, por volta de 1890, ele já estava em melhor situação economica, resolveu comprar uma casa no local e começou a “contruir” os seus jardins!! E os jardins se tornaram tão importantes, pois se tornaram o cenário de muitas de suas obras.

Basicamente o que é possível visitar:

– a Casa de Claude Monet;

A Casa de Monet

A Casa de outro angulo!

– os Jardins de Claude Monet que são dois: Clos Normand e, o Water Garden e The Japanese Bridge. O Jardim de Flores chamado The Clos Normand  que esta localizado em frente a casa e o Jardim Japones com um espelho d’água;

Clos Normand, que fica bem em frente a Casa de Monet

Japanese Bridge

Literalmente passei a tarde dentro de um quadro de Monet!

Water Lilies

Jardins de Monet..

– Coleção de estampas japonesas.

Na cidade ainda tive tempo pra visitar outros lugares.. então, seguindo pela rua Claude Monet, passei pelo Museu do Impressionismo e seus jardins.

Flores do jardim do Museu do Impressionismo!

Mais flores..

Uma mais bonita que a outra!

Um pouco mais a frente fica o Hotel Baudy que era o local de encontro entre os pintores.

O famoso Hotel Baudy

E pra terminar, no “final” da cidade fica a Igrejinha de Sainte-Radegonde de Giverny. A Igreja é super pequena e bem bonitinha. Foi construída durante a idade media, tem estilo românico e foi dedicada a Santa Radegunda.

Igreja de Sainte-Radegonde

Nos arredores da Igreja há um cemitério e é lá, onde está enterrado Claude Monet e sua família!!

Pra visitar o local, é preciso levar em consideração que a Fundação Claude Monet abre  suas portas de 01 de abril a 01 de novembro, de terça a domingo, das 09:30 as 18:00 (com a ultima entrada as 17:30). No inverno sempre está fechado. O ticket pode ser comprado no site oficial e o valor é de apenas 8,00 euros.

Ponto de ônibus em Giverny!! Achei bonintinho.. =)

Para chegar lá, o trajeto não é dos mais simples, mas também não é impossível. Giverny fica a 88 km de Paris e a 67 km de Rouen. Sendo assim, eu peguei o trem na Estação de Rouen, então também tive que ir até a cidade de Vernon e lá pegar o ônibus. (Quem vem de Paris, tbm vai ter que ir até Vernon e de lá, o trajeto é o mesmo pra todos).

O ônibus que faz o trajeto entre Vernon e Giverny!

Chegando em Vernon, saindo da estação pela porta principal, tem uma rua no lado direito e um pouco mais pra frente tem o ponto de ônibus. O trajeto entre Vernon e Giverny é de apenas 15 minutinhos (aproximadamente 5 km). E não precisa se preocupar, pois a chegada e partida dos ônibus desta linha são coordenadas com a chegada dos trens, então é super tranquilo.

Para ver os horários de trem e ônibus entre Paris – Vernon – Giverny, clique aqui.

O bilhete de trem deve ser sempre validados nessa máquina – cor amarela (existem máquinas de outras cores tbm)!

Um detalhe importante, quando comprar a passagem de trem Paris – Vernon, lembre-se que no painel na estação vai aparecer o destino final como Rouen, então tem que se guiar pelo horário de saída do bilhete pra descobrir qual plataforma o trem vai partir.

Obs.: Outro detalhe muito importante é que antes de entrar nos trem da SNCF, é preciso validar o bilhete numa máquininha de cor amarela que fica perto da plataforma. Se esquecer de validar, vai ter que pagar multa dentro do trem.

Postado em França, Giverny
Booking.com
10.10
2011

Rouen, a cidade de Joana D’Arc

No sábado fiz um day trip pela região da Normandia, mais especificamente fui conhecer as cidades de Rouen e Giverny!!!

Pra explicar o pq eu resolvi ir lá é preciso voltar um pouco no tempo, pois a cidade teve uma história beeem turbulenta.. foi invadida pelos Bárbaros e Vikings, foi destruída muitas vezes por incêndios, houve ainda a epidemia da peste negra, foi ocupada pelos Ingleses durante a Guerra dos 100 anos e ainda viu uma jovem de apenas 19 anos ser queimada viva na praça principal da cidade!! Houve ainda os bombardeamentos durante a Segunda Guerra Mundial.. 

Mas Rouen sobreviveu e como se não bastasse tudo isso, a cidade ficou bem conhecida por ser a cidade onde Joana D’Arc foi queimada viva em 29 de maio de 1431, na Place du Vieux-Marché. Além de Joana D’Arc, o escritor Gustave Flaubert, autor de Madame Bovary, nasceu em Rouen em 1821 e é considerado um dos mestres do romance realista.. uma bela cidade, cheia de histórias, não?!?!

Rouen é a capital da região da Haute Normandie, tem aproximadamente 110 mil habitantes e fica a 137 km ao norte de Paris. Pela cidade passa o rio Sena e mais três pequenos rios chamados de Aubette, Robec e Cailly.

Como eu imaginei, a cidade é bem pequena e fácil de se situar. Basicamente é dividida em Rouen Rive Gauche e Rouen Rive Droite (nessa parte é onde fica grande parte das atrações turisticas da cidade).

Pra chegar lá, o trajeto é bem simples.. Pegar o trem na Estação Saint Lazare em Paris e em aproximadamente 1 hora, cheguei em Rouen, na Gare Rouen Rive Droite (a cidade tem duas estações de trem, essa é a mais próxima dos pontos turísticos).

Estação de trem de Rouen

Saindo da estação, é só seguir a rua Joana D’Arc.. nessa rua ou nos arredores, questão de uma quadra ou duas, estão as principais atrações da cidade.

A primeira parada foi na Torre de Joana D’Arc, essa torre fazia parte do castelo construído por Felipe Augusto em 1204. Foi nessa torre que Joana D’Arc ficou presa antes de ser queimada. Atualmente é uma torre de observação, de lá se tem uma das melhores vistas de toda a cidade.

Segui caminhando pela rua Joana D’Arc até chegar no rio Sena. A ponte principal da cidade é bem curiosa, pois durante toda a sua extensão têm bustos de várias pessoas famosas como Vasco da Gama, Americo Vespúcio, entre outros.

Bem pertinho dali fica a Catedral Notre-Dame de Rouen que é considerada uma obra-prima da arte gótica (a catedral está sendo reformada, então a fachada estava praticamente toda coberta)!!! A Catedral começou a ser construída em 1145 e só ficou completamente pronta no século XVI.

O que chama bastante atenção são as suas duas torres desiguais: a Torre Saint-Romain (com 77 metros de altura, ela fica no lado esquerdo) e a Torre du Beurre (um pouquinho maior, com 80 metros e logicamente fica no lado direito). E ainda tem a Torre Lanterna, que parece uma agulha neo-gótica feita de ferro que fica bem no meio da Catedral, o que faz com que ela seja única e reconhecida de primeira!!!

A entrada é gratuita, porém para ver os “tesouros” da Catedral é necessário fazer um tour guiado, e os destaques são: o túmulo de Ricardo, Coração de Leão (seu coração está enterrado lá) e o hall semicircular (não muito comum naquela época) da cripta que data do século 11.

Tem também uma exposição com fotos que mostra como a Catedral ficou depois da Segunda Guerra Mundial, praticamente destruída!!!

Mas o que tornou a Catedral suuuuuper conhecida mesmo foi a famosa série de pinturas reproduzidas por Claude Monet em vários momentos do dia. Monet se dedicou a essa série praticamente um ano inteiro, entre 1892 e 1893. E realmente, a fachada que impressionou Monet é muito bonita e é totalmente esculpida.. são mais de 70 esculturas entre anjos, santas e os apóstolos!!!

Saindo da Catedral, é só procurar pela rua de calçamento chamada Gros Horloge, essa rua, além de ligar a Catedral com a Praça do Vieux-Marché, nela fica o Gros Horloge.

Um relógio astronomico onde as horas são marcadas em um só ponteiro e também da pra identificar as fases da lua, e também é ali, onde é possível ver os prédios típicos da região, com arquitetura em estilo normando, com as vigas bem largas feitas de madeira.

Chegando na Praça do Vieux-Marché, impossível não perceber a Igreja Santa Joana D’Arc (como dá pra imaginar, foi contruída para homenagear Joana D’Arc) pois ela tem um estilo completamente diferente, eu diria (pra não dizer estranho hehe)!!!

Na parte da frente da Igreja tem uma cruz enoooorme, que marca o lugar onde estava a fogueira que queimou viva Joana D’Arc durante a Guerra dos Cem Anos.

A Igreja é bem moderna, os vitrais são bem bonitos e tem também um memorial comemorativo contando um pouco da sua trajetoria e a sua curta história como heroína francesa.

Como dá pra perceber, tudo gira em torno de Joana D’Arc e com certeza é um lugar bem interessante pra conhecer quando estiver de passagem por Paris!!

Postado em França, Rouen
Booking.com
06.10
2011

Visita a Torre Eiffel

A Torre Eiffel continua sendo o maior símbolo de Paris e da França e realmente vale a pena conhecer… Porém, atualmente é preciso muuuuuita paciência!!

Num final de tarde, fica ainda mais bonita!!

Então, para amenizar o “sofrimento” no trajeto entre o hotel, passando pelo metro, chegando ate o Champ de Mars e finalmente ter acesso aos elevadores e/ou escadas da Torre, é necessário planejamento e ter muuuita calma nessa hora.  Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
04.10
2011

Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris

Um dos assuntos que mais “incomodam” na organização de uma viagem, é: Qual é o melhor aeroporto para chegar? E qual é o melhor meio de transporte para ir até o centro da cidade?!?

Paris é servida por 3 aeroportos, sendo eles: o Aeroporto Charles de Gaulle (também conhecido por Roissy) que é o principal aeroporto do país, o Aeroporto de Orly e o Aeroporto de Beauvais (geralmente onde param as companhias de baixo custo, como a Ryanair).

Eu fui de Easyjet, que é a minha empresa favorita para viajar aqui na Europa (tema para outro post), sendo assim, a unica opção era parar no Aeroporto Charles de Gaulle. Me lembro bem desse aeroporto, pois foi onde eu desci pela primeira vez aqui na Europa ainda em 2005.

Mapa do Aeroporto Charles de Gaulle

A minha maior preocupação era como chegar no centro de Paris, pq também lembro muito bem que os taxis têm umas regras meio chatinhas e dá pra ir facilmente a falência se não cuidar bem desse detalhe.  Continue Lendo…

Postado em França, Paris
Booking.com
01.10
2011

Roteiro: Paris e a Região da Normandia

A primeira vez que estive na Europa foi em 2005 o destino foi justamente a França, foram 10 dias em Paris.

Mas dessa vez, resolvi voltar.. afinal, já são mais de 6 anos, pra ver o que ficou “faltando”.

Então, sexta-feira depois da aula, peguei o voo com a Easyjet. Voo direto, saindo de Edimburgo com destino ao Aeroporto Charles de Gaulle. O voo é bem tranquilo e em 1 hora e 20 minutos estava em Paris (isso sem esquecer de adiantar o relógio em 1 hora, pois a França tem uma hora a mais que o Reino Unido).

Catedral de Notre-Dame, em Paris

Sendo assim, o roteiro ficou:

– sexta-feira em Paris, fui de novo na Torre Eiffel e caminhei pela região do Trocadéro (com uma paradinha na Carette) e na Champs Elysées (parando na Ladurée e na Fnac);  Continue Lendo…

Postado em França, Giverny, Paris, Rouen
Booking.com
Página 4 de 41234