26.04
2012

Peninsula de Bygdøy e Vigeland Park, em Oslo

O dia não amanheceu dos melhores, mas mesmo assim mantemos a nossa programação e fomos conhecer a peninsula de Bygdøy!

Para chegar até lá existem muitas opções, mas nos optamos por ir de ferry, que parte do pier convenientemente localizado em frente a Prefeitura de Oslo (o ferry só opera de março a outubro). O trajeto é bem rapidinho e em menos de 15 minutos estavamos desembarcando na peninsula.

Dá pra comprar o ticket no quiosque que fica no pier mesmo, e os barcos operam no esquema hop on – hop off, isso pq ao chegar na peninsula podemos optar por desembarcar em dois lugares diferentes.

Nos desembarcamos direto na parada Dronningen, mas pra falar bem a verdade, nem é necessário ficar esperando o ferry para ir de uma parada a outra. O lugar é super pequeno e tem muitas placas pelo caminho indicando para onde ficam os museus.

A peninsula de Bygdøy foi uma ótima opção de passeio… além de atravessar o Fiorde de Oslo, ainda fomos conhecer o alguns dos museus mais importantes da cidade, além de um Palácio Real.

Depois de desembarcar e olhar o mapa pra se localizar, caminhamos um pouquinho e logo chegamos na nossa primeira parada que foi …

O Museu Kon-Tiki, aqueeeeele que tem um moai na frente. O moai foi doado pelo Chile a Noruega como uma forma de manter o bom relacionamento entre os dois países. Além disso, estão em exibição no museu os barcos que foram utilizados pelo explorador noruegues Thor Heyerdahl durante duas travessias entre Polinésia, Ilha de Páscoa e Peru.

Atravessando a rua já vemos o Museu Fram onde está em exibição o famoso navio Fram, o original e está em perfeito estado de conservação, viu?!?! Ele foi usado na expedição que o comandante Amundsen fez até o Polo Sul em 1911. Amundsen acabou se tornando conhecido em todo mundo, pq foi o primeira pessoa a chegar tanto no Polo Norte como no Polo Sul.

Na peninsula também está localizao o Oscarshall, o palácio de verão da Família Real Norueguesa. O Palácio fica numa area com vista privilegiada, numa das partes mais altas da peninsula e tem uma arquitetura líndissima! O palácio ainda é usado pela familia real!

É possível visitar somente no verão e durante os finais de semana (durante a semana não abre). O palácio foi mandado ser construido pelo Rei Oscar I e tem um estilo um pouco diferente das demais construções da cidade, com estilo neo-gótico noruegues. Durante a visita é necessário usar uma botinha de pano enquanto caminhamos pelos varios salões, sala de jantar e os apartamentos reais.

Na volta para o centro de Oslo, conforme o ferry vai se aproximando do pier a vista da cidade fica mais bonita.. principalmente pq a Prefeitura de Oslo sempre aparece em primeiro plano!

Na praça em frente ao Nobel Peace Centre, pegamos o bondinho número 12 que nos levou até o Vigeland Park, o maior parque da cidade!

Então para que os visitantes não percam de ver nada durante a visita, os responsaveis pelo parque pensaram numa forma de falicitar a nossa vida e o dividiram em seis partes: a entrada (onde fica um pequeno museu e tem uma estátua em homenagem a Gustav Vigeland), a ponte, o parque das crianças, a fonte, o monólito (parece um obelisco) e a roda da vida.

O parque foi inteiramente projetado por Gustav Vigeland, assim como as mais de 200 estátuas feitas de bronze ou granito que estão espalhadas pelo lugar.

Ao longo da ponte que dá acesso ao Obelisco e ao restante do parque, estão muitas estátuas, todas feitas de bronze.

Mas o destaque com toda a certeza, e é praticamente impossivel não notar a muvuca por perto, fica por conta da Sinnataggen, a escultura do menininho com cara feia e muito bravo…

Uma outra parte que achei bem legal é o monólito com mais de 15 metros de altura, que parece um obelisco, onde foram esculpidas muitas pessoas peladas e todas entrelaçadas e tudo isso foi feito em um bloco unico de granito, o cara era realmente muito fera, não é?!?!?

E pra deixar o pessoal mais de queixo caido, ainda ao redor do obelisco estão mais algumas esculturas que foram feitas inpiradas nos acontecimentos do dia-a-dia.

E bem no “final” do parque fica a Roda da vida, uma escultura bem interessante onde as pessoas estão entrelaçadas… mostrando o ciclo da vida, desde o nascimento até a morte. Demais, adorei! Ah, o parque não abre as segundas-feiras.. =)

De volta ao centro da cidade, enquanto decidiamos o que comer, resolvemos visitar a Catedral de Oslo, que fica a poucos passos da Karl Johans Gate, dá pra ver a torre super alta de longe. É essa a Catedral usada pela Familia Real Noruega.

A gente resolveu jantar no burger king, mas depois de mais um tempo caminhando pela cidade, paramos numa das muuuitas lojinhas espalhadas pelo centro da cidade que vendem as famosas salsichas norueguesas. Um pouco apimentada pro meu gosto, mas muito boas!

Postado em Noruega, Oslo