10.10
2019

Croácia: Informações práticas

Lembro de que quando estava morando na Escócia, a Croácia estava começando a se destacar entre os britânicos (em 2010 e 2011), mas de uns anos pra cá, o país também começou a se tornar um destino muito procurado por brasileiros.

Até hoje, já tive a oportunidade de estar lá por três vezes. A primeira viagem foi no verão de 2011, onde estive em Split, Zadar e Dubrovnik. Voltei alguns anos depois (rapidamente) durante um cruzeiro que fiz pelo rio Danúbio, onde conheci Osijek e Vukovar (cidades relacionadas com a guerra de Independência da Iugoslávia). E nesse ultimo final de semana, resolvi conhecer rapidamente Zagreb, a capital, e seguir viagem para o meu destino principal, o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice. 

Se você pretende conhecer a Croácia, aqui vão algumas infos importantes para organizar a viagem.

→ Localização

A Croácia, que em croata é Hrvatska, faz fronteira com 5 países: Eslovênia, Hungria, Sérvia, Bósnia e Montenegro. E todo o seu litoral é banhado pelo mar Adriático.

→ Documentos, Vacinas e Seguro Viagem

Brasileiros não precisam de visto para viajar a turismo para a Croácia por 90 dias, mas o passaporte deve estar valido por pelo menos 6 meses a partir da data de saida do país.

Zagreb

E ainda, se você, assim como eu, estiver vivendo em Portugal, além do passaporte, é importante levar o titulo de residência também, é necessário apresentar os dois na imigração obrigatoriamente (eu peguei meu titulo de residencia de ultima hora, foi pura sorte!).

Até o momento (outubro de 2019), não é exigido nenhuma vacina para viajar a Croácia. Como membro da UE, é necessário ter seguro viagem com cobertura de 30 mil euros.

→ Melhor época

Depende, afinal, a Croácia tem as 4 estações do ano bem definidas (inclusive, em alguns lugares, costuma nevar). Eu já estive lá durante o verão, no final da primavera e agora no inicio do outono. O país oferece uma infinidade de roteiros a serem feitos em qualquer época do ano, depende muito do que preferir (praias, parque nacional, cidades). Se preferir praias, o ideal é ir entre maio e setembro. E se o foco não for praias, dá pra ir em qualquer mês.

Parque Nacional dos Lagos de Plitvice

→ Como ir até a Croácia

Não existem voos diretos do Brasil para a Croácia, portanto, é necessário fazer uma conexão no meio do caminho. Uma ótima opção é vir até Lisboa e pegar um voo até Zagreb (esse voo entre Lisboa e Zagreb é recente, existe desde abril 2019, com a TAP ou Croatia Airlines), ou ainda, outras opções muito boas também são: ir até a Londres (Easyjet) ou até Frankfurt (Lufhansa ou Easyjet), e seguir para Zagreb, Split ou Dubrovnik.

→ Aeroportos na Croácia

Os principais aeroportos da Croácia ficam em Zagreb, Split e Dubrovnik. Se você estiver indo pra lá, vale considerar chegar por um aeroporto e ir embora por outro, dependendo do que for conhecer.

Zagreb

Na minha primeira viagem a Croácia eu cheguei no aeroporto de Split e fui embora pelo aeroporto de Dubrovnik. Na segunda viagem desembarquei no porto fluvial de Vukovar e de ônibus fomos até Osijek. E na terceira vez, entrei e sai pelo aeroporto de Zagreb.

Aeroporto de Split (IATA: SPU) é uma aeroporto pequeno, com apenas um terminal. Para ir do aeroporto até o centro, as opções são: ônibus e táxi. Mais infos, veja esse post aqui: Split: Minha cidade preferida na Croácia. Observe que os valores são referentes a data da viagem, portanto, podem ter sofridos reajustes.

Aeroporto de Dubrovnik (IATA: DBV) também é igualmente pequeno, com apenas um terminal. Para ir do aeroporto até o centro ou vice-versa, as opções também são: ônibus e táxi. Mais infos, veja esse post aqui: Dubrovnik: a “Pérola do Adriático”.

Aeroporto de Zagreb (IATA: ZAG) considerado o principal aeroporto da Croácia, ele está localizado na cidade vizinha de Velika Gorica. É o hub da Croatia Airlines e da Wizz Air. Esse aeroporto é todo moderno, ele foi inaugurado em março de 2017. Para ir até o centro da cidade, as opções são: ônibus e táxi. Quando cheguei, fui de ônibus, que parte do lado direito, saindo da área de desembarque. O trajeto leva uns 30 minutos. Valor de 30 kn (referente a outubro de 2019). Na volta, meu voo partia super cedo, preferi pegar um taxi. O trajeto levou menos de 15 minutos e o valor é fixo, paguei 100 kn (referente a outubro de 2019).

→ Imigração

A Croácia é membro da União Européia desde 2013, mas não faz parte do Espaço Schengen, portanto, quando chegar lá, brasileiros sempre vão precisar passar na imigração. A imigração é bem tranquila, eles nunca me perguntaram nada, apenas nessa ultima viagem pediram pra ver meu titulo de residência de Portugal. Fora isso, não perguntaram o que ia fazer, nem quantos dias ia ficar, nada do tipo. Claro que aconselho a levar passagem de volta e reserva de hospedagem pelo menos, nunca se sabe quando podem resolver pedir alguma coisa. Melhor estar prevenido!

Dubrovnik

→ Idioma

A língua oficial do país é o croata. É algo meio parecido com o tcheco (na escrita) e na fala (lembra polonês ou russo). Para nós, é impossível decifrar qualquer palavra. Mas fique tranquilo, todo mundo fala inglês. É muito fácil de se comunicar.

Uma das poucas palavras que da pra entender , que eu acho que quer dizer souvenirs haha (ah! republika também!)

→ Dinheiro

Mesmo o país já fazendo parte da União Européia, a moeda oficial é a Kuna (HRK ou também abreviada por Kn). A titulo de curiosidade, agora em outubro de 2019, 1 kn = 0,13 euros e 1 kn = 0,60 reais.

→ Diferença de Fuso horário

Durante os meses com horário de verão na Europa, de março a outubro, a diferença é de 5 horas a mais na Croácia com relação ao Brasil. Com relação a Portugal, a diferença é de 1 hora a mais na Croácia.

Split

→ Tomadas e Adaptadores

As tomadas na Croácia são iguais as tomadas em Portugal. E para os brasileiros, a tomada da Croácia é igual as nossas antigas tomadas de dois pinos redondos. Portanto, não há necessidade de adaptadores.

Zagreb

→ Chip de celular

Como estou morando em Portugal, não precisei comprar chip local para o meu celular/telemóvel. Meu plano é da Vodafone e conseguir usar tranquilamente em todos os lugares onde fui na Croácia. O sinal pega muito bem.

Zadar

→ Segurança

Como em qualquer cidade européia onde já estive, me senti segura em todas as cidades da Croácia por onde passei, inclusive em Zagreb. Claro que é importante ficar sempre atento, mas nada que exija alerta como aconteceria em grandes cidades do Brasil.

RESERVE PELO BLOG:

** Roteiro personalizado.

** Hotel na Croácia.

** Seguro Viagem.

** Carro no Brasil ou no exterior.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Muito obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Croácia

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Últimos posts por Bruna Bartolamei (exibir todos)

Postado em Croácia, Dubrovnik, Osijek, Parque Nacional Plitvice, Split, Vukovar, Zadar, Zagreb - , , , , , , , , , , , , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Contando as Horas