20.04
2013

Liechtenstein: um dia em um dos países mais ricos do mundo!

Liechtenstein é um principado minusculo, localizado entre a Áustria e a Suíça, bem no meio dos Alpes. O país é tão pequeno que até pouco tempo atrás passava completamente despercebido pelos turistas, mas nós não deixamos a oportunidade passar e tratamos de incluí-lo no nosso roteiro. Uma das melhores opções pra conhecer Liechtenstein é fazer um day trip a partir de Zurique.

SONY DSC

Existem algumas opções pra chegar no Liechtentein a partir de Zurique, mas nos optamos por fazer o seguinte: pegamos um trem até a cidade de Sargans (destino final desse trem era a cidade de Chur), o trajeto leva 1 hora, essa cidade fica na fronteira entre a Suíça e o Liechtenstein e lá pegamos um ônibus da empresa Liechtenstein Bus para ir até a capital do país, Vaduz. Existem duas rotas dessa empresa que saem de Sargans em direção a Vaduz, os ônibus número 12 e 13. Ambas as rotas tem saída a cada 20 – 30 minutos. Os tickets podem ser comprados de duas formas: trem + ônibus (tanto no guiche de atendimento na Estação de Trem de Zurique, como pelo site da SBB, empresa responsável pelos trens na Suíça) ou diretamente com o motorista do ônibus. Nós optamos por comprar o trajeto todo, trem + ônibus.

SONY DSC

l9_1024x670

O trajeto entre Sargans e Vaduz (a capital do Liechtenstein) é bem interessante e leva aproximadamente uns 20 minutos. O ônibus segue por estradas em excelente condições e pelo caminho podemos conhecer um pouco das paisagens do país.

l11_1024x734

O Principado de Liechtenstein tem apenas 34 mil habitantes, a lingua oficial é o alemão e sua capital é Vaduz. É tão pequeno, que é possível percorrer seu território por inteiro em apenas pouquíssimas horas.

O país não tem aeroporto e nem moeda propria, sendo assim, o aeroporto mais utilizado é o Aeroporto de Zurique e quanto a moeda, eles acabaram adotando também o Franco Suíço como moeda oficial. O euro é aceito, mas o troco sempre vai ser devolvido em franco suíço.

map_of_liechtenstein

Nos chegamos em Vaduz cedo e de cara já vimos a atração mais famosa do país, o Schloss Vaduz. O Castelo de Vaduz domina a paisagem, pois fica bem no alto de uma montanha. Originalmente era uma fortaleza medieval, com o passar dos anos foi sofrendo algumas modificaçõese e algumas alas foram adicionadas, mas nunca deixou de ser a residência oficial do Princípe do Liechtenstein. Desde o século 15 o país é comandado pela mesma família, a Casa de Liechtenstein.

IMG_7339_1024x711

Vaduz tem apenas  duas ruas principais: a Stadtle, uma especie de calçadão, onde estão os principais restaurantes e atrações turisticas. Uma das principais atrações desse calçadão é a estátua “Gordinha” de Botero e uma outra coisa que também não dá pra deixar de notar são os selos que estão espalhados por ali. Já na outra rua estão algumas lojas, supermercado e os pontos de ônibus que levam até as demais cidades do país ou em cidades nos países vizinhos.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

DSC09770_1024x727

Como não é possível visitar o Castelo de Vaduz, ao menos é permitido caminhar nos seus jardins e arredores. Pra chegar lá existe uma trilha que se inicia na Stadtle. Lá no alto tem um pequeno terraço, de onde é possível ver praticamente o país todo. E olha que não to exagerando!

SONY DSC

IMG_0022_1024x746

DSC09836_1024x752

Depois do cansaço em fazer essa trilha, resolvemos parar para almoçar e descansar um pouco. O escolhido foi Restaurant Residence, que pertence ao Hotel Residence, localizado na Stadtle. Eles servem comida internacional, o que foi bom pra dar um tempo das comilanças da região (salsicha e batata rosti). Também aproveitamos pra provar cerveja suíça!

L28_1012x768

L24_1024x673

L25_1013x768

Nossa próxima parada foi no vinhedo Hofkellerei, o mais famoso do país e que pertence a família do Príncipe de Liechtenstein. Esse vinhedo fica a uma curta caminhada do restaurante, acho que não levamos nem 5 minutos pra ir até lá.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Dá pra caminhar em meio as plantações de uva e também é possível fazer uma degustação dos principais vinhos da casa. Segundo o guia, o “Vaduzer Pinot Noir” é o tipo de uva produzido exclusivamente no Liechtenstein. Nos gostamos bastante dos vinhos servidos, em especial dois deles (foto do meio), que inclusive compramos uma garrafa de cada pra trazer pra casa.

SONY DSC

L36_1024x768

SONY DSC

Voltando do vinicola, ainda passamos pela prefeitura de Vaduz..

SONY DSC

SONY DSC

Vimos muitas estátuas e selos na Stadtle..

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Aproveitamos pra entrar no Centro de Informação Turistica do Liechtenstein pra pegar um carimbo no passaporte. Dizem que é um dos “souvenirs” mais populares por lá! Então, como eu já tinha um carimbo da Lapônia, achei que seria interessante ter um do Liechtenstein também! Como esperado, o valor não é muito baratinho não, mas mesmo assim eu quis! Valor de 3,00 CHF.

lie 1_1024x685

Grudado ao Centro de Informação Turistica fica o Liechtensteinische Landesmuseum ou também conhecido por Museu Nacional do Liechtenstein, onde é possível saber mais sobre a história do principado. a parte mais importante do museu é onde estão em exposição alguns quadros dos monarcas que já governaram o país, as jóias da coroa e alguns objetos que pertecem a família real.

SONY DSC

Passamos pelo também pelo Parlamento do Liechtenstein (Landtag). A fachada externa do prédio chama atenção, pq além de ser super bonitinha, é muito bem decorada!

IMG_7594_1024x672

SONY DSC

SONY DSC

E antes de voltar a Zurique, ainda tivemos tempo de conhecer a Catedral de Vaduz, também chamada de St Florins-Kapelle, a principal igreja do país. No dia em que estivemos lá, a sua torre principal estava sendo reformada então nós nos contentamos em visitar apenas a parte interna, que mesmo sendo super pequenininha, tem um estilo bem bonitinho!

SONY DSC

IMG_7615_1024x628

Um dia é mais do que suficiente pra conhecer Vaduz e ter idéia de como é morar em um país tão pequeno e tão pacato!

Obs.: O mapa do Liechtenstein eu peguei no site da Lonely Planet.

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Liechtenstein, Vaduz
Booking.com
  1. Guilherme 20/04/2013 | 10:58

    Oi Bruna, tudo bem?
    Pelo que entendi do seu post, se eu for de trem de Zurique para Vaduz, terei que pegar um ônibus em Sargans para ir à Vaduz? É isso? Não tem direto? Foi um trajeto escolhido por vocês ou realmente não tem direto?
    Obrigado

    • Bruna 20/04/2013 | 17:16

      Oi, Guilherme!!

      Isso mesmo, vc tem que ir de trem até Sargans e lá pegar um ônibus até Vaduz. Não tem trem direto entre Zurique e Vaduz.

      Existem algumas opções de trajeto, mas esse era o mais rápido e o mais fácil, então optamos por fazer esse!

  2. Boia Paulista 22/04/2013 | 08:43

    Oi, Bruna. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

    • Bruna 22/04/2013 | 20:55

      Oi, Natalie!

      Que taaaal.. Duas vezes seguidas!

      Obrigada! :D

  3. Gilmara 06/06/2013 | 15:35

    Adorei seu blog ! Parabéns !!!!

  4. Rafael 18/09/2013 | 00:23

    Muito bom o post, eu estou pensando em fazer intercâmbio pra lá. É difícil achar informações específicas do país como nesse post. Ajudou bastante sobre os pontos turísticos. Valeu!

    • Contando as Horas 18/09/2013 | 19:37

      Oi, Rafael

      Obrigada!!

      Nunca tinha ouvido falar em intercâmbio no Liechtenstein… O pais, apesar de ser minusculo, é bem bonito e super organizado.

      Mas tu sabe que eu tbm achei bem dificil encontrar infos sobre lá? O pouco que achei era em inglês!! :D

  5. Raquel 18/09/2013 | 20:39

    Que legal tivemos uma aula de historia, geografia e fotos belissimas com voces..thankyou muito bom!Abcs

    • Contando as Horas 19/09/2013 | 18:37

      Oi, Raquel

      Que bom q vc gostou do post.. Obrigada!
      Vale muito a pena conhecer o Liechtenstein.. É um belissimo país! É tudo tão organizado que parece aqueles parques de miniatura.
      :D

  6. PAULO 22/09/2013 | 23:28

    OLÁ BRUNA, EM PRIMEIRO LUGAR QUERO TE PARABENIZAR PELOS POSTS… MUITO BOM. ENTÃO, ESTOU PENSANDO SERIAMENTE EM ME MUDAR PRA ESTE PAÍS, QUERO SAIR DO BRASIL,NÃO POR QUE SEJA UM PAÍS RUIM, PELO CONTRÁRIO, É MARAVILHOSO E ME ORGULHO DE SER BRASILEIRO, MAS NOS ÚLTIMOS TEMPOS TEM ME CAUSADO MUITA REVOLTA DEVIDO ALGUMAS DECISÕES DE NOSSOS GOVERNANTES, SEJA POLÍTICA, SEJA TRIBUTÁRIA, ENFIM, ME CANSEI… E BUSCO UM LUGAR COMO ESTE… ESTOU FECHANDO UMAS OPERAÇÕES FINANCEIRAS QUE ME RENDERÃO CERCA DE 500 MIL DOLARES. A MINHA PERGUNTA É, COM ESTE DINHEIRO É POSSÍVEL INICIAR UMA NOVA VIDA NESTE LUGAR??? TENHO UMA FILHA E ESPOSA E FORMAÇÃO NA ÁREA DE ECONOMIA, GOSTARIA DE SUA ORIENTAÇÃO SE POSSÍVEL… DESDE JÁ AGRADEÇO PELA RESPOSTA…

    • Contando as Horas 23/09/2013 | 15:19

      Oi, Paulo

      Obrigadaaaa!!! :D

      Vc pretende morar em Liechtenstein, isso? Olha.. É td muito relativo, pq depende o q vc entende como iniciar uma nova vida (comprar um apto? Um carro?).. Mas pra começar, eu acho que da sim. O custo de vida por la é bem alto, junto com a Suiça e a Noruega, esse foi um dos lugares mais caros que fui até hj. É um país super tranquilo, organizado e seguro. Tenho certeza que vc vai adorar!!

  7. Paulo Lopes 09/10/2013 | 20:21

    obrigada por estas fotos,fizeram que eu me recorda-se dos 8 meses que aí trabalhei,foram bons tempos esse pequeno pais não tem nada a ver com o nosso deixei aí bons amigos´só daí saí porque fui obrigado,foi nuito bom obrigada

    • Contando as Horas 10/10/2013 | 21:04

      Oi, Paulo

      Realmente o Liechtenstein rende ótimas fotos! O país é muito organizado e tem paisagens super bonitas.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  8. lidia 15/10/2013 | 07:34

    Nao vi as informacoes sobre o intercambio neste blog. Gostaria de fazer um intercambio para o Liechstenyein mas so vi informacao turistica . Im sorry …

    • Contando as Horas 15/10/2013 | 21:55

      Oi, Lidia

      Realmente nesse post não tem info sobre intercâmbio, até pq eu nunca fiz intercâmbio em Liechtenstein. Meu intercâmbio foi na Escócia. Vou ficar te devendo essas informações!!!

  9. Liechtenstein | Monolito Nimbus 17/12/2013 | 08:13

    […] Por fazer parte dos Alpes, é uma região muito montanhosa, e torna-se uma referência turística para prática de esportes na neve no inverno. Veja mais imagens no site do país e no blog Contando as Horas. […]

  10. Rita de Cássia 25/04/2014 | 08:38

    Olá Bruna!
    Que bom ter encontrado o seu blog,tinha muita vontade de saber mais sobre Liechtenstein e não encontrava informações boas como a que vi por aqui,conheci um jovem casal de brasileiros que trabalham em um hotel lá e estão muito felizes neste pais.Obrigada por compartilhar sua experiência,maravilha….bjim

    • Contando as Horas 28/04/2014 | 15:06

      Oi, Rita

      Nossa, depois que escrevi esse post algumas pessoas já apareceram falando muito bem da vida que levam por lá ou dos passeios que fizeram. Um país minusculo como esse (que quase ninguém percebe no mapa) e o que a gente mais vê são pessoas felizes por lá, assim como esses teus conhecidos.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  11. nilde 03/09/2014 | 12:37

    estou muito intereçada pelo pais acho que vou morar la
    mais fiquei sem saber o custo de vida la e como ? na sua opiniao

    • Contando as Horas 03/09/2014 | 19:31

      Oi, Nilde

      Então, segue o mesmo padrão da Suíça, não é um lugar muito barato não.

  12. Lea Reis 23/09/2014 | 12:46

    Olá Bruna, adorei seu Blog! Estarei na Itália e quero quero ir de Milão até Liechtenstein. Pelo que entendi, vou até Sargans de trem e de lá de ônibus até Vaduz. Você acha viável fazer um bate-volta Milão- Vaduz ou não?
    Obrigada!

    • Contando as Horas 24/09/2014 | 00:01

      Oi, Lea

      Pelo que vi na internet, o trecho total entre as duas cidades por trecho fica em quase 6 horas. Fica beeeem dificil. O ideal seria fazer um bate volta a partir de uma cidade suíça da parte alemã, seria melhor. Obrigada pela visita aqui no blog! :D

  13. carlos 24/10/2014 | 00:52

    Olá, parabéns pelo blog, gostaria de saber se vc tem contato com algum brasileiro que mora em Vaduz pois quero me comunicar com alguém de la. Obrigado e felicidade a vc

    • Contando as Horas 24/10/2014 | 12:53

      Oi, Carlos

      Infelizmente não tenho. De qualquer forma, obrigada pela visita aqui no blog!

  14. Guilherme Fernandes 20/01/2015 | 14:53

    Olá! Muito bom o seu blog e parabéns por mostrar essa linda cidade. Gostaria de saber como vocês voltaram pra Zürich depois ? Tem alguma rodoviária ou ponto de ônibus certo que ele parar ? Vocês tiveram que esperar para voltar pra Zürich ? Obrigado!

    • Contando as Horas 20/01/2015 | 23:59

      Oi, Guilherme

      Muito obrigada! =DD

      Realmente, esse país é super bonitinho!!

      Fizemos o mesmo trajeto na volta, ônibus + trem. O ônibus chega e sai do mesmo lugar em Vaduz, na rua que fica “atras” da ruazinha principal (uma rua mais de comércio, mais movimentada e tal). Pra ir até a estação de trem, tivemos que descer no ponto proximo a estação. É so avisar o motorista, que ele diz quando tem que descer.

      Tem tabela com horario dos ônibus e trem na internet. Ai a gente viu os horarios que nos interessavam e proximo a esse horario já fomos pro ponto de onibus em Vaduz.

      =D

  15. Márcia 09/02/2015 | 14:26

    Valeu pelas dicas. Muito útil.

  16. Márcia 09/02/2015 | 14:39

    Só uma pergunta. Você pagou pra entrar nos jardins do castelo e no vinhedo?

    • Contando as Horas 13/02/2015 | 00:44

      Oi, Márcia

      Não, a visita no jardim e nos arredores do Castelo não é paga não, afinal, a gente só anda nos arredores e na rua. Já sobre o vinhedo, vc não paga nada pra andar por ali. Como nos compramos garrafas de vinho, eles não cobraram a degustação. Não sei se eles cobram algo caso vc não compre nada lá, teria que ver.

  17. Márcia 13/02/2015 | 11:12

    Puxa. Obrigada mesmo pela informação.

  18. Ernesto 30/06/2015 | 17:51

    Parabens pelo blog. Estive em Liechtenstein por 4 ocasiões quando trabalhava em uma empresa no Brasil que representava a empresa Balzers sediada lá. Fiquei em média duas semanas por lá, cada vez. Alguns aspectos pitorescos que vi,ouvi e aprendi: existem 4 idiomas oficiais em Liechtenstein: Alemão, Frances, Ingles e Romanisch (uma lingua morta) embora o povo se comunique em um dialeto próprio, mas falam Alemão e Ingles com “estrangeiros”. Você não mencionou (ou talvez não teve a oportunidade de visitar) a estação de esqui de lá, uma das mais bonitas que conheci. Soube também que a obtenção da cidadania é praticamente impossível, não se compra por nenhum dinheiro. Todos os cidadãos são descendentes centenários de famílias lá residentes. Entretanto pode-se morar por lá, porém sem as regalias dos cidadãos: não se paga imposto, não se paga por serviços públicos (hospitais, escolas, etc.), e os políticos são eleitos e não recebem salários nem mordomias. Quando um casal vai se casar, recebe um terreno do governo e um financiamento para a construção do futuro lar. Um abraço.

    • Contando as Horas 01/07/2015 | 00:19

      Oi, Ernesto

      Quase igual aqui no Brasil, hein?!?! hahaha =DDD

      Legal essas tuas informações, eu não sabia de nada disso. Já tinha gostado do Liechtenstein, agora gostei ainda mais!

      Sobre essa estação de ski, não falei pq a gente não visitou. E pra te falar bem a verdade, nem sabia que lá tinha estação de ski, vou pesquisar pra saber mais a respeito.

      Obrigada pela visita aqui no blog! =DD

  19. Thiago 05/08/2015 | 12:03

    Boa tarde, Bruna. Gostaria de fazer um tour por 20 dias na Europa. No caso queria ficar em Liechtenstein ou Luxemburgo, daí eu visita algumas cidades de países vizinhos, ou seja, Liechtenstein ou Luxemburgo ficaria como a central do meu passeio. Você indicaria isso? Grato.

    • Contando as Horas 10/08/2015 | 13:50

      Oi, Thiago

      Não sei até que ponto seria interessante isso. Não sei quais cidades você pretende visitar, mas eu te aconselho a ver como fica a questão do transporte para ir de Liechtenstein e Luxemburgo aos lugares que vc quer visitar. As vezes a frequência partindo desses lugares não é tão grande.

  20. Fernando 31/08/2015 | 16:42

    Olá, primeiramente muito obrigado pelo post, ajudou muito!
    Agora minhas perguntas:
    Vocês compraram a passagem na hora ou com antecedência ?
    Quanto custa ida e volta até lá da forma que foram (trem + ônibus)
    Vocês chegaram a fazer uma planilha de gasto total? Se sim quanto gastaram em um daytrip até Liechtenstein?
    Desde já muito obrigado!

    • Contando as Horas 01/09/2015 | 00:41

      Oi, Fernando

      Compramos as passagens de trem com um dia de antecedência, na estação de trem de Zurique. Infelizmente não lembro mais quanto pagamos pelas passagens, mas os trechos de trem não são suuuuper baratos, já as passagens de ônibus são mais tranquilas.

      Não cheguei a calcular os gastos que tivemos nesse day trip, mas fora as passagens, gastamos no almoço e nos vinhos. As atrações que visitamos eram todas gratuitas, exceto o Liechtensteinische Landesmuseum.

  21. lea mendonça 13/05/2016 | 08:40

    TENHO UMA IRMÃ QUE MORA HA 9 ANOS NÃO SE ARREPENDE DE ESTAR LA,MINHA FILHA FOI PASSEA ANO PASSADO ACABOU FICANDO NÃO QUER VOLTAR MAIS DEIXOU ATE O NOIVO ELA MORA EM VADUZ..

    • Contando as Horas 16/05/2016 | 10:20

      Oi, Lea

      Legal! Liechtenstein é super legal, seguro e tem uma boa qualidade de vida.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  22. Angela 29/05/2016 | 17:47

    Oi Bruna, numa viagem pela Europa passei em Liechtenstein. Não tive a oportunidade de visitar todos os lugares q você registrou. Belas fotos, excelentes informações. Fiquei encantada c aquela região do Alpes é surpresa c a extensão do país, uma espécie de principado de Mônaco, mas, ao contrário, um lugar tranquilo. Encontrei uma brasileira trabalhando numa loja, em Vaduz. Abracos. Angela

    • Contando as Horas 30/05/2016 | 01:19

      Oi, Angela

      Verdade!! Aquela região é suuuuper bonita e tranquila, né?!?! Eu tbm adorei o Liechtenstein, se soubesse que iria gostar tanto assim, teria ficado pelo menos mais um dia pra conhecer outras partes do país.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  23. Ivan 19/07/2016 | 20:40

    Menina, o país é tão pequeno que ri todas as vezes que falou dos tempos de deslocamento de lugar A até lugar B. Também aproveitaria para visitar esses minúsculos se estivesse lá. Gosto do seu blog pq vc aproveita todas essas chances e enche o passport de carimbos. Parabéns!

    • Contando as Horas 20/07/2016 | 01:44

      Oi, Ivan

      Hahaha Verdade, né?! Chega a ser engraçado mesmo.

      Obrigada pela visita aqui no blog! =D

  24. Teresa Figueiredo 16/08/2016 | 10:15

    Quem me pode ajudar, preciso de trabalhar e queria ir para o Liechtenstein, onde me posso dirigir. Posso trabalhar na área da saúde.

    • Contando as Horas 19/08/2016 | 15:39

      Oi, Teresa

      Infelizmente vamos ficar te devendo essa informação. De qualquer forma, obrigada pela visita aqui no blog!

  25. Glauber Silva 03/09/2016 | 20:42

    Olá , gostaria de saber se podemos usar o Swiss pass até Vaduz ?

    • Contando as Horas 09/09/2016 | 17:48

      Oi, Glauber

      Infelizmente não sei te dizer, nunca usei o Swiss Pass. Vou ficar te devendo essa info.

  26. VANDER 07/12/2016 | 10:12

    Bom dia. Valeu pelas dicas. Estarei em zurique e pretendo alugar um carro para ir direto até Vaduz. Gastataria em torno de 1,20 hs. Em momento nenhum comentaram sobre carro. É possível fazer este trajeto de carro? Abraços.

    • Contando as Horas 08/12/2016 | 19:46

      Oi, Vander

      Sim, é possivel. A gente não fez pq o transporte publico lá é excelente, então nem cogitamos essa possibilidade.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

Deixe o seu comentário...