11.06
2013

O dia que eu não vi o Castelo de Neuschwanstein

Esse post não é uma piada, infelizmente!

O dia tinha tudo pra ser mais um daqueles dias maravilhosos de céu azul, sem uma nuvem e com um sol radiante. Só que não. A semana toda em que estivemos na Suíça e fizemos os day trips pra Lucerna pra visitar o Monte Pilatus e o Monte Stanserhorn  e o dia que fomos a Innsbruck pra visitar o Nordkette, os dias amanheceram como naquele dia, com uma nevoa que no meio da manhã já tinha ido embora. Mas nesse dia em que fomos até Füssen pra conhecer o Castelo de Neuschwanstein, o final da história não foi o mesmo.

IMG_9301_575x768

Lembro exatamente do dia em que ouvi falar pela primeira vez de Füssen e seus castelos. Foi numa reportagem feita pelo Marcos Losekann que passou no Jornal Hoje alguns anos atrás. Desde então, eu sempre quis ir até lá pra fotografar o Castelo de Neuschwanstein do alto da ponte Marienbrücke.

DSC00689_1024x730

Visitar o Castelo de Neuschwanstein a partir de Munique é uma ótima opção. Foi isso que fizemos. O passe que nos compramos pra fazer o trajeto de trem entre Munique e Füssen foi o Bayern Ticket, um bilhete que permite que até 5 pessoas viagem juntas pagando apenas 20,00 euros (ida e volta).

M1_1024x708

M4_1024x700

Trem entre Munique e Füssen, horrivel e sujo.

Trem entre Munique e Füssen, horrivel e sujo.

O trem com destino a Füssen, sai da Estação de Trem Central de Munique (Hauptbahnhof) e 2 horas depois estamos desembarcando em Füssen. Saindo da estação de trem de Füssen, logo ao lado vão estar estacionados os ônibus que fazem o trajeto até a cidade de Hohenschwangau, nosso destino final. Os ônibus que nos levam até lá são os de número RVA/OVG 73 ou RVA/OVG 78 e acompanhando a multidão, descemos na parada chamada “Hohenschwangau”. Esse trajeto é bem rapidinho, dura menos que 10 minutos e o ticket pode ser comprado com o motorista do ônibus antes da partida.

M7_1024x710

M8_1024x725

Chegando no vilarejo de Hohenschwangau, o ônibus para bem em frente a uma lojinha de souvenirs e um restaurante, mas não é nesse lugar que temos que comprar os ingressos. Inclusive tem uma placa gigante alertando os turistas que não é ali que se troca ou compra os tickets para visitar os castelos. É preciso subir uma estradinha (lado direito) até chegar no centrinho daquela região, que é onde vai estar o Ticket Center.

M9_1024x632

Os tickets pra entrar no Castelo de Neuschwanstein e no Castelo de Hohenschwangau podem ser reservados pela internet mediante o pagamento de uma pequena taxa, ou ainda, podem ser comprados lá na hora mesmo. Nos compramos lá na hora, mas apenas pra visitar o Castelo de Neuschwantein.

M14_1024x740

Bem ao lado do ticket office, no alto de uma pequena colina, fica o Castelo de Hohenschwangau que foi construído no inicio do século 19 a mando do rei Maximilian II da Bavária para o seu filho, Ludwig II da Bavária. O futuro rei da Bavária, Ludwig II, morou ali quando era criança. Infelizmente nos não visitamos esse castelo.

M32_1024x746

M16X_1024x695

IMG_9271_1024x603

E também muito perto do ticket office fica o ponto de ônibus que nos leva até as proximidades do Castelo de Neuschwanstein. O ticket para esse ônibus também pode ser comprado diretamente com o motorista e tem preços diferentes na ida e na volta. Vai entender!! Pra não perder tempo, na ida nos fomos de ônibus e na volta, não descemos a pé, mas não por opção e sim, pq o ultimo horário do ônibus não respeita (e coincide) com o final do nosso tour.

M17X_1024x750

M29_1024x733

Ao chegar no topo da colina onde esta o castelo, existem duas trilhas que podemos fazer: uma que nos leva até a ponte Marienbrücke, que recebeu esse nome em  homenagem a  Maria da Prússia. Dizem que ali é um dos melhores lugares pra fotografar o castelo por inteiro. E.. essa foto vai ficar pra uma próxima vez, infelizmente!!!!

IMG_9286_1024x655

A segunda trilha leva até o cartão postal mais fotografado da Alemanha, o Castelo de Neuschwanstein (Schloss Neuschwanstein)que  fica na região da Bavária, praticamente na fronteira com a Áustria. Esse trajetinho leva uns 10 minutos caminhando, ai é só aguardar a vez do grupo e horário em que fomos incluidos ser anunciado.

M16_984x768

Existem tour em inglês ou alemão com guia e quem preferir pegar o audio-guide, existem outras opções de idimoas para acompanhar o tour também. Ao meu ver, o único problema de fazer o tour com um guia, como nos fizemos, é que o grupo era muito grande e se a gente não ficasse perto do guia, não dava pra escutar direito o que ela falava.

DSC00691_1024x739

O tour começa no prédio principal chamado de Palais, no hall de entrada tem um busto do rei Ludwig II. É nessa hora em que a guia passa algumas informações gerais sobre o castelo e avisa: o tour tem duração de uns 40 minutos e não é permitido bater fotos do interior do castelo.

m24x_1024x688

O castelo foi construído na segunda metade do século 19, mais precisamente em 1864 a mando do Rei Ludwig II da Bavária. Logo que ficou pronto, o castelo recebeu o nome de Novo Castelo Hohenschwangau e permaneceu assim até a morte de Ludwig e somente alguns anos mais tarde é que o seu nome foi alterado para Castelo de Neuchwanstein.

IMG_9310_1024x643

IMG_9308_1024x654

O rei Ludwig II morava sozinho nesse castelo, já que ele nunca se casou e também não teve filhos. Ninguém da sua família se mudou pra lá, já que todos os outros parentes continuavam morando no Castelo de Hohenschwangau.

IMG_9295_1024x682

O Castelo é enorme, porém só temos acesso a poucas alas que estão no primeiro e no quarto andar, pois muitas coisas não tinham sido concluídas a tempo e o rei Ludwig II morreu sem ter visto o castelo ficar totalmente pronto.

IMG_9312_1024x654

De todas as alas que visitamos, certamente as que mais chamam a atenção são: a sala do trono, os apartamentos reais, a gruta interna do castelo e o hall dos cantores.

IMG_9318_536x768

A sala do trono tinha uma decoração rica em detalhes. O que mais chama atenção são os 12 apostolos esculpidos na parede, o piso feito totalmente de mosaicos ilustrando animais encontrados na região da Bavária e o lustre em formato de coroa que iluminava o ambiente utilizando velas. Também não da pra deixar de reparar a falta do trono, motivo pelo qual a sala tinha ficado incompleta.

M27_1024x739

Para chegar nos aposentos reais, passamos por outras alas privativas que eram usadas pelo rei Ludwig II, como o seu escritório por exemplo. O suite real é uma coisa de outro mundo, 100% efeitada. Além da cama e dos moveis de madeira escusro, o teto era totalmente efeitado com torres de várias igrejas góticas e personagens celtas. O quarto tinha um banheiro privado, com água canalizada vindo das montanhas e pasmem, tinha até um sistema de descarga, uma das primeiras a aparecer em um castelo europeu.

M24_1024x768

M20_1024x740

Antes de chegar a gruta interna, passamos pela sala dos cisnes, onde ficava a biblioteca privada do rei. Essa sala era totalmente enfeitada com cisnes, inclusive com detalhes nas portas. A gruta é super bonita e da um charme extra ao castelo, pois além das formações em estalactites e estalagmites, ainda podemos ver uma pequena cascata ali.

M28_1024x729

O hall dos cantores só pode ser definido com uma palavra: impressionante! O rei mandou construir essa sala para que ali fossem realizadas apresentações musicais, principalmente ópera (as suas preferidas) que na época era a unica forma de entreter o rei e seus convidados. O grande destaque da sala está no palco, o painel de fundo, que representa a bela Floresta Negra.

M30_1020x768

E por fim, pra terminar a visita, ainda passamos pela cozinha do castelo e por uma enorme maquete do Castelo de Neuschwanstein antes de chegar a lojinha de souvernis.

M22_1024x693

Em resumo, apesar de ser uma construção relativamente antiga, o Castelo de Neuschwanstein possuia um tecnologia super moderna pra aquela época, como por exemplo: máquinas de vapor elétrico, ventilação central, canalização de água e aquecimento interno. Como não vimos o castelo por fora, ao menos o seu interior não deixou a desejar, mas mesmo assim, a visita ainda não está completa. A única coisa que sei é que preciso voltar e logo!

* Precisando de hospedagem em Füssen? Para iniciar as pesquisas no site do Booking, é só clicar aqui. *

Posts relacionados:

Lista com todos os posts sobre Munique

Lista com todos os posts sobre Nuremberg

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Alemanha, Füssen
Booking.com
  1. Gilmara 11/06/2013 | 17:16

    amei o post!!!

    • Bruna Bartolamei 12/06/2013 | 19:41

      Oi, Gilmara!

      Apesar dos pesares, foi um passeio legal!! Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. Carina-Senzatia 11/06/2013 | 19:16

    Puxa, que pena! :(
    Realmente nem todos os dias na viagem são como sonhamos… Mas temos que aproveitar ao máximo o que for possível, e parece que vcs o fizeram! ;)

    Quanto ao valor diferenciado do ônibus: vc já ouviu a história que pra baixo todo santo ajuda? Pois é! Heheh!

    Beijos pra vc!

    • Bruna Bartolamei 12/06/2013 | 19:44

      Oi, Carina!

      Verdade.. Foi a primeira vez que algo não saiu conforme o esperado. Mas o clima é imprevisível mesmo, não tem como adivinhar.

      Ah é? Hehehehe Esses alemães.. :D

      Bjsss

  3. Fernanda 11/06/2013 | 19:27

    Bruna, quando li o titulo, achei que você não tivesse conseguido visitar. Pelo menos por dentro vc viu rs Da 1a vez que fui a Munique, não consegui visitar o castelo pq as estradas que chegam lá estavam todas fechadas pelo excesso de neve. Só na 2a vez que fui pra lá, que consegui finalmente visitar! Sorte que tenho amigos que moram por lá então não foi tão difícil voltar rs Sigo o seu blog faz uns meses já e essa semana finalmente fiz o meu! É http://taindopraonde.blogspot.com.br/, mas ainda não sei quando vou postar sobre o Neuschwanstein.

    • Bruna Bartolamei 12/06/2013 | 19:46

      Oi, Fernanda!

      Foi uma pena não ter visto o Castelo, mas é como dizem por ai, assim ficou um motivo pra voltar!

      Sério? Que legal.. Vou olhar amanhã o teu blog! Qdo vc escrever sobre esse passeio, me avisa.. Quer ver as tuas fotos, as que eu ainda não tirei… :(

  4. turista ocasional 12/06/2013 | 04:01

    Olá Bruna!

    É realmente frustrante visitar o Castelo de Neuschwanstein num dia de grande nevoeiro. Curiosamente a primeira vez que o visitei, o tempo também estava assim, não se conseguia avistar “um palmo à frente dos olhos” a tal ponto de não perceber como é que nas imagens do mesmo, o castelo estava rodeado por lagos, quando eu não avistava nenhum.

    Duas curiosidades: Neu+Schwan+Stein significa Novo+Cisne+Pedra, ou seja, Novo Castelo Cisne de Pedra. Novo, porque foi nas ruínas da fortaleza Schuangau mais tarde denominada de Schwanstein, que o seu pai construiu o castelo Hohenschwangau.
    O Rei Ludwig II é por vezes denominado de Rei Cisne.

    Beijinho

    • Bruna Bartolamei 12/06/2013 | 19:50

      Oi, Turista!!

      Eu achei que a única “azarada” nessa história era eu.. Foi uma pena não ter dado 100% certo esse nosso passeio, mas um dia espero voltar. Tem outras regiões no sul da Alemanha que quero muito conhecer.

      Obrigada pela correção.. Isso que dá não saber alemão e confiar no que a gente lê por ai. :D

  5. Yasmin Lindermann 13/06/2013 | 14:24

    Nossa, ficamos muito tristes né? Pelo menos temos um motivo para voltar… Adorei essa última foto, quem foi o paparazzi? Tu ou meu sogrinho? iuahuiahuia

    Adorei o post!

    =)

    • Bruna Bartolamei 13/06/2013 | 16:49

      Siiiiiiiim, ainda vou voltar!!

      A paparazzi da vez fui eu mesma, com o celular. Te mando essa foto depois! =D

  6. Amanda Dutra 26/01/2014 | 19:44

    Olá,

    parabéns pelo blog! gostaria de saber qual a data que você foi, pois pretendo ir em outubro e estou receosa com o tempo.

    obg

    • Contando as Horas 26/01/2014 | 21:27

      Oi, Amanda

      Fui justamente em outubro, no final do mês. Foi puro azar mesmo, pq o tempo sempre amanhecia feio e com neblina, mas logo o sol aparecia. Nesse dia a história foi outra. Fazer o que, acontece!! Assim fica um motivo pra voltar.

  7. Izamara Souza 20/12/2014 | 22:05

    Que pena dessa vez. Mas, esse blog é muito tudo.

    • Contando as Horas 01/01/2015 | 19:28

      Oi, Izamara

      Sim, foi uma pena mesmo. Mas ao menos fica um motivo para voltar, nem que seja apenas pra visitar a parte externa.

      Obrigada pela visita aqui no blog! E um ótimo 2015 pra vc!

  8. Adalberto Ferreira 30/04/2015 | 09:32

    Olá. Muito bom seu blog. Poderia informar se depois que acabar a visita o mesmo Ônibus que nos leva nos traz de volta? Saindo de Innsbruck de trem tenho que ir a Fussen e depois seguir sua explicação? Grato. Abraço de Curitiba-PR

    • Contando as Horas 04/05/2015 | 10:52

      Oi, Adalberto

      Não, esses onibus tem horarios, portanto vc deve ficar atento aos horarios de partida. O ideal é vc se dirigir ao ponto de ônibus com pelo menos uns 20 minutos.

      Isso, vc vai de trem ate Fussen e la pega o onibus ate a regiao onde estao os castelos. Bem tranquilo.

  9. Vinicio Ramalho 16/07/2015 | 11:17

    Olá!

    Parabéns pelo blog!

    Estou planejando uma visita ao castelo em setembro porém a ponte estará fechada. Não pelo tempo e sim por obras de restauração =(
    Você acha que vale a pena visitar o castelo mesmo sem acesso a ponte ou vale a pena esperar para as obras terminarem?

    Fato é que estarei em Munique e gostaria de aproveitar para visita-lo

    Abraço

    Vinicio

    • Contando as Horas 16/07/2015 | 14:17

      Oi, Vinicio

      Hum.. Não sei o que te dizer… Pq a vista mais legal do castelo é tirada da ponte, logo se ela tiver fechada pra obras, vc não vai conseguir essa foto.

      O castelo em si é bonito, vale a visita, mas a gente sempre fica com a sensação de que não conheceu direito o lugar, seja por causa do clima ou de alguma obra que impedem que o passeio seja 100%.

  10. Ane 12/08/2015 | 14:08

    Boa tarde Bruna, tudo bem?
    Queria mais informações sobre esse passe que vc menciona ida e volta Munique-Fussen. Fui pesquisar pelo site da DB Bahn e o valor está 25euros por trecho…

    • Contando as Horas 13/08/2015 | 23:10

      Oi, Ane

      Então, a gente comprou essa passagem de trem na estação e a funcionária nos vendeu esse passe. Não tenho mais detalhes, mas se vc pedir por esse passe nos guiches das estaçoes de trem, eles vão poder te ajudar melhor.

  11. Maristela Azeveo Linhares 26/08/2015 | 08:32

    Oi Bruna! Adorei o post e realmente foi uma pena não terem conseguido ver o castelo por fora! Eu, por outro lado, fui 2x ao Neuschawnstein, uma em 2011 e outra neste ano, há menos de 1 mês! Na primeira vez o tempo estava mais ou menos e nessa última, estava maravilhoso, mas fecharam a Marienbrucke para reforma uns 2 dias antes de chegarmos lá e acho que a reforma vai até novembro. Só que pasme: não conseguimos entrar na primeira vez pq chegamos tarde e cansados e tínhamos um bom trecho de viagem pela frente ainda e, na segunda, porque tinha muitas excursões, especialmente de chineses e, mesmo chegando perto das 9h só conseguiríamos ingresso para depois das 17h (e novamente tínhamos que continuar a viagem). Assim, recomendo fortemente que comprem os bilhetes online para evitar decepcoes! Ah! E fomos no Hohenschawngau e, certamente ele é um palácio modesto perto do seu irmão maior, mas é muito bonito. Ali, da para ver o quarto de dormir de Ludwig II e sua vista para o Neuschawnstein enquanto o construía. Aliás, ontem vi um filme sobre Ludwig II que saiu em 2014 e achei lindo, vale a pena! Ele mostra cenas dentro do Neuschawnstein e em outros palácios, mas não no Hohenschawngau. Coincidentemente, fui olhar e vi que ontem era o seu 170 aniversário de nascimento. Beijos

    • Contando as Horas 26/08/2015 | 13:34

      Oi, Maristela

      Nem fala!! Fiquei morrendo de raiva. Todos os outros dias a neblina ia embora por volta das 10:00, menos nesse dia. E convenhamos, eu consegui visitar o castelo por dentro, mas ficar sem ver toda aquela paisagem exterior é decepcionante. Mas fica uma oportunidade pra voltar uma próxima vez! Isso é o que consola!

  12. Maristela Azeveo Linhares 28/08/2015 | 23:39

    Eu, de minha parte, ainda sonho em conhecê-lo por dentro! Mas na próxima vez já vou com o ingresso na mão! Só vai demorar um pouquinho pra ir de novo, mas irei com certeza! :)

    • Contando as Horas 29/08/2015 | 14:37

      Verdade, Maristela!

      Tbm quero ir novamente, mas vai demorar um pouquinho. Ainda mais agora com o euro nessa cotação! =D

Deixe o seu comentário...