15.11
2014

Citylink Gold: Como ir de Glasgow a Inverness de ônibus

Quando o assunto é se deslocar entre cidades na Escócia, sempre aparecem diversas opções. Entre todas as alternativas existentes de deslocamento entre Glasgow e Inverness, eu optei por ir com o ônibus Citylink Gold.

A Scottish Citylink é uma empresa de ônibus que opera rotas de longa distância somente na Escócia. Devido a boa qualidade das estradas e de grande procura por determinadas rotas, a empresa resolveu lançar em 2010 um ônibus mais “exclusivo”, o Citylink Gold, dando direito ao cliente de se deslocar com mais conforto e de forma mais rápida entre as principais cidades do país, como Aberdeen, Aviemore, Dundee, Edimburgo, Glasgow, Inverness e Perth.

IMG_2132

Eu optei por ir de Glasgow a Inverness de ônibus por três motivos:

– o tempo de viagem é o mesmo que se eu tivesse optado por ir de trem, então, como não haveria diferença, preferi ir de onibus. O tempo de viagem, seja de ônibus ou de trem, é de 3 horas e 23 minutos (juro que a viagem durou exatamente esse tempo,  mesmo saindo com uns 5 minutos de atraso) e o trajeto foi direto;

– ao comprar uma passagem de ônibus na Escócia, não é necessário esperar chegar 90 dias antes da data da viagem, como acontece com os trens. Por exemplo, eu consegui comprar a minha passagem com mais de 120 dias de antecedência.

IMG_1930

– devido a essa antecedência, eu consegui um preço legal para a passagem de ônibus, que estava um pouco mais barata que a de trem.

Mas claro que nem tudo são só vantagens, então, a única coisa que não gostei muito é que não pude reservar um assento de minha preferencia com antecedência. Mas isso nem chegou a ser um grande problema, pois no dia da viagem, felizmente o ônibus não tava lotado.

→ Comprando a passagem

Existem diversas formas de comprar uma passagem pra andar nesse ônibus dessa empresa, como por exemplo: pela internet, por telefone, nas rodoviárias de cada uma das cidade por onde o ônibus passa ou ainda, diretamtene com o motorista na hora que o ônibus estiver saindo (se houver lugar livre ainda, claro).

Eu comprei minha passagem online e optei por receber o e-ticket durante o processo de compra. Alguns minutos após finalizar a compra, recebi a passagem no email e ai foi só imprimir e pronto.

IMG_1936

No dia da viagem, só apresentei esse e-ticket ao motorista. Foi tudo muito simples e sem complicação. Ah, é recomendado guardar a passagem até o final da viagem por precaução.

Importante: quando a passagem é comprada para um unico trecho, o valor tende a ser mais caro do que se comprar ida e volta. Por exemplo, nessa viagem entre Glasgow e Inverness, eu comprei apenas o trecho de ida e isso me custou 29,40 libras. Se eu tivesse comprado ida e volta, eu teria pago algo em torno de 25,00 libras cada trecho.

→ Partindo da Buchanan Bus Station em Glasgow

Essa é a maior rodoviária de toda a Escócia. Eu tinha lido em sites gringos que ela era uma verdadeira bagunça, mas muito pelo contrário, achei tudo muito organizado e não tive nenhum problema em encontrar o local de onde o meu ônibus partia.

Quem vê de fora, parece que a rodoviária é gigante, pois ela ocupa uma quadra inteira no centro de Glasgow. Mas na verdade, após entrar na rodoviária, a gente acaba achando ela até pequena.

IMG_1215

Assim como as estações de trem, existem opções pra comprar coisas pra comer (mas são poucas) e quanto a lojinhas ou qualquer outra coisa pra passar o tempo, não existe praticamente nada.

O ideal é chegar com pelo menos uns 20 minutos de antecedência, mas que isso não há necessidade.

IMG_1908

Ao entrar na rodoviária pela entrada principal, logo em frente tem uma painel com todos os horários dos ônibus referentes a cada destino em especifico. É bom ficar atento, pq as vezes, existem diversos horários de partida para um mesmo destino, mas o que muda são as empresas. Então, é só confirmar o destino, horário, empresa e logo ao lado vai estar a plataforma (stances em inglês) de onde o ônibus parte. Simples assim! Não tem mistério.

Depois de saber de qual plataforma o trem parte, é só olhar para as placas que estão logo acima das portas que elas vão indicar pra que lado ficam cada plataforma. Mais simples que isso, impossível.

IMG_1916

Geralmente os ônibus dessa empresa, a Citylink Gold, partem das plataformas que ficam logo atrás do painel com os horários de chegada e partida, então não tem nenhum mistério e não há necessidade de sair correndo desesperadamente pra plataforma.

Existem cadeiras nessa área em frente a plataforma de onde o trem parte. É tudo muito organizado, não há motivos pra se preocupar.

→ O ônibus

Geralmente o motorista só vai abrir as portas do ônibus uns 5 minutos antes do horário marcado pra partir. Primeiro ele vai guardar as malas de todo mundo no bagageiro e só depois disso, ele entra no ônibus e começa a conferir passagem por passagem permitindo que as pessoas vão aos seus lugares.

Felizmente, no dia que peguei esse ônibus, ele não tava lotado e como não dava pra reservar assento antecipadamente, eu pude escolher qualquer lugar.

IMG_1918

Eu sentei no lado esquerdo do ônibus e gostei bastante das paisagens que vi pelo caminho. Mas acho que nesse trajeto, mesmo quem sente no lado direito, vai ter o mesmo privilégio que eu tive com relação as paisagens.

O ônibus é leito, com duas cadeiras – corredor – duas cadeiras. As poltronas são todas de couro. Tem tomada pra carregar os eletrônicos. As poltronas reclinam um pouco, mas não muito e tem um apoio para os pés. Na verdade, achei que o espaço entre as poltronas fosse maior nesse tipo de ônibus, mas não, ele não muda muito com relação ao espaço que a gente encontra no trem.

Quanto a internet, esse ônibus oferece a opção de internet wifi free. Eu testei e achei a conexão ok, por algum tempo funcionou muito bem, algumas poucas vezes a conexão caiu, mas logo voltou. Mas como eu estava com um chip local, não me estressei quanto a isso.

IMG_1934

→ Experiência em viajar com a Citylink Gold

Uns 30 a 40 minutos depois que o ônibus partiu de Glasgow, uma funcionária passou servindo lanchinho. O lanche servido foi um scone com geléia (que tinha de diversos sabores pra escolher) e pra beber havia opção de chá, café ou água.

Quando o ônibus tava quase chegando em Inverness, a funcionária passou servindo mais um lanchinho. Dessa vez foi servido shortbread, umas bolachinhas de manteiga típicas da Escócia. E pra beber tinham as mesmas opções.

IMG_1951

Como as estradas são ótimas por toda a Escócia, não existe nenhum problema quanto a isso. O deslocamento é feito de forma tranquila, com o motorista respeitando as regras de velocidade máxima permitida.

Por ser um domingo, as estradas estavam relativamente vazias logo cedo, então foi tudo muito tranquilo.

Gostei de viajar com essa empresa, não tenho nenhuma reclamação a fazer. Muito pelo contrário, recomendo muito essa opção de transporte!

IMG_1919

→ Chegando na Inverness Bus Station

Meu ônibus estava marcado pra sair de Glasgow as 09:00, mas saiu com uns 5 minutos de atraso. Mas olhe só, em compensação, chegou pontualmente em Inverness no horário marcado, as 12:23. Acredite se quiser!

A rodoviária de Inverness fica bem no centro da cidade, muito perto da estação de trem e das margens do rio Ness. A rodoviária é minúscula, só tem um guichê com 3 ou 4 funcionárias, um painel informando de qual plataforma sai os ônibus e uma lanchonete.

IMG_2565

Não há nenhuma necessidade de chegar ali com séculos de antecedência, pois é tudo muito bem sinalizado e não tem como se perder. Eu recomendo chegar com pelo menos uns 10 a 15 minutos de antecedência pra ter tempo de checar a plataforma no painel e se deslocar até lá.

→ Outras informações

Mesmo sendo considerado um serviço “premium”, o preço é bem atrativo e compete de igual pra igual com as empresas de trem.

Também é importante saber que existem 5 saídas diárias entre Glasgow e Inverness, sendo duas pela manhã, uma ao meio dia e as outras duas a tarde. Já no domingo (somente nesse dia), existem apenas 3 saídas, sendo que uma é de manha, outra ao meio dia e outra a tarde.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Escócia, Glasgow, Highlands, Inverness
Booking.com
  1. waner f. almeida 28/08/2015 | 19:18

    sou fa deste país,um dia vou visitalo pessoalmente,a todos felicidades,vejo voces em breve

  2. Bernadete Cronemberger 15/07/2016 | 16:50

    Olá Bruna, Parabéns pelas excelentes dicas. Estou viajando com meu marido para a Escócia em agosto. Estava em dúvida se faria o trecho Edimburgh – Inverness e o de Inverness-Glasgow de ônibus ou trem. Pelo seu blog, parece que o de ônibus (Citylink Gold) é mais prático e confortável, com janelas amplas. Gostaria de saber se o itinerário Inverness-Glasgow passa por Fort Augustus e Fort William tanto por ônibus quanto por trem. Obrigada.

    • Contando as Horas 15/07/2016 | 22:59

      Oi, Bernadete

      Sabe que não prestei atenção nesse detalhe? Não vou saber te dizer se passamos por Fort Augustus ou Fort William no trajeto entre Glasgow e Inverness. Falha minha!

      Sobre Edimburgo a Inverness, se o trajeto for de trem, também não passa por essas duas cidades, pq o trem segue por Perth, Pitlochry e tal. E de ônibus, acredito que também não passe, mas não tenho certeza.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. Renata 20/10/2016 | 15:55

    Oi, Bruna… Td bem?!
    Também moro em Curitiba e estou indo agora em outubro pela primeira vez à Escócia. Realmente ÓTIMAS as suas dicas!!!!
    Estou vendo uma passagem pela city link para Belfast e estou tendo dois problemas: não sei o que significa a passagem apex e nao consigo comprar pelo site… Vc pode me ajudar? Será que em Londres, por onde vou entrar, eu encontro uma loja física para fazer essa compra?
    Muito obrigada e desejo muitas outras viagens maravilhosas para vc!
    Renata.

    • Contando as Horas 27/10/2016 | 04:13

      Oi, Renata

      Ahhh, que legal! :D Aproveiteee!!

      Hum.. Vc vai da Escocia pra Belfast de onibus, isso?
      Achei aqui a explicação do apex ticket, da uma olhada: http://www.citylink.co.uk/apex.php
      Vc pode tentar comprar por uma das agencias ou deixar pra comprar la em Londres, ligando no numero indicado, de tro do prazo pra que o desconto seja dado.

Deixe o seu comentário...