30.10
2013

#Blogville: Eat, Feel and Live like a Local in Italy

Mês passado eu participei do projeto BlogVille Emilia Romagna na Itália. Pra quem ainda não conhece,  o BlogVille é um projeto realizado pelo orgão de turismo da região da Emilia Romanha, que como o título do projeto (e desse post) já diz, basicamente eles proporcionam uma experiência única de “comer, sentir e viver como um local na Itália”. Essa é a sua segunda edição e esse ano foi a primeira vez que blogs do Brasil participaram de projeto.

blogville 27_1200x900

Eu me inscrevi pra participar logo que eu fiquei sabendo. Umas semanas depois recebi um email pedindo pra eu confirmar a participação em uma das duas semanas que eu tinha escolhido de acordo com a minha possibilidade (leia: achar um preço de passagem dentro do orçamento).

Por ser um projeto um pouco diferente do que estamos acostumados a ver por ai, antes de qualquer coisa, aqui vão alguns esclarecimentos:

– as passagens de avião da Alitalia do Brasil pra Itália (ida e volta) eu mesma paguei, assim como todas as passagens de trem que andei fosse da Trenitalia ou do Italo;

Na ponta do pé pra tentar ficar do mesmo tamanho que o Nicholas!!

Na ponta do pé pra tentar ficar do mesmo tamanho que o Nicholas!!

– a semana que participei do projeto (de 16 a 23 de setembro) eu fiquei hospedada em um apartamento oferecido pelo BlogVille, ou seja, não tive que pagar hospedagem durante essa semana;

– os passeios feitos em Bolonha foram todos oferecidos pelo BlogVille, não precisei pagar por nenhuma entrada nas atrações que visitei. Quando fui para Ferrara, Modena, Parma, Torrechiara e Busseto foi a mesma coisa;

Rua em frente ao apto, localizado no centro histórico de Bolonha!

Rua em frente ao apto, localizado no centro histórico de Bolonha!

– no apartamento nos tinhamos a nossa disposição comidas e bebidas típicas da região a vontade, mas quando eu quisesse ir a algum restaurante pra almoçar ou jantar, isso era por minha conta (exceto nas viagens que fiz pra Parma, Torrechiara e Busseto).

No total, nos estavamos em 5 pessoas (3 blogs representados) no apartamento, junto comigo ainda estavam o pessoal de Minas Gerais do Blog 360 Meridianos e mais a Rachelle, uma americana de Orlando, do Blog TravelBite.

blogville 26_1200x891

blogville 25_1200x858

O apartamento ficava localizado no primeiro andar de um prédio no centro histórico de Bolonha, a poucas quadras da estação de trem, das principais atrações, das lojas e de alguns restaurantes. Era muito fácil se locomover por lá a pé. O unico dia que usei o transporte público de Bolonha foi pra ir até a Gelato University, senão sempre fui por tudo a pé mesmo.

blogville 28_1200x900

O apartamento era enorme, tinha 3 quartos com banheiro (cada blog tinha o seu quarto e o seu banheiro), apenas a sala e a cozinha eram compartilhadas. Achei essa idéia ótima, pois quem quisesse maior privacidade ou silêncio (pra escrever posts ou até mesmo dormir) tinha essa liberdade de escolha de ir pro quarto ou de ficar na sala/cozinha interagindo com o pessoal.

Meu quarto

Meu quarto

Meu banheiro

Meu banheiro

Meu roteiro na região da Emilia Romanha ficou assim:

– na segunda-feira foi o dia de me apresentar no apartamento e receber as chaves e instruções de como as coisas funcionariam nos próximos dias. A tarde fui conhecer algumas atrações da cidade e fazer um reconhecimento da região ao redor do apartamento;

– na terça-feira eu fui conhecer a Gelato University, onde tivemos uma aula de como preparar um autentico gelato italiano, seguido de uma degustação. Também conhecemos o Gelato Museum.

Umas das jantinhas no apto feita pela Rachelle - Foto: @thetravelbite

Umas das jantinhas no apto feita pela Rachelle – Foto: @thetravelbite

– na quarta-feira eu fiz um day trip para Ferrara de trem, onde dei prioridade para conhecer o famoso Castello Estense.

– na quinta-feira eu fiquei em Bolonha, conheci mais algumas atrações e aproveitei pra dar uma olhada nas lojas, restaurantes e gelaterias;

blogville 29_1182x900

– na sexta-feira foi o dia de embarcar para uma mini-viagem com o pessoal do blog 360 meridianos e do TravelBite até Parma. Essa viagem foi organizada pelo BlogVille e além disso mais uma blogueira da China se juntou ao nosso grupo. Na sexta-feira nos conhecemos Parma e Busseto, a cidade natal de Giuseppe Verdi.

– no sábado, continuando a nossa viagem, foi a vez de conhecer uma fábrica onde são produzidos o queijo parmigiano reggiano (mais conhecido como queijo parmesão) e uma fábrica de presunto de Parma. A tarde participamos do Festival do Presunto de Parma e fomos conhecer Torrechiara.

Foto: @n_montemaggi

Todo mundo no Festival do Presunto de Parma – Foto: @n_montemaggi

– domingo eu fiz um day trip para Modena, também pretendia visitar Faenza. Acabei não indo até Faenza, pq havia obras nos trilhos de trem, então vááários trens estavam sendo cancelados.

– segunda-feira foi dia de me despedir do BlogVille. Meu trem para Florença partia ainda de manhã, por volta das 11:30. Não tive tempo de fazer mais nada, só arrumar a mala e ir até a estação de trem.

blogville 34_900x900

Minha opinião sobre a experiência: Os dois unicos dias que tivemos coisas programadas em grupo foi na sexta e no sábado. Todos os outros dias o roteiro fui eu que defini e fiz os passeios no horário e na forma como eu quis. A gente tinha total liberdade para planejar os passeios. Pena que uma semana passou muito rápido, mas tenho certeza que todo mundo saiu de Bolonha (assim como eu) com um gostinho de quero mais!

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Bolonha, Itália - , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
4 comentários em "#Blogville: Eat, Feel and Live like a Local in Italy"
  1. Leonardo Oliveira   14/03/14 • 19h33

    Olá Bruna! Parabéns pelas matérias em/de Bologna. As fotos estão ótimas! Só senti falta de preço das coisas, mas acho que não é esse o perfil do seu blog… Bem, chegamos lá dia 20 as 12h e ficamos até 24 à noite. Penso em ir com meu filho até San Marino, pois achei ótima a idéia/sacada de conhecer um novo país/cidade tão perto e encantador. Não sei se vamos a mais cidades, pois gosto de “sentir o clima” dos lugares por onde passo. Estilo “menos é mais”. Você acha que, pensando assim, valeria à pena conhecer mais alguma cidade próxima (Parma, por exemplo)? Pelo que li das atrações, acho que 4 dias é um tempo bom pra dedicar a Bologna… Qual sua opinião? Obrigado :)

    • Contando as Horas   16/03/14 • 04h25

      Oi, Leonardo

      Obrigada!! =D

      Geralmente eu não costumo colocar os preços, pq isso muda todo o ano, então não sei até que ponto é interessante. Mas as vezes, quando eu lembro eu costumo colocar, pq todo mundo quer saber isso.

      Quatro dias é um tempo mais do que suficiente. Eu diria que em dois dias vc consegue ver o principal com bastante calma. San MArino realmente é um país muito legal. Muito tranquilo ir até lá partindo de Bolonha, vcs vão adorar! Parma tmb é super tranquilo, um dia em Parma vc consegue ver o principal, a cidade é bem pequena, vc não terá problemas em caminhar por lá, é tudo bem perto.

  2. Ricardo Dellai   26/04/14 • 10h23

    Muito boas as informações também irei ficar em bologna agora em maio.

    Só achei meio tenso a parte que vc fala dos atrasos do freccia de no máximo 5 minutos.

    Irei fazer uma excursão para toscana e se atrasar mais do que 30 minutos perco o passeio.

    Abcs.

    • Contando as Horas   28/04/14 • 15h14

      Oi, Ricardo

      Obrigada! =DD

      Infelizmente os atrasos dos trens são mais frequentes do que eu imaginava (não foi uma vez que aconteceu comigo, mas várias). A maioria dos atrasos são pequenos, coisa de 5 ou 10 minutos, mas já peguei um atraso de 40 minutos, o que fez uma tremenda diferença (e pode até bagunçar um dia de passeio). O ideal, na minha opinião, pra vc garantir, é sempre pegar um trem mais cedo do que vc normalmente pegaria. Assim vc não corre o risco de perde o passeio!

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Nesse mesmo dia, mas em 2010, eu desembarcava em Edimburgo, na Escócia para iniciar meu intercâmbio. 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿💙
.
Além de aprender inglês em um país sensacional, foi muito bom aproveitar aquele momento para descobrir um “mundo muito maior” que Chapecó/Curitiba.
.
Mesmo faltando conhecer alguns outros continentes aindaaa, todas as culturas e paises que conheci e tudo que aprendi com meus colegas de todas as partes do mundo, com toda a certeza, tornaram essa experiência muito mais interessante.
.
Melhor experiência de vida!
.
🌎 Banchory, Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
.
#escocia #scotland #castletrail #visitabdn #visitaberdeenshire #uk #intercambio #intercambionaescocia #intercambiofotos #visitscotland #ciintercambio #eurotrip #uktrip #essemundoenosso #travelgirl #viajantesolo #solotrip #agenciadeviagem #scotlandisnow #englishtips #missaovt #revistaviajar #saudade #helloescocia #cahnaescocia
Um outro jeito de viajar pela Europa: fazendo um cruzeiro fluvial.
.
Quem quiser saber mais detalhes, estou falando mais sobre isso no stories.
.
Se quiser saber os roteiros, datas e valores, meu email para contato esta no perfil!
.
🌏Em algum lugar no rio Danubio, Leste Europeu
.
#lesteeuropeu #europa #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #viajoteca #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu #eurotrip2018
Chegando em Budapeste!🇭🇺 Esse é o Monte Gellért passando pela janelinha da minha cabine!
.
No ultimo verão europeu eu fiz um cruzeiro fluvial pelo rio Danúbio (segundo maior rio da Europa).
.
Meu cruzeiro começou na Romênia, passou pela Bulgária, Sérvia, Croácia e terminou na Hungria.
.
Foram 7 dias a bordo do navio River Duchess, da empresa @uniworldcruises ! Uma experiência sensacional (ainda quero repetir, fazendo uma das rotas que passam pelos mercadinhos de Natal)!!
.
🌏Budapeste, Hungria
.
#budapeste #budapest #hungria #hungary #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu
Kremlin de Moscou 🇷🇺🇷🇺
.
Antigamente essa fortaleza servia de proteção para a cidade, mas hoje em dia é a sede do governo e residencia oficial do Presidente da Rússia.
.
Ele é formado por vários palácios, catedrais, museus, um jardim, as torres e a muralha.
.
Quem estiver em Moscou pode incluir uma visita ao Kremlin no roteiro.
.
É possível conhecer algumas atrações, como: o Palácio do Arsenal, local onde está o Museu do Arsenal e o Complexo das Catedrais (formado por 4 igrejas). Todas todos os demais edifícios podem ser fotografados apenas por fora.
.
⚠️O Kremlin não abre as quintas-feiras. Para visitar o Museu (700 rublos) e o Complexo das catedrais (800 rublos) o valor total é de 1500 rublos (95,00 reais).
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #eurotrip2018 #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #brasilnacopa #visitrussia
Existem diversas formas de entrar na Praça Vermelha, em Moscou, mas sem duvida alguma, a mais bonita é atravessando o Portão da Ressurreição, localizado literalmente entre a Prefeitura de Moscou (lado esquerdo) e o Museu Estatal de História Nacional (essa construção a direita).
.
Nessa foto também da pra ver a Capela Ibérica e o Marco Zero da Russia.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #moscou  #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Parque da Vitoria é onde está localizado o Museu da Grande Guerra Patriótica, que é como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Obviamente, esse museu conta toooooda a historia dessa guerra (com muitas fotos, documentos, objetos, entre outros - tem legendas em inglês).
.
Além disso, também destaco: O Hall dos Heróis (foto 3) que presta uma bela homenagem a todos os russos que morreram nessa guerra, mais de 20 milhões de pessoas, o Hall das Lagrimas (foto 4) que simboliza as lagrimas de quem perdeu filhos, pais, irmãos e maridos durante essa guerra e por fim, os Dioramas de Guerra (foto 5), esses paines gigantes que retratam algumas cenas de momentos importantes dessa guerra.
.
O parque é gigante e o Museu é enorme, portanto, vá com muito tempo (tempo minimo de 3 - 4 horas).
.
Dica: Para chegar aqui, o acesso é feito pela estaçao de metro Парк Победы, aquela que tem as escadas rolantes mais profundas de todas as estações de metro de Moscou, sao quase 3 minutos andando nessa escada. 😱
.
🌏Moscou, Rússia
.
#parquedavitoria #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #queroviajarmais #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Contando as Horas