15.10
2014

Como ir de Londres a Glasgow de Trem

Uma boa opção de meio de transporte para um deslocamento entre Londres e Glasgow, na minha opinião, é o trem. Esse trajeto é operado apenas pela empresa Virgin Trains e pode ser feito em 4 horas e 30 minutos ou em 5 horas e 30 minutos (mais pra frente eu explico o motivo dessa diferença).

A maioria das pessoas tem interesse em ir direto a Edimburgo, mas ultimamente tem crescido a procura por Glasgow, então achei que seria interessante abordar sobre essa opção também.

IMG_0836

Mas vamos ao que interessa:

→ Comprando as passagens

O melhor lugar para pesquisar todas as opções de deslocamento e empresas que oferecem esse mesmo trajeto é o site da National Rail. Esse site mostra todas as possibilidades de tudo o que está disponível para um determinado dia. Como todo mundo sabe, as passagens de trem são colocadas a venda com 90 dias de antecedência da data da viagem. 

IMG_0835

Como eu já disse no inicio desse post, nesse trajeto entre Londres e Glasgow, a única empresa que opera essa rota é a Virgin Trains, com duas opções: trens com menos paradas pelo caminho (duração do trajeto é de 4 hroas e 30 minutos) e trens com muitas paradas pelo caminho (duração do trajeto é de 5 horas e 30 minutos). Basicamente isso é que vai interferir nas opções de horários e no preço final da passagem.

foto 2

Eu optei por comprar a minha passagem (só peguei o trecho de ida) no próprio site da Virgin Trains e comprei com 89 dias de antecedência. Com isso, consegui pegar a primeira classe na promoção, ou seja, praticamente o mesmo preço que a standard. Na verdade, quem compra apenas um trecho paga mais caro do que quem compra os trechos de ida e volta. Então eu já sabia que ia pagar mais caro, eu olhei o preço nas duas opções. Eu acabei pegando o tipo de ticket “First Advanced Single”, que não pode ser cancelado ou alterado e além disso, essa passagem só me permitiu me deslocar nesse trecho e no horário especifico que foi comprado. Pra ter uma idéia, nessas mesmas condições, a diferença do preço do ticket na standard para a primeira classe era de menos de 5,00 libras. Nesse caso, viajar na primeira classe foi vantagem!

Obs.:  A reserva de assento é obrigatória, porém, ao contrario de algumas outras empresas, essa não permite que a gente escolha os lugares, ela mesmo escolhe o melhor lugar disponível de acordo com as nossas preferencias (poltrona na janela, no corredor, no mesmo sentido que o trem se desloca ou sentido contrario que o trem se desloca).

IMG_0900

Durante o processo de compra, eu tive que escolher em qual estação de trem eu queria retirar o meu ticket. Eu optei por escolher a estação de Euston em Londres, que era de onde o trem partia. Depois de finalizar todo o processo de compra e pagamento, eu recebi no email um voucher de confirmação com o “booking reference”. É interessante guardar esse número e a estação escolhida para retirar o ticket, pq sem essas informações e mais o cartão de crédito utilizado, não tem como retirar a passagem.

Obs.: No dia da viagem, um casal que estava sentado ao meu lado, tava com a passagem imprimida em papel. Eu não tinha visto essa opção na hora que selecionei onde iria retirar o meu ticket. Nesse caso, eles precisaram mostrar a passagem imprimida e o passaporte.

IMG_0894

O ticket pode ser retirado tanto nas máquinas (máquinas chamadas de FastTicket Machines) como nos guichês de atendimento. O processo é mais agilizado nas máquinas, pois a gente só precisa introduzir o cartão na máquina e em breve será solicitado que a gente digite o “booking reference”, ai é só aguardar os tickets serem imprimidos. Quem achar que é mais confiável ir no guichê, reserve um tempo maior pra isso, pois as filas costumam ser enormes.

Obs.: Pra quem for fazer intercâmbio ou morar no Reino Unido, as passagens podem ser retiradas 2 horas após a compra feita através do site ou do aplicativo para celular.

→ Partindo da estação Euston (EUS) em Londres

A estação de trem de Euston é formada tanto pela parte destinada a trens como pela parte destinada ao metro. Fica na região de Camden, bem perto da Biblioteca Britânica e da estação de trem de St Pancras/Kings Cross.

IMG_0837

Essa é a principal estação para quem vai para o norte da Inglaterra, norte do País de Gales e para a Escócia. Nessa estação tem Left Luggage (perto das plataformas 16-18), tem casas de cambio, ATMs e algumas lojinhas e lanchonetes.

Pra ter idéia do tamanho, essa é a sexta estação de trem mais movimentada do Reino Unido. É uma verdadeira loucura!

** Para ver o post com dicas sobre onde deixar as malas em estações de trem ou aeroportos na Escócia e no restante do Reino Unido, é só clicar aqui.

→ Primeira Classe ou Segunda Classe?

Todos os trens da Virgin Trains que fazem o trecho entre Londres e Glasgow possuem vagões de Primeira Classe (First Class) e de Segunda Classe (Standard Class).

Como já dá pra imaginar, existem algumas diferenças entre essas classes, como por exemplo:

– os vagões de quem viaja na Primeira Classe tem configuração de 2-1, ou seja, duas poltronas-corredor-uma poltrona. O assentos são mais confortáveis e espaçosos.

IMG_0890

– todas as poltronas tem mesa fixa (não aquelas mesinhas tipo de avião que a gente abaixa) na Primeira Classe e é onde está o menu com as opções de comidas que vão ser servidas de acordo com o horário (café da manhã, almoço, lanche ou jantar). Meu trem era de manhã, então eu tive que escolher as opções disponíveis para o café da manhã. O café da manhã já estava incluído no valor da minha passagem.

– a internet wi-fi também já estava incluída no valor da passagem da Primeira Classe. Não é necessário preencher nenhum cadastro. Ao contrario da empresa East Coast que faz o trecho entre Londres e Edimburgo, nessa empresa eu não achei que a internet funcionou muito bem não. Alguns trechos a internet funcionou bem, mas no geral, achei ela bem instável. Quem viaja na Segunda Classe precisa pagar um valor adicional pela internet de acordo com o tipo escolhido: 1 hora (4,00 libras), 3 horas (6,00 libras), 24 horas (8,00 libras), 30 dias (30,00 libras), 75 minutos flexíveis (5,00 libras) e 200 minutos flexíveis (10,00 libras). Os minutos flexíveis só contam quando a internet estiver sendo usada, já na fixa os minutos começas a ser contados a partir da primeira conectada.

 IMG_0892

– as tomadas estão disponíveis em todos os assentos na Primeira Classe, mas na Standard somente nas cadeiras que tem mesa. Quem quiser aproveitar pra recarregar o celular ou algum equipamento eletrônico, não esqueçam de levar o adaptador.

– a quantidade de pessoas no vagão da Primeira Classe é infinitamente menor que na Segunda Classe, obviamente.

– o espaço para as malas é o mesmo em ambas as classes, porém é muito difícil eles estarem lotados. Foi bem tranquilo encontrar um lugar pra deixar a minha mala.

** Para ver o post sobre Adaptadores e tomadas pelo mundo, é só clicar aqui.

 IMG_0861

→ O trem

Na hora da compra das passagens, independente por qual meio essa compra for realizada (internet, máquinas ou guichês de atendimento), a reserva de assento para esse trecho é obrigatória.

Na passagem, tanto o vagão como a poltrona já vão estar no bilhete. Nesse caso, eu só fiquei sabendo, de fato, qual era a localização da minha poltrona dentro do vagão, no dia da viagem.

Nos trens que partem de Londres, os vagões da Primeira Classe estão localizados logo no inicio da plataforma. Em Glasgow, pela lógica eles vão estar localizados no fim da plataforma.

Esse trem que eu viajei era bem novo, estava muito bem conservado e também estava bem limpo.

 IMG_0871

→ A experiência em viajar com a Virgin Trains

O horário que eu escolhi para iniciar essa viagem foi de manhã cedo (09:30), pois assim eu chegaria em Glasgow as 14:00, que era o horário que eu poderia fazer o check-in no hotel. O trem estava no horário, ainda bem!

Ao contrário dos trens que já peguei em outras estações do UK, na estação de Euston, teve um controle de ticket na plataforma. Para ter acesso ao trem, era necessário apresentar o ticket antes de embarcar e depois do embarque, uns 5 minutos depois da partida, um funcionário passou novamente fiscalizando todos os tickets. Não sei qual o motivo, mas achei isso bem desnecessário.

 IMG_0848

Como eu já disse, eu viajei na Primeira Classe e tive a sorte de conseguir uma poltrona individual (sentido que o trem se desloca).

Logo após a conferencia dos tickets, uma funcionaria passou distribuindo bebidas e outra anotando os pedidos do café da manhã. Eu não tenho costume de tomar café da manhã e muito menos dou bola pra isso, mas como eu queria desembarcar em Glasgow, largar minha mala no hotel e sair bater perna, eu achei que seria interessante ganhar tempo e aproveitei sim, pra tomar o café da manhã.

O cardápio tem diversas opções, mas eu optei por algo mais cara de almoço mesmo, então peguei sausage roll, que basicamente é um pão com linguiça. Tava muito bom! E pra beber, escolhi chá. Nesse dia, o café da manhã foi servido mais ou menos 1 hora depois do trem partir, então, praticamente eu comecei a comer quase 11:00. Deu pra considerar direitinho isso como um almoço.

 IMG_0857

O restante da viagem eu aproveitei pra usar um pouco da internet, olhei os e-mails, conferi alguns horários das atrações que eu ia visitar em Glasgow e respondi comentários no blog! Apesar da internet ter sido bem instável, até que eu consegui fazer tudo o que eu queria. Alguns trechos da viagem eu recorri ao 3G/4G do chip local que eu tinha comprado em Londres, então isso não chegou a ser um problema.

** Para ver o post sobre Chip Pré-Pago e Internet no celular na Inglaterra e na Escócia, é só clicar aqui.

Por um determinado tempo eu fiquei olhando e fotografando a paisagem, que por sinal é muito bonita! Ao contrario do trecho entre Londres e Edimburgo, no trecho até Glasgow a gente não consegue ver o mar, então qualquer um dos lados do trem as únicas paisagens que vamos ver vão ser campos e mais campos com ovelhas, alguns lagos, rios e diversas cidadezinhas.

 IMG_0883

Tem umas 4 ou 5 paradas pelo caminho, sendo que todas elas são na Inglaterra. Geralmente a ultima parada antes de entrar na Escócia é a cidade de Carlisle, ai é só esperar uns 10 a 15 minutos, que oficialmente suas fotos serão feitas em paisagens escocesas.

Um pouco antes de entrar na Escócia, teve uma paradinha um pouco maior, onde houve reabastecimento do trem e troca dos funcionários. Depois disso, passaram novamente servido um lanchinho e bebidas (gratuitos para quem está na Primeira Classe).

IMG_0886

No geral eu gostei do atendimento, achei as atendentes profissionais, foram educadas, mas não super simpáticas. Não tenho do que reclamar.

→ Chegando na estação Glasgow Central (GLC)

Essa é a principal estação de trem de Glasgow. Só é usada para viagens de trem entre Inglaterra e Escócia e também para trens que partem para a costa oeste da Escócia. Pouquíssimos trens partem dessa estação quando o destino final é Edimburgo, pois a maioria fazem esse trajeto a partir da estação de Glasgow Queen Street. Essa foi a primeira vez que estive nessa estação de trem, pq as duas vezes que estive em Glasgow enquanto morei em Edimburgo, sempre desembarquei/embarquei na Glasgow Queen Street.

IMG_1540

Segundo as estatísticas, essa é a décima estação mais movimentada de todo o Reino Unido. Acho importante alertar, essa estação tem 17 plataformas, sendo que duas são subterrâneas. Os trens que partem das plataformas subterrâneas tem um lugar em separado no painel onde estão os horários que partem/chegam os trens. Fica a dica!

Como é a maior estação de trem da cidade, ela é bem espaçosa, muito organizada, conta com diversas máquinas de venda/retirada de tickets espalhadas em todas as partes, tem guichê de atendimento, tem um Left Luggage (fica perto da plataforma 1), tem uma Boots, diversas lojas e lanchonetes.

Existem três opções de entrada/saída da estação, a que fica direto em frente das plataformas é considerada a entrada/saída principal e é onde ficam os táxis.

IMG_1544

→ Outras informações

Pra finalizar esse post que já está gigante, a National Rail tem um aplicativo para celular que é super util. Nele dá pra acompanhar se o trem está ou não no horário e quando for o caso, o trajeto que ele está percorrendo em tempo real.

IMG_0908

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Escócia, Glasgow, Inglaterra, Londres
Booking.com
  1. Antonio Eduardo 17/10/2014 | 11:30

    Caro Amigo,

    Gostei muito do seu Post. Estou viajando a glasgow no fim do mês para ver meu filho. Tenho outro filho pequeno (6 anos) que é louco para ir a Londres ver o BIG BEN, pensei em sair bem cedo para Londres pela manhã em um dia e voltar a noite. Vc acho possível? Muito agradecido

    • Contando as Horas 20/10/2014 | 16:54

      Oi, Antonio

      Teoricamente é possível, porém vai ser muito cansativo. Vcs vão ficar 9 horas dentro do trem e pouquissimo tempo em Londres, ainda mais agora que a partir de final de outubro termina o horário de verão, então começa a escurecer por volta das 16:30.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. Hélcio Veloso 19/10/2014 | 13:11

    Olá, Bruna. Parabéns pelos seus posts. Bem completos e com ótimas dicas. Estou indo para Londres, Glasgow, Edimburgo e depois para a Islândia, em março/abril 2015. Eu queria saber quanto vc pagou no bilhete entre Londres e Glasgow, nas mesmas condições (primeira classe e com antecedência). E se é possível comprar um bilhete único, até Edimburgo (Londres>Glasgow>Edimburgo), com essa parada em Glasgow por 2 dias.
    Obrigado!

    • Contando as Horas 20/10/2014 | 16:46

      Oi, Hélcio

      Nunca vi opção de bilhete único pra isso que vc pretende fazer. Vc vai ter que comprar trecho a trecho mesmo, Londres até Glasgow e depois de Glasgow até Edimburgo.

      Na verdade o unico trecho que vc deve se preocupar e comprar o quanto antes é o trecho entre Londres e Glasgow, pois de Glasgow a Edimburgo tem trem com bastante frequencia e os preços não variam tanto. Inclusive, vc pode comprar nas máquinas lá mesmo na estação de Glasgow Queen Street.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. lorena pereira 02/11/2015 | 22:20

    Olá, estou organizando uma viagem para a escócia, porém pousarei em Paris. Poderia me ajudar, estou pretendendo ir de Londres à Glasgow. Em qual estação de Londres sai o trem???

    • Contando as Horas 04/11/2015 | 13:57

      Oi, Lorena

      Depende, depende do horário, empresa e se vai ter ou não conexão no caminho. Quando eu fui, eu sai da estação de Euston, que fica quase ao lado da estação de St Pancras, onde chega o Eurostar em Londres.

  4. Betina 10/02/2016 | 15:52

    Bom dia
    amei o blog! tenho 10 dias em maio de 01 a 10/05 de ferias e quero fazer londres e escocia, mas como tenho poucos dias o que sugere como roteio principal? fazer 3 dias em lon 2 em liverppol e 1 em manchester e depois 2 noites em edimburgo ,1 em glasgow ? poderia me ajudar a fazer m roteiro legal e enxuto pegando os lugares mais relevantes pra conhecer?
    consigo me deslocar entre as cidades de trem? sao proximas? HELP!
    Obrigada

    • Contando as Horas 11/02/2016 | 22:39

      Oi, Betina

      Esse teu roteiro tá meio corrido, mas não tá impossível. A unica sugestão que te dou é de ficar em apenas uma cidade no caso de Liverpool/Manchester e Edimburgo/Glasgow. Na cidade que vc for ficar menos tempo, vc faz o bate-volta. Fica mais pratico. Minha opinião. Entre todas essas cidades vc consegue ir de trem. Apenas pra ir de Liverpool ou Manchester até a Escócia o trem não será direto, vc terá que fazer uma conexão pelo caminho.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  5. alessandra 13/02/2016 | 10:45

    olá bom dia!
    Muito bom sua postagem………..estou querendo ir a Glasgow em setembro/15…nunca fiz viagens internacionais, mas meu noivo mora lá.
    Tenho uma amiga em londres e gostaria de visita la.
    Muito interessante me deixou mais tranquila, acho que vou de trem…
    Obrigada e toda dica pra quem vai a primeira vez é bem vinda, muito obrigada.

    • Contando as Horas 13/02/2016 | 19:06

      Oi, Alessandra

      Super tranquilo andar de trem e ônibus no UK, principalmente entre cidades maiores, como no caso de Londres – Glasgow. Vc vai ver que é muito fácil, não há com o que se preocupar. Aproveite! E obrigada pela visita aqui no blog!

  6. Sofia Magalhães 23/04/2016 | 19:46

    Olá! :) quanto pagou pela viagem Londres – Glasgow?

    • Contando as Horas 30/04/2016 | 16:11

      Oi, Sofia

      O preço que paguei aparece ali na passagem, mas isso foi em setembro de 2014. Agora os valores devem ser outros.

  7. Bruna Lacerda 11/05/2016 | 22:48

    Oi Bruna, td bem?
    Eu sei que já faz um tempinho deste post, mas eu vou passar a lua-de-mel na Inglaterra, Escócia e Irlanda. A última cidade da Inglaterra será Manchester, depois partiremos para Glasgow…estou um pouco em dúvida de como iria até lá…li em um comentário anterior que não teria trem direto, é isso mesmo? seria melhor ir de avião? vc pode me ajudar com isso?? Obrigada!!!

    • Contando as Horas 13/05/2016 | 14:28

      Oi, Bruna

      Não existem trens direitos de Manchester para Edimburgo. De Manchester para Glasgow existe, pelo que sei. Vc pode olhar os horários e rotas no site da National Rail.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  8. carla 28/06/2016 | 23:19

    Oi Bruna!
    Vc tem como nos auxiliar sobre .familyandfriends-railcard.?
    Como funciona? Li que tem desconto para família viajando junto (nosso caso somos nós e nosso filho pequeno) mas não entendemos como funciona.
    Muito obrigada!

    • Contando as Horas 29/06/2016 | 14:20

      Oi, Carla

      Infelizmente nunca usei esse tipo de passe. Vou ficar te devendo essa info.

  9. carla 28/06/2016 | 23:22

    Bruna…complementando
    ..outra questão é sobre o ônibus. É rígido o controle de peso das bagagens? Consultei o Megabus e achei super em conta mas a bagagem não pode ultrapassar 20kg e ainda viajamos com carrinho para nosso filho. Não li nada sobre isso no site….
    Obrigada!

    • Contando as Horas 29/06/2016 | 14:23

      Carla,

      Também nunca andei no Megabus hehehe Sempre preferi andar de trem ou andei nos ônibus da Scottish Citylink. Mas por ser uma empresa que oferece tarifas de ônibus realmente muito baixas, eu acredito que eles devem fiscalizar (ao menos nas cias aéreas de baixo custo que viajei, eles levam isso super a sério). Você pode mandar email e perguntar. Geralmente quando tenho duvida, sempre faço isso e sempre tive resposta, as vezes demora um pouquinho, mas sempre recebi as respostas para as minhas duvidas. O seu filho tem idade para pagar passagem? Se sim, provavelmente ele deve ter um limite de bagagem também.

Deixe o seu comentário...